Image
Roseate, fêmea da espécie colhereiro-americano, brilha em estúdio (Fotos: Bob Croslin)

Se, por um lado, retratar pássaros é um hobby humano tão antigo quanto a própria fotografia, por outro é difícil encontrar alguém que o faça ao estilo de Bob Croslin.

Este fotógrafo americano radicado em Tampa, na Flórida, que já colaborou com revistas como Time e ESPN, se especializou em clicar as aves em estúdio, como se fossem modelos.

Para isso, contou com um elenco de gala: os habitantes do Suncoast Seabird Sanctuary. Espécie de reserva-hospital situada na Gullf Coast da Flórida, a entidade dedica-se desde 1971 ao tratamento e cura de pássaros feridos ou doentes. Recebe cerca de 10 mil animais por ano, sendo por isso considerado o maior santuário de pássaros dos EUA.

Doses extra de paciência

Antes de mais nada, Croslin precisou ter muita, mas muita paciência mesmo. Avessos ao ambiente claustrofóbico e escuro dos estúdios, os bichinhos davam bastante trabalho, defecando e vomitando com frequência nos cenários montados, ou simplesmente se recusando a permanecer parados em uma pose.

Mas o esforço valeu a pena. Ainda que, para obter uma única boa imagem fossem necessárias horas de labuta, o ensaio com os “musos” alados rendeu ao autor em 2012 o primeiro prêmio no concurso Pictures of the Year na categoria de Ciência e História Natural de fotografias do ano.

Vale muito a pena conferir cada detalhe dos “modelos”, com destaque para as expressões e olhares. Confiram:

Image
Toda a exuberância de Wobbles, exemplar da espécie garça azul
Image
Mesmo sem ser identificado, este pelicano marrom foi um dos ponto altos do ensaio 
Image
Eis Jackson, um lindo representante da espécie andorinha-do-mar

 

Image
Bob Croslin revela que, como não pode mais voar por causa de um atropelamento, Reddish, esta impressionante garça real macho, foi especialmente mal-humorado nas sessões

Image
Olho no olho com Gizmo, orgulhoso exemplar de coruja oriental de Screech
Image
Assustaram com a coruja? Então esperem até encarar Edgar, o corvo…Já este falcão-americano até topou um contato mais próximo com seres humanos
Image
Este falcão-americano, por sua vez, até topou um contato mais próximo com seres humanos
Image
Nariz em pé? Com vocês, toda a elegância de um cedro waxwing
Image
Hora da despedida: um adeus do pelicano branco George

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + onze =

3 Comentários

Dulce Regina em 27 de maio de 2013

Puro êxtase ! Belíssimo ensaio fotográfico. Dou destaque, para o pelicano marrom. Imponente ! Símbolo de Cristo, que deu o próprio sangue para nos salvar, assim o pelicano se comporta, quando acaba o alimento do seu papo, ele tira o seu sangue para dar aos filhotes. Adoro fotos ! Parabéns, ao fotógrafo e a você Setti !

kitty em 11 de março de 2013

Meu caro amigo Ricardo,as fotografias são pura descontração..algo que tire o foco do mais que falado tema, sobre o decesso, de H. Chávez!!! EIS JACKSON, um belo representante da espécie andorinha-do-mar...Eu posso compreender a Reddish, para um pássaro o impedimento de voar deve ser terrível, temos que dar um desconto pelo mau-humor..! Que bela e imponente postura a do cedro waxwing..Belo esse pássaro!; o pelicano GEORGE é uma graça. Uma tomada genial! Sem dúvidas o fotógrafo Bob Croslim soube tirar os melhores ângulos desses belos exemplares, uma bem escolhida variedade de pássaros!!. Parabéns para ele, e obrigada a você por exibi-los aqui em TEMA LIVRE!! Um abraço, Kitty

Marco em 09 de março de 2013

Don Setti, Não sei se ficou bom com todos os fundos enegrecidos! Abs. Grande Marco, sabe que você tem razão? Abraço

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI