O fotógrafo Guido Argentini, italiano radicado em Los Angeles e presença constante em algumas das melhores revistas do mundo, continua amando (fotografar) as mulheres, e para deleite dos apreciadores, reinventa-as, brincando com fantasias proibidas, tabus e fetiches, em fotos sensuais – mas nunca apelativas.

Suas lentes perpassam clichês e lugares-comuns, beirando limites, tudo com uma delicadeza e sensibilidade extremas, que chegam a maltratar.

Confiram:

Image
“Cara Mischelle e sua jovem escrava loira”
Image
“Cara Mischelle e sua jovem escrava loira”
Image
“Irina e a máscara de renda”
Image
“Tentando alcançar o inatingível”
Image
“Pernas na cama dourada”
Image
“Thea chorando no motel verde”
Image
“Irina e o voyeur”
Image
“Tiffany em Veneza brincando com seus sapatos”
Image
“Você vai ouvir minha voz”
Image
“Tin sozinha em seu quarto”
Image
“Irina brincando com Eric na cadeira”
Image
“As mulheres nascem para amar”
Image
“Edita sob um mosquiteiro em Bali”
Image
“Irina fumando um cigarro”
Image
“Voyeur”
Image
“Quem é a menina com o vestido amarelo?”
Image
“Malene e o Cadillac em Hollywood”
Image
“Kim sob o céu nublado”
Image
“Olga chupando seu polegar”
Image
“Margherita nas escadas”
Image
“Tereza com algemas”

10-08-LONG-NAILS-ON-A-NECK-OF-A-YOUNG-WOMAN-434x440

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 17 =

1 comentário

Suricato em 27 de novembro de 2016

No Irã bebida alcoólica e nudez feminina são proibidas, no Brasil são obrigatórias.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI