Image
A capa do livro: item de colecionador (Foto: reprodução)

O ultimo dia 13 foi especialíssimo para amantes de grandes marcas e modelos de carro. A data correspondeu ao 50º aniversário do lançamento do Porsche 911, o mais emblemático modelo da cultuada marca criada em 1931 em Sttutgart, Alemanha.

E, para coroar um cinquentenário que já vinha contando com outras ações comemorativas, entre as quais o lançamento de uma série limitada do modelo com 1963 unidades (em referência ao ano de sua criação), a supercaranga ganhou como homenagem mais de um livro que deverá ser item obrigatório para colecionadores.

Image
Randy Lefffingwell em 2011 (Foto: Randy Lefffingwell)

O de maior repercussão é Porsche 911: 50 Years, organizado pelo conceituado fotográfo norte-americano Randy Leffingwell. Natural de Chicago e residente em Santa Barbara, Califórnia, Leffingwell possui vasto currículo de livros ilustrados por carrões de grife, tratores da pesada e motocicletas.

Somente sobre automóveis Porsche já publicou seis volumes diferentes.

Deliciem-se abaixo com algumas imagens do 911:

Image
Um protótipo de 1958
Image
Esta foto feita em teste em túnel de vento na Universidade de Stuttgart data de 1964, quando o célebre 911 ainda era conhecido como 901. Uma disputa com a francesa Peugeot impedia a Porsche de utilizar o nome 911
Image
O protótipo número 5, de 1962, rodou 50 mil quilômetros pela Europa em testes até que ficasse comprovada sua durabilidade
Image
Este modelo de 1969 não passou da fase de testes
Image
Imagem de 1974, quando a Porsche começou a lançar uma ou outra variedade de detalhe gráfico sobre a pintura
Image
Em outro episódio de teste de durabilidade que se converteu em lenda urbana, este exemplar sem pintura foi deixado por anos na rua, e não aparerceu nem um ponto sequer de ferrugem na carroceria. A foto é de 1976
Image
Ousadíssimo protótipo de 1987, que não seria comercializado
Image
O 911 GT3, “Carro de Corrida para as Ruas”, de 2003
Image
Um GT3 RSR brilha no escuro em disputa da lendária prova “As 24 Horas de Le Mans”, na França, 2008

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 5 =

4 Comentários

Santana*100 em 14 de outubro de 2013

Indispensável dirigir um Porsche pelo menos uma vez na vida.

Jean Tosetto em 14 de outubro de 2013

O Porsche 911 é um dos clássicos emblemáticos do século 20, junto de seu primo popular VW Sedan, do Mini Cooper, do Citroëen Traction Avant e outros modelos que criaram nichos de mercado ou revolucionaram tendências de design. Infelizmente, no Brasil, a indústria genuinamente nacional é incipiente nestes termos. Ano que vem a Puma fará 50 anos e espero que alguém tenha a disposição para lançar um livro para comemorar a data. O mesmo vale para a Gurgel. De minha parte não faltou esforço para reunir material, entrevistar testemunhas chaves, escrever, selecionar e recuperar imagens, editar e publicar o livro "MP Lafer: a recriação de um ícone" a tempo de comemorar os 40 anos da apresentação do protótipo no Sãlão do Auntomóvel de São Paulo, em 1972. Tal qual o carro, o livro também é um fora-de-série, mas após um ano na praça tenho a satisfação de afirmar que suas vendas ultrapassaram em quatro vezes a expectativa a respeito de uma auto-publicação sobre um assunto tão específico, como é o automobilismo. Ao seu modo, o MP Lafer foi um pioneiro em terras brasileiras, ao ser o primeiro carro nacional com linhas nostálgicas, misturando um apelo de esportividade com um estilo charmoso e elegante. Obviamente não se trata de um Porsche 911, mas devido aos longos anos nos quais a importação de carros foi proibida no Brasil, o MP Lafer teve uma longa carreira de sucesso encerrada apenas em 1990, tendo sido exportado para vários países e sobrevivido à profunda recessão do início da década de 1980. Para quem gosta de carros e gosta de ler, a dica sobre o Porsche 911 já está dada e, como leitor assíduo desta coluna, deixo também a dica sobre o livro do MP Lafer. Não vou cometer o abuso de colocar um link aqui, mas para os interessados basta fazer uma busca no Google que as opções para encomendar um exemplar do livro irão aparecer.

Bajulador em 14 de outubro de 2013

O som aveludado que flui por seu escapamento acaba embriagando a alma de qualquer condutor. Uma obra de arte.

Luciano Jorge em 13 de outubro de 2013

Nada como um Porsche. Não há referência à comparação justa.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI