Image
Lula na entrevista ao site da Rádio Televisão Portuguesa: os leais companheiros de outrora que estão na Papuda agora “não merecem” mais sua confiança (Foto: RTP)

Com boa dose de arrogância, Lula dizia ao final de seu segundo mandato que, uma vez indo para casa, iria “ensinar” Fernando Henrique Cardoso a “como ser ex-presidente”. A realidade dos fatos, porém, deixou claro logo nos primeiros dias de Lula fora do poder quem estava ensinando a quem.

Enquanto FHC mantém postura de estadista e se preocupa sobretudo com os grandes temas nacionais, é lhano no relacionamento pessoal com a presidente Dilma, prestigia eventos em que a presença de um ex-presidente é requerida, faz críticas não raro duras, mas pontuais e fundamentadas a pontos fracos do governo, e mantém um trato civilizado e cordial com o próprio Lula, este não perde uma oportunidade para “bater”, volta e meia de forma rasteira, em seu antecessor.

Pois bem, a entrevista à TV portuguesa mencionada no texto abaixo, do editor executivo do site de VEJA, Carlos Graieb, fala por si só a respeito da diferença entre FHC e Lula também num item: FHC jamais, em tempo algum, falou mal de instituições brasileiras no exterior, como agora faz Lula.

Ao acusar o Supremo de fazer, no caso do “mensalão”, um “julgamento político”, Lula deixou de levar em conta que, se este fosse efetivamente o caso, ele também estaria na cadeia.

Por Carlos Graieb, do site de VEJA

Na TV portuguesa, ex-presidente desqualifica o trabalho do Judiciário brasileiro e afirma que presos do mensalão ‘não são gente de sua confiança’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva parece ser adepto da máxima “uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade”.

Em entrevista indecorosa à TV portuguesa RTP, publicada neste domingo no site da emissora, Lula — a quem caberia  defender no exterior as instituições brasileiras, fosse ele estadista e não chefe de partido — desqualificou o trabalho do Supremo Tribunal Federal e afirmou que as condenações do julgamento do mensalão foram, em sua maioria, políticas e não jurídicas.

“O que eu acho é que não houve mensalão. Eu também não vou ficar discutindo a decisão da Suprema Corte. Eu só acho que essa história vai ser recontada. É apenas uma questão de tempo, e essa história vai ser recontada para saber o que aconteceu na verdade”, afirmou o ex-presidente. “O tempo vai se encarregar de provar que no mensalão você teve praticamente 80% de decisão política e 20% de decisão jurídica.”

Àquilo que Lula “acha” se contrapõem as provas das 50 mil páginas dos autos do mensalão.

São documentos, perícias e testemunhos — mais de 700 testemunhas foram ouvidas — que demonstram que em seu governo instituiu-se um grande esquema de compra de apoio parlamentar.

Num tribunal formado majoritariamente por ministros indicados pelo próprio Lula e por sua sucessora, Dilma Rousseff, as evidências foram tidas como suficientes para mandar para a cadeia algumas figuras centrais de seu partido — mesmo depois de esgotadas todas as instâncias de recurso previstas pela legislação.

O ex-presidente, aliás, tratou de se dissociar, de maneira desleal, dos mensaleiros que o ajudaram a fundar o Partido dos Trabalhadores, nos anos 1980, e a conquistar o mais alto posto da República, em 2002.

Ele afirmou que embora haja “companheiros do PT presos, não se trata de gente da sua confiança”.

Um desses companheiros é José Dirceu, que chefiou a primeira campanha eleitoral de Lula e depois, no primeiro ano de seu mandato, exerceu o cargo de ministro-chefe da Casa Civil.

Dirceu foi condenado a 7 anos e 11 meses de prisão e passa seus dias atualmente no presídio da Papuda, em Brasília.

Outro companheiro é José Genoíno, igualmente fundador do PT. Ele ocupou a presidência do partido entre 2002 e 2005 — a era do mensalão, e num momento em que Lula exercia hegemonia absoluta sobre as engrenagens do PT.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =

40 Comentários

Olivo em 20 de maio de 2014

Vi primeira parte da entrevista -- digna de estadista e que discute tentando entender questões, erros. No entanto aqui ha esculacho baseado em algum fragmento descontextualizado ( não percebi descostura de colegas presos.)

AREOBALDO TERUEL em 10 de maio de 2014

As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web. Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo? Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm Obrigado

Miguel Mota em 30 de abril de 2014

Muito obrigado por aceitar a publicação. Porém, concorda que os dois casos (PT Brasília e PSDB Minas) são crimes. Neste caso, aparentemente, mantém-se a dúvida quanto ao julgamento ser político, pois por que não se julgou o crime mais antigo, mesmo tendo alguns nomes participantes dos dois? Não sei responder a sua pergunta a respeito de que julgamento foi colocado na pauta do Supremo em primeiro lugar, e por quê. Mas, em princípio, acredito na decência da Suprema Corte de meu país.

Ronaldo força em 29 de abril de 2014

Na verdade o que Lula quis fazer foi tirar o foco de compra da refinaria de Pasadena, pois que ele foi o grande negociador e responsável. Até que se prove o contrário levou alguns milhões de dólares para a riqueza da família. Diz que enriqueceu as custas dos seu trabalho de lobista e empobreceu a Petrobrás. É um fenômeno da roubalheira e dissimulação. Ninguém vai cair na sua estratégia atravessada de rediscutir o mensalão para esquecerem o rombo que deu na Petrobrás. Suas acrobacias e peripécias não vão prosperar e o povo brasileiro quer uma apuração do que ocorreu na empresa, que ele aparelhou e colocou a sem miolo para presidir o conselho. Te conheço malandro!

Edivaldo em 29 de abril de 2014

Lula: Cria do General Gouberi. Para mostrar ao Mundo que o Brasil, também, tinha um "Sindicalismo Forte", como nos países democráticos da época, o que o general fez? Atuando nos bastidores, como sempre, ele tirou Lula da prisão. As consequências? Todos nós já sabemos! O Brasil tem pago um preço muito alto, por aquele relaxamento de prisão! Eu imagino que, o general não tem descansado em paz, na sepultura!

Miguel Mota em 29 de abril de 2014

Concordo ao menos que o julgamento foi político (não sou lulista e nem petista), pois se o mensalão tucano de Minas aconteceu anos antes, é, praticamente, o pai do mensalão do PT, tem o mesmo núcleo financeiro (os mesmos nomes), a denúncia chegou anos antes no STF, e depois de mais de uma década lá sem qualquer julgamento, no mês passado, com a renúncia de Azeredo, voltou à primeira instância, alguém acredita que haverá algum julgamento deste ainda? Em Minas não houve um mensalão -- isso é propaganda do PT para tentar livrar sua barra. Houve, ao que tudo indica, crime eleitoral, dinheiro arrecadado ilegalmente para a campanha de Azeredo na tentativa de se reeleger. O mensalão era uma mesada paga para COMPRAR o apoio de deputados. Era uma tentativa de "golpe de Estado branco", como muito bem disse o ministro Ayres Britto, e, portanto, muitíssimo mais grave do que o que sucedeu em Minas, embora em ambos os casos se tratasse de crime.

Roberto Souza em 29 de abril de 2014

Setti, Lula está cada dia mais parecido com os companheiros Chávez e Maduro.

simone em 29 de abril de 2014

Por acaso já mostraram esta entrevista para os "não" companheiros da Papuda? Gostaria de saber qual é a opinião deles. Quem sabe, os "não" companheiros resolvem agora contar toda a real história do mensalão e de outras desventuras petistas!

Valter em 28 de abril de 2014

Uau! O Lula é incrível, conseguiu se superar ! A labirintite deve ter atingido severamente suas já tontas idéias. Com uma cara de pau dessas poderá ter problemas com os cupins, logo aí adiante.

Rod em 28 de abril de 2014

Ainda é impressionante como esse cara tem espaço na mídia...

Rod em 28 de abril de 2014

Caramba Ricardo, esperar o que de um sindicalista pelego, ***** da ditadura!!! **** ***** **** ***** !! Lula é a alma do PT!! Ele ainda teve a cara de pau de se "escamar" da pergunta dos homens de "confiança" presos!! Ainda os chama de companheiros. Os otários ainda ficam quietos preservando esse cara!

Ademar filho em 28 de abril de 2014

E saber que os trouxas (Genoino, Dirceu e Delubio) estão enjaulados para proteger esse ***** de caráter ***** *****. Não que eles não mereçam, mas como digo sempre, a única coisa que explica essa servidão, 'e porque o macho alfa realmente tem um poder sobre essa manada de petistas. Um verdadeiro ********.

Teresinha em 28 de abril de 2014

O olhar do Lula, ao contrário do que ele diz, é duro, frio e reflete maldade, vingança, revanche.

Luiz C. em 28 de abril de 2014

Quem mandou o STF não incluí-lo como Réu??? Agora aguenta! Com a Palavra, "os que NÃO são de sua confiança"...

Michel Vieira em 28 de abril de 2014

"Há três tipos de mentiras: as mentiras, as mentiras deslavadas e as estatísticas" Benjamin Disraeli Há um conceito em economia chamado "Princípio de Pareto", o qual postula que para muitos fenômenos 80% das consequências advém de 20% das causas. Trata-se de uma técnica estatística que auxilia na tomada de decisão. Grosso modo, por exemplo, se um comércio não pode ter todos os itens líderes de mercado em seu nicho, ele dispõe de 20% dos mais rentáveis que darão 80% do lucro. Este princípio tem vários desdobramentos, mas serve para nos mostrar o flagrante desequilíbrio entre causas e resultados. É uma eficaz ferramenta para definir prioridades na correção de defeitos. Seus desdobramentos naturais foram a chamada "Curva ABC" e o "Diagrama de Pareto". Enfim, a moral da história é o gestor saber que a maioria das perdas é devida à minoria das causas. Lula hoje deu uma entrevista, para variar em algum cafundó chique do mundo, para dizer de novo que o Mensalão não existiu. Disse que não vai discutir a decisão da Suprema Corte, que a história vai provar que tralalá, que o tempo se encarregará de trelelê, aquela conversinha de sempre. Chamou atenção o arremate: "O tempo vai se encarregar de mostrar que você teve praticamente 80% de decisão política e 20% de decisão jurídica." É o tipo da frase que tem que ser lida mil vezes. Se o Mensalão não existiu, o correto seria que 100% da decisão do STF tenha sido política. Mas... se 20% da decisão foi de base jurídica, como reconhece o próprio Lula, conclui-se que base jurídica havia, donde o Mensalão existiu... De duas, uma: ou nosso douto ex-presidente aplicou o princípio de Pareto para reconhecer que uma decisão jurídica causou um estrago imenso na política do PT, ou se tratou de mais uma das muitas estatísticas eivadas da mais típica velhacaria deste que de tudo soube e tudo viu desde o começo. A boa notícia é que Lula já arregou para 20. Começa a achar que um quinto das barbaridades que a imprensa golpista publicava era verdade. Ou talvez reconheça que as nomeações petistas ao STF foram políticas e não jurídicas. Dos 11 ministros atuais, oito foram nomeados pelo petismo e apenas três por outros presidentes. Dá praticamente os 80/20 do já descrito Princípio. Temos como certa que a atuação de Lewandowski e Toffoli foram pouco jurídicas para dizer o mínimo. Justiça seja feita a Joaquim Barbosa, Carmen Lúcia e Luís Fux, também nomeados pelo PT. Sinceramente, o único voto nos moldes colocados por Lula foi o de Celso de Melo (indicado por Sarney) ao aceitar os embargos infringentes. Finalmente, analisando com cuidado as calculadamente distantes declarações de Lula sobre o Mensalão, temos que elas seguiram bem a sequência de Disraeli: primeiro uma mentira. Depois uma mentira deslavada. E agora uma estatística.

João Menezes em 28 de abril de 2014

É nisso que dá esse "cidadão" continuar solto. Realmente o STF falhou muito em não mandar o "cidadão" passar umas férias na Papuda em ver de flanar palrando as custas do sofrido contribuinte.

Alexandre em 28 de abril de 2014

Setti, Vamos a psicopatologia. Lula possui transtorno de personalidade Histrionica. Portanto, apresenta-se assim, porém está todo o tempo solitário. Leva uma vida medíocre devido sua doença psiquiátrica. Transtorno da Personalidade Histriônica Consiste de um padrão invasivo de emocionalidade excessiva e comportamento de busca de atenção, que começa no início da idade adulta e está presente em uma variedade de contextos. Os indivíduos com Transtorno da Personalidade Histriônica sentem-se desconfortáveis ou desconsiderados quando não são o centro das atenções (Critério 1). Freqüentemente animados e dramáticos, tendem a chamar a atenção sobre si mesmos e podem, de início, encantar as pessoas com quem travam conhecimento por seu entusiasmo, aparente franqueza ou capacidade de sedução. Tais qualidades, contudo, perdem sua força à medida que esses indivíduos continuamente exigem ser o centro das atenções. Eles requisitam o papel de "dono da festa". Quando não são o centro das atenções, podem fazer algo dramático (por ex., inventar estórias, fazer uma cena) para chamar a atenção. Esta necessidade freqüentemente se manifesta em seu comportamento diante do clínico (por ex., adular, trazer presentes, oferecer descrições dramáticas de sintomas físicos e psicológicos que a cada consulta são substituídos por sintomas novos). A aparência e o comportamento dos indivíduos com este transtorno com freqüência são, de maneira inadequada, sexualmente provocantes ou sedutores (Critério 2). Este comportamento é dirigido não apenas às pessoas pelas quais o indivíduo demonstra um interesse sexual ou romântico, mas ocorre em uma ampla variedade de relacionamentos sociais, ocupacionais e profissionais, além do que seria adequado para o contexto social. A expressão emocional pode ser superficial e apresentar rápidas mudanças (Critério 3). Os indivíduos com este transtorno usam consistentemente sua aparência física para chamar a atenção (Critério 4). Eles empenham-se excessivamente em impressionar os outros com sua aparência e despendem tempo, energia e dinheiro excessivos para se vestir e se arrumar. Eles podem "caçar elogios" pela sua aparência e se aborrecer com facilidade e em demasia por algum comentário crítico acerca de como estão ou por uma fotografia na qual, em sua opinião, não saíram bem. Esses indivíduos têm um estilo de discurso excessivamente impressionista e carente de detalhes (Critério 5). Fortes convicções em geral são expressadas com talento dramático, porém com um embasamento vago e difuso, sem fatos e detalhes corroborantes. Por exemplo, um indivíduo com Transtorno da Personalidade Histriônica pode comentar que determinado indivíduo é uma pessoa maravilhosa, porém ser incapaz de oferecer quaisquer exemplos específicos de boas qualidades que confirmem sua opinião. Os indivíduos com este transtorno caracterizam-se por autodramatização, teatralidade e expressão emocional exagerada (Critério 6). Eles podem embaraçar amigos e conhecidos por uma excessiva exibição pública de emoções (por ex., abraçar conhecidos casuais com um ardor exagerado, soluçar incontrolavelmente em ocasiões sentimentais de pouca importância, ou ter ataques de fúria). Entretanto, suas emoções com freqüência dão a impressão de serem ligadas e desligadas com demasiada rapidez para serem profundamente sentidas, o que pode levar a acusações de que estão fingindo. Os indivíduos com Transtorno da Personalidade Histriônica têm um alto grau de sugestionabilidade (Critério 7). Suas opiniões e sentimentos são facilmente influenciados pelos outros e por tendências do momento. Eles podem ser confiantes demais, especialmente em relação a fortes figuras de autoridade, a quem vêem como capazes de oferecer soluções mágicas para seus problemas. Eles apresentam uma tendência a curvar-se a intuições ou adotar convicções prontamente. Os indivíduos com este transtorno muitas vezes consideram os relacionamentos mais íntimos do que são de fato, descrevendo praticamente qualquer pessoa recém conhecida como "meu querido, meu amigo" ou chamando um médico visto apenas uma ou duas vezes sob circunstâncias profissionais por seu prenome (Critério 8). Devaneios românticos são comuns.

Moacir 1 em 28 de abril de 2014

Prezado Setti, Essa entrevista de Luizinácio à jornalista Cristina Esteves conseguiu me deixar mareado.Com o estomago embrulhado.Desde ontem tenho tentado teclar a respeito,mas me faltam as letrinhas. Por certo que toda vez que O Iluminado abre a boca,ele se supera na ignorância.Já ouvimos de tudo! Escutamos o Oráculo delirar com um planeta sem poluição por ser plano; aconselhar as mulheres brasileiras a serem dóceis e submissas não por um prato de comida ,mas por gostar dos seus homens; chamar Collor,Renan,Maluf e Sarney de corruptos e ladrões para no poder transformá-los em "pessoas especiais" da sua base aliada formada pelos 351 picaretas a serem comprados de um jeito ou de outro;afirmar que fora traído; que não sabia de nada;classificar a sua candidata DilmA de Poste;jurar que assim que entregasse a faixa presidencial ,dedicaria a vida a reescrever a História do Mensalão ...enfim,um irresponsável e populista e demagogo político. Ontem ele foi mais que isso.O ex- CARA para começo de conversa perdeu a noção ,o contato com a realidade dos fatos da vida.Não poderia jamais e de forma alguma um ex-Presidente da República denunciar como 80% políticas as sentenças proferidas pelo plenário do Supremo Tribunal Federal - composto,então, por 6 juízes indicados por ele e DilmA de um total de 10! - na AP470. QUEM NO SEU JUÍZO PERFEITO ACREDITARIA POSSÍVEL NESSA INIMIGA POLITICAGEM DE 80% NUM PAÍS GOVERNADO E APARELHADO HÁ 12 ANOS PELO PT DELE? O "probrema" é que não pode ele ,para uma jornalista estrangeira lançar mão do argumento costumeiro: foi a mídia golpista.A moça - assustada ! - teria chamado um médico e uma camisa de força. Denunciar as instituições do país que governou,é desrespeitar a democracia,é zombar dos 3 poderes,é não ter qualquer noção de compostura,e desconhecer por completo as responsabilidades do cargo que ocupou.É humilhar o país ! VERGONHA DESSA CRIATURA RASTEIRA! E fazer isso sem qualquer fundamento e muito menos provas é de um mau-caratismo inimaginável. Ontem Luizinácio se auto nomeou o Esculhambador Geral Desta República.Que - pasmem! - precisa de investimentos estrangeiros.Peloamordedeus,que louco investiria nesse bordel a não ser no curto prazo ,para em tempo recorde abocanhar os juros mais altos dezteplaneta?O BRASIL QUE LUIZINÁCIO DESCREVEU ONTEM NA TELEVISÃO CARA-PÁLIDA É UM P@T@@R@! INAUGURADO POR ELE EM 2003! Ele respondia às perguntas da entrevistadora como se discursasse para os militontos do PT.Como se a profissional fosse analfabeta,desinformada ,como se estivesse num local fora do mundo ,numa ilha da fantasia marqueteira do Santana .Como se os portugueses - e o resto da população do vasto mundo! -jamais tivessem lido sobre como José Dirceu ao lado dele fundara o PT e como o empurrara por mais de 20 anos rampa a cima e o bandido blinda o Chefão até hoje.Como se a mídia mundial desconhecesse ter sido José Dirceu - de fato! -o Homem das Marés,o Comandante em Chefe do Governo, o Ministro da Casa Civil DELE,o cérebro maquiavélico do Partido,o autor da Carta aos Brasileiros que acalmou o mercado e a Luizinácio garantiu o Planalto.Como se a nação Europa fundada recentemente pela PresidentA ,ignorasse ser Genoíno um ícone das esquerdas tupiniquins e os alienígenas fossem incapaz de abstrair que ninguém é Tesoureiro de um Partido por mais de uma década - e gestor de todos aqueles recursos e empréstimos não-contabilizados! -se não é detentor da confiança do Dono do Pedaço e mais ...que mesmo dopado Delúbio permaneceu calado. COMO SE BANÂNIA NÃO ESTIVESSE OUVINDO! Quando escutou o barulho caiu na LABIRINTITE! PUDERA! A jornalista e os dez milhões de portugueses não são idiotas ou massa de manobra.Já ouviram falar sim de Miguel Horta,da Telecom,de Marcos Valério,da Rosemary desembarcando no Aeroporto Sá Carneiro de posse de um bizarro passaporte diplomático,dos bebês dela com o Luizinácio e da cabine do Força Aérea 51,o apelido do Aerolula conforme a Wikipédia.a que ponto chegamos! Ontem Luizinácio tirou a máscara na frente do planeta azul. O REI ESTÁ NU! PENSE NA NUDEZ MAIS FEIA DEZTEPAIZ! UMA NUDEZ CANALHA! ALÔ NAÇÃO PETISTA ! O Oráculo falou tá falado ! Não tem discussão! Vocês doravante estão proibidos de levantar os braços esquerdos,de defender os ex-presos políticos papudos.Sem mais esse refrão de Dirceu,guerreiro do povo brasileiro.Psiu para os trinados dos Genoínos Passarinhos! Delúbio? QUEM? Cargas jogadas fora em pleno voo eleitoral.Todos bois de piranha,todos coisas com prazos de validade vencidos.TODOS DESCARTÁVEIS! Bandidos condenados,SIM. Porém muito mais LEAIS do que o entrevistado.Leais não a uma ideologia louca de pedra,não ao Brazil mas ao ao cumpanheiro Lula ,ao PROJETO PERVERSO DE PODER que sem eles,esse LUIZINÁCIO CAFAJESTE DA SILVA aí não teria sido,sozinho,capaz de realizar. “Não se trata de gente da minha confiança”. Esse foi -tenham certeza ! - o epitáfio de um mito-beeeem-maníaco. "Não adianta dizer que o Lula pratica qualquer ato ilícito porque o povo me conhece”,disse o mentiroso à jornalista. CUMO É ,CUMPANHEIRO? Dá licença, meu senhor, que eu sou brasileiro,pai e avô de brasileiros,eu trabalho,eu pago tributos e impostos,eu sou POVO,eu voto ,eu sou cidadão DESSE PAÍS.Permita-me lhe dizer ,na lata,como dizem os portugueses que o senhor É UM MENTIROSO COVARDE E CONTUMAZ ! CAPAZ DE TUDO! De renegar cumpanheiros,amigos,filhos,mulher,amante e sendo assim... POR QUE NÃO SERIA CAPAZ DE ILUDIR,DE FALTAR COM A VERDADE,DE FRAUDAR,DE OMITIR,DE TRAIR OS INTERRESSES DO BRASIL E DO POVO BRASILEIRO? Eu desafio qualquer petista dessa República a ter a CORAGEM de desmentir as imagens e as palavras desse moleque.Gostaria de ler, de ouvir,de saber que ao menos UM jornalista ,um bloqueiro,um militante ,um filiado,um vereador,um prefeito,um governador ,um deputado,um senador petista da gema ,tivesse mais hombridade que seu líder e afirmasse que SIM os condenados eram cumpanheiros e que neles confiava o ex-Oráculo . Enquanto perdurar esse silêncio ensurdecedor terei a certeza que o PT NÃO VALE NADA!

Luís Roberto SBO em 28 de abril de 2014

O ****** ******* palanqueiro fez a entrevista prá tirar de foco dos Jornais as safadezas que os quadrilheiros(pt+pmdb)fizeram na ptBrás.

Antonio R. Melo Jr. em 28 de abril de 2014

A ******** é tanta que ele afirmou que Dirceu, Delúbio e Genoíno NÃO era de sua confiança...

Neil Ferreira em 28 de abril de 2014

SR EDITOR Fico admirado por todos se admirarem com o Lula, por ter afirmado que "80% do Julgamento do Mensalão foram de cunho político e não jurídico". Lula revelou sua total ignorância do que realmente aconteceu, e isso não deveria ser de espantar pois sempre afirmou, a respeito de tudo, que "não viu nada, não ouviu nada, não sabe de nada". Foi, certamente, a única verdade que falou em toda sua carreira política.

Meia Verdade em 28 de abril de 2014

Jamais eu teria a ousadia em querer lhe ensinar, porém em você nos ensinar essa ousadia eu tenho.

Caio Frascino Cassaro em 28 de abril de 2014

Prezado Setti: Além do fato de, pela milésima vez, repetir como um mantra que o mensalão não existiu, exibiu a sua proverbial lealdade com seus ex-companheiros. Segundo Luizinacio, ele nem sabe direito quem são os mensaleiros petistas. Para ele, Genoíno é apenas sinônimo de verdadeiro, Delúbio é uma chuva forte e José Dirceu é o nome de um antigo cangaceiro que aterrorizava o sertão do nordeste e era conhecido pela alcunha de “Zeca Diabo”… Amigo, não dá para ser mais pérfido do que esse sujeito. O camarada é um psicopata. A lealdade dele tem a dimensão de um “Quark”. Até entre criminosos existe uma ética. A única ética que essa criatura conhece é aquela que resulta na sua manutenção no poder. TODOS à sua volta são descartáveis – companheiros, partidários, filhos, esposa, amantes, enfim qualquer um que esteja próximo a esse ser abjeto e represente um obstáculo à sua fome insaciável de poder. O camarada é realmente um Anticristo. Quando morrer, vai para o inferno. O problema é que o chifrudo não vai querê-lo por lá – não quer saber de concorrência, não. Abs

Ricardo em 28 de abril de 2014

É o efeito colateral provocado pela 51.

Meia Verdade em 28 de abril de 2014

Setti, Desculpa vocês dão muita bola para o que ele fala....."isso tá virando marca na cabeça do povão". Vocês da imprensa deveriam mesmo estar MUITO mais preocupado com os deputados e senadores que o povo vai eleger, isso SIM vocês deveriam falar toda hora, mostrar quem é quem. Quem vai estar na presidência vai depender MUITO mais dessa gente para poder governar. Se a Dilma for eleita com um as "cadeiras" tendo a maioria oposição ela NÃO governa, bem como Aecio se presidente com as "cadeiras" na maioria tendo oposição ele NÃO governa. Ah, muito obrigado por me ensinar com o que me devo preocupar como jornalista. Você pelo visto é leitor recente do blog. Caso contrário, teria lido algum entre as dezenas e dezenas de comentários que publiquei justamente a respeito do que você menciona. Como este, abaixo: http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/favoritismo-de-arruda-no-df-mostra-quem-e-o-responsavel-por-eleger-os-maus-politicos-nos/

Reynaldo-BH em 28 de abril de 2014

Não é ignorância. É totalitarismo. Mesmo o mais imbecil dos seres humanos após passar 8 anos como presidente do Poder Executivo, teria aprendido a divisão tripartite dos poderes republicanos. Lula aprendeu. E ignorou. Lula sabe tudo, mas nunca aprendeu nada. A declaração dada no exterior, em um país amigo, ofende a democracia, joga na lama os poderes constituídos e humilha uma nação. Ao afirmar que somente 20% das decisões que enjaulou bandidos e corruptos, exime os outros 80% do que é derivado do estado de direito. Lula atingiu o ápice da canalhice. Lula em Portugal não é um exilado nem perseguido. É um ex-presidente de um país livre e democrático. Ainda. Demonstrou a soberba e doentia megalomania e desvio de conduta que o faz, acima de tudo, um doente. Não ofendeu o STF. Humilhou o Poder Judiciário. Escarneceu de todo um país. Transformou nosso país em uma republiqueta que não dá valor às leis. Passou a mensagem que o Brasil é uma ditadura onde o Poder Judiciário é manietado e corrupto. Que condena baseado (80%) em argumentos não legais, ignorando a Constituição e nossos códigos. Lula humilhou o Brasil. Qualquer brasileiro decente tende a defender – mesmo a contragosto – o próprio país. Lula usa a imprensa internacional para se promover como um mártir impoluto mesmo que para isto defina como pilantras os ministros do STF. Resta uma certeza. 100% de Lula é indigno do cargo que ocupou. E que os 80% citados por ele como argumentos do julgamento, isentou ele próprio de estar na cadeia. Lula, vergonha nacional.

Vera Scheidemann em 28 de abril de 2014

Lula não tem estatura nem como político nem como homem. A única virtude que eu reconheço nele é a esperteza, pois burro ele não é mesmo. Não entendo por que entidades no exterior prestam-lhe tantas homenagens ainda hoje. Vera

André em 28 de abril de 2014

O lula calado é um poeta. ele adora falar bobagens , não respeita o STF e o Ministério Público. o poder judiciário e o MP não são serviçais do petismo.

Alexandre em 28 de abril de 2014

Nobre Setti, O nobre amigo lá embaixo disse que ele é pouco importante ? Na minha opoinião, Lula é o PT e o PT é Lula. Caso o primeiro deixe de existir o segundo tende a reduzir sua influência devido a péssimo quadro de políticos. Ainda, lula é venerado entre os mais pobres, devido ao bolsa familia, cotas, minha casa minha vida, minha casa melhor e, especialmente, pela propaganda sobre nosso crescimento entre 2003-2010. Realmente mudamos de patamar em relação ao PIB, desemprego, desigualdade, porém, não aconteceu devido ao PT, mas com o PT. Economia mundial, China na OMC e $ barato explicam tudo. Porém ...... para o povão entender !!!!!!! haja postes a serem eleitos como sucessores!!!!!

João em 28 de abril de 2014

Prezado, Ricardo Setti. Só uma camisa de força no presidente Lula resolve. Cada dia mais louco! Um abraço e até a próxima.

Fábio Almeida em 28 de abril de 2014

Medíocre e amoral a entrevista do apedeuta. É lamentável a atitude do ex-presidente, envergonhando o povo brasileiro com tanto cinismo, cara de pau e desplante para coma verdade e a instituição brasileira.

André em 28 de abril de 2014

Lula, o boquirroto inveterado

Vitor em 28 de abril de 2014

Uma pessoa que poderia representar um momento importante na política nacional, tornou-se esta figura desprezível. Eu me envergonho de ter tido um presidente tão despreparado e de tão baixo nível.

JB em 28 de abril de 2014

Pela primeira vez, Luiz *IGnácio foi sincero: reconheceu que os mensaleiros presidiários não são merecedores de confiança. Só falta ele começar a contar o que sabe do mensalão.

Renato em 28 de abril de 2014

Onde esse país estava com a cabeça quando elegeu esse sujeito. A falta de postura e civilidade de Chefe de Estado é chocante. Lula enoja as pessoas de bem deste país. Só se pode gostar dele mesmo ou por ignorancia ou porque está tendo algum benefício. Nao existe uma terceira condição!

Meia Verdade em 28 de abril de 2014

Setti e cia de jornalistas.....desculpa mas vocês dão tanta mas tanta importância quando o Lula solta um A ...com isso fico pensando se ele o Lula tem realmente tanta importância assim quando abre a boca....o Lula abre a boca e lá vão vocês correndo para desmentir ...ele tem tanta influência assim? Não, nada. Ele não foi presidente da República, ele não elegeu a sucessora, ele não elegeu o prefeito de São Paulo. Lula é completamente desimportante, e o cargo que ele exerceu também não tem importância alguma. Ele tampouco é conhecido no mundo todo. Ainda bem que você não é jornalista!

jorge em 28 de abril de 2014

Eu quero é ver,se o André Vargas resolver falar quem é o intermediador e o mandante da morte de Celso Daniel e do Tuninho do PT. será que aí não iria acabar a marra do Lula e do Gilbertinho. E se o Sombra resolver contar tudo,não terá comissão da verdade que irá suportar

Renato Guilherme Lebrão Nunes em 28 de abril de 2014

Com esse "cara" não há como não baixar o nível.Trata-se de um político sem vergonha e "traíra" de carteirinha! Como não são de sua confiança "companheiro"?

Payxão em 28 de abril de 2014

Égua! Pegou pesado com os companheiros, não serem de sua confiança???? Depois da condenação? André Vargas ouviste isso do seu ex-lider? Vai encarar e levar a culpa sozinho?

Reynaldo-BH em 28 de abril de 2014

Lula por inteiro. O que pode ser mais abjeto, covarde e infiel, comparado com quem obedeceu cegamente ao projeto de poder nascido da megalomania de Lula? Quem se mostra mais digo? O mensaleiro de punho erguido ao ser preso ou o chefe maior que classifica os seguidores que “não são de sua confiança”? Até onde vai a covardia e a necessidade de manter-se no poder? Esta entrevista é definitiva sobre quem é Lula. O que dava preferência a viuvinhas no Sindicato, o Barba de Tuma, o que se dizia traído olhando para o teto como um santo a se desculpas dos pecados, o amante que usava aviões e empregos para a Rose, o que escondeu a filha por anos, o que prometeu dedicar o tempo pós-presidência para esclarecer o mensalão, aquele que não proferiu uma palavra em apoio a Dirceu, Genoíno e João Paulo, entre outras traições. Lula é Lula. O que age sempre em nome próprio. Que criou uma seita onde busca a adoração sem questionamentos. Um escroque. Uma covarde. Um traidor. É este mesmo Lula que escolhe candidatos, interfere nas decisões que deveriam ser coletivas, se oculta atrás de bandidos que agem em seu nome e não se arrepende nem por um minuto do que fez e usa quem lhe é próximo. Usa a todos. Até ao povo, comprado por promessas, bolsas e discursos que endeusam o fanfarrão que não tem receio em mentir e acusar terceiros pelo que fez. Pela primeira vez sou obrigado a admirar José Dirceu quando comparo-o com Lula. Lula consegue ser pior. “Não eram pessoas de minha confiança”. Afinal, em quem Lula confia? Em ninguém. Nem mesmo nele próprio. Os pobres de espírito e covardes por natureza confiam somente no ganho que suas vidas miseráveis podem lhes dar. E não entendem que a vida dá o troco. É só questão de tempo.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI