“Informe JB”, de Ancelmo Gois

A crucial sucessão do prefeito Jânio Quadros em São Paulo – a mais importante disputa eleitoral do pleito municipal do ano que vem em todo o país – acaba de incorporar uma definição: o vice- governador Almino Affonso (PMDB) afastou-se definitivamente do páreo, e já está liberando correligionários e amigos para assumirem compromisso com outros aspirantes ao cargo.

Almino trabalha desde já para suceder o governador Orestes Quércia em 1990, e considera que um prefeito eleito pelo PMDB em 1988 não terá condições de renunciar ao cargo para se candidatar ao Palácio dos Bandeirantes.

O vice-governador, apesar de ser candidato bem visto por Quércia, considera que já deu sua quota de sacrifício ao partido ao aceitar concorrer na chapa do governador em 1986, quando seu desejo seria estar na Constituinte.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 7 =