Image
Max Schrems: o Facebook tinha todos os dados que ele tinha apagado — e 1.200 páginas sobre sua vida (Foto: defice.com)

Se você que está lendo este post é um dos centenas de milhões de internautas com uma conta no Facebook, não perca o vídeo abaixo, onde o jornalista português Miguel Martins, editor multimídia do semanário Expresso, explica porque o estudante de Direito austríaco Max Schrems, 24 anos, processou a rede social e o que descobriu a respeito dos seus dados nela armazenados.

Segundo Martins, é muito fácil entrar no Facebook, “mas impossível sair”, mesmo quando o usuário quer apagar os vestígios que deixou durante o tempo em que esteve na rede.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − doze =

8 Comentários

DEYIVID em 23 de dezembro de 2012

Alguem disse aí que a melhor forma é acessar como voyeur. Concordo plenamente, se voce for um voyeur...

Dantonio em 22 de julho de 2012

Interessante porque esta matéria não foi veiculada nas grandes emissoras de TV do País TEM como um de seus fundamentos de validade e existência a RESPONSABILIDADE SOCIAL. Ou é um ou é outro - Ou a TV aberta ou o Ministério Público. Mesmo que não esteja cadastrado no face e tirou foto com um de seus "amiguinhos" que a publicaram , comentaram, curtiram, etc SEU NOME FOI PARAR NA REDE!!! ESTE SITE TEM QUE SER BANIDO! Espero que a Europa vença esta batalha para o bem da humanidade....Como disse o colega do diário embaixo do travesseiro, esquece! De repente seu nome , foto, local e outras informações que vc nem saiba já estão armazenadas no facebook...abs.

Marco em 07 de maio de 2012

Dom Setti: Me lembro do caso do Ed Motta, entrou no face, e não sabia q tinha a opção d privacidade no Mural, e detonou cheio de inspiração seus colegas artísticos. Quando se deu conta já tinha causado um baita mal estar. Abs.

Gabriel Birkhann em 07 de maio de 2012

Facebook:democracia e ditadura lado a lado!

Marco em 07 de maio de 2012

Dom Setti: Vou mais longe o Facebook é um destruidor de relacionamentos sociais. Rssssss! Acaba sempre com brigas de namorados, casal, amigos e parentes. Seria um espaço só para voyeur, essa é a melhor maneira de usá-lo. Até para busca d emprego é um perigo, já q o pessoal pode misturar o pessoal com o profissional. Abs.

João Batista dos santos em 06 de maio de 2012

Estou de comum acordo com Xande Scarelli.

Xande scarelli em 06 de maio de 2012

Quem quer privacidade, escreve um diário e esconde sob o travesseiro.

Márcia Maria em 06 de maio de 2012

Seu Setti, o facebook, realmente é um lugar, para exibicionista,muito pouco,dá para levar a sério algum assunto. Digamos 6 % de intelectualidade,mas como tudo o q vale é a liberdade, não é um espaço intelectual e nem social, mas sim só de ostentação.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI