Image
Ricardo Teixeira ao ser questionado sobre as acusações de corrupção: “Não ligo. Aliás, caguei. Caguei montão”

Amigos, preciso momentaneamente esquecer regras de comentários de meu próprio blog, porque a seleta de frases que você vai ler em seguida está repleta de palavrões. Sendo de autoria do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, dificilmente seria diferente.

Transcrevo literalmente declarações feitas à repórter Daniela Pinheiro, da revista piauí, que na edição nº 58, que está nas bancas, traz um longo perfil do cartola, a quem a jornalista pôde acompanhar por vários dias, inclusive em Zurique, na Suíça, sede da FIFA.

As frases, em que Teixeira invariavelmente se dirige à repórter, falam por si sobre vários aspectos do presidente da CBF – seu ódio à imprensa, seu desprezo a críticas, sua sensação de onipotência e de impunidade.

Deixemos então que esse candidatíssmo a presidente da FIFA, que seu ex-sogro e inventor João Havelange presidiu por 24 anos, até 1998, fale com suas próprias e eloqüentes palavras:

Denúncias de suborno

* [Sobre denúncias de um cartola inglês segundo a qual poderia ter pedido suborno para votar a favor da Inglaterra como sede da Copa de 2018]: “Minha filha, você acredita em tudo que sai na imprensa? (…) “esquece, isso é tudo armação. Esses ingleses estão putos porque perderam, eles não se conformam (…)”.

Preocupado, só quando sair no “Jornal Nacional”

* “Meu amor, já falaram tudo de mim: que eu trouxe contrabando em avião da Seleção, a CPI da Nike e a do Futebol, que tem sacanagem na Copa de 2014. É tudo coisa da mesma patota, UOL, Folha [de S Paulo], Lance, ESPN, que fica repetindo as mesmas coisas”

* “O Lula me falava: ‘Eu não vejo essa Globo News porque só dá traço” [expressão que significa audiência mínima]. (…) Então, esse UOL só dá traço. Quem lê o Lance? Oitenta mil pessoas? Traço! Quem vê essa ESPN? Traço!”

* (…) “Portanto, só vou ficar preocupado, meu amor, quando sair no Jornal Nacional”.

Ninguém tem nada a ver com as contas da CBF

* “Que porra as pessoas têm a ver com as contas da CBF? Que porra eles têm a ver com a contabilidade do Bradesco ou do HSBC? Isso tudo é entidade pri-va-da. Não tem dinheiro público, não tem isenção fiscal. Por que merda todo mundo enche o saco?”

O “voo da muamba” em 1994

* [Ainda sobre o chamado “voo da muamba”, em que a delegação que venceu a Copa de 1994 nos Estados Unidos tinha na bagagem 17 toneladas de compras de jogadores, cartolas e convidados, e Teixeira foi acusado de pressionar a Alfândega para liberar o material sem vistoria] “Falaram que eu tinha trazido material contrabandeado, o caralho. (…) Agora, sabe por que isso tudo aconteceu? Porque não deixei que a imprensa entrasse no avião e porque o secretário da Receita, o Osíris Lopes Filho, ia ser demitido”.

[Segundo Teixeira, Osíris seria demitido pelo presidente Itamar Franco “por ter falado umas merdas sobre a Petrobras”]“Aí, foi tudo armado. (…) Descemos no aeroporto, o povo da Receita falou para deixarmos as bagagens, que eles iam guardar e dali a três dias devíamos voltar para pegar. A CBF pagaria todo o imposto, como pagou depois, mas o seu Osíris armou para mostrar serviço, posou de arauto da moralidade, a imprensa comprou a história e nós nos fodemos”.

Amizade

* [Ao expor seus conceitos a respeito da amizade] “Se você está na merda, vão falar: ‘Coitado do Ricardo, vamos dar uma mão para ele’. Mas aí, todo mundo volta para casa, não ajuda e finge que esqueceu o assunto”. (…) Agora, pense na situação inversa: ‘Porra, o Ricardo está bem pra caralho, que sucesso’. Pode ter certeza que vai ser aquele que você acha que é seu melhor amigo quem vai dizer primeiro: ‘Também, roubando, quem não fica bem?’”

Acusações sobre corrupção

* [Sobre acusações de corrupção contra si] “Não ligo. Aliás, caguei. Caguei montão”.

O brasileiro e o sucesso alheio

* [Sobre o brasileiro lidar com o sucesso alheio] “O neguinho do Harlem olha para o carrão do branco e fala: ‘Quero um igual’”. (…) “O negro não quer que o branco se foda e perca o carro. Mas no Brasil não é assim. É essa coisa de quinta categoria”.

Nada de jornais, TV ou internet

* [Sobre supostamente ter parado de ler resumos de jornais, de assistir televisão e de navegar por sites noticiosos na internet] “Não leio mais porra nenhuma, a vida ficou leve pra cacete, tá muito bom”.

A m… que foi a Copa da França

* [Sobre a polêmica sobre utilizar ou não o Morumbi reformado para a Copa de 2014 e sua defesa da futura arena do Corinthians, por ficar numa região que teria melhor estrutura, inclusive metrô e trem à porta do estádio] “Olha a merda que foi a Copa na França [em 1998]: a Seleção jogou num estádio de 27 mil lugares, ficamos concentrados no meio do nada. E algum jornalista reclamou? Não, né? Afinal, estavam indo para Paris”.

Fazer maldades

* “Em 2014, posso fazer a maldade que for. A maldade mais elástica, mais impensável, mais maquiavélica. Não dar credencial, proibir acesso, mudar horário de jogo. E sabe o que vai acontecer? Nada. Sabe por quê? Porque eu saio em 2015. E aí, acabou”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 2 =

41 Comentários

Gamal em 09 de janeiro de 2012

Se o ex-Secretário Osiris Lopes Filho estivesse vivo, o picareta do futebol não teria tido a ousadia de imprecar contra o chefe do fisco. Osisir ao lado de Lina Vieira - nomeada pelo primeiro, em 1993, como Delegada da Receita Federal em Natal - formam uma dupla que marcou a história do fisco federal pela postura da impessoalidade e integridade, sem se curvarem às conveniências e pedidos de parlamentares. Ambos caíram. o que demonstra o quão pouco valorizados são os verdadeiros servidores públicos. No sepultamento de Osiris, a ex-Leoa do fisco estava lá, presente, para representar a porção decente e republicana da administração tributária federal.

Cidadao X em 27 de julho de 2011

Vai ser presidente da republica !!!!!!!

Rene em 25 de julho de 2011

Se esse cara se candidatar a presidente, teria um monte de IGNORANTE que votaria ainda nesse LIXO!!! Votaram em um "palhaço" e depois reclamar de fila no hospital, falta de moradia, bem feito. ACORDA BRASIL!!!!!!!!!!!!!!!

carlos alberto em 25 de julho de 2011

Ele disse que só se preocuparia,quando sair no JORNAL NACIONAL,e porque a GLOBO não tocou no assunto?.Será medo de perder o apoio do Sr.Teixeira.ESTRANHO NÃO!

Celso Barreto em 25 de julho de 2011

Praticamente uma Odete Roitmann

Lucia s em 24 de julho de 2011

Prezada Lucia s, o blog publica críticas, mesmo as mais duras, e você mesma tem sido testemunha disso, pois o blog está repleto de comentários indignados seus. Mas xingamentos e ofensas, não. Assim sendo, lamento dizer que seu comentário foi suprimido tendo em vista as regras do blog. Se ainda não as conhece, por favor, vá ao link http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tema-livre/amigos-depois-de-mais-de-8-meses-de-blog-e-40-mil-comentarios-nao-havera-mais-asteriscos-comentarios-com-linguagem-inconveniente-serao-deletados-vejam-minhas-razoes-e-as-regras-para-comentarios/

Ademar em 24 de julho de 2011

Nós merecemos dirigentes como Ricardo Teixeira, políticos semelhantes a ele, aceitamos e nada fazemos para mudar isto. Parabéns Ricardo.

Marcos Aurélio Oliveira em 24 de julho de 2011

Esta entrevista mostra a realidade da impunidade que existe no Brasil, vergonha nacional, nada pior do que um pseudo gestor dizer que como não é dinheiro público ele faz o que quizer, uma entidade como esta não pode nem tem o direito de dizer que representa o Brasil no meio futebolistico, alguém precisa fazer alguma coisa contra este senhor, os brasileiros precisam ser respeitados. Vamos lançar uma campanha contra os patrocinadores da seleção, VIVO, Antartica e outros, este senhor é o anti-marketing para qualquer patrocinador.

Luciano VILELA FLAUZINO. em 24 de julho de 2011

Olá Ricardo! Nessa entrevista à Revista Piauí o Senhor-Doutor Ricardo Teixeira se revela realmente O CRÁPULA que ele é. Num Regime Democrático de Direito nenhum cidadão pode arvorar-se no direito de procurar cometer maldades ou perversidades na COPA DA FIFA afrontando e violando a CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA e as nossas Leis instituídas.

catson aruak em 24 de julho de 2011

Entregar a "paixão nacional" na mão de rapinantes como o Teixeira é coisa de brasileiro babaca ao cubo. A alegação de que se trata de "entidade privada" é uma balela, já que o futebol influi na economia nacional em nível muito maior do que quase tudo. Mas não há solução fácil, porque estatizar a CBF, como seria o lógico, será entregar para o PT e para os governos seguintes este filão astronômico (parece que o PT vai ser eterno, pois está comprando todo mundo) e vai acabar ficando é mais caro para o povo. Vê no que dá colocar ladrão no governo?

toninho em 24 de julho de 2011

Caro Toninho, o blog publica críticas, mesmo as mais duras. Mas xingamentos e ofensas, não. Assim sendo, seu comentário foi suprimido tendo em vista as regras do blog. Se ainda não as conhece, por favor, vá ao link http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tema-livre/amigos-depois-de-mais-de-8-meses-de-blog-e-40-mil-comentarios-nao-havera-mais-asteriscos-comentarios-com-linguagem-inconveniente-serao-deletados-vejam-minhas-razoes-e-as-regras-para-comentarios/

Pedro Montefiel em 23 de julho de 2011

Eu já nem torcia há muito tempo. Agora, então...

Alexandre em 23 de julho de 2011

Com essa nunca mais vou torcer pela seleção brasileira(corrigindo seleção da CBF).

Petista arrependido em 23 de julho de 2011

Ricardo, Só tem uma solução. CADEIA NELE!!!

Marcos Lopes em 21 de julho de 2011

Eu gostaria Muito que o Ricardo Teixeira fosse para a cadeia, mais como eu moro no País da impunidade, é claro que eu não acredito que isso irá acontecer um dia. Eu tenho vontade de morar em outro País

Alex em 21 de julho de 2011

Beleza! A CBF é uma entidade "PRI-VA-DA", como salientou o "rei". Se o otário do brasileiro não tem nenhum poder sobre a seleção, creio que seria o caso de proibir a utilização do nome BRASIL. Não faz sentido. Seria mais adequado se os times se chamassem...sei lá!, Telanje ou Avexeira futebol e rapinagem.

Hummm??!!! em 21 de julho de 2011

Depois dizem que se equiparar os salários do Policiais, Bombeiros Militares – PC300 será um rombo no orçamento. E deixar Ricardo Teixera responsável pela copa, olimpíadas e a verba da copa ? “Quem alimenta o Lobo Sacrifica as Ovelhas”.

Beto Londres em 21 de julho de 2011

Esse Ricardo Teixeira ( João Havelange) TA SUPER QUALIFICADO PARA SER UM GRANDE POLITICO E ATE CHEGAR A SER PRESIDENTE DO NOSSO SOFRIDO BRASIL. Assim como foi com Collor, Sarney, Lula,etc QUALIDADES PARA SER UM POLITICO DO BRASIL??? ROUBO, AUTORITARIO E TER CONHECIMENTO QUE ROUBAR NAO DA CADEIA. ESSE É O NOSSO braZil! Bye BYe braZil !!!!!

celeraman+ em 20 de julho de 2011

Este senhor é um gentleman, nos modos e no vocabulário!

Edson em 20 de julho de 2011

Infelizmente, ele disse uma verdade. A CBF é PRIVADA. Se ele se elege indefinidamente, culpa é de quem aprovou os estatutos da entidade em assembléia; quem o elege são os clubes; quem elege os representantes dos clubes são os sócios. O torcedor não faz parte desse processo, NATURALMENTE. Infelizmente as pessoas não entendem que ser torcedor de um clube de futebol (entidade privada) é que nem ser fã da Angelina Jolie. Você pode acompanhar os passos dela, torcer pra ela vencer sempre, mas você não tem poder decisório nenhum sobre a vida dela. Graças a Deus, aliás. Aì vão falar: "ah, mas a CBF manda no futebol, e a seleção é um patrimônio nacional", BALELA, a CBF não manda no futebol. Eu posso montar com os meus amigos uma federação paralela, se eu quiser, e formar a nossa seleção brasileira, nada me impede. Posso até mandar uma carta para a FIFA solicitando filiação - ela apenas vai responder "agradeço o interesse, mas já temos uma filiada no Brasil, a CBF"... A CBF é grande, é antiga, até já teve uma rival - a FBF - derrotada em 1937, e nesses anos criou-se a ilusão de que ela é um órgão do Estado Brasileiro, NÃO É! É uma entidade privada, cuja representatividade é proporcional ao interesse que temos pelo seu time, que chamamos de Brasil. E não podemos fazer nada, somos meros fãs. Quer dizer: poder fazer algo podemos - parar de dar ibope, não ir a estádios, não ligar a TV nos seus jogos. Talvez se ela sentir-se ameaçada em publicidade, pense em nos agradar. A imprensa, pode bater e martelar, mas a não ser que se descubra alguma farra com dinheiro público ou algum crime de fato, o que ele faz na CBF fica na CBF e é isso mesmo. Só isso.

Therese em 20 de julho de 2011

Muito fino este senhor... Cara de pau é o mínimo. Sem vergonha , sem carater, sem educação, sem ética, ele é sem tudo. O que tem de muito é a falta de educação e de vergonha na cara. E ele é amigo do babalorixá, amigão e parceiro de muitas coisas....

Renato em 20 de julho de 2011

Sr. Setti. A trajetória do Sr. Teixeira já é bastante conhecida, pelo menos por quem não fica limitado ao jornal das 8. Mas, o que dizer da grande empresa jornalística que não toca no assunto e deixa a maior parte da população alheia ao tema? Pena que a nossa imprensa tenha pudores em criticar a si própria. Se fosse diferente, talvez pudéssemos entender por que nada disso sai no Jornal Nacional.

Leandro Ribeiro em 20 de julho de 2011

Acho esse senhor uma lástima. Mas, por mais incrível que pareça. consegui pescar uma coisa interessante na fala dele: “O negro não quer que o branco se f... e perca o carro. Mas no Brasil não é assim. É essa coisa de quinta categoria”. Infelizmente, neste caso, ele tem toda razão. Lembram-se da Ferrari do Ronaldo? Pois é...

Tatiana Silveira em 20 de julho de 2011

Lendo essa entrevista do Ricardo Teixeira, fico enojada de ser brasileira!!!Afinal, pra q serve a CBF???Enriquecer o Ricardo Teixeira???Porque ajudar o futebol feminino, não ajuda!!! "Ajudar" o futebol feminino? Como assim? Ele tem obrigação de INVESTIR no futebol feminino. "Ajudar" é esmola, e o futebol feminino precisa de dignidade e de profissionalismo. Portanto, vai ser difícil obter algo de Teixeira, infelizmente. Abraços

julio cesar em 20 de julho de 2011

O Ricardo Teixeira pensa que é deus, o João Havelange tem essa certeza...

Luis R N Ferreira em 20 de julho de 2011

Este gangster, com todo o poder que exerce e a posição de destaque que ocupa na administração do futebol profissional mundial, mostra bem a máfia que impera na Fifa e na CBF desde os tempos de João Havelange, de quem é legítimo sucessor na hierarquia mafiosa. O palavrório destemperado indica, além do nível moral e intelectual, a habitual ingestão de uísque em doses cavalares que o rosto empapuçado denuncia.

HELIENE em 20 de julho de 2011

TAIS DECLARAÇÕES DO EXCELENTÍSSIMO RICARDO TEIXEIRA,MOSTRA O DESRESPEITO QUE SE TEM EM RELAÇÃO ÁS PESSOAS QUE AMAM O FUTEBOL, E FAZ DELE NAO SÓ UMA MANIFESTAÇÃO DE UNIÃO CULTURAL, MAS SÃO APAIXONADOS POR ELE.SÃO OS TORCEDORES QUE MOVIMENTAM A INDUSTRIA DO FUTEBOL.UM JOGO NAO TERIA RAZÃO SE NAO HOUVESSE UM TORCEDOR,SEJA NO ESTADIO,NA FRENTE DA TV OU RADIO.RESPEITO,E TRANSPARÊNCIA NAO É SÓ UM DIREITO NOSSO(CONSUMIDOR) MAS UM DEVER DOS DONOS DESSA INDUSTRIA CHAMADA FUTEBOL.

Rosa Maria Pacini em 20 de julho de 2011

Setti, eu só não digo que ao reler essa entrevista eu sinto vergonha de ser brasileira porque eu não sou igual a essa figura asquerosa (espero que você não censure meu comentário por causa dessa qualificação), assim como certamente você e os seus leais seguidores também não são. Enquanto pessoas de baixíssimo nível como esse RT, o governador SC e o ex-presidente Lula, só para citar alguns, ocuparem posições de poder neste país, nós continuaremos expostos a espetáculos desagradáveis e até mesmo deprimentes como esse. Sinceramente, Setti, há dias, e hoje foi um deles, em que eu passo mal fisicamente ao ler notícias sobre a podridão que se instalou neste país. Só não deixo de ler tais notícias porque se o fizer poderei alienar-me e perder a minha capacidade de indignação. E isto decididamente eu não quero para mim, nem para as pessoas decentes deste país.

Marcelo Meireles em 20 de julho de 2011

Ricardo Teixeira é sinistro ? É. - Mas ele tá tecnicamente correto em dizer que a CBF é entidade privada e por isso não tem de dar satisfação sobre a administração dela. - Ainda tecnicamente falando, ele tá certo em não se de4sesperar com críticas. Por que ? Por que na hora da verdade, a Mídia sempre se curva à popularidade da Seleção, ao Ibope alto do Campeonato Brasileiro. - Vc acha que a Mídia se uniria pra dar uma esvaziada na CBF, ficando 2, 3, 4 anos sem noticiar sobre futebol ? - Veja só, porque não houve a mesma revolta contra a CBB durante os anos em que o Basquete Brasileiro ficou jogado às traças, comandado pelo mesmo cartola ? - Não vejo a mesma implicância contra Coaraci Nunes por ex, que ficou décadas comandando a Natação, sem fazer o Brasil abandonar os resultados pífios nas competições mundiais, com apenas sucessos isolados. - Não defendo Ricardo Teixeira, mas não podemos negar, que em sua gestão, nada, nada a Seleção chegou a 3 finais de Copa, venceu 2, venceu vários torneios internacionais, alçou jogadores à fama mundial e a fortunas. - Muitos dizem : "Ahhh, mas os clubes estão quebrados". Os clubes vivem quebrados, e estão assim desde muito antes de existir Ricardo Teixeira. Além do mais, tem cada cartola, né ... Lembro ainda, que as 2 Copas que o Brasil venceu, sob comando dele na CBF, ele chefiou a delegação pessoalmente. Nas que ele delegou a função, perdemos. - Ou seja, o cara é corrupto, é esquisito, vassalo até a morte de Havelange, mas no que faz; é eficiente. - E dirige uma entidade privada. Fazer o que... - Alguém se anima a criar uma outra CBF ?

Vera Scheidemann em 20 de julho de 2011

Que nojo ! Vera

Rafael Bal.Camboriu - SC em 20 de julho de 2011

A resposta dele sobre corrupção, é a certeza da impunidade.

marcos de assis em 20 de julho de 2011

Qual o salário para presidente da CBF? Mas uma coisa é certa ele manda e desmanda no Brasil. Até no Congresso. Não tenho essa informação. Da última vez que se publicou algo a respeito -- porque você conhece a "transparência" da CBF -- situava-se na faixa de 40 ou 45 mil reais por mês.

Mari Labbate em 20 de julho de 2011

Querido SETTI, Ricardo Teixeira é tão anticristo, quanto a Dilulla e o Lulla. Energeticamente, ele não está mais no cargo: autodesligou-se! Sabe, como é? Aproveitando o maravilhoso espaço, vamos emanar eflúvios para o Palácio do Planalto e para o irmão Reynaldo-BH, pois estão realmente necessitando. Tampe os ouvidos, caro amigo, e finja que não leu, visto que a matéria está FENOMENAL! ADORO o seu trabalho! ABBRACCIO!

Manoel em 20 de julho de 2011

Concordo com esse elemento. A CBF é uma privada mesmo. E bem fedorenta!!!! O povo paulista deveria boicotar essa Copa e dar uma banana a esse vendido chamado Cassab.

Kitty em 20 de julho de 2011

Caro Ricardo, Sempre achei esse R.(no completo o nome, porque estaria melando o nome de meu pai,de meu irmão e o seu) Teixeira uma pessoa arrogante, e sumamente antipática.Mas nunca pensei que pudesse ir tão longe com tanta vulgaridade e palavras impróprias de uma pessoa que ocupa um cargo que representa a Confederação Brasileira de Futebol. Um verdadeiro lixo!! Um abraço Kitty

carlos nascimento em 19 de julho de 2011

É hora de aplicar o castigo da justiça, na França a "queda da bastilha" cortou cabeças, não precisamos chegar à tanto, bastará estacionar o camburão e colocar as "algemas". Êle com certeza nunca leu o Mestre Confúcio, só soube aplicar os ensinamentos de Maquiavel, tornou-se um discípulo eximio de outra figuraça, JH , um último aviso, está chegando sua hora meu caro espertalhão, "o tempo é o Senhor das Soluções", comece a olhar para o seu rolex, corra que a sirene já está ligada.

Reynaldo-BH em 19 de julho de 2011

Uma pena você, prezado Setti, ter quebrado suas próprias regras. Pelo lixo que li, não sei sinceramente se valeu a exceção. Esta entrevista só tem uma classificação: nojenta! Apesar de tudo, caro Reynaldo, creio que, sim, a exceção valeu: se há declarações reveladoras, são essas... Abraço

Olavo em 19 de julho de 2011

É isso mesmo. A CBF é pri-va-da. Todo mundo tem que entender que quando qualquer time de futebol, incluindo a seleção brasileira, ganha ou perde o assunto é pri-va-do. A Bolsa não cai, o dólar não sobe e nada muda na administração pública. Quando uma prefeitura concede benefício fiscal, como a de São Paulo concedeu ao Corinthians, quando o BNDES libera dinheiro, como liberou para a construção do estádio Fonte Nova, aí a coisa já se torna de interesse público e é preciso protestar. É preciso protestar e impedir que o dinheiro público seja jogado fora. Perderemos bilhões de bilhões de reais construindo elefantes brancos para a Copa e as Olimpíadas. Mais outros bilhões e bilhões para a ladroagem desenfreada que tomou o Estado brasileiro. Quem ganhará com essas obras é Ricardo Teixeira, é o ministro Orlando Silva. Só esse tipo de gente de bem. A educação, a saúde, os transportes e a segurança pública continuarão a mesma tragédia de sempre. O Rio continuará sendo uma cidade tomada por quadrilhas de traficantes, favelizada, onde bueiros explodem, carros de bicheiro explodem, governadores se misturam com chefes de milícia, a polícia não prende quem deveria e ainda mata gente de bem. E o resto do país vai pelo mesmo caminho. O que interessa é um Congresso ativo, um Judiciário que não seja falido, um Ministério Público que não tenha medo de investigar o Palocci nem o Ricardo Teixeira, que consiga expulsar e denunciar os próprios bandidos (Leonardo Bandarra e Deborah Guerner ainda estão misturados aos cidadãos de bem), e que não se junte a delegados e juízes para cometer crimes sob o pretexto de prender quem eles decidem ser criminoso (olha a lambança que fizeram com o caso Daniel Dantas). Mas enquanto o país está indo para o buraco nós ficamos distraídos e torrando dinheiro público com as irrelevâncias de sempre: futebol e carnaval.

Tuco em 19 de julho de 2011

. Pode-se utilizar das palavras contidas nesse ensaio coprofágico, estrelado por esse biltre, para formatar-se um comentário à altura? Eu nunca tive dúvidas que os canalhas também envelhecem, mas esse sujeito é vomitivo. .

Dulci / SP em 19 de julho de 2011

Que ser asqueroso! Provavelmente, depois de 2014, entrará para a política.

roberto.olivers em 19 de julho de 2011

Como dizia De Gaulle: Esse não é e nunca será um pais sério. Somos fruto do descobrimento, até hoje impera o mesmo bandidismo dos colonizadores. E assim será para todo sempre, só nos resta resignar.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI