Image
Não vem que não tem: jovem japonesa aplica um dos seus “superpoderes” aprendido na série “Dragon Ball” (Fotos: mymodernmet.com)

É mais uma dessas trends, ou modas que se propagam via redes sociais sem que saibamos exatamente onde começaram.

Tendo, como dizia ocineasta Glauber Rocha (1939-1981), “uma câmera na mão e uma ideia na cabeça” – e possivelmente um programa Photoshop ao alcance da mão – adolescentes japonesas criaram a febre dos “raios voadores” caseiros.

O objetivo é reproduzir as descargas de energia utilizadas como arma por personagens dos anime (animações japonesas) inspirados nos mangás da série Dragon Ball, e o efeito resultante nos “inimigos”.

Para celebrar o lançamento do novo filme da saga, Dragon Ball Z: A Batalha dos Deuses, que acaba de estrear em vários países, as fãs vêm criando fotografias em que uma jovem “expele” as outras ao seu redor às custas destes raios.

As modalidades variam, incluindo a “onda de energia” Makankosappo, usada pelo vilão Piccolo, e  o “ataque de energia” Kamehamehaenergy empregada pelo herói Goku.

O resultado é bastante divertido:

Dragon-Ball

Dragon-Ball

Dragon-Ball

Dragon-Ball

Dragon-Ball

Dragon-Ball

Dragon-Ball

Dragon-Ball

Dragon-Ball

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 5 =

5 Comentários

marceloDF em 24 de janeiro de 2014

KKKKKKKKKKKKKKKKKK Fica muito show.

Marcos em 20 de junho de 2013

Seu comentário é tão agressivo, tão gratuito e tão desnecessário que não vou publicar, não. Tudo tem seu tempo e seu lugar. Este blog trata de uma grande gama de assuntos, e não apenas de política. Mais respeito, OK?

Picollo em 04 de maio de 2013

Sobe: Makankosappo (nome que nem todo mundo sabe); Desce: "vilão" Picollo. Cadê a consultoria em "nerdice"?

Zaratrusta em 03 de maio de 2013

Não deixa de ser uma técnica fotográfica interessante. Entretanto sua originalidade é questionável, visto que esse conceito foi lançado e utilizado revolucionariamente e intensamente nos filmes da trilogia MATRIX. Quanto ao Kamehameha, sempre reconheci esse nome como sendo o de um rei havaiano do século XIX. Quem nasce hoje realmente tem porque ficar confuso!.... Abraços

Eduardo Fischer em 02 de maio de 2013

Kamehamehaenergy??????? C'mon!! Kame-Hame-Ha ou kamehameha são aceitáveis em português. Makankosappou é na verdade um golpe de raio (como Kame-Hame-Ha), não uma onda de energia... A menos que o filme esteja avacalhando a franquia original.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI