Image
Jornalistas analisam mancha de sangue no braço de sofá localizado no bunker onde Adolf Hitler e Eva Braun se suicidaram; historiadores divergem sobre de quem seria o sangue (Fotos: William Vandivert – Time & Life Picutres/Getty Images)

Campeões-de-audiência

 

 

 

Publicado originalmente em 10 de dezembro de 2012 às 18h25.

A extraordinária série de fotografias que ilustra este post, tomadas nos cruciais meses de maio e junho de 1945, quando a Alemanha nazista desabava derrotada pelos Aliados na II Guerra Mundial, contribuiu poderosamente para a invejável reputação do fotógrafo norte-americano William Vandiever (1912-1992) como correspondente de guerra.

Colaborador da revista Life entre o final dos anos 1930 e o fim da década seguinte, ele foi um dos fundadores da célebre agência Magnum, ao lado de outras lendas do fotojornalismo como o francês Henri Cartier-Bresson (1908-2004) e o húngaro Robert Capa (1913-1954).

Algumas das fotos abaixo estiveram nas páginas de edição da Life de julho do mesmo ano, mas a maioria permaneceu inédita por mais de seis décadas. Agora estão disponíveis no site da revista.

Primeiro fotógrafo a ter acesso ao bunker de Hitler

Image
A sala central de comando no chamado Führerbunker, o abrigo-fortaleza subterraneo onde o ditador nazista se refugiou nos últimos dias do avanço dos Aliados, em abril de 1945

O ensaio compila os históricos registros produzidos por Vandivert, então com 33 anos, poucos dias após o fatídico 30 de abril de 1945, data do suicídio de Adolf Hitler e sua companheira Eva Braun (com quem se casou pouco antes de ambos morrerem), marco simbólico definitivo da queda do Terceiro Reich.

Vandivert relata visualmente a destruição completa de Berlim, cidade que, antes da investida final dos soviéticos, sofrera mais do que 350 pesadíssimos ataques aéreos dos Aliados entre agosto de 1940 e março de 1945.

Mais do que isso, o fotógrafo revela ao mundo em primeira mão imagens do Führerbunker, o “Refúgio do Líder”, esconderijo subterrâneo onde Hitler e Braun passaram seus últimos dias, dando detalhes minuciosos sobre o local. Também mostra o lugar onde os corpos do casal teriam sido queimados após o suicídio.

As imagens são mesmo imperdíveis. Abaixo, mais uma seleção:

Image
Um quepe da temida SS nazista, com seu inconfundível distintivo de caveira
Image
Foto simbólica: busto de Hitler entre os encombros nos arredores do edifício conhecido como Chancelaria do Reich
Image
Mais simbolismo: a águia nazista retirada da Chancelaria por soldados russos e um civil alemão (primeiro à esquerda)
Image
O soldado americano Douglas Page zomba da saudação nazista em pleno “Sportpalast” (Palácio de Esportes), onde Hitler costumava proferir discursos; o edifício foi duramente atingido pelos bombardeios dos Aliados em janeiro de 1944
Image
A Percy Knauth (primeiro à esquerda), repórter da “Life”, disseram que esta era a vala onde os corpos de Hitler e Eva Braun haviam sido queimados
Image
A Oberwallstrasse, rua no centro de Berlim, foi testemunha de alguns dos conflitos mais sangrentos entre soldados soviéticos e alemães
Image
Vista aérea do que sobrou de edifício do departamento de gás no bairro de Schöneberg, Berlim, em 1945
Image
Mensagens deixadas por soldados, em sua maioria soviéticos, nas estátuas dos jardins da Chancelaria do Reich
Image
Cofre vaizo no bunker de Hitler
Image
Quadro do século XVI, de autor desconhecido, com reprodução da Virgem Maria e Jesus Cristo; a obra, que aparece no bunker, teria sido roubada de museu em Milão
Image
As notas de William Vandivert descrevendo cada fotografia
Image
William Vandivert, o grande fotógrafo de “Life”

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 2 =

62 Comentários

josé pinheiro em 06 de agosto de 2014

Infelizmente não foi o fim da estupidez humana.

josé vacir côgo em 05 de agosto de 2014

Depois que li o livro de Rochus Misch, falecido em setembro de 2013, não tenho mais nenhuma dúvida sobre o suicídio de Hitler. Rochus estava no bunker e viu tudo. Inclusive viu quando o General Fegelin foi fuzilado pelas costas dentro do bunker. Essa história do Fegelin deixava dúvidas.

josé vacir côgo em 05 de agosto de 2014

Porfírio G de Oliveira, fico imaginando, vc conheceu o Franz Stangl. Vc conheceu um homem que ficará registrado na história do mundo para sempre, portanto, vc também faz parte da história.

Porphirio G.de Oliveira em 04 de agosto de 2014

Trabalhei na VW de S.B.do Campo e convivi lado a lado com alemães, dentre estes sentava-se ao meu lado um senhor (eu uns 25 anos na época e ele uns 60 ou mais) chamado Franz Stangl foi um Schutzstaffel SS e comandante dos campos de extermínio de Treblinka e Sobibór. Ninguém sabia, era uma pessoa educada, gentil...etc. Vai entender este mundo.

Will William em 30 de julho de 2014

Excelente matéria e fotos! Parabéns. Oficialmente nunca ficaremos sabendo mas, acredito que houve um acordo entre as forças que ganhavam a gerra para que Hitler se rendesse, e tudo parecesse como um suicídio dele e,ele e os mais próximos, viveram felizes para sempre, em algum lugar paradisíaco na Terra. Possivelmente na Argentina ou até mesmo no Brasil. Não vejo Hitler tão louco a ponto de se suicidar!

Thalita Santana em 11 de julho de 2014

Eu adoro esse tema, e já tinha uma noção do que tinha acontecido , mais depois dessas imagens minha visão se abriu e então eu pude ver que era totalmente diferente do que imaginava. Ao meu ver esse fotografo foi o melhor ,conseguiu fazer as fotos com riqueza de detalhes, principalmente em uma época em que tudo e todos estavam voltados aos corpos.

alice almeida em 17 de junho de 2014

É incrível o que a Segunda Guerra Mundial nos deixou.: questiOonamentos, muitas dúvidas, gostinho de quero mais e a curiosidade em entender como um homem que sempre teve em suas mãos o poder, se submeteu a uma forma tão mera para morrer.: HILTER!

Lana em 05 de junho de 2014

Sobre a resposta de SYlvio Haas. Não entendi o teu riso. Esse é um assunto até hoje discutido. Nem estou falando do tal documento do FBI dito encontrado recentemente, nem somente do crânio que parece não passou pelo exame do DNA; depoimentos vários que podem ser verdadeiros ou não. Mas a verdade pelo que sei, não há provas irrefutáveis do tal suicídio. Mas de toda a forma foi o melhor para acabar pelo menos com esse pesadelo e dar um alívio ao sofrimento da época.(Uruguai;Argentina ou sei lá).

Rodrigo Zimmermann em 30 de maio de 2014

Parabéns! Muito boa matéria!

neusa de oliveira em 30 de maio de 2014

Essas fotos são muito importantes, a posteridade sempre interpreta de acordo com suas visões do momento. Os motivos que levaram às duas Grandes Guerras, são fundamentadas no poder, de determinado grupo ser o PRESIDENTE MUNDIAL. As grandes navegações são exemplo. Como nada dura para sempre, as pessoas vão mudando suas visões, também cada momento fará sua interpretação. Ainda questionamos a existência de Deus e da evolução do ser que hoje somos. O que existe de bom, em todos esses fatos, é que o homem reflete e pende para o lado melhor da sobrevivência, degeneramos e recriamos. Como arte --- e todas as fotos são arte, elas trazem reflexão e nostalgia --- essas fotos devem ser preservadas com grande cuidado. Nosso passado, nosso presente, nosso futuro.

João em 29 de maio de 2014

Ricardo Setti. Parabéns, por lembrar este triste episódio da história da humanidade. E lembrar àqueles que pensam em implantar em regime totalitário no Brasil, que vôces sempre perdem!

Carlos Magnani em 20 de outubro de 2013

É aquela velha história,,sem querer defender ninguem, mais quem perde vira o demonio da história,, se os Nortista tivessem perdido a guerra nos EUA,, Linco seria considerado o proprio diabo em pessoa ,,visto o tamanho da atrocidade que foi aquela guerra!!!

Robson em 20 de agosto de 2013

Li um livro sobre os últimos dias de Hitler no bunker, escrito por testemunhas sobreviventes. A conclusão que fica, é que era um homem EXTREMAMENTE MEDÍOCRE E ALUCINADO. Como a maioria dos líderes que nos governam e governaram o nosso Brasil...

LUIZ FERNANDO em 19 de agosto de 2013

Volto aqui depois de 8 meses para novamente, como diria minha querida "presidenta", comprimentá oceis pela magnífica matéria.

IZIDRO SIMÕES em 18 de agosto de 2013

Sempre precisa ser assim: fotos, filmes matérias da imprensa, para documentar os acontecimentos. Se os mensaleiros não tivessem ido a julgamento, continuariam dizendo que era tudo mentira e golpe "dazelites"

Sylvio Haas em 31 de março de 2013

Hitler não se suicidou, fugiu para o Uruguai, de submarino. Hahahahahahah... É a única resposta possível a esta sua afirmação.

Pedro Luiz Moreira Lima em 17 de dezembro de 2012

luiz fernando, CETERUM CENSEO PT ESSE DELENDAM :Felizmente para toda a humanidade - você tem toda a razão. Grande abraço Pedro Luiz

João Batista Cavalcanti em 16 de dezembro de 2012

Parabéns pela excelente reportagem com fotos originais.

luiz fernando, CETERUM CENSEO PT ESSE DELENDAM em 15 de dezembro de 2012

Grande matéria! E os comentários também. Eu acho que o responsável pela derrota de Hitler foi ele mesmo, pois quando teve a chance de aniquilar os exércitos ingleses e franceses em Dunquerque os deixou escapar praticamente ilesos (isso foi um dos inúmeros erros dele). A sua coluna é uma delícia. Obrigado por existir. Muito obrigado, Luiz Fernando. Abraço

Pedro Luiz Moreira Lima em 14 de dezembro de 2012

Iara: Sem duvida - seu texto histórico sem nenhuma restrição. Ascensão e Queda do Terceiro Reich – Wikipédia, a enciclopédia livre pt.wikipedia.org/wiki/Ascensão_e_Queda_do_Terceiro_ReichA Ascensão e Queda do Terceiro Reich do jornalista e escritor norte-americano William L. Shirer é uma obra literária em seis volumes que relata a história da .. O melhor livro sobre o Nazismo e o Julgamento de Nuremberg - recomendo os dois livros a você Luiz Pereira - excelentes. Lá você,nos dois livros, a politica do DESPOVOAMENTO - a palavra MATAR de FOME a população da União Soviética e em seu lugar colocar alemães,o tal do Espaço Vital, o restante escravizá-los. Quero aqui chamar a atenção para religiosos fanáticos judeus que pregam o Israel Grande e ao mesmo tempo refutar qualquer uso da Estrela de David com a famigerada suástica nazista,considero uma falta de respeito, não apenas a religião como também aos 6 milhões de judeus assassinados industrialmente. O fanatismo religioso,racial e ideológico apenas leva a destruição - isto que chamo a atenção. Quanto a mim Luiz Pereira ser de Esquerda ( e sou) e de Direita são ponto de vistas,podem ser ditatoriais e democratas,no meu caso democrata e não pelo uso hipócrita da palavra democracia, quantos CCCs e MACs falam em "democracia", sou democrata pois amo a vida e vida sem liberdade e direitos humanos juntos é uma Sonho e Luta que devemos todos Sonhar e Lutar. Feliz Natal a todos, Cristo independente de religiosidade ou não, foi único mesmo,li certa vez e não sou especialista em Bíblia ou Novo Testamento: "Trago a Espada,brigarão Pai contra Filho, Irmão contra Irmão..." palavras de Cristo(não me peçam para dizer onde) - parece uma declaração de guerra, palavras de ódio - NÃO! - se somos filhos do mesmo PAI,logo somos todos irmãos - logo somente a SOLIDARIEDADE é que deveria existir entre a humanidade - daí o "Trago e Espada" uma mudança radical entre todos nós - Irmão não explora Irmão! Subversão Linda que Cristo nos Prega. AQbraços a todos e Feliz Natal Pedro Luiz

iara em 14 de dezembro de 2012

Pedro, obrigada pelos elogios. Vamos perdoar o Luiz Pereira pois talvez as palavras estúpidas que ele disse não sejam culpa dele. Muito antes de Stalin tentar acalmar os nazistas, franceses e britânicos haviam feito acordos para não serem agredidos e permitiram a anexação dos sudetos(um pedaço da Tchecoslováquia) à Alemanha de Hitler na reunião de 1938 em Munique. Então, é possível se ter uma idéia sobre o quanto era poderosa militarmente a Alemanha nazista. Foi sorte, muita sorte da França e da Grã Bretanha, foi sorte nossa também que não deram certo os propósitos de Hitler ao invadir a URSS pois para lá ele havia mandado 3 milhões de soldados com tudo o que tinha de melhor e mais moderno em termos de armas de guerra naquela época. Foram quase 30 milhões de soviéticos mortos na invasão. A idéia de Hitler era matar todos os soviéticos, ocupar o território da URSS com alemães e explorar os grandes recursos minerais daquelas terras. A fome durante a segunda guerra mundial fazia parte do cotidiano europeu, frio e fome. Na Grã Bretanha, só era possível comer uma batata cozida e 1cm de bacon por dia. Na França, tiveram que comer até carne de cachorro de estimação. Na URSS só podiam comer uma fatia de pão de centeio. Na Alemanha o sujeito era preso se conseguisse contrabandear 250g de café. Agora, o natal está chegando e minhas férias também. Um Feliz Natal e uma ceia recheada de coisas boas!!!

Angelo Losguardi em 14 de dezembro de 2012

Registro importantíssimo nessas fotos. Como seria o mundo hoje se o nazifascismo e o comunismo não tivessem vindo à tona? O século XX foi um século fracionado, partido, pelo drama das guerras. Viveu um refluxo de humores do século anterior que deveriam ter-se acabado, mas geraram esses assustadores demônios. . Se é possível tirar algo de bom disso, foi que mostrou àqueles que não abrem mão da liberdade que o verdadeiro caminho é o da Democracia. Liberdade plena, sem censura, arbitrariedades e com total respeito e obediência às leis constituídas pelos representantes do povo. . Creio que podemos dizer sem medo de errar que enterramos a dissidência socialista conhecida como fascismo. Qualquer um que manifeste hoje simpatias por essa excrescência será tratado como um pária, boçal ou idiota, felizmente. Mas a chaga comunista persiste. Além de não ser pleno o entendimento de que esse regime é algo que se aproxima do mal absoluto, essa agremiação nefasta deu crias. A América Latina está hoje assolada por uma derivação socialista que se parece de forma extrema com seu "tio", o fascismo italiano. Esses neocomunistas não mais querem o monópolio da economia. Assim como os fascistas, defendem o interesse dos grandes grupos econômicos - desde que esses 'fiquem de joelhos pro partido' (palavras de Hitler). E assim eles vão levando essa indecente simbiose. A única diferença é que essa turma não fala em "nação", "estado", mas sim em "justiça social". Quem se importa com o dialeto, o discurso esfarrapado, se rigorosamente são e fazem a mesma coisa? Lula disse hoje em Paris que planeja fazer uma caravana no país. A intenção disso é intimidar as instituições, torná-lo inimputável. Caravana é a "marcha sobre Roma" petista. . Deus nos dê forças para resistirmos às investidas desses demônios.

Pedro Luiz Moreira Lima em 14 de dezembro de 2012

Luiz Pereira: A Lei da Maria da Penha criada pela razão da incrível violência contra a mulher e o pior aceita pela nossa sociedade, em todos os níveis e até em um certo membro do STF, segundo notícias em jornais. Falei na lei da Maria da Penha, não para ameaçá-lo mais sim lembrar da sua incompreensível agressão a Iara e um pedido normal de desculpas. Abraços Pedro Luiz

Pedro Luiz Moreira Lima em 14 de dezembro de 2012

Luiz Pereira: Tirar a importância de Churchill, somente se quisesse reescrever a história. Stalin em sua loucura arrasou a liderança do Exército Vermelho, e o início da considerada a maior e mais feroz campanha militar da história em termos de mobilização de tropas e baixas sofridas, onde 4,5 milhões de soldados do Eixo invadiram a União Soviética numa frente de 2900 km sendo também utilizados 600.000 veículos automotores e 750.000 cavalos. Os planos para a Operação Barbarossa iniciaram no dia 18 de dezembro de 1940, sendo o seu nome devido ao monarca Frederico Barbarossa, do Sacro Império Romano-Germânico, um dos líderes da Terceira Cruzada no século XII. Com a falha da Operação Barbarossa, ficaram complicadas as futuras operações dentro do território soviético, tendo todas estas tentativas falhado, como a continuação do Cerco de Leningrado Operação Nordlicht, e a Batalha de Stalingrado, entre outras batalhas no território soviético ocupado como a batalha de Kursky ,a maior batalha de blindados até então, e parece só suplantada na Guerra dos Seis Dias entre judeus e árabes. Com a falha da Operação Barbarossa, foi aberto um novo fronte na Segunda Guerra, a Frente Oriental, onde foram concentradas mais forças do que em qualquer outro teatro de guerra da história, sendo assim, ficou inevitável que neste fronte ocorressem algumas das maiores batalhas, baixas e atrocidades, trazendo o horror para as forças alemães e soviéticas que ali se enfrentavam, influenciando decisivamente no curso da guerra e da história do século XX. A Frente Ocidental - os aliados enfrentaram de 18 a 20% das Forças Nazistas.Não desmerecendo o papel dos aliados e nem do Brasil na frente italiana, uma guerra onde os alemães e italianos fascistas muito bem protegidos pelos Apeninos e terem de ser expulsos de montanha e montanha. O que Stalin pedia era uma abertura de uma segunda frente - e só em 1944 com o desembarque da Normandia deu um certo respiro ao Exército Vermelho - até ali lutando contra 80% das Forças Nazistas. A invasão da Grécia cá entre nós foi um passeio dos alemães - a tropa de paraquedista alemã levou logo a derrota do exército inglês. Olha Luiz Pereira - a União Soviética sozinha combateu 80% do Exército Nazista defendeu e contra atacou só parando em Berlim. Stalin realmente assumiu uma grande liderança na defesa do solo pátrio, ficando em Moscou com os alemães a 60km de suas portas, Stalin e todo o seu staff! Negar a história por ser anti comunista e anti Stalin é simplesmente negar a história. Quanto a Iara primeiro é um moça e em nenhum momento agrediu a você ou qualquer outro aqui - a não ser você considerar ideias de agressão. Lembrar que a Inglaterra e a França deixaram Hitler trafegar a vontade em sua expansão e até a Polônia, a resistência foi minima e sentindo as 2 potências na derrota da França e o quase colapso total do Exército Inglês em Dunquerque. Na guerra contra o Japão foi os EUA o principal combatente e na Frente Ocidental, a União Soviética, a principal combatente. Stalin foi um monstro? - SIM, mas isto não muda a história e sua liderança na Segunda Guerra Mundial. Tratar uma moça inteligente,educada e civilizada faz você parecer apenas um Machão Latino Subdesenvolvido coisa que tenho certeza que não É! Calma. AQbraços Pedro Luiz

Luiz Pereira em 13 de dezembro de 2012

Setti,boa noite, Peço-lhe desculpas. Usualmente sou uma pessoa civilizada ao extremo. Mas chega uma hora que cansa. Responder a opiniões políticas que se chocam com a realidade mais visível, nem tem feito. Afinal, cada um tem a sua. E se por aqui aparecem pretensos bons moços a defenderem leis de cerceamento de imprensa, ignorando que um dia eles poderão ser vítimas delas, fazer o quê? Direito deles se manifestarem. Outros bons moços se dizem democratas, mas mal conseguem esconder suas admirações por tiranos (sempre de esquerda) em suas palavras e afirmações subliminares. Agora, quando se perverte a História, relativamente recente e bem documentada como jamais fora antes, para fazer apologia de um regime assassino, fica complicado... Mas, deve sempre perseverar a civilidade. Da mesma forma que fora da lei não há salvação, a coisa se complica fora da cordialidade. Então, que Da. Iara fique com suas idéias, que para mim são extravagantes, mas é apenas minha opinião, e com elas conviva bem. Fica a vc minhas desculpas pelo mau uso do espaço Deixo-as tb para Da. Iara. Suas idéias são, para mim, horríveis. Porém, de fato, se eu tiver que recorrer a vitupérios para demonstrar a teratologia nelas embutida, nesse caso, talvez elas não fossem tão ruins. Idéias ruins caem de podre, abs

Luiz Pereira em 13 de dezembro de 2012

Luiz, este espaço não serve para troca de ofensas entre leitores.

Luiz Pereira em 13 de dezembro de 2012

Pedro, td bom? Abreviemos: vc queria que Stalin fizesse o que, ao ter seu país invadido? Desse flores aos nazis? Sua inépcia permitiu aos nazis avançarem mais rapidamente do que deveriam. E mais, se Hitler não tivesse desviado parte do exército para a Grécia, sabe-se lá onde teriam parado as coisas... Stalin, como os russos, lutava pela própria vida. O maior responsável pela derrota do nazismo foi Churchill. Enquanto Stalin fez o pacto de ditadores com Hitler, W.S. Churchill simplesmente disse "we shall never surrender". E foi a luta, sem fazer acordo satânicos como o que rachou a Polônia. Quanto a Iara que vc defende e pretende que aplique a Lei Maria da Penha pra cima de mim, continua achando-a uma idiota.

Pedro Luiz Moreira Lima em 13 de dezembro de 2012

Iara: Mesmo na ironia você nunca é sonsa. Sua análise dos fatos na Segunda Guerra Mundial é irretocável. Um prazer e aprendizado ler suas análises e principalmente aprender a como rebater grosserias,xingamentos e afins com educação e civilidade coisas que faltam aos seus críticos. Um beijo carinhoso e de admiração Pedro Luiz

iara em 12 de dezembro de 2012

Caro Luiz Pereira, era bem assim raivosa, complexada e sem educação como você a militância de ultra direita que deu sustentáculo ao nazismo na era Hitler. Como muitos eram pessoas de pouca escolaridade, o führer dava cargos de assessor de campo de concentração ou de técnico de câmara de gás para as criaturas. Outra: entreguismo não foi privilégio de alguns soviéticos que facilitaram a passagem das tropas alemãs por seu território. Informe-se melhor sobre a república de Vichy e o que aconteceu com os apoiadores do führer na França. Mais: se Stalin fez o que pode para evitar a agressão nazista contra o povo dele, com certeza a decisão que ele tomou foi conjunta com os diversos segmentos populares da URSS daquela época; se a decisão não evitou a invasão das tropas alemãs, funcionou muito bem a mobilização de Stalin junto ao seu povo para formar milhares de brigadas que acabaram derrubando os nazistas. Sinta-se feliz pelo nazismo ter parado ali na invasão da URSS pois o território brasileiro também estava nos planos nazistas. Hoje você existe e a sua familia também existe. Iara, a sonsa

Pedro Luiz Moreira Lima em 12 de dezembro de 2012

Luiz Pereira: Se a Iara é estupida,cretina a História também É! Não discuto se o Stalin foi um monstro-FOI! O acordo Ribbentrop -Molotov de não Agressão pegou todos os Comunistas no mundo de surpresa e espanto? - PEGOU! Se Stalin em sua paranoia fez uma limpa no Exército Vermelho, o deixando sem liderança nos primeiro ano de guerra - DEIXOU! Agora a História não é ESTUPIDA,CRETINA - NUNCA! Stalin se recompôs, sua LIDERANÇA como Comandante em Chefe da Resistência aos Invasores Nazistas é INEGÁVEL! Stalin transportou toda a sua Indústria Pesada,Técnicos, e Operários para a retaguarda e a HISTÓRIA que não é estupida e nem cretina - reconhece o Parque Industrial Soviético poderosíssimo na época e intocado! Recebeu ajuda bélica dos Aliados? - SIM, mas esta ajuda contribui em muito mas não foi FUNDAMENTAL! Os NAZISTAS enviaram para o combate na FRENTE ORIENTAL 80%,DISSE 80%!.do seu Exército e até 1941,INVENCÍVEL! Durante 1941 e até a Conquista de Berlin - combateu SOZINHA o monstruoso e poderoso Exército Nazista. Kursky, a maior batalha de blindados até então da História da Humanidade, custou 200.000 homens mortos e feridos(total de ambos os lados) apesar de sem vencedores - pelo número de blindados perdidos a Alemanha decretou a sua derrota - o Exército Soviético nesta batalha praticamente a totalidade, de aviões e blindados foram de fabricação da Industria Soviética,seu fuzil K... o melhor da guerra. A União Soviética foi a Grande e principal, razão da Derrota Nazista na Segunda Guerra - durante 4 anos lutou e venceu o Maior e Melhor Exército na época - Derrotou,Contra Atacou só parando em Berlin. Na guerra contra o Japão,a Força Principal que derrotou o Japão foi os EUA e a História que não é Estupida e nem Cretina - reconhece. A União Soviética foi a Principal razão da derrota de Hitler, assim como os EUA na Derrota do Império do Sol Nascente, é HISTÓRIA QUER GOSTE OU NÃO. Chamar uma MOÇA de ANTA,CRETINA,BURRA e IDIOTA é de uma infelicidade e grosseria de marca maior - ou será assim que trataremos os outros doravante? O Setti me chamou de anti ético quando parti para cima para do Corinthians ao contestar a denominação de Terrorista ao Carlos Mariguellla, um homem que se você colocar num Google Estrangeiro é conhecido,respeitado em TODO MUNDO! no Brasil é odiado por uma maciça propaganda de DESINFORMAÇÃO pela Grande Mídia. Sua intervenção foi anti ética a uma colega de blogue e pergunto ao Setti - ser anti ético aqui é quando for de encontro as ideias do blogue? Concordo com as colocações da Iara e na peça o Interrogatório,de Peter Weiss, os atores ao final da peça - interpretaam Nazistas e Judeus se dão as mãos(simbolicamente)e falam - NÓS SOBREVIVEMOS AO SISTEMA(NAZISMO) MAS O SISTEMA TAMBÉM SOBREVIVEU(NAZISMO) A Iara tem toda a razão em seu comentário,incluo mais uma entre tantos assassinos não punidos,a Hugo Boss alemã! Finalmente negar que Stalin foi um monstro - NUNCA mas negar Stalin como a Grande Liderança Soviética na Resistência aos Nazistas também - NUNCA! Não é questão de ser ou não comunista, odiar ou não comunista e sim RESPEITAR A HISTÓRIA. Querida Iara - a violência as sua opinião e principalmente FEMININA, faz de nós homens aqui no BLOGUE que possuem Respeito e Sensibilidade - PURA VERGONHA! a agressão que sofreu a Lei da Maria da Penha poderia ser ativada. Perdão! Pedro Luiz Moreira Lima

Luiz Pereira em 12 de dezembro de 2012

Iara, Achava que vc era apenas uma pessoa que viajava na maionese. Vc não é sonsa. É estúpida, cretina. Enfim, seus parcos prazeres se devem a postar barbaridades por aqui. Churchill propos a Stalin abrir uma frente, rompendo o Pacto Molotov-Ribbentrop. Stalin confiou na palavra de Hitler. O pacto consistia na eliminação do país Polônia (grande humanista, esse Stalin, defendido pelo grande ideólogo Niemeyer). Quando os alemães entraram na URSS foi que Stalin saiu correndo atrás de Churchill e dos EUA. Se morreram 20, 30 milhões de russos, para Stalin isso não fazia a menor diferença. Quantos não morreram nos Gulags? Pessoas, ele tinha para morrer. O que ele não tinha eram armas, sua anta! Se os EUA, depois de Stalin mendigar, não tivessem mandado armas, mais russos teriam morrido e sabe-se lá como teria terminado a coisa. Depois de ter recusado seguir junto com a Inglaterra, mantendo o pacto, ao ter seu país invadido, Stalin quis apressar o desembarque dos Aliados na Europa em um ano. Provavelmente os Aliados teriam dado com os burros n´água. para seu conhecimento: o que vc chama de ultra-direita brasileira é aliadíssima de seu Lulla. Ilustre-se, idiota!

iara em 11 de dezembro de 2012

Caros Amigos, iara, a sonsa como diz o Setti, vai falar o que fez uma pessoa na Alemanha junto ao Goebbels e Hitler quando era dono do jornal Der Stümer. Trata-se de Julius Streicher que foi condenado à forca em 1946 pelo tribunal de Nuremberg por incitar violências contra os comunistas, contra os judeus, contra os pobres, contra os homossexuais, contra os deficientes e contra todos os contrários ao nazismo. Qualquer semelhança é mera coincidência. Iara, a sonsa, também aproveita a oportunidade para falar de um empresário milionário que também foi condenado à forca pelo tribunal de Nuremberg por ter se servido de prisioneiros dos campos de concentração da Alemanha nazista como mão de obra escrava. Trata-se de Gustav Krupp. Qualquer semelhança, mera coincidência. Aultra direita do Brasil e as oligarquias que o digam. Atualmente, a familia mais rica da Alemanha é a família Quandt. Magda Quandt era esposa de Harald Quandt, um rico indústrial e se divorciou dele para se casar com Goebbels, braço direito do Führer. A familia Quandt foi a que mais se serviu da mão de obra escrava dos campos de concentração, multiplicou sua fortuna, ficou impune, possui hoje uma holding de 200 empresas e fabrica os carros BMW que a burguesia brasileira adora comprar. Stalin foi o primeiro governante da Europa a peitar e a fazer resistência às invasões das tropas nazistas, sua liderança foi decisiva para o fim do nazismo. Certamente, Stalin atendeu ao clamor do sofrido povo da URSS que viveu a invasão alemã e mandou executar traidores que facilitaram a passagem das tropas alemãs pelo território soviético.

Geneuronios em 11 de dezembro de 2012

Hitler fugiu para a Argentina. E lá encontrou o Papai Noel, o Coelhinho de Páscoa, a Mula Sem Cabeça e um bando de duendes, não é mesmo?

Antonio em 11 de dezembro de 2012

Meus amigos: Como se suicidou, se não há evidências? O corpo que há anos se dizia de Hitler, nos laudos forenses é de uma mulher?

Atento em 11 de dezembro de 2012

Nena, Ótimo complemento ao comentário da Iara. Coloca a questão dentro das devidas dimensões.

Atento em 11 de dezembro de 2012

Caro Setti, Um pouco fora do assunto, mas dentro do tema, segue um link que renova a esperança na espécie humana, mesmo quando imersa em uma guerra cruel: http://www.youtube.com/watch?v=_8EkmyoG83Q

Pedro Luiz Moreira Lima em 11 de dezembro de 2012

Paulo Lima: Stalin foi um monstro?SIM! Voltando a Segunda Guerra Mundial, o maior embate foram entre os Nazistas e os Soviéticos. Na época a extinta, União Soviética, enfrentou 80% das forças militares de Hitler,perdendo 25 a 30 milhões entre civis e militares(maioria civil). A Batalha de Berlin custou aos soldados soviéticos por volta ou mais de 300.000 mortos e feridos. Os primeiros ocupantes russos de Berlin foram os "desesperados" homens que tinham perdido tudo na ocupação nazista na Russia - fatos terríveis aconteceram nos primeiros dias?SIM! justificar?NÃO! Compreender aos olhos de hoje a carnificina de 25 a 30 milhões de pessoas - pode-se entender o ódio e as ações dos primeiros ocupantes de Berlin - "os desesperados." e a impossibilidade de contê-los,a humanidade foi lhes tirado de maneira trágica e cruel. Quando finalmente o Exército Vermelho( aqui nenhuma propaganda) tomou a administração de Berlin,os atos bárbaros forma cessados. Devemos olhar a história com os olhos de hoje compreender,analisar e contar para que não se repitam. Infelizmente apesar dos 50 a 60 milhões de mortos no século passado é ainda um aprendizado não aprendido. Abraços Pedro Luiz

Pedro Luiz Moreira Lima em 11 de dezembro de 2012

Iara: De pleno acordo - beleza de comentário. Abraços Pedro Luiz

nena em 11 de dezembro de 2012

Estou com a Iara - "Por essas e outras é que não aconselho ninguém a ficar apoiando a ultra direita, as oligarquias, as ditaduras, os ati isso e os anti aquilo". Acrescentaria ao seu comentário a sugestão de não se apoiar também as ditaduras de esquerda, o stalinismo, o maoísmo, o castrismo, chavismo, kim jong, as ditaduras africanas, o kirchnismo, as do Oriente Médio. Veja um exemplo: "The Soviet Story", Edvins Snore http://www.youtube.com/watch?v=79HC57EagRQ&feature=player_embedded#%21

Armando em 11 de dezembro de 2012

Alguns dos melhores blogs da imprensa brasileira estão na revista Veja. Hoje,lamento não ler um comentario-critica sobre a bestialidade,ignorancia,mentira em jargão ofensivo contra pessoas da religião judaica e um pais,mais do que democratico-Israel,por parte de um participante,o tal que se esconde pela alcunha de "roy",do dia 10 de dezembro 'as 21,39hs.Essa PROPAGANDA NAZISTA e' mais nociva do que os erros de portugues dos que quiseram ensinar o nosso idioma. Abraços, Armando Caro Armando, deletei o comentário, com a seguinte observação, que você poderá conferir: "Seu comentário racista, sórdido, asqueroso, foi deletado. Você está convidado a não voltar mais ao blog.". Abraços

Mari Labbate - SP em 11 de dezembro de 2012

Suicídio = final-da-estrada dos asquerosos ditadores. Deus é justo!

Marcos Costa em 11 de dezembro de 2012

Essa é uma das maiores farsas da Historia da humanidade, Hitler nunca se suicidou ele fugiu com sua amada Eva Brown em um dos varios submarinos em fuga despois do fim da guerra seu destino a Argentina onde viveu até sua morte. Tudo isso foi denunciado na epoca por Stalin Presidente da Russia. A argentina sempre apoiou o nazismo na america do sul inclusive com varias colonias de nazistas. Nunca foram vistos os corpos como o de Mussolini e sua mulher que foram crusificados de cabeça para baixo em praça pública.

Robson Lelles em 11 de dezembro de 2012

Por que só agora, em plena era do Photoshop?

moacir em 11 de dezembro de 2012

Setti, Li muito sobre o não-suicídio.Também li ( e vi o filme ) Os meninos do Brasil,de 1976.Ira Levin era um mestre de thrillers arrepiantes.Ficções. Quanto as fotos,elas me entristecem e me fazem recordar Camões: **Na terra tanta guerra,tanto engano Tanta necessidade esquecida! Onde pode acolher-se um fraco humano, Onde terá segura a própria vida, Que não se arme e se indigne o Céu sereno Contra um bicho da terra tão pequeno?

Paulo Lima em 11 de dezembro de 2012

Faltou mostrar as fotos das milhares de mulheres e crianças estupradas pelos "libertadores".......

iara em 11 de dezembro de 2012

Setti, já vi muito dessas fotos e acredito que a ditadura de Hitler foi a pior de todos os tempos. Nada justifica as atrocidades mas na época, maior parte da população alemã era analfabeta e sem cultura, era pobre e explorada por um capitalismo fedorento, então se deixou levar pelas teorias dos crápulas de ultra direita que governaram a Alemanha daquela época. Sim digo os crápulas de ultra direita porque tudo isso não foi apenas idéia de Hitler mas de muitos por ali que estavam ao lado dele como Goebbel. Levantamentos feitos, apontam para mais de 50 milhões de mortos na segunda guerra mundial, uma carneficina que mudou o mundo. Os primeiros a morrerem nas câmaras de gás foram garotos e rapazes alemães que se negaram a ingressar no exército ou que eram contra o nazismo, depois os presos comunistas, os judeus, os homossexuais, os mendigos, os deficientes, os ladrões de galinha, os liberais e os prisioneiros de guerra que não servissem para o trabalho escravo. Por essas e outras é que não aconselho ninguém a ficar apoiando a ultra direita, as oligarquias, as ditaduras, os ati isso e os anti aquilo. A Alemanha da atualidade faz tudo que pode para evitar as violências dos restos de ultra direita que sobraram, recentemente proibiu qualquer espécie de manisfestações dos neo-nazistas.

Pedro Luiz Moreira Lima em 11 de dezembro de 2012

Depois Setti - ao me indignar e ser chamado de anti ético por não aceitar a denominação de TERRORISTAS a pessoas que deram de tudo, até a vida, na luta contra a Ditadura Civil Militar - e Hitler é aqui chamado de Salvador?Volte Hitler! Tá bom,pensei que ética fosse um conceito único,perdão.. Pedro Luiz Esse comentário horroroso me escapou, e foi deletado hoje, com a seguinte observação: "Seu comentário racista, sórdido, asqueroso, foi deletado. Você está convidado a não voltar mais ao blog."

Sergio Rotenberg em 11 de dezembro de 2012

Bela reportagem, isenta como o bom jornalismo merece. Faço um pequeno reparo, desta vez de concordância/digitação: "os corpos do casal foram", e não "foi". Proponho retirar o comentário infeliz do Roy, que faz faz apologia do Nazismo, desrespeitando os muitos milhões de mortos pelo III Reich. Obrigado pelo toque, e também pelo comentário mencionado. Vou vê-lo imediatamente. Abraço

marcelo em 10 de dezembro de 2012

Hitler não deve ter cometido suicidio ao meu ver os poderosos entre aspas se entedem acobertam uns aos outros recentemente vi um documentario que dizia que em trocade informações ele teria sido protegido pelos E.U.A e se exilado na Argentina é nisso que acredito. Cada um acredita na loucura que quiser. Os Estados Unidos enviaram mais de 10 milhões de soldados para combater Hitler na Europa e, depois de derrotá-lo, decidiram protegê-lo? Santa Maria...

KERSONLISI/PARNAMIRIM/RN em 10 de dezembro de 2012

SE VÊ TUDO ISTO E NADA SE APRENDE...O RADICALISMO ISLAMICO FOI OFICIALMENTE IMPLANTADO PELAS BRIGADAS MULÇULMANAS DO MURFI DO ISLÃ,APOIADAS POR HITLER, NOS BÁLCÃS, PARA MATAR PRINCIPALMENTE JUDEUS...O NAZISMO E HITLER FORAM DESTRUIDOS,PORÉM,ESTE MAU SE APRESENTA AGORA COM AMEAÇA ATÔMICA DO IRÃ, E O MUNDO SE ACOVARDA,QUANTO SE ACORVADOU QUANDO HITLER AMEAÇOU QUE MATARIA MILHÕES,E MATOU...AGORA ARMADINEJADE FAZ O MESMO,E O MUNDO TAMBÉM...A HISTÓRIA SE REPETIRÁ...QUEM VIVER VERÁ!

JOAO STIHAIENCO em 10 de dezembro de 2012

Quanto à observação do Marcello Pimenta (10/12/12 às 19:49) gostaria de acrescentar:A forma 'suicidou-se", ainda que apoiada pelo Houaiss, é bastante estranha dada a etmologia da palavra.Se suicidio é a morte de si mesmo, o emprego do pronome "se" se torna redundante e desnecessário.É quase como dizer que o indivíduo "morreu-se".

Tatiane em 10 de dezembro de 2012

Aff...cruz crédo! Sinistro... esse cara foi a figura mais próxima do "demônio" que a humanidade já conheceu! Ui...

daniel em 10 de dezembro de 2012

os petralhas voces viram quem fas coisas erradas !olha oque acontece depois nao diga que nao forao avisados.

Titus Petronius em 10 de dezembro de 2012

Concordo com a Sandra(19:58). Desde criança, ao ouvir histórias da guerra contadas pelo meu avô, duvido do suicídio de Hitler. Diferentemente do corpo de Mussolini, pendurado de cabeça para baixo em uma praça de Como para quem quisesse ver, o de Hitler virou cinzas. Tá. Agora, as fotos são espetaculares. Os fundadores da Magnun são referência até hoje.

Roy em 10 de dezembro de 2012

Seu comentário racista, sórdido, asqueroso, foi deletado. Você está convidado a não voltar mais ao blog.

Alberto em 10 de dezembro de 2012

Seu comentário ofensivo e calhorda foi deletado.

willian nascimento em 10 de dezembro de 2012

esse foi um monstro que comandou o massacre de milhoes de vidas.. homens mulheres crianças judias destruiu sonhos enfim foi um homem de um coração ruim.. que desapareçeu da face da terra!! mereçeu seu fim por tanta covardia....

Sergio Henrique em 10 de dezembro de 2012

Espetaculares, as fotos!!!!Servem para lembrar-nos sempre, a que ponto a loucura humana pode contagiar outras pessoas, e criar verdadeiras tragédias...

olimpio de sena filho em 10 de dezembro de 2012

Fui um grande monstro humano que foi derrotado, nós brasileiros temos monstros iguais na politica brasileira, que matam roubam nossa integridade humana, deveriam ter o mesmo fim.

sandra em 10 de dezembro de 2012

Duvido muito que Hitler tenha se suicidado. Ele deve ter feito como Lula faz quando há problemas graves: foge porque não há como continuar enganando o povo. Possivelmente estava sem bigode, careca e maltrapilho em algum campo de concentração, disfarçado para que os aliados o "salvassem". Deve ter levado uma vida normal até a velhice em algum país da América do Sul assim como Mengele e tantos outros.

Marcello Pimenta em 10 de dezembro de 2012

Excelente matéria, apenas uma retificação. Se suicidou não, o correto é cometeu suicídio. Afinal, não é possível suicidar outra pessoa. Caro Marcello, a fórmula é absolutamente consagrada e "abençoada" pelos dicionários. Depois de sua observação, fui ao Houaiss, e lá está: "suicidar-se u-i verbo ( 1858 cf. MS6) 1 ( pron. ) pôr termo à própria vida; matar-se "suicidou-se por não suportar mais a vida" Abração

Ramon em 10 de dezembro de 2012

Ótima reportagem! Um errinho ortográfico: Führerbunker", faltou um R ali Saudacoes Ramon Perfeito, Ramon. Obrigado pelo toque. Vou corrigir. Abração! E volte sempre.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI