“Informe JB”, de Ancelmo Gois: Caso médico

As pontes de safena que o senador Mário Covas recebeu há um mês passarão hoje por um duro teste, quando terminar a mais recente bateria de exames a que o líder do PMDB na Constituinte foi submetido pelos médicos do Instituto do Coração em São Paulo.

Covas está desde ontem monitorado pelo holter, o aparelhinho de aspecto semelhante a um walkman que acompanha durante 24 horas o comportamento do coração do paciente.

Se os resultados, como se espera, forem bons, o senador já vai poder fazer incursões fora de seu apartamento na próxima semana, embora ainda não se trate de liberação para o trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 2 =