A TV pública da Catalunha, TV-3, acaba de divulgar sua pesquisa de boca de urna para as eleições deste domingo ao Parlamento catalão de 135 membros que, segundo o governante da Catalunha, Artur Mas, deve dar os passos iniciais para a independência da região em relação à Espanha.

Os independentistas de variados partidos, indica a boca de urna, devem ter folgada maioria de cadeiras, mas, para espanto dos observadores, o partido do próprio Mas — que propugnou por maioria absoluta e chegou a “pedir emprestados” votos de adversários, como os socialistas, “em benefício da Catalunha” — fracassou espetacularmente, a julgar pela pesquisa: em vez dos pelo menos 68 assentos no Parlamento que pretendia ter, desabará dos atuais 62 para, no máximo, na melhor das hipóteses, 57, podendo, porém, bater no fundo do poço com 54.

O maior vencedor das eleições, a julgar pelo levantamento, seria a Esquerra Republicana de Catalunya, que mais que dobraria sua atual representação de 10 deputados.

O grande naufrágio, aparentemente, dar-se-á com os socialistas que, com 18 deputados ou, no máximo, 20, poderão cair de segunda maior força na região para o quinto lugar.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =

Nenhum comentário

moacir em 25 de novembro de 2012

Setti, Parece que Arthur Mas exagerou na belicosidade.Não está recebendo uma procuração de plenos poderes do povo catalão para declarar guerra pela independência.Seja lá o que for feito,parecem cantar as urnas,terá que ser negociado e combinado com os independentistas dos demais partidos.Ou seja,o pessoal parece estar dividido entre o hino de independência desde que cantado num tom mais conciliador e o chamamento austero para uma união nacional nesses tempos de crise. Devem ter repercutido as declarações de Durão Barroso.Uma coisa é a gente ** ser pela independência** outra, muito diferente é a gente perder o passaporte,o euro,a aposentadoria e,impensável,os gols de Messi na Primeira Liga. Quanto aos socialistas não estou surpreso.Eles perderam em Portugal, na Galícia, no País Basco.Hollande ganhou na França, mas sua aprovação está despencando a cada dia,por não estar cumprindo todas aquelas promessas anti-austeridade de campanha. Acho que espanhol nenhum seja basco,galego,catalão, andaluz,madrilenho esqueceu que a marcha da austeridade começou em 2010 com Zapatero. Os jornais têm comentado pouco sobre o assunto mas tenho tenho acompanhado pelos noticiários portugueses. Não quero pautar seu blog ,me desculpe,mas seria bom termos num post sua leituta dos resultados da eleição. Obrigado

Rita Patron em 25 de novembro de 2012

Setti, acabo de ver tanto no El Periódico quanto no La Vanguardia: 50 deputados contra 62 que teve em 2010 e a Esquerra saltou de 10 para 21 deputados! Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI