Image
O goleiro Casillas, com o zagueiro Sergio Ramos em segundo plano, mostra todo o seu desalento diante do massacre sofrido pela seleção da Espanha diante da Holanda (Foto: Jean Catuffe/Getty Images)

Quem é grande mostra grandeza nos piores momentos. É o caso do espanhol Iker Casillas, até recentemente considerado o melhor goleiro do mundo, com 141 partidas pela seleção de seu país, capitão do time e capitão do Real Madrid.

Ele falhou clamorosamente em pelo menos dois dos cinco gols marcados pela Holanda na humilhante goleada de 5 a 1 com que a campeã da Copa 2010 estreou na Copa 2014, nesta sexta, 13 — em outro, que pareceu falha gritante sua, sofreu falta clamorosa que o juiz não marcou.

O que fez Casillas? Culpou o clima de Salvador? As condições da Itaipava Arena Fonte Nova? Os companheiros de clube?

Nada disso. Assistindo calmamente depois da partida à cobertura feita por diferentes canais de TV, pude verificar o caráter do craque, que já por sua linguagem corporal, na parte final do jogo, demonstrava o quanto chamava para si boa parte da culpa do desastre. “Não estive à altura do jogo”, admitiu o goleiro sem rodeios, ao comentar a derrota. “A Holanda esteve muito bem, e nossa equipe não — começando por mim”.

Indagado sobre se continuaria defendendo o gol de La Roja, respondeu:

— Quem decide é o treinador. Primeiro, temos que pedir perdão à torcida.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × três =

Nenhum comentário

Deni-RS em 17 de junho de 2014

É bonito ver um atleta agindo com honra, hombridade. Infelizmente na Seleção Brasileira o que salta aos olhos é a canalhice de Fred.

Paulão em 16 de junho de 2014

Prezado Setti, O Casillas foi só um dos atores da derrota. A culpa deve ser atribuída ao uniforme branco usado na estréia. Dá um azar danado para a seleção espanhola. E não é superstição, é fato histórico comprovado.

Fábio SC em 15 de junho de 2014

É verdade Setti. Merece respeito.

Leonardo Saade em 15 de junho de 2014

Uma atitude rara do Casillas, em um meio cheio de vaidades do mundo do futebol. Além de ser um excelente goleiro, mostrou um ótimo caráter. Parabéns ao Casillas!

Sueco em 15 de junho de 2014

Quem cai com dignidade merece respeito. Continuo considerando Casillas um dos melhores goleiros do mundo -- mesmo na derrota acachapante diante da Holanda, se lembrarmos bem, ele fez umas quatro defesas sensacionais.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI