Image
Itaipu: Paraguai só consome 17% da energia, o resto o Brasil compra

Amigos, o pessoal do governo está rangendo dentes por não ter conseguido na tarde de hoje aprovar no Senado o parecer da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) favorável à aprovação da alteração no Tratado de Itaipu acordada recentemente entre o Brasil e o Paraguai, um dos principais temas da agenda da política externa da presidente Dilma para a América do Sul.

O tratado que, entre outros efeitos, criou a empresa Itaipu Binacional, obriga ao país que não consumir 50% da energia produzida adquira do outro a eletricidade que não utilizar – no caso, como o Paraguai só usa 17% do que Itaipu gera, o Brasil é quem compra a energia excedente. O decreto legislativo autorizando a mudança no tratado – que só será revisto em 2023 – fará com que o Brasil triplique de 120 milhões para 360 milhões de dólares o que vem pagando o Paraguai.

A senadora Gleisi Hoffmann foi diretora da Itaipu Binacional.

A Câmara dos Deputados já havia aprovado a revisão no dia 6 do mês passado, e o Senado deixou de fazê-lo hoje por causa de questionamentos apresentados pelo senador Itamar Franco (PPS-MG), o que levará o tema à votação somente nesta quinta, 5, — e às quintas-feiras o plenário tradicionalmente está vazio.

O ex-presidente não fez nada de errado, pelo contrário: somente cobrou o cumprimento de dispositivo do Regimento Interno do Senado, que prevê um prazo mínimo de duas sessões para deliberação do assunto depois da aprovação do regime de urgência – que dispensa a proposta de passar, como é praxe, pelo exame de várias comissões.

Itamar lembrou que o regime de urgência foi aprovado somente hoje – com os votos contrários de seu partido, o PPS, e também do DEM e PSDB, que queriam mais prazo para examinar a questão.

Com o cumprimento do Regimento exigido pelo ex-presidente, o projeto só pode voltar à pauta em dois dias, quando terá corrido o prazo regulamentar.

O argumento de que quinta-feira é dia vazio no Senado é um absurdo. O governo e seu líder, Romero Jucá (PMDB-RR), que se virem e façam os senadores governistas permanecerem em Brasília – e trabalharem. O senador Itamar apenas exerceu seu papel.

Image
Gleisi Hoffmann, relatora, e Itamar:  o ex-presidente exigiu o cumprimento do Regimento Interno do Senado e atrapalhou os planos do governo

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 1 =

Nenhum comentário

Atento em 04 de maio de 2011

Mais uma certeira do Itamar Franco, uma das poucas vozes sensatas e combativas no Senado. Parabéns, Senador Itamar!

mané brasileiro em 04 de maio de 2011

Setti Mais duzentos e pico milhões de dolares? Como a Barbie é generosa com a grana pública!

A. Silva em 04 de maio de 2011

A bondade do governo petista vai pingar na nossa conta de energia elétrica. Alguém precisa informar à ilustre senadora que a casa dos estados, onde ela tem assento, é lugar de debate, de confronto de idéias e opiniões, apesar de tudo que acontece de ruim ali. Tal qual o curupira, a senadora pensa e age como se o Senado Federal fosse seu feudo.

Natal Santana em 04 de maio de 2011

Como diziam os antigos, "no frigir dos ovos", Itamar de fato é a única voz sensata a fazer oposição ao rolo compressor do PT e seus aliados. E para isso, não precisa fazer alardes nem ameaças às instituições como Lula fazia: basta usas as prerrogativas da oposição: simples assim! Eu fico vermelho quando leio ou ouço os demais "oposicionistas" falarem em "oposição propositiva"... Ou você propõe ou se opõe, como diria o Reinaldo Azevedo, é uma questão de clareza gramatical. Talvez eles queiram dizer que não farão uma "oposição irresponsável", o que é outra coisa.

José Geraldo Coelho em 04 de maio de 2011

Um pouco mais de atenção ao Itamar pela imprensa e ficaremos sabendo que ele é o único opositor ao governo em ação. Não deixa passar nada sem suas críticas sábias em geral.

Raul em 04 de maio de 2011

Salve o senador Itamar Franco, que esta me saindo muito melhor do que a encomenda!

Ismael em 04 de maio de 2011

Você veja que jovialidade, combatividade e patriotismo sãoatributos desse homem que muito fez pelo Brasil. Já a bela senhora Gleisi Arruda Hoffman deveria servir mais ao Brasil do que ao Paraguai. Fico enojado, mas é o PT que põe os interesse de seu grupo político aciam da nação.

Marco em 04 de maio de 2011

Amigo Setti: Não gosto dessa senadora e das mulheres petistas, acho as mulheres anarquistas, um gênero inteiro de idealismo maldoso, com objetivo inteiro de envenenar de forma certeira a natureza normal feminina. Transformam tudo em guerra, aliás guerra são os seu fundamentos, contra tudo aquilo q é exitoso. Agora aqui mesmo no RS , com pompas o Sr. Tarso já declarou Guerra entre os sexos, com inauguração de Delegacias e não sei mais o q. Para as mulheres má e espertas, q acham q a bondade do homem é uma espécie de degeneração.As petistas gostam do ódio mortal entre os sexos. Abs.

Siará Grande em 04 de maio de 2011

Esta tal da senadora Gleisi Hoffmann é senadora de que país?

Juju em 04 de maio de 2011

Caro Setti, essas notícias de nosso bizarro Congresso, infelizmente, não me surpreendem mais...ao menos alguns personagens ainda nos surpreendem positivamente, como no caso de Itamar Franco...impressionante, com tantos problemas pelos quais estamos passando e esse governo "mequetrefe" ainda quer fazer graça para os vizinhos... eles acham que enganam alguém... Abraço

alberto santo andre em 03 de maio de 2011

NA REALIDADE COMO TEM SIDO COISA NORMAL, NO GOVERNO DO PARTIDO DOS TRABALHADORES [DOS QUE ESTAO NO PARTIDO CONHECO A MAIORIA, E A COMECAR DO PRESIDENTE QUE ERA UM **** E **** **** DE MAO CHEIA ,NA VILLARES EQUIPAMENTOS NAO SEI DE NENHUM QUE PELO MENOS FOI TRABALHADOR],,,,,,ELES DAO BOM DIA E NOS E QUE PAGAMOS O CHAPEU ,POIS ESTE VALOR QUE SERA PAGO A MAIS SAIRA DO TESOURO BRASILEIRO ,POREM QUEM COLOCA O DINHEIRO LA SOMOS NOS, OS VERDADEIROS TRABALHADORES E PAGADORES DE IMPOSTOS NESTE PAIS , SERA QUE UM DIA A MAIORIA DA POPULACAO ,CONSEGUIRA ENXERGAR OS ARREIOS E TAPAS QUE LHES FORAM COLOCADOS PELO PT.

Perola em 03 de maio de 2011

Aplausos para o ex-presidente Itamar!O Paraguai não colocou nem um tostão furado na construção de Itaipú e lucrou até hoje assim mesmo.Que se triplique o que o Brasil paga para o Paraguai é um absurdo!A alteração desse acordo não deveria ser aprovada!

pedro simon bolivar em 03 de maio de 2011

o acordo anterior jah era largamente favorável ao paraguai. mais uma heranca maldita essa brecha dada ao padre comedor. impressionante e nao automático, mas tudo o que um petista quer eu rejeito!!!

Davi em 03 de maio de 2011

Sabe o que é engraçado,se eu trabalho 3 dias eu recebo pelos 3 dias, se eu trabalho por 4 dias eu recebo 4 dias e assim sucessivamente. Já com nossos exemplares trabalhadores de Brasilia "trabalham" 2 dias e recebem pela semana toda. Quem disse que o Paraguai só lucra com muamba está enganado eles também lucram com energia que pode triplicar com o decorrer dos anos. Ahh Brasil que fizeste de errado para ter governantes devagar quase parando, mas sempre ganhando, né!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI