Image
A “neve penitente” de montanha na região central do Chile, apelidada assim por lembrar uma multidão de penitentes: arte natural (Foto: Art Wolfe)

Há quem diga que a natureza pode ser a melhor das arquitetas, e também a melhor das artistas.

Fica difícil de discordar deste ponto de vista quando contemplamos fotografias como estas, compiladas pelo site da revista National Geographic.

A mostra virtual reúne imagens de diferentes fotógrafos, que captam formas e paisagens talhadas pela ação da neve e do gelo em alguns dos lugares mais frios do Planeta Terra.

Em muitos casos, parecem ser obras do mais habilidoso artesão; em outros, lembram em muito manifestações artísticas abstratas. Confiram:

Image
Texturas criadas pelo gelo na Ilha Ellesmere, no Canadá (Foto: John Dunn – Getty Images)
Image
Estalactites subaquáticos registrados em águas do Oceano Ártico (Foto: Norbert Wu- Minden Picures/CorbisImages)
Image
Esta pedra ganhou a companhia de um lindo mosaico de gelo formado na Ilha Baffin, no Canadá (Foto: John Dunn)
Image
Estalactites podem crescer tanto – e tão rapidamente, aumentando até 1 metro por hora – que chegam a tocar o fundo do mar. Foi o caso destes na Antártica (Foto: Bill Curstinger)
Image
Esta paisagem, em local não especificado da América do Norte, lembra um conjunto de dunas de gelo (Foto: Jay Dickman)
Image
Farol em St. Joseph, Michigan (EUA), cujo aspecto muda a cada soprada do vento, que traz água do vizinho Lago Michigan. As gotas congelam e se incorporam à “obra” (Foto: Mike Gatch)

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 2 =

2 Comentários

Kitty em 08 de fevereiro de 2013

Querido Ricardo, As fotos são muito belas. Me lembram cenas da minha infância quando morava no norte da Itália que os invernos eram impiedosos. Quando nevava eu ficava olhando os copos de neve cobrindo tudo de branco. As ramas das árvores se inclinavam até quase o chão de tão carregadas de neve. Nos vidros se formavam cristais que, na minha imaginação fértil, se transformavam em figuras como fadas ou pequenos castelos, animalzinhos e outros objetos. Sair de casa era uma mão de obra que meu pai pontualmente com a pá limpava a entrada antes de sairmos. As gotas de água das torneiras externas eram pingos congelados..mas, caro amigo, como gostaria voltar a essa infância que já parece uma miragem nas brumas do tempo..nada a ver com a temperatura escorchante do João Pessoa nesta época do ano..só melhora quando a 'rainy season' virá. Por isso que adorei estas mágicas fotos que algumas são fantasmagóricas, mas de uma beleza indescritível que excita a imaginação!!! Desculpe este arroubo de nostalgia..Um 'cálido' abraço///Kitty

Marco em 03 de fevereiro de 2013

Don Setti; De tremer de frio. Só de ver. Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI