Image
Charlotte na capa da “Vogue” francesa: “Princesa é minha mãe”

Bem que ela tentou — ou pelo menos fez de conta de que queria uma “vida normal”. Charlotte Casiraghi, 25 anos, a única mulher entre os 3 filhos da princesa Caroline, de Mônaco, estudou Filosofia na Sorbonne, em Paris, onde compartilhou o aluguel de um apartamento com uma amiga, foi boa aluna e formou-se. Em dúvida sobre que rumos seguir, porém, flertou com o jornalismo e a comunicação, e fez estágios no prestigioso The Independent, de Londres, e na editora de livros  Robert Laffont, de Paris.

Em vez de seguir uma carreira, porém, Charlotte, que visivelmente herdou a beleza da mãe e da avó, a falecida ex-atriz Grace Kelly, acabou fazendo o que fazem os muito ricos, especialmente se pertencentes à realeza — mesmo que à de Mônaco, um reino da fantasia que na verdade é uma grande máquina de fazer dinheiro, incrustrado em 2 quilômetros quadrados de rochas na espetacular Côte d’Azur francesa.

Ou seja, “debutar em sociedade” num baile milionário, pular de festa em festa, relaxar a bordo do luxuoso iate materno, o Pacha III, de 20 metros de comprimento, e cuidar de seus cavalos de hipismo, com os quais espera competir nas Olimpíadas de Londres, no ano que vem.

Para completar o ciclo, Charlotte — cujo pai, o empresário italiano Stefano Casiraghi, morreu num acidente com uma lancha de corrida quando ela tinha 4 anos — acaba de surgir na capa da esperada edição de setembro da revista Vogue francesa, bíblia da moda. E numa reportagem de 23 páginas, fotografada pelo badalado peruano Mario Testino tendo como cenário o fabuloso castelo-museu de Fontainebleau, na França.

Durante as sessões de foto, ela só se recusou a posar na cama que pertenceu à rainha Maria Antonieta, decapitada pela Revolução de 1789: “Detesto a caricatura”, disse. E também fez questão de assinalar que princesa é a mãe, e não ela.

Ah, para não ser injusto com a moça e dizer que ela não faz nada: ela é fundadora e uma das editoras da revista EVER Manifesto, que, chiquérrima, defende — vejam só vocês — a sustentabilidade na indústria do luxo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 1 =

16 Comentários

Marcelo em 03 de março de 2014

Charlotte é tão dependente quanto quem não vive de mesada, e trabalha. Ela é esteticamente deslumbrante, ao menos aos meus olhos, e acho que não estou entre poucos. Elegantérrima e culta, ao menos de cultura mais extensa do que a maioria dos mortais supostamente eruditos: fala com fluência francês, italiano, inglês e alemão. Estudou filosofia na Sorbonee. Não acho que mereça o tom "vejam vocês, uma patricinha da nobreza que quer ser inteligente e famosa ´pelo que ela é como pessoa´". O tomrevela ingenuidade e eu poderia arriscar a dizer que revela uma pitada de inveja. Outras, se estivessem no lugar de Charlotte, provavelmente fariam muito menos, e certamente com muitíssimo menos charme. Quanto ao DNA da princesa (e não me refiro ao título de nobreza), ele não é mais difícil (como disse alguém) do que o da maioria das pessoas que estuverem dispostas a examinar com profundidade o que fizeram seus probos antepassados.

Gabriela Santana em 24 de fevereiro de 2013

Faço minhas as palsvras de Lourdes (08/09/11). Esta moça é muito lúcida e objetiva. Parabéns, Lourdes!

Francy Granjeiro em 10 de outubro de 2011

Chamou de pig não tem vez aqui. Tchau.

Lopes em 10 de outubro de 2011

Ela representa a liberdade de escolha e com certeza a ministra Ira-ny não vai conseguir tirar a calcinha dela. Essas belezas se reproduzem, casam-se e têm filhos então é melhor ir nos acostumando com esse tipo de mulher. A profissão de moldelo tende a crescer no mundo todo - um fato que me espantou muito foi o aumento da indústria pornográfica e garotas de programa. Acho que a garota vai lucrar mais como modelo do que como filosofa, não só ela como qualquer outro. Hoje no Brasil pedreiros, pintores, gesseiros, eletricistas estão ganhando mais do que alguns que carregam diploma superior debaixo do braço.

Betty em 10 de outubro de 2011

Setti, a Charlotte nao é a única filha da Caroline. Ele tem tb a Alexandra filha do Ernst von Hannover! Você tem razão. Vou rever o post. Ela é a única filha do casamento com o falecido Casiraghi. Abraço e obrigado pela atenção.

Gladson em 09 de outubro de 2011

"Olhai para os lírios do campo, como eles crescem: NÃO TRABALHAM, nem fiam. Eu vos digo que nem mesmo Salomão, EM TODA A SUA GLÓRIA, se vestiu como qualquer deles" (Mateus 6:28-29).

JOSE RIBEIRO DA SILVA em 09 de outubro de 2011

Em função de erros de digitação refaço meu comentário Cada macaco no seu galho e portanto, sem muitos comentários. O DNA da moça é muito complexo: Avós normais MÃE amalucada, que casou-se com mafioso e perdeu a grande chance de casar-se novamente com um cara quase normal. Foi namorada do Alain Prost TIA biruta, que chafurdava com seus guarda-costas e acabou se casando com um deles TIO gay, que finge ser pai de "n" filhos bastardos, cuja paternidade é duvidosa. É uma invenção para dar a ele um ar de macho

JOSE RIBEIRO DA SILVA em 09 de outubro de 2011

Cada macaco no seu galho e portanto, sem muitos comentários. O DNA da moça é muityo compleso: Avós normais MÃE amalucada, que casou-se com mafioso e perdeu a grande chance de sasar-se novamente com um cara quase normal. Foi namorada do Alain Prost TIA biruta, que chafurdava com seus guarda-costas e acaou se casando com um deles TIO gay, que finge ser pai de "n" filhos bastardos, cuja parternidade é duvidos. É uma invenção para dar a ele um ar de macho

Octávio em 09 de outubro de 2011

"O trabalho enobrece o homem mas ele (ou ela) gosta mesmo é de férias"

Lourdes em 08 de setembro de 2011

Ainda bem que há a democracia liberal e a propriedade privada. Abaixo o comunismo. Quem tem que estar na cadeia são os corruptos. A moça não pediu a Deus para nascer rica e quem trabalha 8 hs p/dia é quem precisa.

João da Bahia em 07 de setembro de 2011

“E você não falou da Charlotte. Achou feia?” Não, não é feia. Acho que a VOGUE não colocaria uma pessoa feia na sua capa. As pessoas que citei lhes acompanho através da imprensa a muitos anos vendo em fotos coloridas em revistas, as vejo em filmes, na TV etc. Daí eu percebo até que ponto vai sua boniteza e elegância. Não mais acompanho notícias (e não é tanto divulgada como a realeza britânica) sobre a família de Mônaco como no passado. Jamais alguém citaria a Ornella Muti entre as 50 mais, mas é que nos anos 70 assisti a um filme com ela e por achar muito bonita a mesma nunca saiu da minha memória. Caro João, eu estava brincando com você... Você é sempre bem-vindo aqui no blog. A Ornella Muti era, sim, uma deusa, belíssima. Um abração pra você.

João da Bahia em 06 de setembro de 2011

Comprei e guardei algumas revistas dos anos 60/70/80 e mais recentemente anos 90/2000. Nesta minha pequena coleção estão alguns Placar, Manchete, O Cruzeiro, Fatos e Fotos, Veja e outras. Nos anos 60/70 li muitas reportagens com a Jaqueline Kennedy x Onassis, o casal Elizabeth Taylor x Richad Burton, Caroline de Mônaco, Liza Minelli, a família real Inglêsa, Sophia Loren, Frank Sinatra e outras celebridades internacionais. E achava a Caroline de Mônaco tão bonita! E eu babava e pensava: Quem me dera eu namorar esta princesa... Não achava a Liza Minelli muito bonita, mas eu lhe tinha uma grande admiração. Meu palpite não vale um tostão, mas se a People americana elaborasse através de votos populares uma lista das 50 pessoas mais bonitas do planeta no século XX, e eu fosse convidado a palpitar já teria em mente alguns nomes. Citaria como a mulher mais bonita (minha opinião pessoal) a Brooke Shields quando ela tinha seus 17/18 anos. E citaria fora de ordem numérica estas pessoas como as mais bonitas: Alain Delon, Brigite Bardot, Caroline de Mônaco, Tom Cruise, Grace Kelly, John Kennedy, Jaqueline Kennedy, Elizabeth Taylor, Denzel Washington, Sophia Loren, Brad Pitt, Liza Minelli, Elvis Presley, Mick Jagger nos seus 25/26 anos, Diana, Grace Kelly, Bianca Jagger, Ornella Muti quando jovem. Algumas destas pessoas, além da boniteza são providas de uma elegância inigualável. E você não falou da Charlotte. Achou feia? Abraço

Reynaldo-BH em 06 de setembro de 2011

Setti, conhece a expressão "balde de água fria"? Pois é....

Caminhos Por Onde Andei em 06 de setembro de 2011

Linda como a mãe. A Caroline sempre tentou levar uma vida o "mais normal" possível. Me lembro dos tempos que morei na França, dela ido à pé fazer compras, levando criança pra escola. Mas, não é fácil a vida pra quem chega neste mundo com tudo já pronto. E o namorado brasileiro? Eles estiveram aqui este ano. Belo casal. eidia www.oquevivipelomundo.blogspot.com

Reynaldo-BH em 06 de setembro de 2011

Setti, um off topic a sério! Amanhã por cá em 35 cidades do Brasil, vamos às ruas exigindo dignidade e o fim da corrupção. Aqui em Bh será às 12 horas na Pça. da Liberdade (local mais que apropriado, seja pelo nome como pela história). Já providenciei banners e camisetas. Depois te informo como foi! Podemos ter 10, 100, 1.000 ou 10.000. Assim começou a campanha das Diretas Já e do Fora Collor! Deu no que deu e sem ajuda das redes sociais! Vamos em frente que atrás vem gente! (E pelo visto, de porretes nas mãos!)

Reynaldo-BH em 06 de setembro de 2011

OH SETTI, eu te desculpo pelo entusiamo! Mas, você inaugurou uma nova seção; "Ficção - Sonhos que você pode ter!" Além de formada em filosofia, independente, jornalista, inteligente (pela resposta precisa!), ela é a da foto? Que que isso, prezado catalão de SP? Obviamente que ela só perde na beleza e inteligência para minha filha! Na realeza, infelizmente - por culpa dos pais - ela ganha da minha menina! Sim, é a da foto. É tão independente quanto alguém que vive de mesada... Abração

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI