Informe JB: A morte do “Paulinóquio” em SP

Morreu antes de nascer o boneco “Paulinóquio” — mistura de Paulo Maluf com Pinóquio — com que a assessoria do candidato do PTB ao governo de São Paulo, Antonio Ermírio de Moraes, pretendia entrar pesado na campanha eleitoral pela televisão.

O estado-maior de Ermírio achou melhor cassar o boneco diante da proibição imposta pelo TRE ao elenco de candidatos de borracha que povoavam o programa eleitoral de Maluf, candidato do PDS, e que batiam duro diariamente em Ermírio, Orestes Quércia, do PMDB, e Eduardo Suplicy, do PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − catorze =