Image
Danielle Boucher e Jovette Desmarais

O fotógrafo canadense François Brunelle, experiente em sua profissão, sempre se dedicou a estudar os semblantes de seus fotografados. Foi desse curioso hábito que nasceu a ideia para um curioso projeto, que deverão compor um livro e exposição em várias partes do mundo: fotografar sósias.

O nome do projeto, I’m not a look-alike! (Eu não sou um sósia) confunde um pouco, já que as mais de 200 duplas fotografadas não são parentes, não se conheciam antes da sessão de fotos e a grande maioria é de cidades, Estados e até mesmo países diferentes.

A maior parte dos fotografados é do Canadá — tanto do Canadá de fala e cultura inglesa quanto do Canadá francês.

Essa é, na verdade, a essência do projeto: o fato de que duas pessoas, totalmente diferentes uma da outra, de localidades geográficas distintas, partilharem a mesma aparência física.

Não estamos falando de pessoas idênticas, mas de traços, de sorrisos, de trejeitos que os tornam parecidos. Afinal, que nunca ouviu: “Nossa, você se parece tanto uma pessoa que eu conheço….”

Image
Yves Megert e Remi Bacon

Image
Valerie Carreau e Jean-Phillippe Royer

Image
Tamara Stomphorst e Sandra Meines

Image
Stéphane Morin e Claude Simon Langlois

Image
Sarah Fournier e Alan Madil

Image
Remy Girard e Gabriel Guibert

Image
Nuno Filipe Mendes Godhino e Miguel Gonçalo Costa Silvestre

Image
Nina Rose Singh e Anna Rubin

Image
Nathaniel (não quis dizer seu sobrenome) e Edward Toledo

Image
Morgan Bowden e Imogen Rawe

Image
Marie Chantal e Nancy Paul

Image
Mariane Thibault e Isabelle Maréchal

Image
Marcel Stepanoff e Ludovic Maillard

Image
Frederick Hryszyn e Justin Ford

Image
Elisa Berst e Corinne Barois

Image
Edith Prefontaine e Stefanie Tremblay

Image
Donmar Williams e Martine Chase

Image
Dolores Guttierez e Clara Halpern

LEIAM TAMBÉM:

FOTOS: Divirtam-se vendo se, de fato, os bichos de estimação se parecem aos donos — e vice-versa

Diversão para uma sexta-feira: personalidades e atitudes de cada cão, segundo o fotógrafo inglês Gerrard Gethings

Fotos surpreendentes: Os assustadores animais subaquáticos de Seth Casteel

Vídeo: mágoas, tristezas e alegrias da cachorrinha Sofia

DIVIRTA-SE COM ESSAS FOTOS: Como se faz um bebê

Fotos: bichos — para encantar, divertir ou surpreender

Fotos muito especiais: a fúria de ursos, um elefante, macacos, um jacaré e até um hipopótamo contra humanos

Fotos hilárias: sou gato, durmo onde quero, do jeito que eu quero!

FOTOS MUITO ORIGINAIS: Pássaros como você nunca viu antes, clicados… em estúdio

Fotos: os estranhos corpos humanos coloridos de Jim Mangan

Fotos que só ele faz no mundo: as flores impossíveis de Jack Long

Fotos: momentos que não precisam de palavras

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =

26 Comentários

Alan em 03 de agosto de 2014

Muito simples fazer um livro desses com várias pessoas parecidas!! Basta fotografar japoneses e chineses!! =D

Otacília em 26 de junho de 2014

Essas pessoas são realmente muito parecidas. E falando nesse assunto. Eu também já vi um homem parecido com o MISTER Bin e um menino idêntico ao Ang um personagem dos do filme O ultimo mestre do Ar...

Raul Oliveira Ramos em 05 de março de 2014

Como faço pra descobrir as pessoas parecidas comigo? queria ver como elas são além de iguais a mim kkkk por favor se alguém souber a resposta me responde no face, meu nome tá aqui em cima.

GlorInha de Nantes em 06 de agosto de 2013

Quer dizer então que podemos ter um ou mais irmãos gemelares por aí, sem saber?! . Ou roubaram nosso gêmeo, de nossa mãe, de nosso pai, ainda na maternidade?! . Ou fomos copiados, tal como num filme de ficção científica, à revelia de nossos pais, e redistribuídos pelo mundo, num mega experimento científico?! . Seríamos alguns de nós clonagens de humanos, resultantes de diferentes e inúmeros experimentos em fase conclusiva?! Relatórios fotográficos estariam sendo publicados, revelando finalmente o sucesso de tais experiências?! Se não, como explicar esse reencontro?! . Entretanto, pensando bem, descartando inevitáveis e delirantes elocubrações, quem nos garante sermos seres exclusivos e únicos?! . Num mundo de sete bilhões de seres humanos, deve haver pelo menos um, fisionomicamente, muito semelhante a mim. Quanto mais próximo geograficamente, mais plausível a hipótese de parentesco distante. Ou muitos de mim estariam por aí?! . S.O.S.! Tem dia que nem eu me suporto, a ponto de desejar não estar comigo mesma! Socorro! . Prefiro acreditar que somos seres originais e intransferíveis. Sem cópia-pirata fica menos complicado construírmo-nos, fazer a vida, tocar a vida, . . . Enfim, sair por aí portando carteira de identidade, passaporte e título de eleitor com inconfundível retrato, em 3 X 4 ou 6 X 9. E impressões digitais irrepetíveis carimbadas.

justice em 05 de agosto de 2013

Muito legal e curioso. Valeu!

CRB em 05 de agosto de 2013

E nessa selecao nao tem nenhuma foto de caminhao ou onibus cheio de chines ou japones...rs

Jeremias-no-deserto em 05 de agosto de 2013

Parece que muita gente aí joga água fora da bacia..he,hehe.

Joe em 04 de agosto de 2013

Milton Neves, sorry..

Joe em 04 de agosto de 2013

Prezado Setti, para Bill Clinton vc não leva muito jeito não, mas pode se passar pelo Minton Neves sem problema... Abs do Joe

Rocha em 03 de agosto de 2013

Impressionante. Parece que o pai de alguém pulou a cerca. Acontece nas melhores familias. Mas, pode existir um perentesco antigo, quem sabe? Sou muito parecido com um padre da cidade natal de meus pais.

sergio em 02 de agosto de 2013

Não são parentes? Só acredito depois de perguntar ao Obama.

Charles A. em 02 de agosto de 2013

Quando mais jovem me confundiam com o ator Antonio Fagundes.Alguém acha Fagundes e o papa João Paulo II parecidos? Acho que vemos nas pessoas o que gostaríamos de ver.A maioria das semelhanças entre essas pessoas são pontuais,de um traço marcante,como um rosto comprido ou um queixo afilado .Vestindo-se de forma parecida,as semelhanças se acentuam...

Charles A. em 02 de agosto de 2013

Já me falaram que eu me pareço com o falecido papa João Paulo II.Na minha opinião o que temos em comum é a calva...

Marco em 01 de agosto de 2013

Don Setti,se não tiver o Don Setti, não sou eu, foi o meu guri, ate pq dormi antes do jogo, ontem. E o 2 gol não minha opinião deveria ter sido do Pato. Vendo o replay, ela já tinha mesmo passado a risca. Não faz mal fica agora para Poa. Os gols dele. Contra o tricolor. Abs.

eduardo em 01 de agosto de 2013

Sabe-se lá por onde andaram seus respectivos pais !

Solange Maria Barbosa de Souz em 01 de agosto de 2013

quando mais nova, algumas fotos minha qdo se colocava perto das fotos atriz Mirian Rios éramos idênticas, principalmente qdo ela participou da novela Marron Glacê da Rede Globo, é incrível. Brasília-DF

Thiago em 01 de agosto de 2013

Stéphane Morin e Dedé Santana

Bruno Sampaio em 01 de agosto de 2013

Muito bom. Eu tive um sosia que conhecia, era sempre confundido com ele. Uma vez, na praia, veio a maior gatinha e me perguntou? voce nao ë o Geraldo? Eu disse, infelizmente, nao...

JT em 01 de agosto de 2013

Certa vez passei uma virada de ano em Salvador. Estava numa cantina quando um sujeito veio me cumprimentar efusivamente, que estava com saudades de mim e de nossas farras pelas bandas do norte. Tive que explicar para ele que era a pessoa errada. Em outra ocasião um senhor veio até mim dizendo que sabia que não era eu, mas que eu tinha um sósia perfeito em Presidente Prudente, cidade que ainda não tive a chance de conhecer. O rapaz de lá estava se recuperando de um acidente e mesmo sem conhecê-lo, passei a orar por ele. Estou desconfiado de que existem uma legião de JTs espalhados por aí. Espero que eles sejam todos gente fina. Não quero chegar num lugar e ser cobrado por um café que eu não paguei...

anselmo em 01 de agosto de 2013

Setti, faltou a foto do Mollusco com o Diabo. São iguaizinhos....

Luiza em 01 de agosto de 2013

Caro Ricardo O dna circula na humanidade...para qualquer um existir hoje há alguns séculos precisou-se de alguns milhoes se encontrando ..

sil cruz em 31 de julho de 2013

Paulo Coelho disse alguma coisa como: qdo morremos nossa alma se divide em duas partes e a cada vida-morte há uma divisão. O q me deu a respostas para muitas coisas e a impressão de q a qualquer momento podemor encontrar uma outra parte de nós perambulando por aí... :D

simone struminski em 31 de julho de 2013

Ola Ricardo, eu moro no Québec, parte francesa do Canada e na verdade nao me surpreende ver gente parecida e sobretudo sobrenomes e mesmo nomes inteiros iguais. Existem mais de uma Celine Dion aqui, hahaha. O Canada inteiro tem cerca de 34 milhoes de hab. ou seja minha teoria é que os genes giram em torno de um nucleo muito restrito de populacao. Por isso aqui tem muita doença genética, retardo mental, etc. O Quebec tem apenas 8 milhoes de habitantes. Os imigrantes vindos pra ca como eu, tem a missao de diversificar um pc esta genética. Um grande abraço!

Christiano em 31 de julho de 2013

Eu pensei o mesmo!

Matheus em 31 de julho de 2013

Seu Setti, eu acho o Sr. muito parecido com o Pedro Bial, ou vice versa. Espero q o Sr. não fique brabo... Pô não sabia, q o coringão está no limbo da tabela, favor liquidar o tricolor hj... Caro Matheus, não sei se é você ou seu pai que está escrevendo, mas eu prefiro a opinião de uma ascensorista do prédio onde fica o Instituto FHC. Uma vez fui lá falar com o ex-presidente, estava de terno e gravata etc e ela me disse: "Nossa, o sr. é a cara do Bill Clinton! Ele esteve aqui no Instituto, eu o vi de perto...". Hahahahahaha... Abração

Ismael Pescarini em 31 de julho de 2013

Ah, tá bom!!! Queria ver esse trabalho na China ou no Japão.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI