Image
Tony Sánchez Ariño diante de parte de sua biblioteca especializada em caça, com troféus na parede: mais de 4 mil animais de grande porte abatidos — e exibindo um grande orgulho por isso (Foto: armas.es)

Ele se chama Tony Sánchez Ariño, tem 82 anos de idade, é espanhol de Valência, caçador profissional e organizador de safáris desde os 20 anos.

Com a tremenda mancada do Rei da Espanha, Juan Carlos, que devido a uma fratura de fêmur descobriu-se que estava caçando elefantes em Botswana, na África — o Rei hoje pediu desculpas publicamente e jurou que fatos semelhantes não se repetirão –, lembrei-me do personagem, de quem já ouvira falar. E queria apresentá-lo aos amigos do blog.

Image
Sánchez Ariño, décadas atrás, com um dos 339 leões que matou

Atualmente na África, em seu 62º safári, Sánchez Ariño é festejado pelas revistas e sites especializados em caça, é personagens das revistas de “famosos” e tido como um valente e um heroi por amigos e admiradores.

Sabem qual é sua proeza? Ele tem tudo contado e registrado: no decorrer de sua longa carreira, matou, ele próprio, com suas armas, nada menos do que 1.315 elefantes africanos, 2.044 búfalos, 339 leões, 165 leopardos e, como se fosse pouco, 127 rinocerontes negros, em países como Botswana, Zimbabwe, Moçambique e África do Sul.

Tudo em nome do “esporte”. Em suas entrevistas, Sánchez Ariño faz questão de defender a tese de que ajuda o meio ambiente, uma vez que, por exemplo, no caso dos elefantes de Botswana — os mesmos que o Rei caçava –, eles seriam responsáveis por devastar plantações e a vegetação que alimenta outros herbívoros.

Image
O caçador, no início de sua carreira (Foto: arquivo pessoal)

Bem, não vou nem comentar isso. Para quem admira as proezas de Sánchez Ariño, sugiro que assistam ao vídeo abaixo, em que uma dessas maravilhas da natureza — provavelmente um macho, ao lado da fêmea e de um filhote — é atingido por uma potentíssima arma de caça, tenta se aguentar, cambaleia, diante da perplexidade e da visível preocupação dos outros dois elefantes, até que se entrega e desaba no chão, morto.

Tristíssimo, comovedor. O vídeo não é recente, e os números sobre as manadas de elefantes que ele menciona não estão atualizados. Mas vale a pena ver — para indignar-se:

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

127 Comentários

Paulo Garonce em 12 de abril de 2016

É revoltante, mas não podemos fazer nada. O Avaaz, faz campanhas e pede até doações para enviar para um trabalho realizado por alguns investigadores, porque não há incentivo de nenhum governo para combater isso. Mas não vai funcionar assim. O resultado final disso é que, perdendo os elefantes, perderemos mais uma espécie animal e quando uma dessas for extremamente importante para o equilíbrio do eco-sistema (porque todas são importantes, mas existem umas que desencadeiam mais rapidamente um processo corretivo natural) aí sim, o homem irá sofrer e sem chances alguma de sobreviver. Isso sempre aconteceu com a raça humana! Quanto mais sofisticada fica, mais destrutiva também se torna!

thonny em 05 de outubro de 2014

admiro bastante a casa e gostaria de m tornar um caçador profissional como faço? Por fakvor ajude me. Mande m um email se puder

luis césar freire em 20 de setembro de 2014

A preservação da fauna,longe do inútil politicamente correto,somente é possível pela caça esportiva , uma vez que gera recursos para preservar os mesmos animais.Vejamos o exemplo brasileiro,caça proibida a mais de 50 anos,e nos campos do estado de São Paulo não se encontra uma perdiz sequer.Aliás você conhece?.

Antonio Carlos de Carvalho em 08 de agosto de 2014

A imbecilidade do animal humano, irracional, nunca teve e nunca terá limites! Não me espanto com nada.

Gunther retz em 16 de julho de 2014

É o caçador quem financia a manutenção dos parques de caça. Cada guarda e jipe nestes parques é pago com o dinheiro dos caçadores.

Wilde Tavares Cunha em 12 de julho de 2014

Velho do capeta!

Pedro Paulo em 15 de junho de 2014

O engraçado disso tudo é que pelo que li. Rss a maioria aqui não sabe o que é um gato domestico e vem pagando pau como se fosse Drs no assunto. Ei já cuidaram de um cachorrinho atropelado pelo menos?

Mauricio Xavier Fayzano em 26 de março de 2014

Caro Sr. Armando Carlos.... Quero mais que você pague tanto imposto que acabe ficando sem cuecas!

Adriana de Castro Maiolino em 25 de novembro de 2013

Car Adriana, como venho lembrando incansavelmente aos amigos do blog, as regras para publicação de comentários, em nome da boa legibilidade e da atenção para com os demais leitores, vedam a publicação de textos escritos em maiúsculas. Consulte as regras, se quiser, no link http://goo.gl/u3JHm Conto com sua cooperação da próxima vez. Obrigado desde já.

José Luiz em 16 de setembro de 2013

Subscrevo os comentários do Sr. Wolf. Os "ecologeiros" deveriam pesquisar sobre a caça na África e no mundo. Ficarão surpresos ao descobrir que só existem animais na África e em outros países, principalmente os grandes animais, graças a caça regulamentada. Os milionários que vocês criticam gastam milhões de dólares nesses safaris, dinheiro esse revertido em prol da conservação. Quanto vocês gastam com a preservação? Por que bois, porcos e frangos não estão ameaçados de extinção? Porque dão lucro. Viram, é simples assim.

Wolf em 16 de setembro de 2013

Melhor esclarecendo, nos países africanos em que a caça é proibida, é que ocorrem os riscos de extinção, ou efetiva extinção de espécies. Já nos países africanos em que a caça é regulamentada, todos saem ganhando, sobretudo os animais, enquanto espécie. E, convenhamos, a ordem das coisas na Natureza selvagem é caçar ou ser caçado. Não há novidade nisso. Sobre esse tiro ao elefante do vídeo acima, foi um tiro mal dado, e que não deve servir de exemplo. Uma rápida pesquisa no Youtube certamente mostrará animais que caem na sombra, fulminados, sem sofrimento e com dignidade. Não sei se já teve oportunidade de ver caçadores em helicóptero abatendo elefantes em parques de preservação, cuja população superou o limite que pode ser absorvido pelo parque. Pois é. A caça serve como fator de quilíbrio e preservação. Mas tamanha blasfêmia autoriza que o herege que a proferiu seja queimado na fogueira da ignorância e do radicalismo (risos). Obrigado novamente.

Wolf em 16 de setembro de 2013

Caro Ricardo Setti Embora a lealdade seja uma grande virtude, não gostei de você jogar o velhinho caçador na fogueira, para salvar o seu amigo. A defesa dele poderia ser feita de outra forma. Permita-me sugerir: Vivemos uma época de hipocrisia e pieguice, sob a ditadura do politicamente correto. As pessoas amam mais os bichos, do que seus semelhantes. Na verdade, são egoístas, consumistas e chegam a odiar os semelhantes, mas posam de criaturas caridosas para com os animais irracionais, muitos dos quais só conhecem por fotos ou vídeos. Elas não se questionam como aquele peixe e aquela picanha vieram parar nos seus pratos. Talvez por suicídio? Ah, criar, confinar e matar animais parta comer pode? Elas também não querem saber como o álcool que abastece seus carros implicou em devastação de grandes áreas rurais, outrora habitat de animais que foram desalojados ou queimados vivos. Olha, nossa legislação penal reflete essa loucura: animais vão contar com penas mais severas do que crimes contra a vida humana! Abandonar incapaz é menos grave que abandonar cachorro. Sinal dos tempos. Agora, tenho uma notícia bombástica para lhe dar: A caça protege os animais! Eu sei, é paradoxal, mas é verdade. Eu lhe asseguro. Há estudos sérios que mostram que na África, aonde a caça é permitida e regulamentada, os animais não correm risco de extinção. Com efeito, cobram-se dezenas de milhares de dólares para se abater um dos "big five" africanos, geram-se empregos, e as aldeias alimentam-se da carne. A economia gira, e os recursos que a fazem girar são protegidos. Já nos países que proíbem a caça, ocorre o contrário, porque os animais continuam sendo caçados, mas de forma ilegal. Sabe, na língua inglesa há distinção para caçadores ilegais (poachers), que são bandidos, e caçadores de verdade (hunters). Infelizmente, nosso idioma não contempla essa sutileza. Sei que posso contar com o seu bom senso. Então, por favor reflita: há ameaça de extinção de veado do rabo branco ou de perus nos EUA, que são caçados todos os anos? Não, a população se mantém ou cresce! Concluo dizendo que esse sentimentalismo exacerbado é prejudicial à Natureza. Na verdade, os radicais ecológicos estão fazendo um desserviço. Mas perceber a própria contradição é muito indigesto. Ecologia virou religião fundamentalista, geralmente de quem não entra no mato. Caçador de verdade vive em comunhão com a Natureza. Obrigado. Não entendi sua alusão a "salvar um amigo". Que amigo?

Paulo em 02 de junho de 2013

Enoja ver a cara desse assassino! Onde está o Deus, que todos tanto falam, que permite uma crueldade dessas e ainda pior, permite um ser estupido desses ainda estar vivo??? Espero que seja para pagar de alguma forma. Ninguém tem o direito de tirar a vida de qualquer outro ser nesse planeta, principalmente por prazer, por ganancia, inveja e etc.

paulo em 01 de junho de 2013

Espero que no dia da morte desse velho e de todos os caçadores que se acham superiores, sofram a dor de todos esses belos animais que foram .. que sinta o sofrimento na alma...e essa podre alma sucumba na dor eterna.. estúpidos ignorantes!!! Vocês verão seus filhos pagarem por suas crueldades e ai, lembrarão do que fizeram e lamentarão....assim espero

Paulo em 12 de maio de 2013

É um idiota com um prazer estúpido. Adoraria saber que foi vitimado fatalmente por um elefante, um leão ou uma manba negra, agonizando por horas antes de morrer.

Rogério Peccioli em 12 de maio de 2013

Armando carlos, deveria sentir raiva de vc por caçar e ensinar seus filhos as mesmas atrocidades cometidas por vc, mas na verdade sinto pena por vc ser um obtuso, também faço safáris, estive na africa, austrália e Américas, também pago altos impostos e produzo inúmeros empregos, mas diferente de vc sou fotógrafo. Então seu energúmeno Pensem bem! Se não fosse a fotografia não ia existir mais um animal na africa.

jaison em 18 de abril de 2013

MAIS E LEGAL MUITO

jaison em 18 de abril de 2013

QUE ESQUISITO EM

skarleth freire luna em 08 de abril de 2013

um dia eu vou fazer justiça por todos os animais que são mortos ou são tratados de forma inadequada vc tem que se por no lugar da pessoa e ver que maus você vai calsar pra ela vc não pensou nisso e se eu fosse esse elefantinho e alguém fosse me matar DEUS criou as coisas perfeitas pra elas viverem e não morrerem que tem como trabalho indigno ser caçador pra mim é a profissão mais ruim nesse mundo todo.

Armando carlos em 02 de abril de 2013

Sou um caçador! Cacei e caço na africa, Austrália e USA a 30 anos, conheço e admiro o senhor arino, homem honrado e conhecedor da natureza muito mais que qualquer ecolouco que tem por ai, cacei elefantes, leões, búfalos, hipopótamos e antílopes na africa, ursos e pumas na América, javalis e búfalos na Austrália, cacei e caço e meus filhos caçam comigo, somos trabalhadores, gero milhares de empregos e pago uma fortuna de impostos, todos vez são consumidores de animais e suas partes, vcs comem diariamente o que eu produzo, qual a diferença em matar um búfalo e um boi? Pensem bem! Se não fosse a caça legal não ia existir mais um animal na africa.

Adalberto Silverinha em 08 de março de 2013

devia ter o membro pequeno e sofre de problemas para ter ereção, por isso resollveu como compensatório pegar num espingarda e matar elefantes. PATOLÓGICO.

Adalberto Silverinha em 08 de março de 2013

esse merece uma surra, mesmo velho devia apanhar

Alexandre em 06 de março de 2013

Só me dá vontade de despedaçar esse velho **** **** junto com toda a família dele e qualquer ***** **** **** que tenha um minimo de admiração por ele. Desgraçado, e que morram todos que não o odeiam.

REDE BOBO DE PRODUÇÕES em 04 de março de 2013

O seu comentário delirante é ofensivo e não será publicado. É incrível como tem leitor que não entende nada, de nada, de nada. Quer dizer que um velhinho que matou mais de mil elefantes não é notícia, para você? O que é notícia? Buraco de rua?

marcelo galli santana em 04 de março de 2013

COVARDE COVARDE COVARDE COVARDE COVARDE COVARDE!!!! Gente sem a menor noção do que é respeito pela natureza. Pessoas assim não deviam nem ter nascido!!! Se o "machão" caçador é bom mesmo, digam pra ele ir caçar leões e elefantes sem armas de fogo!!! Vamos ver quem será morto primeiro. COVARDÃO IGNÓBIL!!!!

Caio Lourenço em 04 de março de 2013

Devolvo em triplo o que você escreveu sobre mim. Suma daqui.

Robson La Luna di Cola em 04 de março de 2013

Prestaram a atenção na mensagem da locutora? a importancia do elefante está na sua participação na cadeia alimentar, que mantém o ambiente florestal funcionando! Péra lá! e a crueldade da execução do elefante? Que se dane a Mãe Natureza, temos que preservar a VIDA! Temos que por fim à crueldade com os animais! À crueldade com as pessoas! Que se dane a Mãe Terra!

Dondville de Jesus Lobão Veras em 04 de março de 2013

O Sr Tony Sánchez Ariño poderia dar um tiro no proprio pé, somente para esse abestado sentir com doi levar um tiro ou então enfrentar um um leao com um canivete. Gostaria de ver essa parada?

Ronaldo em 03 de março de 2013

Este cidadão é um sádico. Com um rifle poderoso e de longo alcance não se constitui nenhuma proeza matar animais selvagens. Estas armas lançam projeteis de alta velocidade, cuja energia cinética ao redor faz buracos de 15 cms ou mais. É um assassino covarde.

Claudio Rene em 03 de março de 2013

Setti, porque esse FDP não caça com a mão livre um animal, prá ver no que dá; vai ***** na calça; agora quando se tem uma arma na mão, todo mundo vira machão, covarde.

Luiz Pereira em 03 de março de 2013

Setti, boa tarde, Os comentários do artigo do Guzzo não aparecem. Houve algum problema? abs Os comentários, sim, aparecem. Mas fechei para novos comentários porque 99% dos críticos não conseguiam criticar sem ofender a um grande jornalista e a um homem honrado e digno. Abração

california sun em 03 de março de 2013

Covarde! O animal tem dignidade. Um lembrete, tem um baiano publicitário que tambem gosta de crueldades bestiais, apaixonado por briga de galos e um outro paulista da família Setúbal(dona do banco Itaú) que deu uma entrevista que A D O R A matar animais selvagens, na Nova Zelandia(?) e na Africa. É quando consegue desesstressar de ganhar uma montanha de dinheiro, a custas dos correntistas.

Luiz Correa em 03 de março de 2013

Esse ser monstruoso não é o único culpado. Por que os países africanos permitem que esses psicopatas possam caçar os animais com total liberdade, usando armas pesadas? Por que os governos desses países não os protegem, não os deixam em paz na natureza, seguindo o ciclo da vida? O que elefantes e búfalos nos fizeram, para que cacemos com tamanha crueldade, como a desse espanhol nojento? É o lado maléfico, cruel e vergonhoso do ser humano. Esse tipo me envergonha de pertencer à especie humana. Cruzes!

clebson em 02 de março de 2013

eu queria que quando vc fosse matar um leão que sua arma lencasse e o leao arrancasse sua cabeça, mais primeiro ele arrancasse sua carne pouco a pouco seu idiota ibecil vai morrer espero que em outra vida vc vem como um animal e que te dao um tiro no meio da sua cabeça seu tolo nogento tenho nojo de vc vou socar um cano de ispingarda no seu cú peste...

nilton em 02 de março de 2013

ESTES PAISES, AFRICA QUE PERMITE ESTA CAÇA RIDICULO DE ANIMAIS QUE CHEGA SER COVARDIA, NAO DEVERIAM RECEBER AJUDA NENHUMA DE OUTROS PAISE, ESSA MATANÇA DE ANIMAIS E UMA POUCA VERGONHA.

zebahiano em 02 de março de 2013

Li o artigo do Guzzo e também achei bem insensível.Mas,quem nasceu pra Guzzo nunca,jamais chegará a Holande. Acho que o Guzzo dá graças a Deus por isso... E é curioso você se indignar num tema que envolve dois elefantes ainda vivos, e calar totalmente sobre um único cidadão que matou mais de mil, conforme está na home page do blog e você poderá ler no link http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tema-livre/estao-vendo-esse-velhinho-ele-ja-matou-1-315-elefantes-e-mais-e-assista-a-video-dramatico-de-um-desses-magnificos-gigantes-ferido-de-morte/ Por que não escrevem para esse camarada?

zebahiano em 02 de março de 2013

Eu não vou dizer que esse imbecil é um animal porque não quero ofender os animais. Esse FDP devia ser ******.

daniel em 01 de março de 2013

o minimo que deveria fazer com este *** ** **** era pegar o rifle dele **** **** **** ***** e puxar o gatilho

paulo em 01 de março de 2013

ao sr. Ricardo Setti lanço aqui um apelo em modo de desafio que é o de produzir material jornalistico de um valor mais ético e não tão deprimente. Foi uma ma escolha esta sua reportagem, penso que deva rever os seus valores morais e éticos num mundo em que cada vez a crueldade sobre seres humanos e animais esta aumentando o sr. produz esta reportagem ? santa paciencia modere-se e para a proxima brinde-nos com material mais altruista e humanizante. se tiver duvidas aconselho-o vivamente a ler alguns autores gregos para aprender ou reaprender a ser um ser humano de excelencia. fique bem. Ué, mostrar destruidores da natureza não é algo minimamente relevante, para você? Estranho muito... Abraços

paulo em 01 de março de 2013

realmente vivemos num mundo esquisito. pergunto qual é o interesse ou o grau de valentia em matar um animal com uma arma de fogo ou de outra maneira. o ser humano e de facto o animal mais cruel do planeta. porque não abrem a caça ao bandido era até mais emocionante, assim os srs sanchez do mundo ja podiam alimentar o seu instinto sanguinario e ir matando um ou outro bandido que nao faz falta nenhuma no mundo. alias nos somos uma verdadeira epidemia no planeta Terra destruimos tudo e depois sao as outras especies é que sao as predadoras. todos os seres vivos têm direitos iguais e o principal é o direito a vida. o homem não é dono da Terra simplesmente a utiliza por isso tentemos ser mais humildes e nao tao sadicos e malevolos. nada da o direito ao ser humano de matar nenhuma outra especie. quem pensar o contrario é porque ainda nao saiu de uma posiçao egocentrica, sadica, dimiuida, infeliz e carente. tentemos ser mais humanos e menos terriveis.

Andre em 01 de março de 2013

Esse animais são muito bonzinhos. Talvez deveriamos ensiná-los a comer grama: http://www.youtube.com/watch?v=17Sn9Khr7X0

eduardo f souza em 01 de março de 2013

Na verdade o que temos de falar sobre este homem ele sempre foi e sempre será um lixo de gente e quando morrer vai abraçar o colo do capeta.

Angelo Losguardi em 01 de março de 2013

marco 28/02/2013 às 20:20 . Suas colocações são inteligentes e todas válidas, ainda assim passo mal de ver coisas assim. Não posso conceber alguém matar um animal por "esporte", isso me dá uma tristeza oceânica.

moacir em 28 de fevereiro de 2013

Setti, Não quis ver o vídeo.É estranho que alguém ,dentre tantos outros esportes,dentre tantos outros interesses, escolha a morte como aquele predileto, seja por hobby um exterminador de bichos indefesos, colecione o rol de suas vítimas e sinta orgulho dele. Não consigo processar que matar seja algo prazeroso.Matar,seja lá o que for,deveria nos causar asco e horror. abraços

marco em 28 de fevereiro de 2013

Espantoso o grau de ódio (nem sei se essa é a palavra) que os defensores dos animais e da natureza demonstram ao criticar caçadores como esse em questão. É creditada ao Thales Ramalho a frase "todo mundo é contra a paralisia infantil", e qualquer um, em sã consciência, é contrário aos maus-tratos e favorável a preservação da natureza, mas ninguém estranha as manifestações do tipo "morra, animal (?), imbecil", etc? Pra não me alongar lanço duas questões: 1- Se compararmos dados de países onde a caça é legalizada e controlada, p.ex. EUA, quase toda Europa e Argentina, com países em que a caça é terminantemente proibida (p. ex. Brasil), onde a natureza (o que restou, no caso da Europa) e os animais estão em melhor estado? 2- Alguém nesse mesmo blog fez a pergunta: "Que mal o Rei viu em matar um elefante se na Espanha o aborto é permitido até as 20 semanas (ou 22, não me lembro)? Para essa pergunta não vi resposta. Em tempo: o Brasil vive uma infestação por javalis (pra ser exato, javaporcos), em tal escala que sua caça foi liberada, em todo território. Alguém oferece alternativa qe não a caça? E no caso de haver curiosidade para tanto, sugiro dar uma olhada nas portarias que liberaram tal atividade, onde são criadas tantas limitações que vão acabar por impedir sua prática.

Angelo Losguardi em 28 de fevereiro de 2013

Imenso mal estar em ler algo assim, indizível.

Marcio em 28 de fevereiro de 2013

Graças a Deus você está no fim da vida, assassino. Espero que quando você morrer, que vá para uma ala do inferno com várias espécies de animais que você matou, que eles te devorem eternamente.

Sergio the original since 1ª Leitura em 28 de fevereiro de 2013

Maldito, desgraçado, covarde.

Vaulber B. Pellegrini em 28 de fevereiro de 2013

Só falta a CABEÇA E/OU RABO do Tony Sánchez Ariño para ser colocado na parede. Quem sabe esteja até hoje tentando provar que um MACHO, mas acredito que ainda vai sair do armario!

O ANTIPETRALHA em 28 de fevereiro de 2013

É verdade que os animais sofrem, mas não devem ter direitos como os seres humanos. Isto me parece perfeitamente razoável e é bom que continue assim, até porque no final das contas os direitos seriam dos amantes de animais, nunca dos animais que são alheios ao mundo humano. Um animal não pode se tornar um arquiteto, não pode virar um médico ou escrever livros. Eu vejo como um rebaixamento do Homem essa ambição de querer dar direitos a animais. O sofrimento não serve como medida para que algo tenha direitos, mas se trata de um dado secundário da vida. A cabeça humana é que dá o valor de bom ou mau ao sofrimento. Os animais não têm acesso à valoração humana, razão pela qual uma orca pode judiar de sua presa sem remorso algum ou reflexão alguma sobre aquilo. O que pode conferir algum benefício humano à classe dos animais é o sentimento das pessoas em relação a ela. E só. A reivindicação das pessoas para que animais em extinção não sejam caçados me parece justa, visto que -para o Homem- é um bem conviver com a diversidade de espécies e a preservação da fauna. Entretanto, a meu ver, o sofrimento em si dos animais não pode ser posto acima de avanços da Ciência ou até mesmo da cultura humana. Não sou cientista, mas apoio pesquisas com animais. Não participo também de tourada, mas sou a favor de que as pessoas que a praticam tenham o direito de manifestar sua cultura nesse caso. Apenas o sofrimento de touros não justifica o fim do espetáculo, o qual envolve um monte de trabalhadores e é bonito a meu ver. http://oantipetralha.blogspot.com.br/ O ANTIPETRALHA

Alipio Queiroz em 28 de fevereiro de 2013

Esse animal deveria ter sido esquartejado em praça pública, logo no inicio de sua covarde carreira!

André Calandrino em 28 de fevereiro de 2013

Não sei se revolto mais com o vídeo ou com o comentário do Reynaldo...

Rodrigo em 28 de fevereiro de 2013

Mudei de opinião. Defendia a caça por esporte, não defendo mais. Defendo a caça apenas em defesa de uma população de determinado lugar, que pode ser vítima de ataque de algum animal, ou caça de animais para matar a fome dessa mesma população.

arilson sartorato em 28 de fevereiro de 2013

'QUANTO MAIS CONHEÇO O SER HUMANO, MAIS GOSTO DOS ANIMAIS"" QUEM DISSE ESTA FRASE MESMO????

Reynaldo em 20 de fevereiro de 2013

engraçado se um homem mata uma onça para defender seu gado ele pega 20 anos, se mata outro homem pega no máximo 8 (em regime semi aberto). tem muita gente falando que esse homem é um covarde e merece morrer, isso é ser civilizado? se o ser humano não cuida dos semelhantes por que se preocupam tanto com os bichos. quero dizer que sou totalmente contra a caça exceto em alguns caso como a defesa de plantações ou de rebanho (na india centenas de elefantes são mortos, para proteger as plantações). Não culpem esse velho pois em sua mente, ele acreditava que estava fazendo o certo mantendo o equilíbrio, e não culpem o ser humano (totalmente)pois as maioria dos desequilíbrios do ecossistema foram feitos por pessoas a seculos que não tinham conciência de seu atos. mas hoje temos e podemos concertar os erros

gerson coser em 01 de julho de 2012

MUITO TENDENCIOSA SUA NOTINHA SOBRE A CAÇA ESPORTIVA OU DE CONTROLE POPULACIONAL DE ELEFANTES,COM SUAS REGRAS CONSERVACIONISTAS ,CONFUNDINDO-A,POR IGNORANCIA OU DE PROPOSITO,COM A CAÇA ILEGAL PARA TRAFICO DE MARFIM,QUE É INTENSA NOS PAISES QUE PROIBIRAM A CAÇA LEGALIZADA,COMO O QUENIA,POR EXEMPLO,QUE MANTINHA UMA POPULAÇÃO DE 80.000 ELEFANTES,E HOJE TEM APENAS 17.000,ENQUANTO BOTSWANA,QUE MANTINHA 80.000 E HOJE TEM DE SUPORTAR 130.000 ELEFANTES,E ESSE EXCESSO PRECISA SER CONTROLADO

karen em 26 de maio de 2012

nossa esse imbecil não sabe o que faz podia fazer isso com eles nossa iria ter o maior prazer de faze

Feniano em 20 de maio de 2012

Censor..!! Outras pessoas também deram sua opinião sobre este assassino de animais e sobre o teu Querido povinho espanhol e no entanto seus comentários estão aí: por que somente o Meu comentário sofreu a Tua censura..??! Quem te nomeou o dono da verdade..??! O Povo não é burro setti e qualquer pessoa conhece & sabe acerca da Supina crueldade dos espanhóis contra os animais.. ou será que Tu ignoras a existência, das não só revoltantes touradas, mas dos covardes encierros , Rinhas e etc , pois é.. a lista é longa. Ou será que tu apoias as touradas..?? Olha lá.. e pode Censurar se quiser pois o que Eu tinha de falar falei.

Feniano em 20 de maio de 2012

Seu comentário depreciativo a todo um povo -- o espanhol -- é racista e não será publicado.

Tico Tico em 16 de maio de 2012

Se duvidar esse animal, reza pede proteção e o escambau.

JONAS FRACALOSSI em 11 de maio de 2012

Será que não existe ninguém que o conheça, que possa usar uma presa de elefante, ou coisa parecida, na falta dessa e deixar esse assassino idiota, espetado pelos fundilhos em praça pública ?

Thiago2 em 10 de maio de 2012

Imagine se tivesse uma raça superior a nossa na terra, ai eles descobririam que os seres humanos estão destruindo o meio ambiente e matando os animais, esse imbecil ia ser o primeiro a morrer.

joao avelar em 06 de maio de 2012

A ONU em nome de todos nós tem que interferir. Só se mata para comer seguindo o caso dos próprios animais.Hoje em dia quando há perigo para todas as espécies essa de caçador famoso parece piada de mal gosto.Vade retro!

jj em 06 de maio de 2012

Eu não sei como esse caçador espanhol pode ser considerado dentro da escala zoologica, ou seja com um verme, perigoso virus, ou perigosa bacteria,pois ser humano já temos a certeza que não é. Pois eu não sei como o grupo greenpeace,não faz protesto no mundo inteiro contra esse pais africano Botswana, que permite abater animais indefesos no caso ai os elefantes.Presidenta Dilma em sinal de protesto contra esse paíseco rompa a relações diplomaticas dom Botswana

Diocleciano em 06 de maio de 2012

Quando morava no sertão alagoano, onde nasci, costumava matar rolinhas e outras aves para comer. Levara para casa, despenava, dava para minha mãe e ela assava ou fritava. Eram deliciosas. Eu usava estilingue. Desde os nove anos de idade eu caçava. Mas já mais matei qualquer animal sem necessidade. Matava somente para comer. E essa ética era seguida por todos os moradores do povoado. Agora, o indivíduo que mata por diversão é um sanguinário; e tal ato revela o seu caráter. É o caso do cidadão descrito aí no texto acima.

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 30 de abril de 2012

Como a "minha pena só se movimenta para frente", gostaria de "escrever" que a vida, seja humana, seja animal é o fenômeno mais espetacular do universo, fazendo dela a minha ideologia que é a sua preservação; de resto considero que o homem civilizado que tem o desejo de matar, seja esportivamente ou predatóriamente, e não para se alimentar e defender a sua própria vida ou dos seus, um caso médico, seja na brutalidade inconcebível, seja no desejo de ostentar em suas paredes chifres. Assim, também dou por encerrada esta conversa absurda que só cabe no divã de um psicanalista.

Eduardo em 30 de abril de 2012

Naqueles anos o Natal tinha, onde morávamos, a neve por um bom tempo... Escolhemos a caça (naquele ano, com arco e flecha) do peru selvagem na obediência estrita às determinações legais. A Virginia o tinha em abundância. . Lá fomos, eu e meu sogro. É penoso andar na neve e direcionar-se. Finalmente localizamos e nos preparamos. Eram três belos espécimes. . Subitamente notei que meu sogro fazia sinal, já combinado, de que estava suspenso o ato mortal. . Um pouco mais tarde quando aproximei-me dele justificava sem lamentar, que era uma peru fêmea. E, claro, não se podia atirar. . Há uma lição de moral aqui: enquanto uns vão à caça predatória e sem o menor respeito aos limites impostos pela caça esportiva (quem gosta de verdurinhas, sopinhas, sapatinhos de balé e outras exigências menores de uma ideologia 'vegan', se escandaliza) abusam e a tornam um verdadeiro desafio ao caráter, natureza, e aspectos essenciais ao hábito milenar da caça esportiva, com esses tenho total desprezo. . Com esses não pactuo, como não pactuo com o arremedo de uma historieta de se matar fêmea, etc., quiçá, traduzindo mais o viés imoral de quem gesticula uma pena para alfinetar pelas avessas outrem que em momento algum sucumbiu ao dilentatismo do destrato da caça predatória para fazer seu ponto. E este, malfeito. . Dou por encerrado aqui essa diatribe inútil com quem vive em gaiolas ideológicas e julga o mundo pelo andor de si próprio, penando para impor aos outros uma dor, mas que se mostra mais é vingativa.

Eduardo em 30 de abril de 2012

pode ser... quem sabe le gusta de ré?

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 30 de abril de 2012

JÁ DIZIA "GALILEU NA GALILÉIA": LEGAL PODE NÃO SER ÉTICO, MORAL E REDUNDANTEMENTE LEGAL ,POIS O "CAÇADOR" PODE MATAR UMA FÊMEA COM FILHOTES(O QUE É PROIBIDO) E NENHUMA AUTORIDADE PODE ESTAR LÁ PARA VER, OU VER E NÃO FAZER NADA, AFINAL DE CONTAS ISTO É BRASIL. "...luminar,"cheirosinho","verdurinha"...., do pau sai fogo...", será que não é pela CULATRA?.

Eduardo em 30 de abril de 2012

Ah! sim... abater com respeito! Provavelmente não diferenciaria um frango depenado com água quente pela dona Maria que precisa preparar a boia do Severino de um pato servido com a delicadeza de um abatedouro moderno... O vivente da cidade não conhece o que se passa no campo. Imagina o frigorífico, aquele do JBS, onde muito do que se faz ali não tem muito do que se diz "respeito" (quem produz o gado e entrega sabe como a coisa é lá dentro!). Imagino eu, nesses mais de 5000 municípios e seus matadores oficiais, oficiosos e clandestinos fazendo aquilo que um luminar do limpinho, cheirosinho, verdurinha imagina que o mundo seja e faz! Furado não sei, mas se legal e permitido com o pagamento das taxas devidas, o pau sai fogo! E tudo começou aqui porque alguém discordou da turma da mamadeira para dizer que existe caça e pesca predatória e caça e pesca legal (caça esportiva), permitida em lei. Se se vai na caçada do Rei de Espanha, a crítica é endereçada a ele (se caçou legalmente... aplaudo!), e a WWF passa batida ao largo!

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 30 de abril de 2012

Adoro carnes,verduras,sopas, etc..só não uso sapatilhas. Para matar os animais que o cidadão civilizado precisa como fonte de proteínas para comer, existe uma indústria que antes de tudo tem respeito ao animal que vai abater, com o menor sofrimento possível, não precisam "segurar no pau furado" para este fim.

Eduardo em 29 de abril de 2012

Não tenho nada contra quem come verdurinhas, cenourinhas, usa sapatilhas de plástico, cinto de fibra de algodão e se recolhe para dormir depois de sopinha com torradas de batatas inglesas.

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 28 de abril de 2012

Eu creio que comentário pernóstico aqui postado na defesa da caça esportiva, na verdade esconde um desejo incontido e doentio de matar, não há nada de altruísmo em defesa do equilíbrio ecológico, isto a natureza faz naturalmente se o homem não interferir.

Eleonora em 27 de abril de 2012

Como essa pessoa coloca a cabeça no travesseiro e consegue dormir? Eu desejo, do fundo do meu coração, que ele tenha uma morte bem sofrida e, ao sofrer, se lembre de todos os animais que ele viu caído, inocentemente, aos pés dele por suas armas pesadas. Eu queria vê-lo caçando sem armas, seria uma luta mais justa. Sabem onde ele deve colocar todos os troféus dele? Pois é, bem lá mesmo...

Julio em 27 de abril de 2012

Esse cara é um psicopata devia estar internado em camisa de força, o prazer de matar é uma anomalia, se ele cmatasse pessoas já estaria preso e dependendo do país condenado a morte, porque não é crime matar animais por puro prazer?

FCBeberra em 26 de abril de 2012

**** ***** ***** ASSASSINO

Eduardo em 26 de abril de 2012

Instado a escolher entre Espanha e Portugal, escolheremos a Espanha. E faremos sem medo algum da imigração: seguiremos as instruções exigidas, tudo! Tenho certeza que não teremos problema algum. Ah! Sim, uma das razões da escolha: touradas!

Eduardo em 26 de abril de 2012

...ele mora no matinho e come verdurinhas; tem horror a ver um franguinho morto... Damn it!

Feniano em 26 de abril de 2012

Só Podía Ser espanhol( com Minuscula Mesmo ) com certeza: o Povinho atrasado , consagrado por Crueldade & Mal Trato aos Animais. Que Nojo..!! Kaixo..! Comentário preconceituoso, o seu, não, meu amigo? Quer dizer que OS ESPANHÓIS, todos os 46 milhões, são atrasados, cruéis etc? Ao falar em "atraso" na Espanha você evidentemente não conhece o país, nem suas instituições nem seu povo. Pelo amor de Deus...

DAMM em 25 de abril de 2012

O Sr. Eduardo (o da foto de Tucano... vc tem desses preso?), que diz já ter pago para caçar "servos", parece não se lembrar que esse habitat que hoje se alega que os elefantes estão destruindo foi, outrora, seu habitat ORIGINAL. Quem invadiu e destruiu foi o homem. Que me perdoe, mas seu comentário "neandertal" é, além de desprovido de fundamento, abarrotado de erros crassos de português. Quanto a esse indivíduo (me recuso a considerar como ser humano), provavelmente sairá impune de tudo o quanto fez contra os animais. Digo impune pela natureza. Tipos como esse nunca terão osteoporose, doença grave, e morrerá tranquilo em uma casa no interior. Ele só me faz crer mais e mais que o instinto "sanguinário" dos espanhóis nunca declinou, desde os tempos bárbaros. E estes sim, como nação, já começam a pagar pela sua teimosia em não sair da "medievalidade". Que se afoguem em sua soberba!

Jeferson em 25 de abril de 2012

Já pensou se os animais dicidissem fazer o mesmo com os humanos ?.

Marco em 24 de abril de 2012

Que coisa mais ridícula ficar matando animais que não nos fazem nenhum mal.

Eduardo em 24 de abril de 2012

... (caça esportiva). Se uma manada de elefante arrasar uma plantação, se devastarem tudo, se multiplicarem-se ao ponto de na relação homem-animal, dane-se o primeiro, os comentários aqui apontam para... dane-se o homem!

Eduardo em 24 de abril de 2012

Aprovo sim, a casa esportiva. Quando morava em Michigan paguei pela licença para caçar servos. A maior parte dos comentários imbecis, desatualizados, frágeis e parece de alguns que não conseguem ver uma galinha morta, não se dão nem ao cuidado de analisar a questão de perto. Dane-se a destruição que um elefante causa, às favas as pessoas que moram nesses países africanos. Não lhes interessa! O que interessa mesmo é que os "pobres animais" estão sendo mortos como moscas. Casa esportiva é uma coisa, predatória é outra.

Emanuel em 23 de abril de 2012

VELHO DESGRAÇADO E CAÇADORES COVARDES ! UM DIA CHEGARÁ A HORA DE VOCÊS E TOMARA QUE SEJA EM BREVE!!!

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 21 de abril de 2012

Este Tony Sanchez Ariño é o verdadeiro ANIMAL; logo logo será "caçado" também mas por uma "mulher" : A DONA MORTE.

Rodrigo em 20 de abril de 2012

E, pessoalmente, nenhum prazer é superior do que assistir a isto: http://www.youtube.com/watch?v=QizaLBxI9Oo&feature=related

Rodrigo em 20 de abril de 2012

Para concluir: Se quiserem proibir a caça de animais, não me oponho porque não caço, nem vejo prazer em matar animais, embora não seja contra a caça. No caso de meu avô, embora ele tanha caçado um pouco por prazer, o mais das vezes ele o fez por necessidade. Eu sou filho e neto de "gente da roça", caipira, como se diz em São Paulo. Naquela época, nos anos 40, ou meu avô matava a onça, ou ela alguma hora comeria a família dele inteira.

Rodrigo em 20 de abril de 2012

Dawran, continue a ter pena de animais, e eu continuo a achar o aborto de gente algo monstruoso.

Marcos Stegle em 20 de abril de 2012

Não se poderia esperar algo diferente do governeante de uma nação ignorante a ponto de considerar a tourada um esporte... a atitude do presidente reflete, e representa nada mais nada menos que a cultura de uma nação, bem como os brasileiros paspalhos, se achando viver numa democracia, patrocinam toda sorte de roubalheira no setor público, e continua rindo, reforçando a máxima do imperador romano de que para o povo... é pão e circo. É incrivel como os brasileiros são complacentes... ignorantes, covardes... servem mesmo apenas para bater latas em projetos como olodum... pular carnaval... e trabalhar como cavalos... pois não merecem nada mais que isso... depois ficam gemendo de dor na frente dos hospitais... colhendo nada mais do que plantaram... não merecem nada mais que isso...Passar bem, bando de frouxos

Dawran Numida em 20 de abril de 2012

Rodrigo - 19/04/2012 às 15:48. Nada a ver uma coisa com outra. Seu avô deveria mudar de profissão ou de esporte.

Dawran Numida em 20 de abril de 2012

Imbecilidade total esse sujeito!!!

Eraldo Botinha em 20 de abril de 2012

Não, assisti o vídeo! não posso mas aguentar a truculência do homem insensato e suas estupidas escolhas.

Abílio Santos em 20 de abril de 2012

Ricardo, se achar pertinente divulgar este link... http://www.youtube.com/watch?v=hFQuwmiBRlM&feature=related Muito obrigado, caro Abílio. Por ora, disponibilizo neste espaço para os leitores. Mas vou em breve fazer um post sobre esse "festival" bárbaro. Estou dando um intervalo para a matança de elefantes e posts similares que fiz. Um grande abraço

Abílio Santos em 20 de abril de 2012

Wilson, Sua dica é muito pertinente. Mas me permita ajudar no enquadramento, que em minha opinião é ainda mais grave. Essa chacina de baleias destina-se a um ritual viking de iniciação da vida adulta. Barbárie!!!

Abílio Santos em 20 de abril de 2012

Horror! Contamina a nossa espécie de indignidade

Ivete em 20 de abril de 2012

Grandecíssimo filho d p!

Flavio em 19 de abril de 2012

E quanto ao comentário do "cidadão" Enrico Marini, não devemos nos esquecer que as reservas foram criadas justamente porque o homem "civilizado" destruiu o equilibrio ecológico nessas áreas, o que levou à sua criação para preservação das espécies. Preservação em termos, pois o homem não pode impor um equilibrio que antes era natural.

VITOR em 19 de abril de 2012

A CAÇA LEGALIZADA E A CAÇA ESPORTIVA, AMBAS RESULTAM NA MESMA COISA: MORTE IMPEDOSA DO ANIMAL PREJUDICANDO A FAUNA E DESRESPEITANDO A MAJESTOSA OBRA DA CRIAÇÃO.

Flavio em 19 de abril de 2012

De acordo com o Wilson, lá no inicio dos comentários. Essa das ilhas Faroé é de matar, desculpem o trocadilho. Não fica nada a dever aos rituais de passagem à maturidade de algumas tribos norte americanas. Com a agravante de trucidar seres indefesos. Nossa civilização tem seus dias contados justamente por conta de tais atrocidades.

Enrico Marini em 19 de abril de 2012

A caça legal na africa é oq faz esistir as reservas legais nesses paises. Nem um reserva poderia viver so de safaris de fotos, e ele realmente protegem a natureza. ele controlam as populacoes de tds os animais na reserva que nem um fique abaixo ou acima da quantidade para ficar equilibrado. Antes te criticar uma coisa estude e pesquise primeiro. A caça em se nunca destruiu a natureza, a ilegal sim. mas uma eh completamente differente da outra. Um o caçador esta junto com a natureza, enquanto o outro destroi. So pq alguem caça um animal nao faz ele odiar aquele animal.

ALCIONE em 19 de abril de 2012

Digo, ao sr. paulo batista é que eu dirijo-me enojando-me com as suas considerações para com os animais indefesos. vc e todos que pensam dessa forma são uns pulhas. Falei!

ALCIONE em 19 de abril de 2012

Ao sr. (com letra minúscula...) idem o meu comentário anterior dirigido ao Rodrigo, o sr. merece.

simone em 19 de abril de 2012

espero que ele tenha uma morte das piores que possam existir.

Virgílio em 19 de abril de 2012

Setti, O assunto sobre os problemas que afetam elefantes, golfinhos, onças e o restante do mundo animal é importante mas, assim que você puder e quiser divulgue este blog, cujo link estou colocando a seguir. Sem histeria e sem desrespeito. http://amadavitoriadecristo.blogspot.com.br/ Abraços Caro Virgílio, desculpe a demora em postar seu comentário. Por alguma razão, ele havia sido capturado pelo sistema anti-spam do site de VEJA (eu sempre confiro tudo lá para "puxar" para a área de comentários o que não é spam, como o caso de seu texto). Publico, claro, o link. Vi e li o blog e me emocionei muito. O fato de apoiar a decisão do Supremo que decidiu não considerar crime os casos de aborto de fetos anencéfalos não significa que eu não compreenda e não apoie os pais que desejam o nascimento de filhos com os problemas físicos que sejam. Felizmente, estamos num país em que uma decisão judicial desse tipo não obriga nenhuma mulher a abortar. Apenas não penaliza a ação, se ela a levar adiante. Um abraço e boa sorte.

Caio Ottoni em 19 de abril de 2012

Sánchez Ariño, caçador de animais indefesos, assassino de animais indefeso o sr. deveria estar preso em cela fechada, eu não tenho qualificações para você sr. Sánches, você é o pior de todos... PQP !!! Que covardia !!!

saulo em 19 de abril de 2012

Nojentooo!!!!!

joao batista em 19 de abril de 2012

Eu me recuso de chamar de civilizado, ou sensato qualquer um destes que matam animais, sem que os mesmos lhe oferecem ameaças de vida. Se a vida humana está em risco tudo bem mas desta forma, isto é pura covardia, tudo que este homem semeou certamente colherá. Me niego a llamar civilizados o sensible a matar a cualquiera de estos animales, a menos que le ofrecen las amenazas de la vida. Si la vida humana está en riesgo todo el derecho, pero de esta manera, se trata de pura cobardía, todo lo que este hombre ha sembrado seguramente cosechará. I refuse to be called civilized or sensible to kill any of these animals, without which they offer him life threats. If human life is at risk all right but this way, this is pure cowardice, everything this man has sown will surely reap.

pauloemanuel em 19 de abril de 2012

OS ECODEMENTES SÃO CONTRA A CAÇA E A FAVOR DO ABORTO !!! PIOR SÃO CONTRA A CESARIANA TAMBEM!!!

ALCIONE em 19 de abril de 2012

Rodrigo, você pode pensar que é neto de caador de onça pintada... ms eu sugiro que faça um DNA urgente, quem sabe não sejas descendente de b... Tenho pena de você. Abraço aos demais comentadores.

João Cerino em 19 de abril de 2012

Esse caçador e todos os que defendem a carnificina deveriam ser mordidos lentamente até a morte por um desses animais. São momentos onde se tem vergonha de ser humano. Mas é preciso mostrar o quanto somos ainda incivilizados de permitir essas criaturas abomináveis em nosso meio social.

Rodrigo em 19 de abril de 2012

Não vejo problema algum em animais serem caçados. Sou neto de caçador de onça-pintada. Drama, para mim, é o direito ao aborto, que eu não aceito.

antonio marcio da cunha guimaraes em 19 de abril de 2012

eu gostaria muito de ver esse caçador "machão" enfrentar desarmado qualquer animal que ele matou, ou talvez, com uma faca na mão, ao invés de um poderoso rifle com mira telescópica, com o qual ele pode atirar de uma distância segura e confortável. covarde.

Liliane de Paula Martins em 19 de abril de 2012

Eita, Ricardo! Esqueci de dizer que esse já nasceu canalha. Mas na verdade a culpa é de quem permite que essa caça, seja permitida e legalizada.

Ronaldo em 19 de abril de 2012

Deve ter algum problema sexual grave....

Lars em 18 de abril de 2012

A crueldade humana se dá no campo da vaidade, no qual é importante a pose de caçador e a suposta conquista, à base de uma arma. O prêmio é um sorriso hipócrita dos companheiros, o tapinha nas costas de bajuladores, além de toda sorte de animais inferiores (nesse caso, os animais inferiores que o Luiz citou são justamente essas "pessoas" que desrespeitam a vida e a natureza). Nós temos a mesma importância para o ecossistema que uma manada de elefantes, que uma matilha de cães e até uma colméia de abelhas. Nossa função na biodiversidade é que está desregulada, estamos provocando o caos em um sistema perfeito, e pouco nos importamos com o planeta no momento de acionar o motor do carro. Comer a carne de um animal para sobreviver é uma coisa. Matar um animal qualquer para ostentar uma pressuposta vantagem intelectual sobre a selvageria, é outra completamente oposta. O ser humano não merece esse posto de "raça superior", e basta olharmos para nós mesmos, ao nosso redor, e para aqueles a quem pagamos tributos com o suor de nosso trabalho.

miriam em 18 de abril de 2012

Só em ler já doeu meu coração. Assistir o vídeo? Nem pensar! Mas Setti (sem querer polemizar ), não é contraditório que alguém fique chocado com a morte de animais(que também acho animalesca e sem justificativa) e seja defensor do aborto?

Kitty em 18 de abril de 2012

Caro Ricardo, se não fosse um tema do seu blog, teria pulado ele. Fico completamente chocada com um nó na garganta. Como pode-se ser tão cruel matando esses animais que fazem parte e compartem o nosso planeta. Eles têm também o direito à vida! O homem é o pior dos depredadores! E o Rei J. Carlos me decepcionou profundamente, não adiantam agora as desculpas.Quem não hesita atirar num elefante só por diversão não merece respeito nenhum, não importa o rango....Abraços,Kitty

wilson em 18 de abril de 2012

Setti vem chegando o verão europeu e voce sabe o que é GRINDADRÁP? Bem é uma "cerimonia e/ou ritual" viking nas Ilhas Faroe provincia independente da civilizada Dinamarca, e o que é este nome acima? bem é a caça mais pode chamar de chacina de aproximadamente 500 baleias Piloto, e olha que candura as baleias são fisgadas por um anzol pelo orifício da narina e arrastadas para a praia para uma assim farra de boi de europeu très civilité. E fui enganado por torpes touradas como suprema crueldade! Quen duvida a epoca que ocorre é em Agosto. Os japoneses pelo menos caçam pra comer. Obrigado pela dica, Wilson. Vou atrás. Antes, porém, falarei da matança de filhotes de focas a pauladas no civilizadíssimo Canadá. Abração

J.B.CRUZ em 18 de abril de 2012

"""""" POBRE DE ESPÍRITO """""""""Tenho é pena desse tipo de pessoa...........

Alcebiades Brito em 18 de abril de 2012

Velho ***** ****** ****** ******, desejo-lhe um câncer dos piores e uma morte bem sofrida e dolorosa.

assis barros em 18 de abril de 2012

É muito triste,como ele tem a coragem de dizer: Tudo em nome do “esporte”. Ele tem que ser punido.

julio em 18 de abril de 2012

Como não acredito no inferno, mas acredito na reencarnação, este valente poderá reencarnar em qualquer roedor asqueroso, menos no rato, que segundo a lenda assusta o elefante. Talvez numa minhoca, ou toupeira que já até ele é um pouco. Porco nem diria, que a carne é consumida pelo homem. Enfim, terá poucas chnaces de voltar à terra devido as espécies mais baixas estarem acima dele.

Liliane de Paula Martins em 18 de abril de 2012

Pois é, Ricardo. Canalhas, também envelhecem.

luiz em 18 de abril de 2012

No dia em que o homem passar a respeitar os animais como seus irmãos menores o mundo será diferente. Quando o homem parar de se alimentar da carne de seus irmãos inferiores certamente o mundo estará melhor. Quando o homem parar de fabricar armas e eliminá-las totalmente o mundo será melhor. Este homem um dia terá que prestar contas de seus atos e o que ele dirá? Triste, muito triste, e pobre humanidade. Um animal jamais mataria outro por esporte.

Reynaldo-BH em 18 de abril de 2012

Foto com dois animais. Um segurando um rifle. O outro não aparece. Puxou um gatilho.

Vera Scheidemann em 18 de abril de 2012

Sinto muito, Ricardo, só de ler o seu texto já fiquei super indignada. Não aguento ver o vídeo, pois uma das coisas que mais me entristecem são as maldades contra animais, velhos e crianças. Classifico-os na mesma situação - todos são indefesos, dependentes e incapazes de clamar por socorro. Não dá mesmo para acreditar que um ser humano tenha prazer tirando a vida de um animal. É revoltante ! Um abraço ! Vera

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI