Image
Atol de Midway: paraíso perdido, tragédia ambiental (Foto: Chris Jordan / Divulgação)

O Atol de Midway, um conjunto de três pequenas ilhas no Pacífico Norte, um dos lugares mais remotos do planeta,  a 3000 km de qualquer costa, é um caleidoscópio da cultura, geografia, história humana e maravilha natural. Seus pouco mais de 6 quilômetros quadrados sempre foram uma espécie de paraíso perdido na imensidão do mar.

Sob domínio dos Estados Unidos, serviu de base para uma série importante de operações durante a II Guerra Mundial. Não muito distante dali se travou a decisiva Batalha de Midway, em junho de 1942, com as forças aeronavais norte-americanas inflingiram uma derrota ao Japão imperial.

Hoje é também o palco de uma das tragédias ambientais mais simbólicas do nosso tempo: a lenta agonia e a morte atroz de milhares de albatrozes que se alimentam do lixo plástico que flutua, principalmente no que está sendo chamado de Pacific Garbage Patch, uma sopa de milhões de toneladas de lixo formado por plásticos que vaga, como uma ilha de dejetos, pelo Oceano Pacífico. Midway fixa próximo a essa mancha monstruosa de poluição.

Image
Albatrozes – e outros animais – confundem o lixo com comida. Os restos do pássaro morto revelam o quanto havia engolido de produtos impossíveis de digerir e de expulsar  (Foto: Chris Jordan / Divulgação)

As imagens são icônicas e são um horror. Uma equipe formada por cinegrafistas, fotógrafos e equipe de produção, liderados pelo cineasta norte-americano Chris Jordan, está produzindo um documentário.

“Nosso objetivo é olhar para além do sofrimento e da tragédia”, explica Crhis. “É aqui, no meio do Pacífico, que temos a oportunidade de ver o nosso mundo no contexto. No Midway, não podemos negar o impacto que têm sobre o planeta. Mas, ao mesmo tempo, ficamos impressionados com a beleza da terra e da paisagem sonora da vida selvagem que nos rodeia, e é aqui que podemos ver o milagre que é a vida nesta terra. Assim é com o conhecimento do nosso impacto aqui que devemos encontrar um caminho a seguir”, afirma o site do projeto.

Imagens impressionantes de Chris Jordan da tragédia que se desenrola em Midway foram vistas ao redor do mundo.

Image
Lixo no atol de Midway: só os isqueiros lançados ao mar formam pequenas montanhas

Acompanhando expedições de Chris Jordan ao atol de Midway, onde os únicos habitantes são os pássaros, e o ciclo de vida do albatroz, Midway é mais do que um documentário ou um filme sobre a vida selvagem em risco.

Image
Em torno de outro pássaro morto, exemplo dos tipos de lixo que acaba indo parar no Atol de Midway

Midway traz uma oportunidade de olhar para o mundo em close-up, para de constatar como o estilo de vida da maior parte da população de todos os países está afetando o planeta, e para encontrar novas abordagens para melhorar a situação atual.

Image
Uma sopa de lixo em meio caminho entre EUA e Ásia (Foto: Divulgação)

Como uma área protegida, o atol de Midway fica a meio caminho entre os vorazes consumidores da América do Norte, especialmente os dos Estados Unidos, e os consumidores da Ásia (pensem na China, com seus 1,3 bilhões de habitantes e o maior fabricante de artefatos de plástico do planeta).

Image
Integrante da equipe do documentário “Midway” em meio aos albatrozes: “uma jornada emocional e espiritual”

“Eu imagino o nosso projeto não como sendo um grupo vagando ao redor da ilha com câmeras”, diz Chris Jordan. “Em vez disso, espero que seja uma jornada emocional e espiritual de grupo de artistas profundamente ligados, para ressaltar as questões que Midway representa”. (…) “Talvez nossos esforços colaborar para a ‘cura’ de Midway”.

Image
Próxima à poluição que ameaça o atol, a exuberância da natureza está lá, presente

Chris Jordan e sua mulher, Victoria Sloan, planejam lançar, ainda em 2012, um livro colaborativo que ilumina a paisagem metafórica multi-camadas do Atol de Midway através de fotografias e poesias.

Image
O lixo plástico é o maior vilão no atol, mas há despojos de toda natureza, como essa pilha de restos de bicicletas

Image
Vejam só o paraíso que ainda é a parte limpa do Atol

Agora, o vídeo, trailer do documentário: 

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − catorze =

Nenhum comentário

clicia em 28 de agosto de 2013

O homem é um ser egoísta, e enquanto problemas ambientais seja de que tipo for não afetar um indivíduo em particular, ele não será motivado a fazer nada.

maria de fatima marques em 06 de março de 2013

outro dia estava subindo a escada rolante do carrefour, e na minha frente estava um pai com seu filho, é estava saiu um comentário na caixa de som, sobre o uso das sacolas plásticas,pois quando jogadas ao mar as tartarugas a engoliam pensando ser algas marinhas, foi quando o pai falou ao seu filho e forma ironica e estúpida: que porra nenhuma, que morram as tartarugas, o carrefour tem mais e que dar sacolas para os clientes, isso é miséria. Resultado de tudo isso é que essa criança não est

Mel em 08 de junho de 2012

Ricardo,complementando o seu post, mais um filme do absurdo no Pacífico! http://news.yahoo.com/blogs/upshot/digging-great-pacific-garbage-patch-143049093.html Minha Nossa Senhora!...

Andreza em 27 de maio de 2012

Governo, governo! As pessoas só sabem botar a culpa no governo! Isso, e muitas outras coisas que acontecem, não é so por culpa do governo, e sim das pessoas em geral! Educação é a palavra certa!

Mel em 27 de maio de 2012

...para corrigir: " eleger só QUEM o faça"...

Mel em 27 de maio de 2012

....estamos vivendo uns anos de grandes mudanças no planeta...muitas causadas pelo bicho homem e muitas do ciclo natural da Terra. Infelizmente o bicho homem está agredindo o planeta de tal forma que está apressando o seu proprio desaparecimento e o de milhares de outras espécies...a Terra como organismo vivo ficará evoluindo sozinha e outras espécies aparecerão. Imagine... a Terra com 4,6 milhões de anos é como se tivesse 46 anos de 'vida' ...os dinossauros apareceram aos 45...os mamíferos apareceram ha 8 meses atrás e o Ser Humano semana passada. Uma hora atrás descobrimos a agricultura e a Revolução Industrial foi há menos de um minuto....e nesse curto tempo de existência do Homem conseguimos transformar o Paraíso num Inferno! Enchemos o planeta de lixo e venenos...e daí a importância vital dessa educação ambiental ,urgente... obrigar os gestores do planeta a respeitarem a Natureza e eleger só que o faça! Está na nossa mão o nosso futuro são.

João Roberto Moraes em 25 de maio de 2012

O homem é o lobo do homem...!

Carlos Nista em 24 de maio de 2012

Infelizmente ainda temos que nos preocupar e muito com tudo isso. A cada dia que passa o homem se preocupa menos com o local que habita, ele destrói mais e mais. Todos deveriam se conscientizar desse problema. Deveria ter fiscais fiscalizando fiscais, para que talvez as leis fossem aplicadas com mais rigor, e a punição deveria ser maior. Todo material (lixo) deveria ter destino certo para reciclagem. O povo também deveria ajudar, principalmente na hora de eleger algum parlamentar, pois a maioria só pensa em se dar bem, e os outros que se danem. O homem tanto constrói, como destrói. Deveríamos olhar o mundo com o coração e usar a cabeça para fazermos o melhor por ele. Carlos Nista - RJ

nena em 21 de maio de 2012

Uma catastrófe,o ser humano consegue jogar seu lixo a milhares de kms...um lixão!!

Irineu em 20 de maio de 2012

Por causa do nosso mau comportamento o Universo clama por socorro.

Danilo em 20 de maio de 2012

Existe muitas formas de acabar com esse pesadelo, mais falta atitude o governo podia bota mais pontos de reciclagem, usar sacolas reusáveis e etc... Nos podemos fazer muita coisa principalmente quando temos amigos para ajudar ou seja podemos mudar o mundo só falta ter atitude.

Gaúcho em 19 de maio de 2012

Aqule pássaro cheio de objetos no estômago deu um dó danado. Que sofrimento, o pobre bicho deve não ter idéia do que ingere.

Eufrásio Alves Nogueira em 18 de maio de 2012

A verdade,que o Mundo consumista moderno ,só piora.O lixo,que ninguém quer,que vem para no Brasil,por gente que não tem moral,se espalha pelo Planeta,mas,o homem que polui,dá um tiro no pé.Não tem escapatória:tudo que fizerdes ao teu Planeta,receberás em dobro,aspecto de tudo que é bom ou mau.O Planeta,esta tentando resistir,porem,terá um momento crucial da encruzilhada,em que tomará drástica decisão:uma jogada de corpo,para que tudo volte à estaca ZERO,como já aconteceu antes:não acredita?Veja a historia desta Nave,que é contada por muitos,mas,poucos estão atentos.

Teresinha em 17 de maio de 2012

A poluição ambiental agravou depois do abominável, mais prático, plástico. Não vejo solução em forma de campanha, pois de qualquer forma, boa parte cairá na natureza. A solução é cobrar o desenvolvimento de produtos biodegradáveis, já existem algumas soluções não tão caras, só está faltando pressão e interesse.

Willer em 17 de maio de 2012

Educação, respeito, berço... Meus amigos ai de baixo já disseram tudo. Obrigado pelo vídeo.

wilson em 17 de maio de 2012

Setti cadê as "sacolinhas sufocantes" ? nas fotos tem tudo que se vende nos supermercados.

Luiz em 17 de maio de 2012

Isso é um horror. Nós seres humanos não damos a menor bola para o resto do mundo, só damos importância ao dinheiro e conforto. Iremos pagar por isso da pior forma.

Vera Scheidemann em 17 de maio de 2012

Ai, que triste ! Dá vontade de chorar. Vera

Vanessa em 16 de maio de 2012

Concordo Cacalo, educação de casa é o mais importante!

Carolina em 16 de maio de 2012

o mundo precisa do básico, EDUCAÇÃO!!!!

cacalo kfouri em 16 de maio de 2012

caro amigo, não serão rio+20, quioto, copenhague, ou seja lá o que for, que resolverão o problema. sem querer ser simplista, é um problema de educação, aquela que vem do berço, de casa, do pai e da mãe. só que hoje em dia prefere-se filosofar, juntar um monte de "especialistas" que farão lindos discursos, e que ficarão nisso, discursos. noventa e nove por cento dos problemas da humanidade podem ser resolvidos com educação e respeito, não acha? abraço

Aninha em 16 de maio de 2012

(triste)

Aninha em 16 de maio de 2012

Muito trite. Obrigada por postar esse vídeo.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI