Image
Multidão assiste à emocionante derrota de ontem dos Estados Unidos para a Bélgica, por 2 a 1 na prorrogação, em festa ocorrida no estádio de futebol americano e futebol Soldier Field, em Chicago: os indicios da popularidade do “soccer” estão por todos os lados (Foto: U.S. Soccer – Twitter)

Tudo bem que eles ainda precisam urgentemente adotar “futebol” ao invés de “soccer”; tudo bem, também que em campo ainda lhes falta mais coragem tática, de “acreditar que vão ganhar” – como diz seu slogan para esta Copa – na hora dos “mata-matas”.

Mas, entre os vários aspectos memoráveis desta Copa tão bem disputada, na qual as torcidas dão espetáculo e quase não se veem jogos ruins, está o que parece ser a consolidação definitiva da popularidade do socc… quer dizer, futebol, nos Estados Unidos.

Até Obama se rendeu

Da assombrosa estatística de que os americanos foram os estrangeiros que compraram mais ingressos para o mundial (198,2 mil) à foto que circulou do presidente Barack Obama assistindo à derrota por 1 a 0 para a Alemanha durante voo no Jumbo 747 presidencial Air Force One, passando pela presença de estrelas americanas de Hollywood (Leonardo DiCaprio, Will Ferrell) e craques de outros esportes (Kobe Bryant, do basquete) no evento, sobram indícios de que “agora vai”.

Finalmente, basquete, beisebol e futebol americano podem ao menos começar a se preocupar, talvez a médio-longo prazo, com a “ameaça” ludopédica.

Image
Obama e assessores acompanham à derrota dos EUA contra a Alemanha a bordo do Air Force One (Foto: AFP – Getty Images)

E, para quem ainda acha que se trata de moda passageira influenciada por celebridades e políticos, vale citar que a partida contra Portugal de 22 de junho, terminada em 2 a 2, foi assistida por nada menos que 25,2 milhões de telespectadores nos Estados Unidos, audiência superior à das últimas finais da sacrossanta NBA (liga principal de basquete) e da não menos prestigiada MBL (liga principal de beisebol).

O mais importante, porém, vem agora. Uma seleção de fotos dos eventos massivos organizados em diferentes cidades do país para que os torcedores acompanhassem Dempsey, Bradley e companhia em enormes telões. Fica difícil não acreditar neste tal de soccer assim.

Image
Contra a Bélgica em Redondo Beach, Califórnia (Foto: AP)
Image
Contra a Alemanha em Detroit, Michigan (Foto: Paul Sancya – AP)
Image
Contra a Alemanha em Orlando, Flórida (Foto: AP)
Image
Festa pela classificação na primeira fase, Hermosa Beach, Califórnia (Foto: AFP – Getty Images)
Image
Contra a Alemanha no Grant Park em Chicago, Illinois (Foto: EPA)
Image
Outra no Grant (Foto: Gabriel Grams – Getty Images)
Image
Evento para assistir à que seria a dramática partida contra a Bélgica no AT&T, estádio do clube de futebol americano Dallas Cowboys, em Dallas, Texas (Foto: Twitter)

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 5 =

Nenhum comentário

Platão em 03 de julho de 2014

Tonhao, um país onde no mês passado, em Los Angeles foram assassinados dois policiais, com supostas ligações com milícias e organizações SUPREMACISTAS. Em seguida, o casal que efetuou os disparos matou mais um cidadão que estava armado e reagiu (todo mundo anda armado por lá), e se suicidou. Um país maluco. A terra dos serial killers.

Tonhao em 03 de julho de 2014

Um certo Jornal debochou da volta dos Yankees para casa. Sim, eles voltam ao Lar onde seus filhos tem educacao gratuita ate atingirem a Universidade;onde dirigem seus carros possantes em sobre pistas bem cuidadas de norte ao sul; para um pais com um sistema de saude, hospitais, aeroportos, portos maritimos e sistema seguranca de primeiro mundo; para um pais onde transborda a fartura, onde corre o leite e o mel; e para um pais onde o judiciario opera. Em duas semanas,os Yankees olharao para baixo e verao que deixaram para traz um povo que apos uma euforia momentanea,tira uma vez mais a sua fantasia em uma quarta feira de cinzas; guarda os seus tamborins e olha para os ceus, pedindo para que o proximo carnaval nao demore muito a chegar.

Toninho Malvadeza em 03 de julho de 2014

Setti,se for contrario as regras favor deletar. Vai então aqui o que Chris Rock disse sobre soccer,copa,e bundas brasileiras. É mesmo um idiota completo. . http://www.cineclick.com.br/falando-em-filmes/noticias/chris-rock-sobre-copa-do-mundo-no-brasil-e-so-bunda Idiota e racista, o que no fundo é a mesma coisa.

Luiz C. em 03 de julho de 2014

Cá entre nós, assistir ao Futebol Americano com aquela bola esquisita, não dá!!!

maurizio em 03 de julho de 2014

Quando falo que há mal que vem para o bem, vejam só, num país que hoje transpira a corrupção o superfaturamento, tudo de mal que um pais pode querer, até a copa do mundo foi posta em cheque com a descoberta de fraucatuas em venda de ingressos, que marca o nosso pais esta deixando.

Marceloo Nascimento em 03 de julho de 2014

A liga americana eh considerada hoje a oitava maior liga de futebol em audiencia. Tem medias de publico bem maior que o Brasileirao, que em termos de publico e tecnica acho que estah bem pior do que o MLS. O interessante eh ver comentarios raivosos de uma jornalista direitona: “If more ‘Americans’ are watching soccer today, it’s only because of the demographic switch effected by Teddy Kennedy’s 1965 immigration law,” Coulter wrote. “I promise you: No American whose great-grandfather was born here is watching soccer. One can only hope that, in addition to learning English, these new Americans will drop their soccer fetish with time.” http://www.politico.com/story/2014/07/ann-coulter-soccer-world-cup-108471.html Direitona? Essa calhorda é RACISTA! Vai ter que engolir o fato de o futebol de nós, cucarachos, acabar sendo o principal esporte dos EUA.

mairalur em 03 de julho de 2014

Preocupante. Para os grandões de sempre. Quando o povo americano apoia, tudo tende à perfeição. A seleção desta Copa já está boa, bem boa. Talvez não leve mais 10 anos para que uzamericanu virem os bichos papões nas Copas.

Sonia Regina em 03 de julho de 2014

Bom dia Sr; Setti Muito bom que o time deles tenha uma torcida tão apaixonada, eleva a moral mesmo não seguindo adiante. Vendo a acima a foto do estádio, observo que nesta Copa, as imagens da nossa tv mostram: o campo ao longe, o jogo, o telão e o jogo. Salvo engano não vi uma imagem da entrada de algum estadio, e o entorno externo.

nei Jaboatão pela Paz.... em 03 de julho de 2014

É o footsoccer!

Bruno Sampaio em 03 de julho de 2014

Isso marca o inicio do fim do imperio americano (rsrsrs).

Robson M.Quiterio em 03 de julho de 2014

O futebol realmente seduz seu expectador,e nesse exato momento transforma-se em manobra de massas onde em 90 minutos inebriados pela vitoria adormece para coisas tão fundamentais a existência humana.

Ronald em 03 de julho de 2014

Os jogos da MLS levam mais torcedores aos estádios do que o nosso "brasileirão"... fazendo um paralelo entre o Dallas Stadium e o estádio Mané Garrincha, que custaram praticamente o mesmo valor(certa de 2 bilhões dólares), é que o Estádio do Dallas foi feito com dinheiro privado enquanto o de Brasília foi feito com dinheiro público, fora os 440 milhões de dinheiro desviados do montante total investido, além disso este Estádio nos EUA pode chegar aos 105 mil expectadores, é coberto, e tem os maiores telões do Mundo, já o do Brasil só chega aos 73 mil expectadores, e para um Estádio dito nacional ele é bem vermelho em suas cadeiras, não é mesmo?

Cronos em 03 de julho de 2014

Acho que para a copa e para o próprio futebol teria sido melhor que os EUA passassem.

Cidadão Quem em 03 de julho de 2014

Em alguns poucos anos, os caras arrebentarão. Com a dedicação e o profissionalismo americano, não vai ter para ninguém. E mais: o número de praticantes do esporte, considerando o tamanho da população, logo superará aquele do Brasil.

Meia verdade em 02 de julho de 2014

Inacreditável.....

Angelo Losguardi em 02 de julho de 2014

Realmente, palavrinha abominável a tal de "soccer".

Charles A. em 02 de julho de 2014

Esse admirável mundo novo surpreende pela incrível futilidade. Gosto de me divertir assistindo a um jogo de futebol.Ė isso o que ele é;um jogo,uma diversão.As pessoas,carentes de valores mais elevados, tentam ver num simples esporte o sentido transcendental da vida.

Moacir 1 em 02 de julho de 2014

Prezado Setti, O Lauro está furando lá no Radar.A pesquisa Datafolha só será publicada amanhã,mas ele antecipa que em comparação com a última do Datafolha - 30 dias ! - a PostA subiu 4 pontos.Porém, se comparados os números com os do Ibope há 2 semanas , a CriaturA caiu 1.Ou seja , a Copa não altera a paisagem eleitoral. Abraço É, eu já vi. Estou sempre ligado no Lauro, que conheci há uns 20 anos, ainda meio foca, numa viagem ao exterior. Hoje é um amigão e uma referência no jornalismo. Abração

Charles A. em 02 de julho de 2014

Sosiólogo num podi fala errado mais trabaiadô qui num trabaia , só róba i dexa robá podi tudo.ETA elite branca, num importa a cor da pele, qui gosta du Joaquim Barbosa;num qué deixá nóis robá im paiz.

Toninho Malvadeza em 02 de julho de 2014

O ator americano Chris Rock,precisa vir a público se desculpar e de preferência no programa onde disse,que NINGUÉM assiste essa "besteira" de copa no mundo. Eu não cheguei a tomar conhecimento. Esse cara é um débil mental, se disse isso. Típico de certos americanos que ignoram que, fora do país, existe um planeta inteiro...

Alessandro Delfini em 02 de julho de 2014

O futebol é apaixonante!!!!!

Platão em 02 de julho de 2014

Futebol é o ópio do povo.

Platão em 02 de julho de 2014

Impressionante! Um espetáculo esportivo/midiático mundial. Todos hipnotizados. Bem vindos à 1984. George Orwell errou por 30 anos...

Daniel em 02 de julho de 2014

Rotor escreve "sosiólogo" e quer corrigir os outros!

Rotor em 02 de julho de 2014

As elites brancas tudo podem Quando se tentou legitimar as " formas de uso corrente" dos pobres , toda mídia de direita caiu de pau. Onde já se viu, " nós vai"? Quando um presidente metalúrgico falou "mais pequeno" , que está certíssimo, pau nele Já o presidente sosiólogo, fala de " alunos melhor preparados" lá vem o uso corrente. "Elites brancas"? Você é racista? E, de fato, FHC e Lula se equivalem no uso do vernáculo, não é mesmo?

Charles A. em 02 de julho de 2014

Pronto! Renderam-se aos nossos dribles!Agora só falta um regime bolivariano-lullista-corrupto para completar a virada e proibir de vez o futebol americano,o beisebol , o basquete da NBA e a democracia! Decretar Fidel presidente honorário dos neofutebolistas do norte,Havana a capital do EUA e lulla seu assessor eterno para assuntos futebolísticos e etílicos,estender o SUS aos irmãos "estadunidenses" e dar bolsa família e bolsa-bndes para nossos irmãos bolivarianos do norte é só uma consequência!Viva nóis!

Bia em 02 de julho de 2014

Bem legal! Fotos impressionantes...

Rotor em 02 de julho de 2014

A partida foi assistida por 25 milões? Acho que verbos transitivos indiretos não aceitam voz passiva A forma é de uso corrente.

Sidney em 02 de julho de 2014

Setti Que - MARAVILHA !!!!!! Parabens a voce e equipe por nos trazer sempre e rapidinho as Verdades Verdadeiras. Baita abraco

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI