Um trecho da autoestrada Tohoku, na província de Ibaraki, no norte do Japão, foi destruído pelo terremoto no dia 11.

No dia 17 começaram as obras de reconstrução. Seis dias depois, a via – que faz ligação com a capital, Tóquio – foi liberada ao tráfego.

Igualzinho ao Brasil.

Em fevereiro, um mês após a catástrofe provocada pelas chuvas na Região Serrana do Rio de Janeiro, a estrada RJ-130, que liga Nova Friburgo a Teresópolis, ainda estava parcialmente interditada.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 3 =

33 Comentários

KEZIA em 01 de maio de 2011

QUERO SÓ VÊ A VERGONHA QUE O BRASIL VAI PASSAR, NA COPA. UMA VERGONHA, PALMAS PARA OS PRESIDENTES....

Sandro.jp em 13 de abril de 2011

Prezado Ricardo, A ironia fina do texto é deliciosa. Gostaria de apenas sugerir uma correção no nome da auto-estrada: Tohoku (nordeste, em japonês). Great Kanto era o nome dado por alguns jornais de língua inglesa ao terremoto de 11 de março. Apesar dos erros na condução da crise nuclear, o governo japonês sabe que é prioritário restabelecer o acesso para as áreas atingidas. A reconstrução da auto-estrada é um recorde, mesmo para padrões japoneses. O trem-bala, linha Tohoku, também será religado integralmente até meados de maio, apesar dos últimos tremores terem provocado atrasos na reconstrução. Hoje, já é possível ir de Tokyo a Sendai de trem em cerca de 3 horas. O aeroporto de Sendai também foi reaberto hoje para aviões de passageiros, mesmo dependendo dos geradores internos de energia. A pista, então coberta pelo tsunami, está um brinco! http://t.co/70EZBHO Obrigado pela correção, que já fiz, e pelas informações, caro Sandro. Abraços

Ricardo em 12 de abril de 2011

A Dilma não teve um caminhão de votos aí no Rio? Aplaudam e agradeçam,OK? E bico calado!

Celia Pontes em 04 de abril de 2011

Três meses após a tragédia que aconteceu aqui na região serrana do RJ, tudo está do mesmo jeito, não é incrível? Mas o que se pode esperar de um país como o Brasil?

Jose Fernando em 31 de março de 2011

Em uma palavra: SERIEDADE!

Marisol em 30 de março de 2011

Caro Setti, Gostaria de saber como anda a reconstrução das cidades da Serra Fluminense destruídas pelas enchentes do início deste ano.

PC SÃO PAULO em 30 de março de 2011

Vê-se logo que precisamos URGENTEMENTE de umas catástrofes como as de lá. Embora sob escombros e ameaças de contaminação Nuclear, os caras dão exemplo de competência, ou, como diria WINSTON CHRCHIL: ESTE NÃO É UM PAÍS SÉRIO.

jorge alberto motta em 30 de março de 2011

O MAIS SURPREENDENTE É A CAMADA DO ASFALTO. ENQUANTO AQUI, NAS BARBAS DAS AUTORIDADES, É DE APENAS CINCO CENTIMETROS, LÁ PARECE TER QUASE MEIO METRO.

Leonardo Carletti em 30 de março de 2011

É isso podemos chamar de brasil, um pais onde o povo é o palhaço e ainda colocam um Tiririca para ganhar trinta mil reais por mês, Infelismente o nosso País tem o Governo a Saúde e a Segurança que merece. Enquanto não tomarmos vergonha na cara e protestarmos, vai é piorar!!!

rosemeri em 28 de março de 2011

ESTRANHO!!ESSES JAPONESES...UM MONTE DE GENTE MORTA EMBAIXO E ESTRADA NOVA EM CIMA...UM MONTE DE GENTE CONTAMINADA ..E ELES LIMPANDO AS RUAS.

fabiano em 28 de março de 2011

Piada!!!!!!!!!!!!!

Edson em 28 de março de 2011

Lá NAO precisa de licitação pq os políticos tem vergonha na cara aqui ate palhaço analfabeto esta no conselho de educação e o presidente semi-analfabeto julgam o CARA... Abrigamos um fugitivo da máfia e por ai vai.... Eita brasil

Edson em 28 de março de 2011

Falando dos caças, o pior que na lei de licitação a chamada 8.666 NAO precisa de licitação para esta compra... Propina corre solta

Marcio em 28 de março de 2011

Ricardo, Envio um artigo publicado no site da Reuters sobre as Lulimpiadas e a Copa das Copas! O jornalista faz um diagnostico perfeito sobre a situacao das obras. Acho que ajuda a explicar porque essa estrada no Rio ainda esta desse jeito. http://www.reuters.com/article/2011/03/27/us-brazil-infrastructure-idUSTRE72Q18820110327 Abracos, Marcio

jordano em 28 de março de 2011

Tudo isso mostra por que somos um país de terceiro mundo, atualmente em processo de desenvolvimento. Há quinhentos anos que não conseguimos nos organizar nem nos tornarmos uma nação competente, frente aos desafios. Parabéns para os japoneses... Conseguem comer sem colher ,e reerguem-se com rapidez.

Senna Recife em 28 de março de 2011

Eu concordo senna de Recife: Quando eu descobri a história do Japão eu começei a admirar o povo japonês,os brasileiros ja passou do tempo de seguir o exemplo japonês de cultura educacional e administração pública, o Brasil precisa de uma elite derigente compromiçada com a coisa pública capaz de fazer a transformação neste país, O Brasil infelizmente e um país de faz de conta eu ja estou cansado de ouvir a piada que o Brasil e o país do Futuro enquanto o nosso indice de desenvolvimento humano esta longe do perfeito, o Japão não tem petroleo não tem riquezas minerais como o Brasil mas nos humilha quando o assunto e riquezas financeiras e tecnologicas e também desenvolvimento humano, se fosse aqui no Brasil esta rodovia iria demorar um tempão, o que manda no Brasil e a malandragem mesmo, fazer oque?

Cléupas em 28 de março de 2011

Mas se for para colocar uma lombada eletônica tudo é muito rápido.

Claudilei em 28 de março de 2011

Quando eu descobri a história do Japão eu começei a admirar o povo japonês,os brasileiros ja passou do tempo de seguir o exemplo japonês de cultura educacional e administração pública, o Brasil precisa de uma elite derigente compromiçada com a coisa pública capaz de fazer a transformação neste país, O Brasil infelizmente e um país de faz de conta eu ja estou cansado de ouvir a piada que o Brasil e o país do Futuro enquanto o nosso indice de desenvolvimento humano esta longe do perfeito, o Japão não tem petroleo não tem riquezas minerais como o Brasil mas nos humilha quando o assunto e riquezas financeiras e tecnologicas e também desenvolvimento humano, se fosse aqui no Brasil esta rodovia iria demorar um tempão, o que manda no Brasil e a malandragem mesmo, fazer oque?

Paulo Bento Bandarra em 28 de março de 2011

Os EUA vão desenvolver um novo caça de última geração antes que o Brasil se decida qual jato irá um dia comprar. Propina ou não propina, eis a questão.

terceira via em 28 de março de 2011

Eles vão reconstruir o Japão antes de "terminar" as mossas obras para a copa. Se é que vão terminar. acho que vão fazer os bons brasileiros passar VERGONHA.

carlos nascimento em 28 de março de 2011

A diferença é uma só, lá o grau de IMPUNIDADE é baixissimo, enquanto por aqui: Pimenta das Neves anda solto há 10 anos, José Genoino é assessor do Ministério da Defesa, apesar das cuecas dolarizadas, ficha limpa e suja dá no mesmo, barbalho que nos diga, Erenice é condecorada com medalha e cumprimenta autoridades na fila do Palácio, estrupador de sigilo de caseiro vira eminência parda máxima do governo, 40 mensaleiros serão perdoados com direito à indenizações por calúnia e difamação, querem mais....... chega !!!! Ainda bem que temos jornalistas como AN,RA,RS, que falam verdades, senão tava tudo dominado. ACORDA BRASIL !!!!

Jose Roberto em 28 de março de 2011

Ricardo, uma noticia em primeiríssima mão : Brasil contratará engenheiros japoneses para obras das Olimpíadas e Copa do Mundo.Só assim dará tempo,

Paulo Bento Bandarra em 28 de março de 2011

É que lá político descoberto que recebe propina se suicida, aqui ele é promovido para uma estatal. Aqui a justiça tarda e falha, quando não prescreve empurrado pela barriga. Até no Supremo.

Felipe Batista em 28 de março de 2011

Setti, vc precisa ver então o estado da rodovia BR-153, que liga Brasília a Goiânia. No começo do ano, caiu uma parte da rodovia, que é duplicada. Nesse fim de semana, mais de 100 dias depois, ao invés da rodovia ter sido consertada, o que aconteceu foi a queda da outra parte! Brasil, tem coisas que você só vê por aqui.

Jefff em 28 de março de 2011

O processo de licitação lá ou é muito rapido ou não existe!

Natal Santana em 28 de março de 2011

PS.: escrevi errado o nome do jornalista: é ALEXANDRE GARCIA, desculpe!

Natal Santana em 28 de março de 2011

Alexanre Garcia certa vez, fez uma proposta que provocou gargalhada na platéia antes mesmo da conclusão! Propôs ele que, se trocasse a população inteira do Japão pela do Brasil: nós iríamos para lá eles para cá. Garcia continuou: depois de dez anos os japoneses voltariam para o Japão e os brasileiros para cá. O que arrancou risos da platéia foi a reflexão: "tentem imaginar o Brasil após dez anos sob administração japonesa e o Japão dirigido pelos brasileiros". Aqui está a resposta que ele buscava!

Vera Scheidemann em 28 de março de 2011

Essa notícia foi de impressionar qualquer um. Mesmo considerando que o Japão é um exemplo de seriedade, foi demais ! Ai, que vergonha do nosso Brasil... Mas um dia a gente chega perto desse padrão de excelência e respeito pelo dinheiro público. A esperança é a última... Um abraço e tenha uma ótim semana ! Vera

Rosa Maria Pacini em 28 de março de 2011

Não só essa diferença,não, Setti. Lá os políticos acusados de corrupção se suicidam, enquanto no Brasil são convidados a ocupar ministérios e assumir cargos públicos importantes; inclusive recebem o aval do STF para continuarem na política como se nada fosse. Ou seja, são liberados para continuarem roubando os cofres públicos, já que eles costumam legislar em causa própria.

Jose Francisco Santoro em 28 de março de 2011

Calma lá.Aqui demora um pouco mais porque é preciso ter bastante cuidado com investimentos publicos: primeiro o edital de licitação,depois a escolha ¨cuidadosa¨dos participantes,depois os vencedores (ou vencedor) que é aquele que contribui mais para o partido.Também tem uma comissãozinha para os dirigentes,que ninguém é de ferro,afinal temos que alimentar o caixa dois,três,quatro,etc.Depois,muito depois,têm início as obras,que vão precisar òbviamente de uma verba complementar (para o caixa cinco,seis,etc).Finalmente,vem um palanqueiro qualquer inaugurar a obra ¨quase¨terminada,porque alguém precisa ganhar mais alguns votos.Fim.

Thomaz Portugal em 27 de março de 2011

Até quando o Brasil será usado como exemplo de coisas que não dão certo? Principalmente o Rio de Janeiro... Imagina quando o Exmo. Sr. Governador Sérgio Cabral for chorar em Brasília por dinheiro perdido e não por vidas perdidas!

Eraldo em 27 de março de 2011

Setti no Brasil demora quase um ano só para sair a Licitação.Já a estrada é outra História.

Noah Shuster em 27 de março de 2011

É impressionante a diferença. Só não vê quem não quer. . Aqui, outro exemplo, a gasolina é cara e de má qualidade. Nos outros Países, inclusive Latinos, é pura e muito mais barata. . E queremos ser a QUINTA economia do mundo assim. Eu pergunto, a você Setti, como?

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI