Image
Ryanair: o calendário 2013 arrecadará fundos para uma entidade beneficente da Polônia

A Ryanair, empresa de passagens de baixo custo da Irlanda, foi fundada em 1985 com… UM avião: o brasileiríssimo Bandeirante da Embraer, com 14 assentos. Hoje é um colosso com uma frota de 300 Boeing 737-800, que transporta mais de 75 milhões de passageiros e faturou no último exercício, encerrado em maio, 4,3 bilhões de euros (11,2 bilhões de reais), com um lucro superior a meio bilhão (2,6 bilhões de reais).

Ousados em marketing, uma de suas iniciativas mais bem sucedidas é o chamado “Calendário Beneficente da Tripulação da Ryanair”, nome politicamente correto para um calendário em que as comissárias de bordo, de forma politicamente incorretíssima, voluntariamente posam em biquínis sumários. O de 2013 acaba de sair.

Os calendários, cuja primeira versão saiu em 2008, são vendidos a 10 euros cada (cerca de 20,6o reais) a bordo dos aviões Ryanair, que voam para 165 destinos diferentes, pelo site da companhia ou pela ONG que receberá o resultado da promoção, a TVN da Polônia, fundada por jornalistas com o objetivo principal de atender a pessoas com doenças incuráveis.

Para quem acha a promoção uma imposição de porcos chauvinistas, é bom saber que, para um calendário com 12 garotas, candidataram-se — espontaneamente, é claro — 450 comissárias de bordo da empresa.

Vejam, abaixo, algumas das escolhidas, e não percam o vídeo com o making of depois das fotos:

Image
No lançamento, em Varsóvia, Harriet Frost, inglesa (setembro); Patrycja Wagner, polonesa (janeiro); Patricia Turienzo, espanhola (fevereiro); Lynn Jimenez, irlandesa (outubro); Casandra Amores, espanhola (abril); e Monika Kaveckiene, lituana (junho)

Image
Patrycja Wagner, Miss Janeiro, Polônia

Image
Matilde Casalini, Miss Novembro, Itália

Image
Lynn Gimenez, Miss Outubro, Irlanda

Image
Jemma Hartley, Miss Maio, Inglaterra

Image
Amy Evans, Miss Agosto, Inglaterra

Image
Monica Kaveckiene, Miss Junho, Lituânia

Image
A contracapa do calendário de 2013

Eis o vídeo com o making of do calendário de 2013 da Ryanair:

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 2 =

14 Comentários

Camilla em 03 de dezembro de 2012

Como mulher ficaria ofendidíssima de sugerirem usar meu corpo para satisfazer um ideal machista, mesmo que para um boa causa. É engraçado como é colocado que a empresa decidiu fazer essas fotos pela causa filantropica e não que as próprias moças pensaram nisso. Gostaria de saber se alguma aeromoça convidada se recusou a participar e se ela continua trabalhando nessa empresa? Gostaria também de saber se alguma mai fora do padrão foi convidada também (ou provavelmente essas nem são contratadas)? É claro que seria contra a lei elas serem obrigadas, mas tod@ trabalhador@ sabe que às vezes são feitas propostas em ambientes de trabalho que pegariam muito mal se recusadas. Só fico triste de boa parte das vezes em que se pensa em arrecadação de dinheiro, pensa se em vender o corpo feminino e mais triste ainda que gera se muito dinheiro assim. Camilla, o texto tem resposta para as suas dúvidas: 450 comissárias de bordo da empresa de candidataram para as 12 vagas do calendário. Abraços

Sarah em 25 de novembro de 2012

Pois é querido,como eu disse no primeiro comentário,se essas mulheres aceitam ser mostradas como objetos,que seja. Demagogia pra tentar justificar tais atos é atitude bem estranha da sua parte.Se são prostitutas ou não ,problema delas e dos clientes.Se quer postar textos e receber apenas comentários que lhe agradam,aí é um pouco difícil. Responder a seu comentário me pareceu, até, uma deferência para com você, é uma forma de estabelecer um diálogo. Pena que você entenda de outra forma. E é óbvio que, como jornalista e democrata, não quero, de forma alguma, receber apenas comentários que me agradem. Se você fosse leitora mais antiga do blog poderia ter constatado que publiquei não alguns, mas milhares de comentários críticos a minhas ideias, a meus textos e a mim.

Sarah em 25 de novembro de 2012

kkkkkkkkkk Claro,a distância que separa uma coisada outra são os valores ofercidos.Querido,o exagero é creditar que estou sendo exagerada. Você concede muito pouco crédito ao auto-respeito de outras mulheres, Sarah. Posar para um calendário é uma coisa, ser prostituta -- que é o que você insinuou em seu comentário anterior -- é evidentemente outra. As mulheres famosas da PETA que posam nuas para defender os direitos dos animais também são assim? E as belas moças catalãs que fazem o mesmo para arrecadar fundos para os clubes de "castellers", os tradicionais clubes que fazem aquelas "torres humanas"? E as atletas alímpicas da Austrália que, a cada quatro anos, fazem o mesmo para a revista Black+White? E as garotas do grupo Femen, da Ucrânia, que tiram a roupa em público para protestar contra violações dos direitos humanos, votações fraudulentas etc? Todas vagabundas, todas prostitutas? Já lhe ocorreu que "ser dona do próprio corpo" inclui também a disposição de exibi-lo da forma a mulher quer?

Sarah em 24 de novembro de 2012

Ah tá ,e se o passageiro oferecer um extra elas vão com ele aos banheiros dos aviões darem uma rapidinha?Se essas mulheres aceitam se mostradas como objetos,então que sejam. Acho que de uma coisa para outra há uma enoooooooooooooooorme distância, Sarah. Não exagere.

JORDANA em 13 de novembro de 2012

hahahaha adorei!! parabéns!!!

Henrique Araujo em 13 de novembro de 2012

Maravilhosas, como sempre. Parabéns à Ryanair e a este blog pelo bom gosto. Por sorte, ainda não apareceram os "opositores" questionando a beleza das lindas e simpáticas meninas. É só enviar para eles a "prévia" de 2014.

Sergio the original since 1ª Leitura em 13 de novembro de 2012

Caro Setti: Uau! beleza não tem nacionalidade!!!

José Geraldo Coelho em 13 de novembro de 2012

Vamos voar mais. Né Setti?

Daniel em 13 de novembro de 2012

Serio Setti, tua ****** nao acompanha teu blog...nao é possivel

Kildare em 13 de novembro de 2012

Se fosse aqui no Brasil, logo viria uma Secretaria de direitos da mulher, ou uma promotora desvairada, e tentaria proibir. Como se a mulher mostrar sua beleza lhe fosse ofensivo.

Observador100 em 13 de novembro de 2012

Caro Setti Tenho que concordar que voce tem bom gosto... abraço

FM em 13 de novembro de 2012

Setti, essa Ryanair deu o pulo do gato. Isso é o que se chama de um vôo tórrido para um país gélido. Claro que a gente vê em nossos vôos dométicos verdadeira musas. Não deu para atinar essas beldades, a ong TVN da Polônia fundada por jornalistas com o objetivo principal de atender a pessoas com doenças incuráveis. Tá tudo explicadinho, dá para entender, não precisa você esclarecer, mas para nós brasileiros isso daria samba e não polka. Setti, a venda dos tais calendários são para ajudar as pessoas com doenças incuráveis, mas nada impede que nessas viagens a Irlanda, um libido preguiçoso seja estimulado e até curado, não é mesmo? Se a Ryanair botar isso em destaque seu faturamento que já é estupendo vai nas alturas. Então, passageiros com 16 a 100 anos para qualquer dos 165 destinos dirijam ao portão de embarque e tenham ótima viagem em tão estimulantes companhias. Setti, foi muito bom, mesmo já na madrugada valeu. Se a brincadeira foi inoportuna critique.

Marco em 12 de novembro de 2012

Don Setti; Por favor, ainda tem gente q confunde sensualidade com perversão. Vou te contar... Abs.

carlos nascimento em 12 de novembro de 2012

Ricardo, O que está acontecendo, não conseguimos acessar à Coluna do AN. Algum blecaute ? Via Veja temos acesso a todos os blogueiros, menos a do Mestre AN. Por gentileza veja o que pode estar ocorrendo. Grato Carlos Nascimento. Houve um enorme número de acessos ao site de VEJA, um acúmulo, que trouxe problemas, caro Carlos. Eu mesmo tive dificuldade para postar materia e até para publicar e responder a comentários, como faço agora, atrasado, com você. São coisas que acontecem. Deve ser o preço do sucesso que o site vem tendo... Um abração

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI