Image
A entrada da fortaleza de Huế, “A Cidade Imperial”, em foto atual e de 1968 (Todas as fotos “novas” e fotos mostrando as sobreposições: Khánh Hmoong)

As mudanças que a passagem do tempo causam nas paisagens urbanas são e serão sempre capazes de nos surpreender. Quem nunca voltou a uma rua onde viveu a infância e teve dificuldades até mesmo de reconhecê-la?

Talvez experimentássemos menos esta estranha sensação se tivéssemos iniciativa parecida à do fotógrafo vietnamita Khánh Hmoong.

Image
Estudantes na ponte de Trường Tiền nos anos 1960, sobre imagem recente do mesmo local

Partindo de uma ideia simples – mas que quase ninguém se propõe a executar -, ele pesquisou velhas imagens de diferentes lugares espalhados por seu país e clicou as mesmas locações a partir dos exatos mesmos ângulos.

Em seguida, uniu os registros nos mesmos quadros, gerando resultados ao mesmo tempo belos e educativos, já que as fotografias contam histórias do que foram, ou como foram os locais gravados pelas lentes. O conjunto de 74 sobreposições foi batizado por Hmoong como Vietnam – Looking into the Past (“Vietnã – Investigando o Passado”).

Image
A basílica de Notre-Dame em Saigon agora e em registro de 1890, quando a catedral inaugurou duas novas torres

As pistas sobre as diferenças de época entre as fotografias atuais e as antigas vêm ou pela arquitetura, ou pelas roupas das pessoas ou pela presença de elementos que indiquem claramente o que estava acontecendo em tal momento (por exemplo, a presença de tanques de guerra em algumas das imagens).

Image
Esta sobreposição mostra um tanque norte-vietnamita avançando pelos portões do Palácio Presidencial de Saigon em 30 de abril de 1975, com o aspecto atual do edifício como pano de fundo; o episódio extremamente simbólico, que ficou conhecido como Queda de Saigon, marcou a reunificação dos Vietnãs em um Estado comunista — e a derrota militar da maior potência do mundo, os Estados Unidos, na Guerra do Vietnã

O Vietnã

O trabalho ainda possui um encanto extra por se tratar de um país como o Vietnã, com uma história bastante turbulenta no século XX, palco da querra de independência contra os franceses, nos anos 50, e da Guerra do Vietnã em que se envolveu a superpotência americana, nos anos 60 e 70 — e que atualmente passa por um processo de modernização e transformação em altíssima velocidade.

Image
O mercado Bến Thành, em Saigon, como era em 1922 e como é agora

Abaixo, mais algumas das sobreposições criadas por Khánh Hmoong. Para verem a íntegra de Vietnam – Looking into the Past, cliquem aqui. Para conhecer mais sobre o seu autor, acessem o seu site (apenas em vietnamita).

Image
Músicos tocam em Huế nos anos 1920; atrás, a cidadela hoje
Image
Fusão de uma fotografia atual e outra sem estimativa de data da cidade de Hội An
Image
Contraste entre a escola Lê Quý Đôn, em Saigon, em 1947 e no século 21
Image
O portão de Hiển Nhơn, em Huế, na década de 1920 e hoje em dia
Image
Outro registro da Queda de Saigon, em 30 de abril de 1975

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 10 =

8 Comentários

Marco em 16 de setembro de 2012

Dom Setti: Tu não entendeu, não estava "falando" da capacidade do Caio q é inquestionável, estava apenas fazendo uma fina ironia sobre o seu clube do coração, o Tricolor Paulista, e q ele não tinha ainda dado a notícia. Pelo amor de Deus Caio, só por estar na Veja, já é um grande Mestre! Abs. Ahahahahaha, pra você ver como ando embotado, e meus neurônios vacilantes. Ah, sem dúvida: um grave defeito do Caio é torcer pro São Paulo, hahahahaha... Ele não comemorou ainda a contratação do Ganso porque gosta de ver primeiro tudo acertado. Abração e desculpe a minha burrada.

Teresinha em 16 de setembro de 2012

Um novo jeito de contar a história, muito criativo, interessante e lúdico!

Marco em 16 de setembro de 2012

Dom Setti: Acho q depois da saída d Mainardi, o colunismo da Veja, já não tem mais o time d Coringão como líder, atualmente dos q eu conheço, O Coringão tem dois d peso, Palmeiras tb 2, o tricolor 2, e as meninas aí eu não sei. Abs.

Marco em 16 de setembro de 2012

Dom Setti: Outro q não confirmou nada ainda foi o Caio Blinder. Abs. O Caio Blinder é um jornalista excelente, muito bem informado, muito estudioso e aplicado -- e uma pessoa fora de série, caro Marco. É bem mais jovem do que eu, mas sempre aprendo com ele. Abração

Marco em 16 de setembro de 2012

Dom Setti: Outra coisa, Carlos Nascimento,eu tinha essa informação, d um amigo jornalista,desde as olimpíadas, q o Ganso estava acertado com o Tricolor Paulista, mas olha, procurei no Lauro Jardim, essa notícia e nada, como até agora o Lauro Jardim, não deu nenhuma nota sobre essa transação, acho melhor aguardar, a confirmação desse negócio. Abs.

Marco em 16 de setembro de 2012

Dom Setti: Um abraço tb ao Carlos Nascimento, Carlos denunciei aqui, no Blog do Setti, q tu estaria fazendo campanha no AN, para derrubar o Mano e q tu sumiu depois dos 8 x 0. ( risos) Mas Carlos Nascimento o q tem q se ver qual o PHG, q o tricolor está contratando o q surgiu ou q anda atualmente, mas de qualquer forma esse tipo de contratação de jogador com biografia, nunca pode ser contestada, mesmo sem saber se vai dar certo ou não, o brabo é quando se contrata jogador ruim sem biografia, esse sim é muito caro. Vi pouco o tricolor paulista, mas gostei do Osvaldo e esperava um pouco mais do Lucas, acho q o tricolor paulista como o Inter pelo elenco q possuem, estão fazendo uma campanha abaixo da perspectiva. Abração.

carlos nascimento em 15 de setembro de 2012

Ricardo, A passagem do tempo é transparente, mostram as boas e más lembranças, as fotos retratam tudo isso. Vou aproveitar essa parte da Coluna para um dedo de prosa, após madrugada de alta voltagem com a bombástica entrevista do "carequinha", precisamos relaxar um pouco, pois a semana promete. Quero falar da minha tristeza com o futebol brasileiro, os dirigentes Santistas, principalmente de seu Presidente (ALAOR), que contribui para o desmanche do timaço da Vila, GANSO está indo para o Tricolor Paulista, um jogador da luminosidade técnica de PHG é coisa rara, quase em extinção, uma genialidade que se vai para o adversário, fará falta, penso que o meu SANTOS sentirá em demasia a saída desse craque, estou revoltado, ao invés de elevarem o padrão do time para o seu merecido status, estão nivelando ao medíocre padrão do atual futebol brasileiro, receio que dias tristes estarão chegando. Ganso é jogador diferenciado, raro, em fração de segundos consegue colocar a bola no espaço vazio, coisa que só gênios tem a capacidade de antever, restará a mediocridade dos corredores, velocistas e dos brucutus. Vá GANSO, seja feliz no Tricolor Paulista, continuarei sendo SANTISTA, apesar do brilho perdido e da sensação de que não teremos mais aquela jogada que elevava nossa adrenalina ante a possibilidade de marcar um GOL. A burrice, a cegueira dos dirigentes, nos deixam indignados, pois ao invés de evoluírem, só nos frustram, o tempo como sempre irá provar quem está certo. abraços Carlos Nascimento Em tempo: vejo o nosso amigo Marco -Colorado - por aqui :18:47 hrs. Um abração também.

Marco em 15 de setembro de 2012

Dom Setti: Uma nova realidade! Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI