Image
O começo de “O Iluminado”: cenário de sonho contrastando com atmosfera de pesadelo (Imagem: Reprodução a partir do filme)

Quem já assistiu a O Iluminado, obra-prima do terror dirigida por Stanley Kubrick, estrelada pelo grande Jack Nicholson e lançada em 1980, dificilmente esquece a sequência de abertura do filme.

Como tantas outras passagens inesquecíveis do longa-metragem, a cena é destas que nos dão um arrepio na espinha à simples lembrança: ao som do sombrio tema Rocky Mountains, composto por Wendy Carlos – colaborador de vários projetos de Kubrick que também ficou famoso por trocar de sexo -, o carro ocupado por Jack Torrance (Jack Nicholson), a esposa Wendy e o filho Danny ruma montanha acima, tendo como destino o enorme e estranho hotel onde a família passará o inverno, isolada do resto do mundo.

Vale a pena ver novamente. Até pelo aterrorizante trailer que vem antes na edição abaixo, e o charme especial de um dos erros de produção mais notórios do cinema, a sombra do helicóptero que aparece no canto inferior direito no tempo 2’54”:

Montana, e não Colorado

Pois bem, embora no roteiro do filme, cujo título original é The Shining e foi inspirado em livro homônimo de Stephen King, um dos reis do terror literário, o lugar de destino dos Torrance seja o Estado do Colorado, no Centro-Oeste americano, a mítica passagem foi feita no Estado de Montana, no extremo Norte do país, fronteira com o Canadá.

Especificamente, no deslumbrante Lago Saint Mary e seus quase 16 quilômetros quadrados de espelhada extensão e profundidade máxima de 91 metros no Parque Nacional Glacier, que inclui também as famosas Montanhas Rochosas.

A área, conhecida como Vale Saint Mary, é povoada por uma fauna que inclui dois tipos de ursos, veados e outros animais, e recebe um considerável volume de turistas aventureiros que aproveitam suas montanhas para expedições. No inverno, as águas congelam, dando um aspecto diferente, mas não menos impressionante.

A seguir, algumas fotos deste lugar tão belo, que o gênio imprevisível de Kubrick conseguiu associar a uma atmosfera tão assombrosa, como fez em O Iluminado.

Image
Foto: Parque Nacional Glacier
Image
Ao centro, a Ilha Goose (“Ganso”), que também aparece na abertura do filme de Kubrick (Foto: Parque Nacional Glacier)
Image
Foto: Ken Thomas
Image
Foto: Montana RJC
Image
Foto: Montana Official State
Image
Foto: Montana Official State
Image
Foto: Montana Official State
Image
A versão invernal do lago, com as águas congeladas (Foto: Robert Zavadil)

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × três =

3 Comentários

JT em 11 de agosto de 2014

Belíssimas imagens. Não fui tão longe para captar as fotografias contidas neste link, sobre uma ponte de ferro centenária sobre o Rio Jaguari (perto do ponto onde se junta ao Atibaia para formar o Piracicaba): http://www.mplafer.net/2014/08/ponte.html

marcelo cunha - rib preto/sp em 11 de agosto de 2014

Filme fantástico. Caro Setti, realmente essa abertura e a trilha sonora é de dar calafrios.

olavo em 10 de agosto de 2014

Caro Setti: assisti o filme quando do seu lançamento e foi fantástico. Um dos melhores do gênero. Minha filha nasceu em 1989 e já viu o filme um monte de vezes. Os cenários da matéria são deslumbrantes e o mais incrível, associar imagens tão belas ao suspense. Brilhante, só mesmo Kubrick, que já havia assombrado o mundo com seu 2001, uma odisséia no espaço, de 1968. O filme que nos ensina a pensar.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI