Nos primeiros 15 dias de seu governo (da posse até  dia 15 de janeiro), o ex-presidente Lula, segundo levantamento feito pelo jornalista Gabriel Manzano neste domingo no Estadão, tinha visitado três Estados, falado ao país seis ou sete vezes, entre discursos e declarações à imprensa , anunciado dois projetos “de impacto” — o Fome Zero e o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) –, participado do Fórum Social Mundial em Porto Alegre e passado uma bronca pública em dois ministros.

Já a presidente Dilma, nos primeiros 15 dias de seu governo, trabalhou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 8 =

Nenhum comentário

nedinho em 18 de janeiro de 2011

Sob o aspecto do blábláblá, graças a Deus o silêncio hoje é ensurdecedor. Se o governo Dilma for mesmo de uma GESTORA, porque a demora de enviar as forças armadas para ajudar no Rio. Levaram quase uma semana prá enviar do norte um helicóptero/hospital que pode atender dois doentes, carregar não sei quantas toneladas de alimentos, etc... Deixei de assistir os noticiários sobre o Rio depois que constatei que a ajuda é prestada somente por voluntários. Parece que não existem governo federal e estadual. Assinar MP liberando 700 milhões prá todo o Brasil é uma coisa, a grana chegar é outra. Vide Santa Catarina, Angra dos Reis... Alguém já fez um levantamento se realmente chegou a grana ao destino, quanto e quando? Triste é ver que se é no Haiti, na pqp, a grana vai em dólares e chega rapidinho.

Dbem em 17 de janeiro de 2011

Carlos Nascimento, foi direto na ferida. Somos do movimento dos que ainda espera que a Justica desse Pais recupere a vergonha na cara, Lula e bando nao teriam tomando conta das instituicoes como fizeram sem o apoio incodicional da parte podre do Judiciario.

bruxa velha em 17 de janeiro de 2011

Preferi os comentarios do leitor Carlos Nascimento do que a avaliacao precoce feita nesse artigo. Ela esta calada por nao ter o que dizer, sempre vai esperar os acessores prepararem algo para ela se pronunciar. Qunato a trabalhar, me parece que ela ja era a segunda autoridade no pais, e que e cumplice dos males que o pais enfrenta. Nao esqueca que o "povo" votou na continuidade. Nada de novo de baixo da chuva...Esse governo e igual ao ultimo, com menos ostentacao apenas. A lama e a mesma.

gaúcha indignada em 17 de janeiro de 2011

Trabalhou????? Ou está escondida?????????????????? Em comparação com o antecessor, para que estamos num outro planeta. E, cara Gaúcha, prefiro o silêncio e o low profile da presidente do que o que tínhamos.

fafa em 17 de janeiro de 2011

Bem, mas vejam, o Reinaldo Azevedo reclama da Dilma não falar nada...ele esta triste por não ter comentarios da Dilma para atacar.... Ta vendo..é dificil agradar a todos!!! Melhor mesmo é observar os resultados praticos das gestoes... com relação a isso, estou feliz com o governo de Lula, espero tambem ficar com o da Dilma. Obrigado por sua visita e seu comentário, Fafa. Cada colunista daqui é independente, tem sua própria opinião. E o que registrei são o que considero indícios positivos. É claro que ainda é cedo demais para se ter um "julgamento" do governo Dilma. Considero, porém, de meu dever registrar o que considero positivo. Abraço.

ctl em 17 de janeiro de 2011

Trabalhou? Onde? Como? Teremos arrocho no salário mínimo, a inflação descontrolada. Eu diria que só deu gargalhadas. Acho que quem trabalhou foi o cabeleireiro para arrumar a **** e o fotógrafo da foto oficial. De resto só deu a impressão que trabalhou quando um dos ministros (com letra minúscula pela falta de qualidade no produto) disse que a "Governanta" achava e que tinha cobrado. Cara Teresa, depois de 8 anos de lorotas, turismo internacional, discurseira, demagogia e falta de disposição para o batente real, inclusive para ler qualquer relatório sobre qualquer assunto grave que tivesse mais que uma página, não há como não ver com bons olhos este começo da presidente, em minha opinião. Mas é cedo para julgamentos profundos e severos, não há dúvida. Abraço

carlos nascimento em 17 de janeiro de 2011

Ricardo, Hoje assisti a Sonia Bridi no Bom dia Brasil, lúcida, transparente, criticando a situação administrativa do País, sem qualquer receio de ser monitorada, ela estava na "Globo", eu pergunto: ela é exceção à regra, talvez os seus neurônios por viver no exterior não foram contaminados e nem se deixam contaminar pela submissão REPUGNANTE, é isso que eu gostaria de ressaltar, a diferença de JORNALISMO, o profissional que não deixa a consciência se vender, não baixam as calças por causa de salário, quando iremos assistir no Brasil jornalistas com esse tipo de conduta, sendo regras e não exceções. Carlos Nascimento.

carlos nascimento em 17 de janeiro de 2011

Ricardo, As reflexões exigem tomadas de decisões, uma delas é o CORPORATIVISMO nojento, o do pt e dos petralhas já identificamos, estamos combatendo em várias frentes, também já percebemos claramente que a MÍDIA é um grande mal nesse processo, péssimos profissionais sustentam vigarices, a pergunta que eu gostaria de ver respondida é a seguinte: QUANDO JORNALISTA DO SEU QUILATE IRÁ AQUI NA COLUNA COMEÇAR A DENUNCIAR OS SEUS COLEGAS QUE FAZEM O SERVIÇO SUJO DE SUSTENTAÇÃO. É hora de novos rumos, precisamos separar joio do trigo, devemos começar também pela classe jornalistica, que é SÓCIA disso também. Carlos Nascimento.

Kenjiro Nagasawa em 17 de janeiro de 2011

E O MELHOR: DILMA FALOU POUCO.

carlos nascimento em 17 de janeiro de 2011

"O tempo é o Senhor das Soluções" As tragédias que estão ocorrendo possuem um lado negativo da dor e lado positivo de monstrar aos brasileiros o nível de governantes que possuimos, uns vagabundos farsantes, sustentados também por parte da MÍDIA vagabunda que se deixam comprar e se vender pelas verbas de publicidade, espero que façam REFLEXÕES, não esqueçam que a atual Presidente e seu Ministério são do mesmo time, hoje estão pregando ética, já esqueceram do caseiro e da chefa da casinha civil, é hora de JUÍZO, os limites já se esgotaram, os niveis de violência são assustadores, as gangues estão agora assaltando cidades, é o processo de degradação geral, a falência das Instituições nos levam ao Estado das trevas. Precisamos aprender com as nossas dores, para tanto precisamos de um CHOQUE EDUCACIONAL e colocar os politicos vagabundos e ladrões na CADEIA.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI