“Informe JB”, de Ancelmo Gois: UDR no asfalto

Poucos entenderam quando, semanas atrás, o médico e fazendeiro Ronaldo Caiado, presidente da União Democrática Ruralista (UDR), foi à cidade de São Paulo para fundar uma seção da entidade dos proprietários agrícolas justamente no coração urbano, industrial e financeiro do Brasil.

Quem estranhou, porém, pode parar de estranhar.

A excursão de Caiado por São Paulo rendeu os maiores dividendos que a UDR poderia pretender. Entre outras personalidades e grupos, a direção nacional da UDR teve conversas longas e proveitosas com o banqueiro Amador Aguiar, patriarca e fundador do maior conglomerado financeiro privado do país — o Bradesco –, com a diretoria do banco imediatamente concorrente do Bradesco, o Itaú, e com o empresário Sebastião Camargo, maior acionista da super-empreiteira Camargo Correa, entre outros pesos-pesados do empresariado.

Ronaldo Caiado, que insiste em que a UDR, agora, não apenas está voltada para os interesses dos proprietários rurais, mas também “de todo o setor produtivo do país”, ficou muito satisfeito com os resultados das conversas — para dizer o mínimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 18 =