Fotos

Brincando com Tiazinha, a recordista absoluta de vendas de “Playboy” até então

Suzana Alves, a “Tiazinha”, que arrebentou na TV e explodiria na capa de Playboy na edição de março de 1999, era uma aposta em que tínhamos tanta certeza de sucesso que, quando visitou a Redação, no finalzinho de janeiro (dia 29), o clima era de só alegria e brincadeiras.

Seu ensaio já estava pronto e a revista sendo diagramada — e o trabalho do fotógrafo J. R. Duran e nossa equipe resultou espetacular, instigante, sensual e elegante, feito em New Orleans, nos Estados Unidos.

Achamos que não tinha erro — e assim acabou sendo. A edição vendeu incríveis 1,068 MILHÃO de exemplares em bancas. Somados aos cerca de 180 mil assinantes, chegou 1,24 milhão de leitores, batendo todos os recordes da revista em seus à epoca 24 anos de existência. Superou mesmo o fenômeno Adriane Galisteu (20º aniversário, agosto de 1995), com 815,4 mil exemplares em bancas, mais assinantes, a primeira vez que a revista superou a marca mágica do milhão de exemplares.

A foto, clicada pela editora Ariani Carneiro, meu indispensável braço direito em matéria de contratação e de feitura de ensaios de estrelas, em sua câmera amadora tem ainda os riscos vermelhos do lápis de corte para fotos em papel. (Os riscos determinavam como a foto devera ser publicada na revista. Esta não chegou a ser.)

As muitas pequenas fotos que você pode ver ao fundo, à direita, num quadro de cortiça, são miniaturas de capas de revistas ao longo de muitos meses. À esquerda, prints coloridos das páginas da edição em fechamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais fotos