“Informe Econômico”, de Miriam Leitão: Afif e o Estado

O presidente da Associação Comercial de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, deputado eleito pelo PL e o terceiro deputado constituinte mais votado do Brasil, com mais de meio milhão de votos, anda bravo com o governo.

Ele manifesta sua estranheza com o “absoluto silêncio” do empresariado ante o que considera “ameaça” contida no recente discurso do presidente José Sarney: se o setor privado, que na opinião do Planalto falhou durante o Plano Cruzado por não investir, voltar a não investir em níveis considerados adequados, “o Estado o fará”.

Para Afif, o presidente “parece ignorar que o setor privado somente poderá investir se dispuser de condições que o estimulem a isso”. E relaciona, entre outros, os seguintes estímulos: estabilidade da política econômica, regras claras, perspectivas de rentabilidade e taxa de juros compatível.

 

(Nota publicada no Jornal do Brasil.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × quatro =