Image
FHC: herança podre e base aliada muito grande atrapalham administração de Dilma (Paula Sholl/Agência PSDB)

Tem absoluta razão o ex-presidente Fernando Henrique em sua cobrança para que a presidente Dilma se livre do “peso morto” que significam o “entulho” que Lula lhe deixou como herança – querendo com isso referir-se a ministros envoltos em sérias denúncias de corrupção. (Leia no site de VEJA).

O ex-presidente também acha que Dilma não necessita de base tão ampla no Congresso como a de que dispõe e que, contraditoriamente, lhe tolhe os movimentos.

Concordo, obviamente, com FHC, tanto é que em recente post questionei como é possível que um partido com pouco mais de 1% dos votos na última eleição para a Câmara dos Deputados, como o PC do B, precisa ter nacos gordos do governo como o Ministério do Esporte e o controle da estratégica, vital Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

A presidente carrega um duro fardo. Lula, antes que tudo, lhe legou uma administração pública inadministrável, se me permitem o trocadilho, com 39 ministérios. Já tive ocasião de comentar antes que, numa grande empresa, numa gigantesca multinacional que fature centenas de bilhões de dólares e tenha um PIB maior do que de muitos países, o CEO que tivesse 39 diretores se reportando diretamente a ele ou levaria a empresa à falência ou ficaria louco.

Graças a Deus, parece que Dilma, na reforma ministerial que possivelmente fará em janeiro, pretende enxugar o tamanho desse governo.

Lula lhe deixou outro legado pesado, que foram ministros que só permaneceram no cargo porque ele quis, e Dilma não teve como recusar, como o ex-ministro do Esporte Orlando Silva (do inevitável PC do B) e o ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi. Há outros, mas paro por aqui.

Já é tempo, depois de um ano de governo, com as crises pavorosas que precisou administrar, que a presidente, sem deixar de visitar Lula por causa de sua doença, sem hostilizar seu mentor, nem nada parecido, assuma um governo seu, dela, próprio. E aproveite para, no processo de enxugamento do Ministério, decepar outras cabeças do que herdou do antecessor.

Ao fazer seu comentário, o ex-presidente FHC cumpre seu dever para com o país e, apesar de crítico, se mostra um opositor leal a Dilma, dando uma contribuição para melhorar seu governo.

Ele tem razão: com herança podre, Dilma não chegará a lugar nenhum.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − 6 =

59 Comentários

Leonardo Aparecido da Silva em 15 de dezembro de 2011

Sou responsável apenas por este modesto espaço. Só publico críticas ao blog e a mim. Sobre VEJA, dirija suas críticas, se possível em linguagem menos cafajeste e sem tantos erros de português, ao diretor de Redação, pelo email veja@abril.com.br

Corinthians em 15 de dezembro de 2011

Nilton Pezzi – 14/12/2011 às 20:00 Nao vejo lógica em seu comentário – até pelo uso indiscriminado do termo elite. Lulla é muito mais elite do que qualquer um aqui, afinal já está multi-milionário com suas palestras para empresas capitalistas, apesar de seu histórico. mas não é nem o uso da palavra elite que faz com que a lógica não faça parte do comentário, e sim os fatos: Plano Real, que acabou com a inflação – o PT e Lulla foram contra Lei de Responsabilidade Fiscal, que aumentou a capacidade de detectar e punir a corrupção – o PT e Lulla foram contra Bolsa Escola e Auxílio-Gás – o PT e Lulla foram contra Proer, que saneou o sistema financeiro do Brasil – o PT e Lulla foram contra Privatizações, que permitiu com que milhões de brasileiros pudessem ter linhas telefônicas – o PT e Lulla foram contra Saneamento das contas do Estados – o PT e o Lulla foram contra Aí olhamos os discursos de Lulla antes do poder, o programa do PT, e vemos que eles querem o socialismo. E vemos o que ocorreu desde que Lulla se candidatou: Carta aos Brasileiros – desdizendo tudo que havia dito e comprometendo-se a manter o tripé macroeconômico implementado pelo Plano Real Bolsa Família – com o fracasso do Fome Zero, aceita a sugestão do PSDB de unir os programas que ele foi contra (Bolsa Escola, Auxílio-Gás, etc.) Proer – com a crise de 2008, Lulla sugere aos EUA e Europa que façam um Proer nos moldes do executado por FHC Privatizações – não mudaram nada no panorama já existente, aliás privatizaram mais bancos, estradas e hoje caminham para a privatização de aeroportos. Mas deixou que empresas brasileiras e estatais tivessem seus ativos (portanto bens públicos) confiscados por outros governos. Corrupção – o mensalão é o maior escândalo de compra de parlamentares já visto, com amplas provas, confirmado pela PF e pela CPI presidida por um petista. Não param de aparecer casos de que o PT se envolveu com arapongas para espionar adversários de maneira ilegal, quebrando sigilo fiscal. Falsificaram documentos para tentar escapar de seus crimes. Ministro poderoso quebra sigilo bancário do caseiro pobre. Hoje no governo Dillma (continuação do governo Lulla, já que ela está lá desde 2007) já tivemos 6 ministros “demitidos” por indícios de corrupção e tráfico de influência. O PAC ainda está no papel, com sucessivos atrasos. O Minha Casa Minha Vida também. A Copa já está saindo absurdamente mais cara, nos mesmos moldes do Panamericano. Isso para não lembrarmos as promessas de campanha como as creches, UPAs e outros, que vão ficar só como promessas mesmo. A história e os fatos mostram que para o PT, o povo não é nada mais do que massa de manobra, um ente sem capacidade de discernir o que é falado do que é executado. Mais uma vez vemos que não sabemos se acreditamos no PT da campanha ou no PT do governo, no PT que acusa ou no PT que defende. O Brasil estaria melhor nas mãos da oposição. – P.S. O problema com o mensalão não é nem com os crimes que vão prescrever – com as últimas indicações para ministros do STF, é notório que os petistas serão inocentados com base no voto mesmo. O PT não tem vergonha, mantém Dirceu e aceitou Delúbio de volta, o que mostra a índole do partido.

Jefff em 15 de dezembro de 2011

Quanto ao fato de muitas pessoas serem convidadas a sair do blog é só argumentar que existe a liberdade de ir e vir e que cada um usa como quer. Leiam o livro do Diogo Mainardi e relaxem...aquilo sim é que é literatura rsrsrs.

Marco em 15 de dezembro de 2011

Amigo Setti: Explicando:Os gastos do governo são, sob qualquer aspecto e em qualquer situação, um fardo para toda a economia de um país. Ao contrário do que se imagina, o que determina o tamanho de um governo não é a carga tributária, mas sim seu total de gastos. A variável "carga tributária" engloba, obviamente, apenas os impostos arrecadados. Já a variável "gastos do governo" engloba três variáveis: impostos, endividamento e inflação. Explica-se: quando o governo gasta, ele está consumindo bens que, de outra forma, seriam utilizados pela população ou mesmo por empreendedores para fins mais úteis e mais produtivos. Por isso, todo o gasto do governo gera um exaurimento de recursos. Bens que foram poupados para serem consumidos no futuro acabam sendo apropriados pelo governo, que os utilizará sempre de forma mais irracional que o mercado, que sempre se preocupa com o sistema de lucros e prejuízos. Portanto, os gastos do governo exaurem a poupança (por ''poupança'', entenda-se ''bens que não foram consumidos no presente para serem utilizados em atividades futuras''). Ademais, os fundos que possibilitam os gastos do governo vieram (1) dos impostos arrecadados (carga tributária), ou (2) do aumento da oferta monetária (inflação) ou (3) do endividamento do governo via emissão de títulos. A tributação, como todos sabem, nada mais é do que uma destruição de riquezas. Parte daquilo que o setor privado produz é confiscado pelo governo e desperdiçado em maracutaias, salários de políticos, agrados a lobistas e em péssimos serviços públicos. Esse dinheiro confiscado não é alocado em termos de mercado, o que significa que está havendo uma destruição da riqueza gerada. Abs.

Jefff em 15 de dezembro de 2011

Tomara que o Amaury seja processado porque assim ele poderá recorrer a EXCEÇÃO DA VERDADE com direito a ter acesso a mais documentos comprometedores dos tucanos. Tem gente que está pingando o colírio alucinógino do José Simão só ve aquilo que lhe agrada.

Marco em 15 de dezembro de 2011

Amigo Setti: No comentário do Sr. Nilton Pezzi, discordo totalmente, talvez ele está se referindo a uma chamada elite Estatal, ou burguesia de Estado,o q temos hoje é um mal estar depravado sobre o contribuinte,onde se maximiza a arrecadação e não se minimiza o custo, o q se aumentou foi os encargos do contribuinte e a burocracia muito acima de 30% do Pib, e a medicância dos mais pobres, ou seja um vício tributário com um minimo de reciprocidade fora a mais dramática contraprodutividade pública nacional. Abs.

Nilton Pezzi em 14 de dezembro de 2011

De fato, nada vai acontecer com este livro, pois a privataria tucana virou des-noticia. Da mesma forma, nada vai acontecer com os mensaleiros: o Juiz Levandowski já deu a pista. E assim é o Brasil onde, apesar de tudo, a vida do povo tem melhorado. Estaria melhor sem corrupção governamental (municipal, estadual e federal)? Provavelemente sim. Estaria melhor com governo federal da hoje oposição? Provavelmente não, pois a elite que hoje está na oposição sempre mandou no país desde 1500 (por isso que eles não sabem fazer oposição, pois sempre foram governo)e nunca quis viabilizar o bem estar do povo.

Corinthians em 14 de dezembro de 2011

Sabe o que vai ocorrer com este livro ? Nada. Provavelmente o "jornalista" que ninguém contrata vai ganhar alguns processos de calúnia e difamação, nada que se compare aos crimes pelos quais ele já foi indiciado. Eike Batista vendeu mais livros que ele afinal... e nem usou da máquina estatal para isso hein...

Marco em 14 de dezembro de 2011

Amigo Setti: Sr.Pedro, nunca me referi ao Sr. de forma indireta, pq o respeito muito, assim como o Ailton, Jeff e outros... Mesmo sendo nossas opiniões diferentes mas próprias. E o Sr. sabe q o Setti, acho q tbm não gosta muito de opiniões semelhantes. O q me referi é a forma q alguns aqui utilizaram o espaço como o livro fosse uma arma, uma coisa estupafaciente,um meio de abalar, de provocar crises, um arrebatamento de temor. Abs.

Delmar Fontoura em 14 de dezembro de 2011

Dilma! A “Precipitada2”... A "psicopato-semântica” elucida, que tanto do ponto de vista sincrônico como do diacrônico, não existe mais duvidas sobre como pensam essas duas cabeças... ...a de Lula e a de Dilma... ...metamorfose que ainda não complementou sua forma e estrutura: na aparência, no estado, no caráter e na consolidação de objetivos, que teve início duzentos e setenta dias antes do “dia 10 de outubro de 1945...”. “Lá” a concepção da natureza nos deu a aberração de um caráter político troglófilo (na acepção literal), que tomou forma nos “Portões das Metalúrgicas” e evoluiu como “imagem holográfica” projetada pelos “leds” da Imprensa – que se vende ou se deixa comprar –, nessa nevoa nauseabunda que exala o pútrido dos porões do “Neolulopetismo” representado, agora, pela amorfa criatura que é Dilma Rousseff, hospedeira do caráter de seu “preceptor”, cuja metamorfose só se complementará através dessa interdependência, que a maioria de seus incautos – ou nem tanto – analistas não tem “percepção” para entender... Bem!... Mas Dilma é o que atualmente? Ora! É uma “Corpse Flower” (Titan Arum) enxertada na cepa do “terrorismo" que foi e continua sendo sem ter perdido o cheiro horrorível em que resultou... ...É um “ente” que não possui luz própria por isso se põe entre seu preceptor e a “holografia” deste... ...Sobrevive da côdea, avidamente, degustada mesmo que esta tenha caído sobre a lama nauseabunda onde chafurdam... ...”ela” e “ele”... Moral da “estória”: a “(sur)realidade maquiavélica”, entre “preceptor” e "precipitada", confirma o princípio de que o “ser social aético” nunca vai agir como “ser político ético”, porque, a priori, esta virtude não consta na gênese(sic) do seu caráter como “ser humano”! Delmar Fontoura. PS – “Precipitada2” por dois motivos: primeiro por ter sido precipitada sobre a vontade do Povo, segundo porque, sua ética, é precipitada destrambelhada em tudo que diz e faz no exercício político... Do: http://jpfontoura.blogspot.com/

Pedro Luiz Moreira Lima em 14 de dezembro de 2011

Amigo Setti: Não quero criar embaraços - é um livro simplesmnte um livro - não é uma bomba,nem metralhadora apenas um livro. Seu autor um jornalista - simplemente um jornalista - não é um terrorista e nem um homem procurado pela justiça. O assunto abordado não é ideológico - não fala de Estado Minimo e nem Grande,não fala de privatização versus estatal. Não se coloca nem como socialista,capitalista,comunistas e quantos ISMOS existirem - o livro trata de corrupção,lavagem de dinheiro de politicos,familiares do PSDB e de menor monta o PT. Não adianta o Serra dizer que é LIXO! pois o assunto abordado pelo jornalista Amaury Ribeiro jr é conhecido. Debatido no mínimo uns 2 e anos e em 2002 a Revista Veja apresentava as primeiras reportagens contra Serra,Ricardo Oliveira e Presciano. A Isto É com o reporter Amaury Ribeiro jr - fazia as mesmas denuncias em 2002(?) Não faço CORNETAGEM - como disse o colega de coluna Marco - mas quero saber o que ocorre. Fui ao Nassif,ao Brizola Neto e novos documentos aparecem - não são denuncias - são documentos e aberturas de empresas no Brasil com capital de R$100,00 e não mais que de repente recebem aportes externos de R$50.000.000,00 de Bancos como Citicorp e quem são os administradores?Veronica Serra,Paulo Henrique Cardoso. O filho de Lula - a toda hora é citado pelo enrriquecimento de sua empresa pela Telemar e deve ser investigado - e porque Veronica Serra e Paulo Henrique Cardoso não? Reinaldo Azevedo,Augusto Nunes... têm blogues e são abertos a consultas assim como Nassif,Brizola Neto,Melo ...quando em duvidas consulto todos - no entanto como comparar se existe um silencio completo - um lado coloca opiniões e dados,do outro lado silencio?querendo ou não, me posiciono - algo de podre no reino de Serra e FHC - Não parece ser o o filme "O silencio dos Inocentes " mais sim "O Silencio dos Culpados." Pimentel,Luppi,Negromonte e outros são tão humanos como Serra e Fernando Henrique Cardoso - são politicos e sujeitos ou não as falhas e falcatruas,na verdade a Grande Midia trata Serra,FHC e família acima dos HUMANOS. Dizer que é "LIXO!" não cala e nem calará a bloguesfera e por ultimo a Rede Record é tão legal quanto a Rede Globo - as duas estão no ar,com novelas,filmes e telejornais - Record aborda o tema,a Globo não - um livro recordista de venda e um assunto seríssimo - o jornalismo da Record esta cumprindo o papel de informar.Globo,Record e SBT o de silenciar. Até quando? Pedro Luiz PS - meu respeito e admiração a voce em nenhum momento foi arranhado.Minha critica não é pessoal a você - apenas ao SILENCIO.

José Américo C Medeiros em 14 de dezembro de 2011

Prezado Setti, peço desculpas, mas, em meu post anterior, quando eu falei em "ininteligível" omiti que solicitava não postar, seria apenas levar ao seu conhecimento o link para download do livro. Ficou parecendo que desdenharia da sua resposta. Peço que me perdoe, não foi essa a intenção. Tenho-o em mais alto respeito e admiração. Sei perfeitamente, agradeço e retribuo o respeito e a admiração, caro José Américo. Não tive nenhuma impressão errada sobre seu comentário. Um abraço e obrigado por sua delicadeza e atenção.

Luiz Pereira em 13 de dezembro de 2011

Setti, boa noite, Alguém aí embaixo perguntou sobre as credenciais do Amaury Jr, autor do livro. Salvo ter lido em fonte errada, ele andou metido em fabrico de dossiê falso na última campanha. Isso já não seria bom indicativo. Eu não gosto do modus operandi petista de governar. Mas gosto menos ainda de corrupção. Nesse quesito, o PT já é a instituição mais bem sucedida da história do país -ninguém conseguiu apodrecer tanto e tão rápido. Quando era oposição, há que se reconhecer: era um partido aguerrido. Então, como diabos eles não usaram as tais provas que esse livro apresenta para botar na cadeia todos aqueles que aparecem como corruptos? Como em todo governo, certamente deve ter havido corrupção no de FHC. Talvez a grande diferença tenha sido a de que com FHC ela não era estimulada nem sistematizada. Acontecia dado que o sistema político brasileiro é feito para que a corrupção exista. O que Lula, Dilma e o PT estabeleceram é um modelo de governo baseado na corrupção. abs

ROSANA em 13 de dezembro de 2011

O Ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso comosempre está super certo. Com lucidez que o que é correto. Dilma não vai mudar nada,até agora não mostrou para que veio,aliás mostrou sim, enganar as pessoas como fez Lula e como faz seu partido. Ela é igual a eles, a maioria são imorais e aéticos.

Marco em 13 de dezembro de 2011

Amigo Setti: É meu amigo, tu tem q ser um herói para aguentar essas CORNETAGEM jornalisticas a favor de argumentos sem fatos q gostam de incidentes sem consequências, e de relações com uma minoria meio povo, de livros veneráveis e irrefletidos, querendo influenciar pessoas insensatas com pouco gosto refinado de apenas implantar suspeitas "intelectuais", como os mais livres e os mais puros desse "povo", estou atento para saber qual vai ser a cota para o ano q vem dos blogs e revistas Estatizados, 30 mi, 40 mi ou 50 mi. Não seria corrupção se pelo menos quisessem receber menos q o povo recebe por essa admiração sem limites. Mas como tem os Blogueiros oficialistas dessa turma q nem tem o trabalho para persuadir sua deseducação e negligência com isso são tipos no minimo, q não tem nem uma pequena fria desconfiança antes d transformar isso numa obra épica. Abs. Pois é, Marco, meu amigo. É preciso ter o couro grosso. Mas já estou vacinado. Um abração pra você.

Augusto vai sair de veja, não da veja em 13 de dezembro de 2011

Covardes que se escondem atrás de pseudônimos e falsos emails não merecem resposta, mas mesmo assim, deletando suas ofensas, digo: se o tal livro da "privataria", que tem a seu favor um dos mais impressionantes lobbies que já vi sobre qualquer outra obra -- coincidência, não? --, tiver fundamento, defendo uma posição simples: que as autoridades investiguem, levem os indiciados à Justiça e, se culpados, que sigam para a cadeia, sejam eles quem forem. Simples assim. Mas sujeitos como você não dizem que somos da imprensa "PIG"? Que essa imprensa não tem importância nem credibilidade? Então porque insistir tanto em ler a respeito do livro neste blog e em outros? Vá às dezenas de blogs lulo-petistas, ligue a TV Record, leia as revistas que você sabe quais são, refestele-se nisso tudo e não me amole a paciência.

Eugenio em 13 de dezembro de 2011

Concordo plenamente com o ex presidente Fernando Henrique , que da maneira como está não deva continuar,a presidente Dilma tem mais é que tirar todos esses ladrões que estão atrapalhando a sua gestão.

carlo em 13 de dezembro de 2011

a politica sempre preserva, uma visao viciada, entao vai a minha: quem teria deixado a herança podre? já sabemos nao foi ele, claro. sera que nao haveria nada de podre, na realeza tucana?

Marina em 13 de dezembro de 2011

Isso é que é corrupção. Colocou as meias, as cuecas e os panetones no chinelo. Serra e FHC deram um olé até no Maluf. Quanto as provas meu caro Setti, estão no livro do Amaury, selado, assinado e carimbado pelos próprios acusados. Contra fatos não há argumentos. - Agora, tentar desqualificar o autor do livro já era esperado. Até armaram pra ele e TODO MUNDO SABE DISSO. Será que o processo que a Verônica Serra responde também é por falsas acusações. Tenha dó, não insultem nossa inteligência. - Só o João Dias merece crédito, né mesm? Quanto partidarismo e hipocrisia. Ainda bem que a sociedade brasileira aprendeu a ler nas entrelinhas... desde 2002. Alvíssaras!

Enio em 13 de dezembro de 2011

Como sempre nosso amado Presidente tem razão. Ele e todo o Brasil espera que a Presidente Dilma imponha o seu governo e o rítmo de governar. O fato de ter que conviver com subalternos impostos (e impostores)é muito cruel. Nós mereçemos um governo para o povo e pelo povo e não para tão somente as elites maranhenses, baianas e nordestinas. O povo quer amanhecer com o sol na janela.

Marco em 13 de dezembro de 2011

Amigo Setti: É meu amigo, há por parte d alguns aqui uma ira de espécie animal ou primitiva contra idéias de avanço e progresso, o melhor mesmo é manter a distância. Abs.

Luciano Junqueira Moreira em 13 de dezembro de 2011

Caro Ricardo Setti, Eu li na CNN o comentário de uma pessoa indignada com a ausência de referências na grande mídia sobre o livro do Amaury Jr. "Fala de um texto explosivo que consolida o curso da história política atual do Brasil. Enterra a carreira política de José Serra, coloca o legado de FHC no seu devido lugar (um governo corrupto e vendilhão da Pátria), e acaba com qualquer pretensão do PSDB de vir a ser uma alternativa de poder nacional novamente." Se for possível você poderia me dizer quais são as credenciais deste jornalista. Muito obrigado. Luciano Leia o comentário do leitor Corinthians ao mais recente texto que publiquei do jornalista Carlos Brickmann.

Liana em 13 de dezembro de 2011

A privataria tucana é o que há de mais podre na história deste país. O povo brasileiro tem ogeriza do nome FHC. Tudo que sai da boca deste senhor é irrelevante. Se, os próprios tucanos têm vergonha dele, a ponto de escondê-lo, quem vai dar crédito às asneiras que ele fala... Alguém provou algum crime cometido por algum integrante do governo FHC? Você já procurou se informar sem ser com os inimigos de FHC e de seu governo, com alguma fonte minimamente isenta?

bruno em 13 de dezembro de 2011

Amigo Setti, na verdade estamos regredindo o que melhorou no país pelas maõs do PT e do inimputável Lula. Quem manda no Governo são os mesmos de sempre, o PMDB. O que melhorou no país.Infraestrutura - sem comentários. Segurança Pública - caos., Educação - estamos na rabeira, Saude - tristeza o descalabro. A mediocridade reina neste país e o povo, ora, o povo continua a mesma massa de manobra de sempre para os espertalhões da ora...........triste país.....

José Américo C Medeiros em 13 de dezembro de 2011

Bom dia, Setti, Hoje, aqui no Rio, um dia de verão, muito sol, céu azul, e calor. Bom, não precisa responder, seria ocupar o espaço com algo ininteligível aos demais leitores, mas, se tiver curiosidade, e paciência, e como está longe do Brasil, segue abaixo o link para download do livro do Jornalista Amaury Jr. Abraços, http://www.megaupload.com/?d=C2Q5RRVK

Jefff em 13 de dezembro de 2011

Pobre Setti existe uma orquestração contra o impoluto FHC... Nossa é de doer o coração o que fazem com esse moço. Todos aqueles orgão que fornceram a vasta documentação estão de coluio com os comunistas comedores de criancinha. Não fique indignado caro Setti fique jornalista. Leia o livro do Diogo Mainardi quem sabe vc fica mais calmo.

GlorInha de Nantes em 13 de dezembro de 2011

A rrousseff oferece-nos uma autêntica chanchada. Quando abre e fecha as cortinas dos palcos, as tragédias llullopetistas são encenadas. Sempre os mesmos roteiros, marcação de cenas, paleta de cores, trilha sonora, azedos e podres odores. Sim! Há odores, nestas representações. Indisfarçáveis e autênticos, os odores revelam que a tragédia real esconde-se enquanto se encena a chanchada. . O papel de protagonista é da rrousseff. Os Ministros e seus partidos-facção, coadjuvantes nesta terceira temporada de reencenação, são canastrões, uns, e mambembes, outros. Repete-se a cenografia, usando e abusando de lixo, fumaça, tapetes e cortinas. Repete-se a trilha sonora. Entoa-se, invariavelmente, o “covarde eu sei que me podem chamar”. A rrousseff insiste em empurrar, umbigada cá, umbigada lá, umbigada acolá, a última cena dos mais contundentes atos. . A chanchada acrescenta, tal qual um estribilho, no ato final, o “Atire a primeira pedra, rapaz, aquele que nunca sofreu por amor.”. Haverálágrimas, ao fim e ao cabo! Serão artificiais. . Por que tanta e tão longa resistência para exonerar mais um ministreco esvaziado de suas funçōes. E isto desde a duplicação destas, atrbuídas a secretarias especiais instaladas no Palácio do Planalto, ainda em seu tempo de Chefe da Casa Civil?! . Por quê?! Há muitos porquês, desde sempre. Entretanto, neste caso, “O” Porquê seria um poderoso exterminador do presente e do futuro do llullopetismo. Creio nisto. Esta é uma das trilhas do saneamento da Política. . A rrousseff perde o “time” desta vez! O Mário Negromonte, o Fernando Pimentel, o Fernando Haddad insistem em apresentar-se como os próximos coadjuvantes da chanchada. O Pimentel já pressiona ofegante, com resfolegante resistência, “scriPT” da personagem decorado. O som da fala, por vezes, superpõe-se aos zurros de outros ainda não visíveis, nitidamente, no palco. . E a plateia continua desatenta, prestes a desencadear uma altiva e ativa VAIA! . Entretanto, sem pressenti-la, a fila dos mequetrefes que almejam contracenar com a favorita do Diretor pressiona a ambos. À protagonista rrousseff e ao companheiro de cena. Muitos são, muitos estão. Enfim, receosos e ansiosos, muitos apressam-se e agilizam seus “mal-feitos”, antes que tudo se acabe. Sob pressão, Lobão, Haddad, Padilha, Buarque de Holanda, Salvatti e Cardozo estão incontroláveis. Quase implodindo! . À beira de um ataque de nervos, a rrousseff corre. E posta-se ao abrigo sob axilas de outro canastrão, o do dedaço, diretor dessa Companhia Mambembe, a fim de suportar o fracasso pressentido da terceira temporada da chanchada. E reaprender o “time” das encenaçōes. E dar um tempo. Dar tempo ao tempo, embromar, enrolar. . A falsa presidente, o poste, a ocupante da cadeira presidencial, a “ungida” “atora” prefere, durante os apertos, postar-se à toa, em providencial viagem ao exterior mais “pertinho”! Há um palco, logo ali, no Caribe ou no Sul-Portenho, onde ensaiará com Llulla, ZéDirceu, Cardozo, Pimentel, Franklin Martons e quem mais houver, o próximo fracasso da PaTuleia que nos “governa”! . Até que a plateia decida pela VAIA, e assuma o palco. Ou, altiva e garbosa, determine a mudança. . __" Diretor e protagonista : Fora! Uhhhhh . . .!" __ "Companhia Mambembe : Fora! Uhhhhh . . .!" __ "VIVA A VAIA! VIVA A VAIA! VIVA A VAIA!"

Observador100 em 13 de dezembro de 2011

Caro Setti Permita-me parabenizar o Corinthians, não o clube, mas este que assina aí em baixo. Perfeito. Não adianta insistir com a Dilma, ela é apenas "pau mandado" do plano do PT de se perpetuar no poder. O resto são sonhos de uma noite de verão e de colunistas que ainda creem em papai noel abraço

Corinthians em 13 de dezembro de 2011

Setti, Nem precisa publicar, estou só enviando aqui meus agradecimentos, pois fiquei realmente lisonjeado por sua sugestão ao comentarista Antônio Carlos - 12/12/2011 às 20:09 que leia e opine sobre meu comentário no post do Carlos Brickmann. Eu realmente apreciei - mesmo sendo como resposta ao "spam" de propagandas do tal livro, sei que para ser colocado como "referência" à um leitor é por que devo ter acertado mais que errado em meu texto - reconheço que sou chato e que o certo seria deixar estes que propagandeiam o livro pra lá, mas não consigo... e acabei por desabafar. Obrigado mais uma vez, seu reconhecimento realmente fez meu dia melhor. Abraço do cara mais chato do blog do Setti :) Você não é de modo algum chato, caro Corinthians, mas um leitor participante que só enriquece o blog. Abraços

Pedro Luiz Moreira Lima em 13 de dezembro de 2011

Rosa Calixto: Poupe me chamar de "missivista petista a soldo" não sou um informador de opinião merecedor de soldo. Um abraço apenas de um frequentador de um blogue onde o direito de opinião é um DOGMA,não DOGMA religioso mas ÉTICO. Pedro Luiz

Pedro Luiz Moreira Lima em 13 de dezembro de 2011

Amigo Setti: Consegui comprar um exemplar - no livro de Amaury Ribeiro jr - Privataria Tucana - não existe o menor debate sobre privatização - trata sim de comissões,paraisos fiscais,empresas em nomes de familiares de Serra,do caixa de campanha de FHC e Serra. A ida de dinheiro para o exterior comandada por Ricardo Sergio de Oliveira - caixa da campanha de FHC e Serra - chega a um total de 3 BILHÔES de DOLARES. O livro trata de corrupção e de lavagem de dinheiro. São 100 paginas de documentos - com registros de firmas autenticadas em cartórios,no exterior em juntas comerciais americanas, em paraisos fiscais e por ultimo aqui no Brasil. Sou leitor e não cabe a mim provar a verdade do texto ou veracidade dos documentos,cabe a imprensa,cabe a Serra e familiares,cabe ao Ricardo Sergio de Oliveira,cabe a Aécio Neves,cabe a FHC ,cabe ao Ministério Publico e por fim cabe a nós brasileiros a EXIGIR o fim do silencio. Estamos na segunda -feira,o livro saiu na sexta passada com estouro de venda e um aasunto envolvendo 3 Bilhões de Dolares de corrupçao,lavagem de dinheiro dos 2 mais importantes membros do PSDB - FHC e Serra - e o silencio continua absoluto? A honestidade do jornalista Amaury Ribeiro jr para mim é secundario - os documentos são verdadeiros?o texto é real? Se fosse um livro para mostrar que as privatizações foram um fracasso para o Estado Brasileiro seria um excelente tema para debates - não é o caso:o livro aborda corrupçãop e lavagem de dinheiro de um ex ministro,ex prefeito,ex governador e ex candidato a Presidente da Republica,José Serra e família.Do outro lado um ex ministro, ex senador e ex Presidente da Republica - Fernando Henrique Cardoso. Sim,há outors personagens menores como Aecio Neves e alguns membros do PT. Querer abafar o livro com o silencio é impossivel - só calando a internet. Saim das Sombras melhor agora,defendam as suas integridades PSDB,Serra e familia e por ultimo FHC - o Amaury Ribeiro jr se verdadeiro dá o caminho das pedras,se falso o silencio de voces em nada provam a falsidade. Um grande abraço a todos do blogue e ao Setti. Pedro Luiz

Alberto em 13 de dezembro de 2011

Alberto Santo André... Tá boa, santa? Me poupe, né?

Corinthians em 12 de dezembro de 2011

Caro presidente: Você está errado. Tivesse Dillma uma outra herança, não seria Dillma. Dillma É a herança. Faz parte, está entranhada no sistema - só não é tão estabanada, falastrona e prifissional como o antecesor. Mas ela faz parte deste governo desde 2007. Ela é mãe do PAC e do Minha Casa Minha Vida, que já atrasaram muito mais do que o aceitável e continuam essencialmente no papel. Ela é a madrinha de Erenice Guerra, que foi alçada à condição de ministra para se ver enrolada em acusações de tráfico de influência. Aliás, caro presidente, foi ela que falsificou a planilha com os supostos gastos com cartões corporativos em seu governo, lembra-se ? E foi Dillma que o alardeou. Foi Dillma que assinou/nomeou cada um dos 39 ministros, não foi o PMDB, nem o PT, nem Lulla. É a assinatura de Dillma. E pelo que me consta, ela não demitiu nenhum deles - todos ficaram no poder enquanto aguentaram, e saíram por que eles pediram demissão. Infelizmente FHC, você está errado. Dillma não pode se livrar do entulho deixado por Lulla - não pode, por que ela é o entulho, e ela está bem no topo.... e é uma queda bem alta.....

alberto santo andre em 12 de dezembro de 2011

gostaria de explicar ao petralha alberto, meu xara apenas de nome, nao de Qi, que a privataria como ele se referiu as privatizacoes de fhc ,foram o que fizeram o crescimento de empregos no brasil [o setor de servicos brasileiro ,embora de pessima formacao e qualidade ,se comparado ao da india,] e o de agricultura e mineracao [vale ]que fizeram o superavit da balanca comercial ,visto que somos essencialmente exportadores de comodites,e como pais exportador de valores agregados, nao passamos de zero a esquerda,[tanto mais que a petrobras que nao foi privatizada, teve uma queda no valor de suas acoes, muito maiores que as acoes da exxon, que teve um prejuizo de mais de cem bilhoes de dolares, devido ao vazamento no golfo do mexico,]a petrobras que em oito anos do governo fhc ,havia conseguido aumentar sua producao de seiscentos mil barris/dia em 1993 para hum milhao e setecentos mil barris/dia em 2002,enquanto este ano a petrobras, fecha o ano com uma producao de pouco mais de dois milhoes e duzentos mil barris/dia , so estes numeros para uma pessoa inteligente ja bastaria.

Lapeno R em 12 de dezembro de 2011

39 ministerios...eu tenho certeza que a Dilma nem sabe de cabeca o nome de todos.

Reidson em 12 de dezembro de 2011

Herança boa é a que FHC deixou para seus familiares, financiadores, partidarios... tudo isso documentado em centenas de páginas que nínguém do PSDB nem da imprensa partidária tem coragem de mencionar. O silencio da mídia é o mais vergonhoso uma vez que ela se auto-entitula imparcial e bem intencionada. A Privataria Tucana parece ter acertado o alvo.

HENRIQUE em 12 de dezembro de 2011

CARO SETTI , DE HERANÇA PODRE ELE ENTENDE !!NOS DEIXOU UM MONTE DE LIXO !! Caro Henrique, por conhecer bastante o que foi realizado durante os 8 anos de FHC como presidente, discordo inteiramente de você. Mas este blog é democrático, como você sabe, e aí está sua opinião. Abraço

Jose Americo C Medeiros em 12 de dezembro de 2011

Caro José Américo, deleto seu comentário, conforme o solicitado. Quer saber o que vai acontecer com o evento mencionado por você? Nada. Nada. Abraço

Rosa Calixto em 12 de dezembro de 2011

Hoje os tucanos estão sendo atacados por missivistas petistas a soldo. Sabemos disso. E o sr. Fernando Henrique Cardoso mantem a sua elegancia. Questão de estilo. Os livros não falam, mas no governo FHC foi instituida a lei LC 108/2001 que retirou o corpo social da PREVI ( Caixa de Previdencia dos Funcionários do Banco do Brasil). Hoje estes funcionários, proprietários deste fundo não podem opinar como aplicar o seu dinheiro. Perderam todos os seus direitos. Eu gostaria de perguntar ao elegante FHC se a aposentadoria, ou as aposentadorias dele vão bem. Nós da PREVI, estamos sendo espoliados pela sua lei. Que ele responda aos ataques. E a minha pergunta: está satisfeito, por ter feito tato mal aos vagabundos que trabalharam trinta anos para pagar o seu fundo de pensão e agora estõa na miséria? Satisfeito Senhor?

Antonio Carlos em 12 de dezembro de 2011

Vc que é um dos poucos jornalistas confiáveis, gostaria de saber por que a mídia que protege o Serra não comentou nada até agora sobre o livro do Amaury Ribeiro!!!Com a palavra........ Caro Antonio Carlos, sugiro que você leia um longo comentário do leitor Corinthians ao texto do Carlos Brickmann que postei. Leia e depois me diga o que achou. Abraço

rosa do luxemburgo( o jardim) em 12 de dezembro de 2011

Mas escuta aqui. Eu até entendo a elegancia do FHC. Mas tem dois livros na praça sentando o pau neles, os tucanos. E não pode sujar o terninho? Não vai sair na chuva? Tem que rebater. No volei é assim. Como em qualquer jogo. Politica é jogo. Se não rebate perde. Vão ou não vão, com elegancia e sobriedade rebater as acusações? Isso é o que o Brasil espera. O Brasil honesto é claro. O outro nem vai ouvir. Cara Rosa, já devem ter sido publicados uns 20 livros criticando as privatizações feitas por FHC, e uns 10 mil posts em diferentes blogs, fora centenas de reportagens em tudo quanto é tipo de publicação. FHC já se estendeu enormemente sobre o assunto em seu livro de memórias, "A Arte da Política -- A História que Vivi" (Editora Civilização Brasileira, 2006, quarta edição 2011, 700 páginas). Colaboradores seus já escreveram muito sobre o tema, concederam dezenas de entrevistas. Não entendo o brutal lobby cobrando agora que se comente esse livro. Aliás, entendo, sim.

wagner em 12 de dezembro de 2011

Poderia remover os comentarios de petralhas. Um blog de espírito democrático, como este, precisa ser tolerante. Só removo comentários ofensivos, com palavras de baixo calão, ameaças, incitação ao crime e coisas do tipo. Abração

Jose Americo C Medeiros em 12 de dezembro de 2011

Caro José Américo, Atendendo a seu pedido, não publico o comentário. O problema dessa pessoa a que você se referiu é sua mínima credibilidade, devido a escândalos em que se envolveu no passado. Há muito barulho em torno do assunto agora, porque é orquestrado. Se você confiar no meu julgamento... Abraços

Mari Labbate *44 Milhões* em 12 de dezembro de 2011

FHC expressou-se corretamente, ao citar o "PESO MORTO" deixado, como herança, pelo senhor Lulla! Haja caçamba, para recolher todo esse "ENTULHO"! Dona Dilulla ainda não compreendeu a Lógica: quanto maior a carga, mais difícil torna-se carregá-la. Certíssimo, SETTI: O Brasil está inadministrável! Para a instalação do comunismo, o duplo governo enlouqueceu e está levando o País à falência. Realmente, a Dona Dilulla perdeu o controle da embarcação, cujas avarias já eram plenamente observáveis, antes de 31/10/2010, Dia do Plebiscito: Liberdade Democrática Verdadeira ou Falso-Rico-Comunismo. Triste fim... Porém o Povo Brasileiro aprendeu inúmeras lições. A mais importante delas foi: optar pela LIBERDADE, em vez de contar com o ovo da galinha...

vanderley farias ferreira em 12 de dezembro de 2011

FHC é sempre brilhante nas idéias e inocente ao efetuar sugestões a esse bando de rufiões que manda em nosso Brasil. A Dilma não tem como se livrar da quadrilha já que foi ela, devidamente amestrada pelo Grão Mentiroso e Ilusionista Lula, quem aceitou e azeitou o uso criminoso da máquina pública para a sua eleição. Caso tente se redimir, terá sempre que ouvir: cuidado, senão abro o bico e conto todas as maracutaias e bandidagens por nós efetuadas. Quem não deve, não teme. Quem deve é prisioneiro dos seus erros. FHC, o politico mais bem preparado dentre todos deste Brasil, poderia gastar os seus neurõnios para nos guiar no caminho da volta à administração pública de homens competentes, sérios e honestos, acabando de vez com esta República Sindicalista vergonhosa em que sofremos há já longos 11 anos. Abaixo a corrupção, abaixo a incompetência e abaixo prinpalmente o mau caratismo vigente na vida pública brasileira.

indignda em 12 de dezembro de 2011

FHC É TÃO BONZINHO!?!? DANDO CONSELHOS PARA A MONARCA? É POR ISSO QUE O PT ROLA E ATOLA NO PSDB QUE É A ÚNICA SIGLA QUE ESTÁ RECHEADA DE GENTLEMAN E É POR ISSO QUE ACABAM PERDENDO ELEIÇÕES PELOS TROGLODITAS DO PT. A PETEZADA NÃO TEM ESCRÚPULOS, NÃO TEM EDUCAÇÃO, NÃO TEM CARÁTER. FHC SEMPRE EDUCADO, SERRA SEMPRE EDUCADO E AÍ SÃO CAPAZ DE PERDER TODAS. ME SINTO ÓRFÃ.

jj em 12 de dezembro de 2011

Não existe oposição no Brasil, existe sim uma meia dúzia falando besteiras, aliás falar e fazer besteiras o fhc é mestre. C/ a chegada do livro do Amaury R.Jr. ele terá muito o que falar.

Teresinha em 12 de dezembro de 2011

Oposição refinada é outra coisa! Graças a herança do FHC (vide Alvaro 17:15), o Brasil foi muito beneficiado com o crescimento econômico que aliás nossos vizinhos também foram, exceção Venezuela e Haiti. Com tanto imposto recolhido nesses 9 anos cadê os benefícios devolvidos aos brasileiros?

José Maria Florencio em 12 de dezembro de 2011

Antes de FHC o Brasil era um, depois de FHC, o Brasil é outro, mesmo com o Lula / Dilma.

Alberto em 12 de dezembro de 2011

E a sua privataria, hein, FHC? Que cara de pau, meldeus!!!!

Pedro Luiz Moreira Lima em 12 de dezembro de 2011

A cda pagina do livro Privataria Tucana - me assusto mais - documentação numero,registro e fontes. Silencio de FHC,Serra e famílias não pode durar para sempre e os meios de comunicações também. Esconder uma Montanha do tamanho do Everest - somente numa ditadura - e felizmente estamos a quilometros de distancia delas. Em algum momento as Ave$$truze$$ terão que responde as acusações. Como aguardo! Pedro Luiz

Tuco em 12 de dezembro de 2011

. O sempre brilhante FHC, vez ou outra, tem repentes de ingenuidade ou senilidade. .

André Coelho em 12 de dezembro de 2011

Todo e qualquer governo tem seus acertos e erros, o problema é pra onde tende a balança. Fico abismado quando mesmo depois de DEZ anos no poder, ainda há pessoas que tentam encobrir as falhas do atual governo, maldizendo os anteriores e se apossando dos legados positivos.

Alvaro em 12 de dezembro de 2011

Eh, de heranca o FHC entende, e muito. Entre elas: inflacao baixa (no governo anterior a inflacao era de 2 digitos mensais), solidificou os bancos (Proer), estabilizacao da moeda (Plano Real iniciado no governo Itama), e responsabilidade fiscal. Estas foram a reais herancas de FHC, nas quais o PT foi contra todas quando era oposicao, e continuou o trabalho quando governo. Portanto, eh a oposicao que finge que a heranca foi maldita, pois caso contrario teria se livrado dela, ao inves de abraca-la.

Expedito em 12 de dezembro de 2011

Como a Dilma pode se livrar do "entulho" que o Lula deixou, se ela é o entulho maior legado ao Brasil pelo seu antecessor. O que Dilma era antes de ser eleita- pelo Lula diga-se, de passagem? Uma gerotona hábil em fazer dossiês contra os tucanos e escrachar subalternos. Portanto, para acabar com o entulho legado por Lula, ela vai ter que se autodeletar.

ctl em 12 de dezembro de 2011

Discordo de FHC: não diferença entre os "escolhidos" por Dilma e os "escolhidos" por Lula. Que Ministro, entre os atuais 38 ou 39 são realmente de peso, de honestidade, de qualidade, de conduta ilibada? Nunca antes neste País se produziu tanta porcaria e que estão a ocupar os Ministérios. Não sobra um, todos cacos e sem qualificação.

And em 12 de dezembro de 2011

Não publico comentários ofensivos a colegas.

Moraes em 12 de dezembro de 2011

Concordo com voce Jeff, não podemos dar valor as **** que FHC diz, ele é o maior culpado por todo esse estado de coisas que vivemos e convivemos

Jeff em 12 de dezembro de 2011

De herança podre o FHC entende! Pena que ele finge que não é com ele!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI