Image
Um grande jato decola, à noite, do aeroporto de Knuffingen, enquanto outro está taxiando na pista: tudo de verdade — mas de mentirinha (aerotelegraph.com)

Pode ser de dia, pode ser de noite — caso em que grandes jatos decolam ou aterrissam sob a intensa iluminação de seus faróis e das pistas do grande aeroporto. Muito movimentado, com dezenas de aviões estacionados em seus fingers, veículos percorrendo as pistas internas, filas de táxi fora da estação de passageiros e uma cidade fervilhante a seu redor, é o maior aeroporto do mundo.

Trata-se do Aeroporto de Knuffingen, na Alemanha, no qual, no entanto, nenhum de vocês, leitores, já desembarcou ou vai desembarcar, porque é uma obra-prima em miniatura — e as miniaturas de prédios, pistas, aviões, veículos e pessoas são de uma perfeição de espantar.

Image
Aeronaves estacionadas junto aos fingers, à noite (Foto: Getty Images)

Projetado e montado tendo como modelo o Aeroporto de Hamburgo, na Alemanha, Knuffingen demorou seis anos para ser construído e foi recentemente aberto à visitação do público na Miniatur Wunderland.

Image
Os enormes estacionamentos coberto e e ao ar livre do aeroporto (Foto: aerotelegraph.co)

A Miniatur Wunderland é uma área de lazer de 6.000 metros quadrados em Hamburgo que dispõe da maior rede de trens elétricos em miniatura existente, miniaturas de cidades e países e que está em constante expansão.

Image
Como em todos os grandes aeroportos, uma enorme quantidade de táxis para os “passageiros” (Foto: Miniatur Wunderland)

A Wunderland atrai milhares de turistas semanalmente, mas resulta de um pesado investimento. Só o pequeno aeroporto custou 3,5 milhões de euros ((pouco mais de 8,7 milhões de reais).

Image
O grande movimento da cidade adjacente ao aeroporto (Foto: Getty Images)

O aeroporto-mirim — bem, não tão mirim assim… — fica adjacente à também cidade fictícia, igualmente em miniatura, de Knuffingen. De todas as as miniaturas expostas, 40 aviões e 90 veículos se movimentam automaticamente.

Image
Agora, sim, dá para acreditar: tudo no aeroporto de Knuffingen e adjacências é miniatura mesmo (Foto: Getty Images)

Como vocês verão no vídeo abaixo, os aviões decolam de verdade, para mergulhar numa parede de nuvens que se abre para abrigá-los.

Depois das fotos, confiram, agora, o vídeo. O movimento começa mesmo depois dos primeiros 2 minutos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × cinco =

9 Comentários

Jeroncio em 19 de fevereiro de 2016

Bom site colega. Muito obrigado, caro Jeroncio. O site ainda está em construção, falta colocar muito material e textos sobre bastidores na parte fotográfica. Além disso, como tivemos problemas técnicos com o hospedeiro, o UOL Host -- que já deixei --, ficou fora do ar por bom tempo. Estamos resolvendo os problemas, um dos quais você terá notado neste post: faltam as fotos originalmente publicadas. Logo teremos atualizações permanentes na home pagae. Obrigado ela visita.

Tuco em 15 de junho de 2012

. He, he, he... Mais uma vez fui voto vencido! Sigamos em frente - com minhas escusas ao Grande RSetti. (Eu confesso que não vi nem um minuto do vídeo - só prestei atenção no tempo dele...) .

Mel em 15 de junho de 2012

...espantoso!Delícia de trabalho minucioso.

selminha em 15 de junho de 2012

Fantástico! Sem querer comparar o grau de tecnologia aqui envolvido, lembra-me bastante o Mini-Mundo de Gramado, que reproduz, com perfeição, castelos, estações de trem (circulando), catedrais, ruas e praças de algumas cidades européias, com pessoas passeando, lendo jornais nos bancos de jardins, crianças entrando nas escolas. Vale a pena conhecer. É obra de um emigrante alemão, já falecido. Ele começou este trabalho ao fazer uma casinha de boneca para sua neta. Seus descendentes continuam a expandir as atrações. É uma viagem que agrada a crianças e adultos.

Franco em 15 de junho de 2012

Seria exagero dizer que é ima perfeição típica dos alemães? Que beleza!

Bruno Guerra em 15 de junho de 2012

Muito legal Setti. . Me fez lembrar a Legoland na Dinamarca (agora também tem em Londres creio). . Abr, BR

maria luiza guião bastos em 14 de junho de 2012

Setti! quidi+!!!!!!!!!!!! Eu só (só?!) tiraria as pessoas e colocaria um esplêndido fundo musical! Por que? tiraria muitos medos, sobretudo das crianças, vendo essa maravilha! Gratíssima, só o Setti mesmo, sabia? Abs!

Tuco em 14 de junho de 2012

. Essa "miniatura" é a mais autêntica ideia de jerico... Formidável maneira de se jogar dinheiro fora. Deve existir algum brasileiro nesse contexto. Alguém se habilita a perder 17 minutos com esse vídeo? . Ôoooooo, Tuco, não derruba o meu post. Ninguém precisa ver todos os 17 minutos do vídeo. Mas que é legal, é. Você há de concordar. Abração

Joker em 14 de junho de 2012

e o sarney, hein? considerado pela Economist, principal semanário do mundo, um ex-presidente medíocre, mas influente (yepp..."an undistinguished but influential former president"). ninguém como os ingleses para produzir epítetos: - medíocre, mas influente. o resumo lapidar de uma vida consagrada ao "povo". turbinado, pelos cofres públicos, com 62 mil reais por mês - a bagatela de 31 mil dólares mensais. de fazer inveja a qualquer político do primeiríssimo mundo. pra inglês ver: brasil, não verás país como este! http://www.economist.com/node/21556916

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI