Image
Sarah Outen na cabine de Gulliver, seu barco a remo: volta ao mundo remando e pedalando (Fotos: sarahouten.com)

Há 420 dias, a aventureira inglesa Sarah Outen, 26, se acomodou dentro de Nelson, seu inseparável caiaque, e ganhou as águas do rio Tâmisa, em pleno centro de Londres. O objetivo: retornar ao mesmo ponto, dois anos e meio depois, tendo acumulado mais 32 mil quilômetros percorridos em uma volta ecológica ao mundo envolvendo Europa, Ásia e América do Norte.

Sim, ecológica. Sarah viaja sem o auxílio direto de sequer um mísero motor. Utiliza na empreitada, além do apoio financeiro e logístico de 65 patrocinadores e a cooperação de uma equipe de dez pessoas – incluindo médico e cinegrafista -, exclusivamente o esforço físico, recorrendo apenas a meios de transporte não-motorizados. Faz tudo, portanto, “no braço”.

Image
A bordo de “Nelson”, o caiaque, Sarah atravessa o Canal da Mancha, o turbulento trecho de mar entre a Grã-Bretanha e a França

Além de Nelson (responsável pelo trecho Londres-França via Canal da Mancha e posteriormente Leste da Rússia-Japão), lhe são fiéis escudeiros no giro global, batizado London2London, também o muito bem equipado barco a remo Gulliver (o responsável pelo trecho atual da caravana, entre Japão e Canadá, e que depois levará Sarah de volta ao Reino Unido, em um total de 7.500 milhas náuticas), e a bicicleta Hercules, que já lhe acompanhou nos 16 mil quilômetros necessários para cruzar Europa Central, China e o Deserto de Gobi, na Rússia, e que voltará à cena na travessia do Canadá.

Image
Deixando o Japão rumo ao Canadá

Sarah, que no momento se encontra no Oceano Pacífico, a leste do Japão, rumo à América do Norte, já percorreu mais de 17 mil dos 32 mil quilômetros almejados. Mesmo reclamando do enjoo que sente ao digitar no computador quando está a bordo, ela relata religiosamente a odisséia, com fotos, vídeos, gravações em áudio, blog e twitter, no bom site oficial do projeto.

A página também exibe um interessante aplicativo que mostra, em um mapa, a localização atual da valente desbravadora, com um contador que registra a quantidade de dias, horas, minutos e segundos que dura a expedição.

Image
Sarah relatando suas andanças: nem os frequentes enjoos são obstáculo

O saldo de sua aventura, descrita por Sarah, até agora, é:

– 420 dias de viagem (faltam 830)

– 2 oceanos, 7.500 milhas náuticas

– 3 continentes, 14 países de bicicleta

– 300 milhas náuticas de caiaque

– 6 – 8.000 calorias perdidas por dia

– Até 11 meses no mar, sozinha

– 2 novas rodas, 10 pneus novos e dez câmaras de ar novos até agora

– 2 pares de sapatos até a data

– Percurso mais longo em bicicleta até o momento: 267 km durante a noite em Sakhalin (ilha pertencente à Rússia)

– Percurso mais longo em caiaque até o momento: 38 milhas náuticas em 12 horas entre Sakhalin e o Japão

– Piores estradas: Cazaquistão e Rússia

– Melhor apreciação de vida selvagem: urso de Brown, numa praia na Rússia

– Alguns ataques de intoxicação alimentar

– 3 propostas de casamento

– Milhares de crianças inspiradas

Image
Roubada? Sarah pedala sob a neve em Sakhalin, Rússia

No vídeo abaixo (infelizmente sem legendas), a simpática Sarah mostra um pouco de Gulliver e conta um pouco sobre o seu dificílimo percurso atual: mais de 4 mil milhas náuticas entre Japão e Canadá. Como ela descreve, será necessário o esforço equivalente de “uma maratona por dia por cinco ou seis meses”:

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =

4 Comentários

Abreu em 26 de maio de 2012

. "Filha, irmã" ou sósia da atriz Giulia Gam? https://www.google.com.br/search?q=giulia+gam&hl=pt-BR&prmd=imvnsu&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=5mfBT432D4em8gSt08SzCw&ved=0CGwQsAQ&biw=1024&bih=653 .

Luiz Fernando Fernandes em 25 de maio de 2012

Traduziram Câmara de ar do pneu como "Tubos" (do inglês tubes). Você tem total razão, caro Luiz Fernando. Obrigado por avisar. Já corrigi.

Gabriel Birkhann em 25 de maio de 2012

Ariano Suassuna recebe apoio para indicação a Prêmio Nobel Via @Agencia_Senado http://buracosupernegro.blogspot.com/2012/05/ariano-suassuna-recebe-apoio-para.html Via Jornal do Senado

Vera Scheidemann em 25 de maio de 2012

Isso é que é coragem ! Que Deus a proteja. Vera

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI