Fotos

No Chile, Augusto Olivares, que se suicidaria no dia do Golpe Militar

Um baque duríssimo sofri quando soube que o homem da foto, Augusto Olivares, havia se suicidado no palácio presidencial de La Moneda, no Chile, no dia do sangrento golpe militar de 11 de setembro de 1973, deflagrado pelo general Augusto Pinochet.

Na ocasião, Olivares era secretário de Imprensa do presidente Salvador Allende, que igualmente se suicidou.
Olivares tinha sido uma de minhas fontes de informação, em setembro-outubro de 1970, em sua condição de jornalista e assessor do então candidato eleito Allende.

Eu fora ao Chile pelo Jornal da Tarde para cobrir as negociações políticas para que o Congresso confirmasse Allende como presidente, uma vez que ele não alcançara a necessária maioria absoluta de votos.

Bonachão, atencioso, fumante inveterado, ele me foi apresentado pelo jornalista mineiro então exilado no Chile José Maria Rabelo, que me ajudou enormemente com contatos na esquerda e se tornaria um amigo muito querido.

(Foto: Punto Final)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais fotos