Image
O Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília: sorvedouro de dinheiro público (Foto: Ueslei Marcelino / Reuters)

O orçamento inicial era de 696 milhões de reais para uma obra que começaria em julho de 2010.

Em janeiro de 2010, seis meses antes de começar a construção, a coisa já estava em 743,5 milhões.

Inaugurado com atrasos em maio de 2013, apenas um mês antes do jogo de abertura da Copa das Confederações — Brasil 3 x Japão 0 — o Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, construído com dinheiro público, acabou custando 1,403 bilhão de reais, tornando-o um dos estádios de futebol mais caros da história.

Mesmo com tudo isso, o governo do Distrito Federal não conseguiu um gramado “padrão FIFA” — o estado do tapete verde do estádio foi criticado pelo próprio técnico Felipão, coisa que se repetiu com técnicos e jogadores de várias equipes que disputaram partidas pelo Campeonato Brasileiro no Mané Garrincha.

Se fosse só o gramado… Mais para o final do ano, centenas de goteiras na cobertura – que, sozinha, custou mais de 200 milhões de reais — começaram a infernizar os torcedores, sem contar as poças d’água que se formavam nas arquibancadas e o lamaçal provocado pela chuva em alguns dos acessos às arquibancadas.

Assim sendo, menos de 8 meses após inaugurado, o estádio receberá uma nova injeção de dinheiro público — agora de sonoros 140 milhões de reais — para “obras de reforma e ampliação do Estádio Nacional de Brasília”.

Publicado no Diário Oficial da União, sem fazer qualquer referência explícita ao estádio — tradicional estratagema para, citando artigos e incisos de leis, a autoridade não deixar claro para onde vai o dinheiro –, o texto do decreto é o seguinte

“DECRETO Nº 35.028, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2013

Abre crédito suplementar no valor de R$ 140.000.000,00 (cento e quarenta milhões de reais), para reforço de dotação orçamentária consignada no vigente orçamento.

O VICE-GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE GO­VERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, no uso da atribuição que lhe conferem os arts. 92 e art. 100, VII, da Lei Orgânica do Distrito Federal, combinado com o art. 8º, I, “a”, da Lei nº 5.011, de 28 de dezembro de 2012, com o art. 73, I, “a”, do Decreto nº 32.598, de 15 de dezembro de 2010, e com o art. 41, I, das Normas Gerais de Direito Financeiro, aprovadas pela Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964, DECRETA:

Art. 1º Fica aberto ao Orçamento de Investimento da Companhia Imobiliária de Brasília – TER­RACAP, crédito suplementar no montante de R$ 140.000.000,00 (cento e quarenta milhões de reais), para atender à programação orçamentária indicada no anexo II.

Art. 2º O crédito suplementar de que trata o art. 1º será financiado, nos termos do art. 43, § 1º, III, da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964, pela anulação de dotação orçamentária consignada no Orçamento de Investimento, conforme anexo I.

Art. 3º Este decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário.

Brasília, 27 de dezembro de 2013

126º da República e 54º de Brasília

TADEU FILIPPELLI”

Agora, pergunto eu: pode?

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × quatro =

Nenhum comentário

JOSÉ CARLOS WERNECK em 08 de janeiro de 2014

Prezado Setti, Muito oportuno,como sempre,seu post. Nunca,nestes quase 54 anos,desde sua inauguração,a população de Brasília teve um governo tão omisso. Tanto no chamado Plano-Piloto,como nas Cidades-Satélites e na Região do Entorno,a violência cresce assustadoramente,sem que o governo local tome providências efetivas que requerem urgência,sob pena de que pessoas inocentes,engrossem o número das estatísticas de vítimas fatais. A Saúde e Educação Públicas, também,estão totalmente abandonadas. Apesar desse situação caótica o Governo Agnelo Queiroz é generoso ao gastar em publicidade.Para isso não faltam verbas. As emissoras de Televisão de Brasília exibem,a todo instante,farta publicidade do GDF,mostrando uma Administração de padrões escandinavos,muito distante da vergonhosa realidade que vive, toda a população,notadamente os mais carentes sem falar que insistem em exibir as "maravilhas" realizadas pelo atual Governo ,como o Estádio mostrado em seu post, uma das "Joias da Coroa"do Desgoverno Agnelo Queiroz. Um Grande Abraço, Werneck

nena em 08 de janeiro de 2014

Não tenho certeza mas parece que o projeto do Mané Garrincha foi feito ainda no governo Arruda. Mesmo com os trocados dos panetones se fosse ele a tocar a obra teria saído bem mais barato e sem goteiras. Quanto terá custado a compra inusitada e apressada de tantos baldes? Recordando a compra(cancelada depois que o escândalo estourou) das capas de chuva superfaturadas para um mês de seca tórrida no Planalto Central dá para arriscar que não saíram barato. Com o agnelo no poder fica fácil constatar que qualquer outro faria muito melhor.

José Eduardo Diniz em 08 de janeiro de 2014

Caro Ricardo Setti ,essa turma abjeta não se acha dona do Brasil . Os que fazem parte desse grupo SÃO OS DONOS DO PAÍS. Alguma contestação ? Alguma oposição ? Alguém já viu retrocederem nas falcatruas , alguém já viu algum "mea-culpa" por parte deles ? Eu já cheguei no limite da esperança . Dizemos , sempre , que ela é a última que morre. A minha está na UTI .

Jorge Luiz em 08 de janeiro de 2014

País rico é outra coisa pois o dinheiro sempre aparece para as coisas mais bizarras. E o contribuinte do DF não esperneou? Elegeram o Governador agora aguentam sem reclamar.

Marco Felix em 08 de janeiro de 2014

Poder não pode. Mas em terras de brasilis tudo pode e alem de poder acontece. O Supremo não DETERMINOU a perda de mandatos aos condenados da "ação penal 470" vulgo mensalão. A câmara acatou? Quanto a "copa", bem o dinheiro pro ralo não vai.

Alvaro em 07 de janeiro de 2014

Caro Setti: Quando os petistas queixam-se de que "a zelite" têm animosidade contra eles, reclamam sem razão. É a velha história de que não basta ser honesto. Tem que parecer honesto. Mas o PT, além de já ter demonstrado à exaustão que não é honesto, não faz a mínima questão de parecer honesto. Sempre dá um jeito de aliviar as leis de modo a facilitar a corrupção. Há alguns exemplos recentes que corroboram essa afirmação: - A mexida na Lei das licitações, o tal de Regime Diferenciado de Contratações, que só serviu para , no mínimo, triplicar o valor total das obras da Copa. É corrupção em mais alto grau e é fácil deduzir que não são só os empreiteiros que estão ganhando com a roubalheira. O esquema deu tão "certo" que foi ampliado para quase tudo o que o (des)governo petista contrata. 2 - Os financiamentos indecentes que o (des)governo petista concede a regimes corruptos e genocidas (Cuba e republiquetas africanas) sob uma capa de sigilo inexplicado e inexplicável, num claro desrespeito ao Legislativo, ao Judiciário e, principalmente, ao povo brasileiro que trabalha duramente para ter seu dinheiro distribuído gratuitamente, sem quaisquer garantias, a governos historicamente corruptos e caloteiros, que não merecem o mínimo respeito da comunidade internacional. Enquanto o PT faz graça com o chapéu alheio, nossos portos e hospitais, nossas estradas e escolas continuam sucateadas. Alguém tem que avisar a Dona Dilma e ao seu amiguinho das consultorias fantasmas que ela foi eleita para ser Presidente e não DONA do Brasil. - Por fim, mandou retirar dos certames licitatórios as tabelas de referência que são utilizadas para balizamento dos preços praticados na contratação de obras e serviços. Mais uma bondade feita para agradar os corruptos de estimação do governo, que, é claro, saberão retribuir o favor nas eleições de 2014. Deve ser por isso que o DNIT construiu no Ceará algumas passarelas sobre a BR por 1 milhão de reais cada, mas que após poucos meses de uso já estão se desmanchando e oferecendo riscos à população, graças à qualidade inferior dos materiais aplicados. Não somos nós que implicamos sem razão com o PT. É o PT que, desde que assumiu o governo, tem feito um esforço hercúleo para destruir os valores éticos e morais do país e leva-lo à bancarrota e ao caos social, propiciando todos os meios para, numa eventual ruptura institucional, apresentar-se como "salvador da pátria" e nos escravizar com uma democracia cubana ou bolivariana. Caro Álvaro, fica difícil discordar de alguma coisa em seu comentário. Volte sempre! Abraço

Roberto Souza em 07 de janeiro de 2014

O mais triste, caro Setti, é saber que os brasileiros que criticam e se indignam com essa roubalheira são tratados como traidores da pátria e acusados de torcer contra o Brasil. Ah, é. Tal como nos tempos da ditadura, do "Ame-o ou Deixe-o", quem está contra atitudes do governo está "contra o país". Eles se acham donos do Brasil! Abraço

Bruno Sampaio em 07 de janeiro de 2014

Por isso não fiquei nem um pouco contente com a "vitória" do Brasil para sediar a copa. Esse é o verdadeiro P.A.C.: Pagaremos A Conta!

Vera Scheidemann em 07 de janeiro de 2014

Agora é a hora da roubalheira. Estamos na reta final e tudo será permitido sob o pretexto de termos tudo lindo e acabado para a Copa. O engraçado é que as cifras que superam as estimativas iniciais são sempre altíssimas. Uma diferença de 5, 10% seria, até, razoável, mas o superfaturamento é sempre 50, 60% do valor inicialmente orçado. Por que será ?! Vera

Trovão em 07 de janeiro de 2014

Setti Se o dinheiro dos impostos que são roubados do nosso salário e sobre tudo o que compramos ninguém presta conta, então pode!!! Acredito, inclusive, que devido ao histórico dos pseudo políticos deste país, uma enorme parte desses 140 milhões, será desviada para fins escusos.

razumikhin em 07 de janeiro de 2014

Reformas eleitorais socialistas do estádio recém inaugurado. Alguma estranheza? Eu hein... estamos no Brasil, na Era da Boçalidade. Muso, patrono e inspirador da Era? Lula da Çiuva.

Fernando em 07 de janeiro de 2014

Engraçado, nenhuma palavra sobre a gastança no Itaquerão. Será que pq o blogueiro é corintiano? Som Vê-se que você, escondido atrás de email falso, não é leitor do blog. Escrevi pelo menos 10 posts sobre a arena Corinthians. Quando, porém, leitor tem má-fé, não há o que satisfaça.

André em 07 de janeiro de 2014

Toma!!! "PT saudações"

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI