Image
Katharine Hepburn clicada para a edição de julho de 1935 da “Vanity Fair”: estrelas vistas de perto (Foto: Cecil Beaton)

Em vias de completar o seu primeiro centenário – foi fundada, ainda com o nome Dress and Vanity Fair, em 1913 – a revista americana Vanity Fair pode se gabar de ter acompanhado de perto os principais acontecimentos relacionados à cultura e ao entretenimento dos Estados Unidos no século XX. Entre os quais, o surgimento e a consolidação do mito Hollywood.

A partir desta relação de quase cem anos entre a publicação e a indústria cinematográfica, que sempre teve lugar cativo em suas páginas, foi gerado um acervo fotográfico riquíssimo, sobretudo das estrelas das telas, incluindo atores, diretores, dramaturgos e compositores, e seu indissociável glamour.

Parte deste material foi publicado agora exclusivamente no site da revista. Seleciono aqui dez dos retratos do pacote – ao qual se soma a fotografia de abertura deste post -, feitos predominantemente entre as décadas de 1920 e 1930:

Image
Gary Cooper na edição de fevereiro de 1930 (Foto: Edward Steichen)
Image
Louise Brooks na edição de janeiro de 1929 (Foto: Edward Steichen)
Image
Orson Welles, apoiado sobre busto de Shakespeare, sem crédito de data (Foto: Cecil Beaton)
Image
Greta Garbo na edição de outubro de 1929 (Foto: Edward Steichen)
Image
Spencer Tracy na edição de dezembro de 1934 (Foto: Imogen Cunningham)
Image
Walt Disney, em meio a duas reproduções de Mickey Mouse, na edição de outubro de 1933 (Foto: Edward-Steichen)
Image
Lenore Ulric na edição de março de 1926 (Foto: Edward Steichen)
Image
Noël Coward na edição de novembro de 1932 (Foto: Edward Steichen)
Image
Leslie Howard na edição de janeiro de 1934 (Foto: Edward Steichen)
Image
Cole Porter, sem crédito de data (Foto: Horst P. Horst)

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =

7 Comentários

Luiz Pereira em 06 de dezembro de 2012

Setti, É verdade, cada ator/ atriz deixava a sua marca, e mesmo que pelos seus atributos físicos, eles se diferenciavam. Hj são todos iguais, "entancados", cabelinhos lisos, barbicha por fazer. Estão pasteurizados! abs

Angelo em 06 de dezembro de 2012

Senhores,Mais uma vez as fotografias mostradas,nos trazem as alegrias de um tempo de ouro,com os astros eternos em nossos corações.Agradecidos ficamos,caro Sr.Setti,que nos proporciona momentos inesquecíveis. Um forte abraço. Agradecido fico eu, por seu prestígio ao blog. Um abração!

Dininha Torres Luize em 04 de dezembro de 2012

Na minha opinião, a arte de fotografar retrocedeu ao longo do tempo. Fotos magníficas, em preto e branco, publicadas em várias revistas, não só na "Vanity Fair", captavam o melhor de cada modelo, encobrindo imperfeições com jogos de luzes ou apenas escolhendo o melhor ângulo para realçar o glamour de cada artista, mas sem tirar-lhe a beleza e a naturalidade. Havia o toque de mágica do fotógrafo! Com o surgimentos da foto colorida, a fotografia p&b tornou-se mais rara, sendo usada por poucos artistas que sabiam realmente lhe dar valor! Hoje, com recursos de manipulação digital, os modelos são "plastificados" e distorcidos ao ponto de se tornarem quase irreconhecíveis! A arte da fotografia não ganhou nada com os avanços tecnológicos!

Luiz Pereira em 04 de dezembro de 2012

Setti, As mulheres tinham mais jeito de mulher, mais feminilidade espontânea. Katherine Hepburn é um vulcão de sensualidade, em que pese a expressão meio ota. E quando se olha Gary Cooper e para os galanzinhos de plástico de hj em dia... abs Eram tempos em que os grandes do cinema tinham seus próprios rostos e corpos, não é mesmo, Luiz? Não eram todos com dentes implantados, nem barrigas "tanquinho" (muito menos depiladas, nos homens!), nem seios siliconados -- os que apareciam, magníficos, eram "au naturel" mesmo... Abraço

Teresinha em 02 de dezembro de 2012

As fotos em preto e branco são belíssimas. Hoje pelo you tube percebemos que os filmes desse período ainda são bem vistos e impressiona a qualidade dos enredos, mesmo os mais leves. Charles Chaplin que também fazia sucesso nesse período ainda faz sucesso até com jovens. Foi um importante período para o cinema e sua evolução.

elizabeth correa em 02 de dezembro de 2012

Setti, Você que sempre enche os olhos masculinos com as beldades "para encerrar bem o dia" trouxe para suas leitoras(sem querer acredito) em uma só foto "o" belíssimo Gary Cooper. Hum que beleza!!! Bom final de domingo. Obrigado, Elizabeth. Pra você também! Abraços

8 1/2. em 02 de dezembro de 2012

eu adoro essas fotos e registros. uma sugestão para vc e seus leitores mais afinados com a época, em particular, Louise Brooks. eu sou admirador dessa mulher, como pessoa independente e de beleza exuberante. se permite aí vai um dos clips que gosto. http://www.youtube.com/watch?v=3yQomYChzUQ obrigado. Sou eu quem agradeço pelo comentário e pelo link. Um abraço

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI