Image
A versão Lego de Michael Jackson se transforma em lobisomem: brilhante, mas não original (Foto: Reprodução)

Por Daniel Setti

Circulou pela internet na semana passada a “versão Lego” do trecho inicial do antológico curta-metragem/videoclipe Thriller, lançado por Michael Jackson (1958-2009) em 1983. Rendeu inclusive post neste blog . Para quem ainda não assistiu, ei-lo abaixo:

Como os leitores podem ver, o vídeo, assinado por Annete Jung, integrante do grupo de designers Talking Animals –  fundado em 2009 em Berlim -, dura apenas 1 minuto e 14 segundos.

Mas se transformou em viral basicamente por três motivos: em primeiro lugar, por prestar o tributo ao mais celebrado clipe musical de todos os tempos; em segundo, por recriar com primor as passagens com pecinhas do essencial jogo dinamarquês Lego (criado em 1934 e ainda hoje em alta nas lojas de brinquedo); por último, e nem por isso menos importante, por reproduzir a técnica utilizada pelo grande diretor francês Michel Gondry (do aclamado longa Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças, de 2004) em outro clipe memorável, Fell In Love With a Girl, da extinta dupla americana White Stripes, lançado em 2002.

Image
O diretor francês Michel Gondry

Se brincar com a “fofura” dos bonequinhos e objetos Lego em animações de vídeo já é relativamente normal – sobretudo na era da internet -, fazê-lo com a perícia inaugurada por Gondry e agora revisitada pelo estúdio alemão eleva a prática a outro patamar.

Conhecido por transpor às telas ideias revolucionárias, o francês concebeu cenários e os personagens (Jack e Meg With, integrantes do grupo) do vídeo manualmente, utilizando peças Lego, e filmou as cenas frame por frame, trabalhando também com a ajuda de softwares de edição de animação. É o próprio cineasta quem aparece montando os bonequinhos no começo.

Um pouco do making of, extraído do ótimo DVD The Work of Director Michel Gondry (2003), pode ser contemplado aqui. Abaixo, o sensacional clipe resultante,  de Fell in Love with a Girl, que inspirou a mais nova paródia de Thriller:

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 5 =

2 Comentários

Matheus em 21 de setembro de 2013

É mas tive q vir pq estou reformando a casa. E tinha q pagar o pessoal. Abs.

Matheus em 21 de setembro de 2013

Don Setti,Daniel, bah é 1.000 vezes mais fácil de abrir,o you tube pelo menos para mim,do q o vimeo. Estou escrevendo com o note do Matheus, pq estou na praia a base de chuva desde de quinta. Ontem foi feriado farroupilha aqui. Volto amanhã. Abs. Praia com chuva é uma melancolia, não? Quanto ao Vimeo, caro Marco, você é o primeiro leitor que se queixa. O problema com o Vimeo é que os vídeos são de alta qualidade e, portanto, mais pesados. Lamento, porque o vídeo é muito bom. Abraço

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI