Image
A espera por voos no Aeroporto Internacional Governador Franco Montoro, em Guarulhos (SP)

Há poucos dias, publiquei um post sobre o Aeroporto de Congonhas, seu esgotamento e a preocupação com a capacidade de nossos aeroportos durante a Copa do Mundo de 2014 — sem contar com as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

Pois bem, diante de críticas bem mais fundamentadas e verdadeiramente alarmantes feitas à situação de nossos aeroportos por ninguém menos do que do que o diretor-geral da IATA, a sigla em inglês da Associação Internacional de Transporte Aéreo, Giovanni Bisignani, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, a quem está afeto o problema, anunciou do alto de sua prepotência tratar-se de “terrorismo”.

A IATA reúne mais de duas centenas de empresas aéreas do mundo todo, tem um corpo técnico espetacular e conhece minuciosamente os problemas de infraestrutura aeroportuária em toda parte — de Nicósia, em Chipre, a Vientiane, no Laos, de Chicago, nos Estados Unidos, a Santo Domingo, na República Dominicana.

Não existe nada nem ninguém que reúna mais informações sobre segurança aérea, condições de pouso e decolagem, capacidade de manipulação de bagagens, rotas, nível de segurança anti-terrorismo e qualquer outro assunto relativo a viajar de avião do que a IATA. Confira no site da organização.

“VERGONHA”, “DESASTRE DE PROPORÇÕES CRESCENTES” — E seu diretor-geral, em recente reunião realizada no Panamá, disse que a situação aeroportuária no Brasil é uma “vergonha”, expressou sua preocupação diante da proximidade da Copa do Mundo, referiu-se especificamente à situação de saturação de São Paulo e declarou, com todas as letras: “O Brasil é a maior economia da América Latina e a que mais cresce, mas a infraestrutura de trasnporte aéreo é um desastre de proporções crescentes”.

O Estadão de hoje, que trata do assunto em editorial, lembra que a Infraero promete investir 5,6 bilhões em obras em aeroportos até 2014 — pessoalmente, duvido que o dinheiro seja suficiente –, mas levanta sérias dúvidas sobre a eficiência da estatal ao lembrar que, até o mês passado, a empresa, mesmo diante desse quadro sinistro, havia investido apenas 22% do dinheiro disponível para todo o ano de 2010.

E agora eu pergunto ao amigo do blog quem terá razão nessa questão: a IATA, maior autoridade do mundo em matéria de aviação, ou o ministro Nelson Jobim, advogado que ocupa o Ministério da Defesa e conhece aviação apenas na condição de (frequente) passageiro de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB)?

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × dois =

15 Comentários

Jota em 26 de novembro de 2010

Jobim e o governo tentam desqualificar as críticas e quem as faz. Noticias ruins? Mate o mensageiro.

Ricardo Valle Aleixo em 25 de novembro de 2010

Enquanto isso, o Pres.Lula fica forçando a barra para o Trem-Bala, que custará 6 vezes mais que todo o investimento prometido para os aeroportos. Ah! e o tal trem só ficará pronto depois de década de trabalho, quem viver verá. As comissões não, saem logo no início.

Perola Soares Zambrana em 25 de novembro de 2010

A IATA,certíssima, já está antevendo o caos para 2014 e 2016.Todo brasileiro bem informado já está prevendo o caos aeroportuário de cada fim de ano e de cada época de férias,não é o caso de Jobim que é parte do governo,como o governo está em Brasilia e Brasilia é a Ilha da Fantasia,Jobim não faz parte do brasileiros que sofrem nos aeroportos.

hélio em 24 de novembro de 2010

Ricardo , Boa noite !! Antes de tudo ,Parabéns e Obrigado pelo seu ótimo blog !! Precisamos disso Vamos l´s : Em maiúscula > VOCÊ DÁ INFORMAÇÃO ERRADA !! Pois como bem disse o Wagner Ferreira - ex TAM e hoje consultor - num evento hoje em São Paulo " Como pode o ministro Jobim dizer algo sobre os aeroportos , ele que só viaja de jatinho , não faz Check in ??? " Ministro Jobim Passageiro frequente Ricardo ??? Essa ele vai te agradecer .... Bem e a notícia de que o Geddel Vieira Lima - ele mesmo - ESTÁ SENDO INDICADO PELO PMDB PARA A INFRAERO ???? O que estamos esperando para começar TODOS a nos indignar contra coisas como essa ?? Com a palavra Ricardo , manda ver !! Grande Abraço do seu sempre leitor Hélio PS > Trabalho com turismo e digo com toda a certeza > podem esperar o fim de ano vai nos proporcionar ENORMES emoções nos aeroportos !! Não perca !!! Vou corrigir: passageiro frequente de aviões da FAB...

Ricardo em 24 de novembro de 2010

@Gustavo Hoje no Brasil tem mais celular que gente. Legal. Mas, para quem não sabe, é mais barato ter um celular dos EUA e ligar para seu vizinho com Roaming internacional do que usar o seu celular Brazuca, com uma das, se a não a mais, cara tarifa do mundo… Gustavo, se você for olhar você vai ver também o seguinte: as empresas de telefonia móvel do Brasil estão entre as que menos ganham dinheiro (lucro como % da receita) no mundo. De longe. Na América Latina é o pior país para uma operadora ganhar dinheiro. O quê? Tarifa cara e operadoras com lucro baixo? -- você pergunta -- como pode? Adivinha: impostos. Impostos. Impostos. Dá uma olhada na sua conta de telefone quanto do que você paga vai para o governo... mesmo raciocínio que leva nossos carros custarem o dobro dos carros dos EUA, apesar de nossa mão de obra ser mais barata, nosso minério de ferro abundante e nosso aço competitivo mundialmente... Impostos, impostos, impostos.

Ricardo em 24 de novembro de 2010

Na condição de passageiro que pegou sexta passada a ponte aérea RJ-SP(CGH) e nesta segunda de manhã voou SP (Guarulhos) -> Salvador... a IATA está certa. SP-RJ (sexta passada). Voo das 10h40am cancelado pela Gol. Trocado pelo das 11h10, que decolou 12h05. Quase perdida reunião no RJ. GRU-SSA (esta segunda) A fila estava gigante em Guarulhos, para passar no Raio X. Inconcebível. Nem se fosse vôo internacional dava para entender. Depois de passar por ela, não tinha lugar para todo mundo sentar próximo ao portão 01B, durante os 40 minutos que antecederam o embarque. Por fim tivemos que pegar onibus até a aeronave porque não tinham finger (corredores diretos) do saguão ao avião. A capacidade do aeroporto está estourada. Ai ai ai quando vier a copa. A IATA está certa.

Elvio-Itapetininga/SP em 24 de novembro de 2010

Caro Sr Ricardo, Fui Aeroviário por quase 08 anos em Congonhas (1970/1978). Funcionário orgulhoso da Varig. IATA sem dúvidas. Tudo que não tivesse o timbre IATA,hummmmmm. abs Elvio

Gustavo em 24 de novembro de 2010

É fácil falar mal da Infraero, que de fato tem culpa no cartório - apesar que, sinceramente, não sei a privatização pura e simples resolveria o problema - vide a telefonia. Hoje no Brasil tem mais celular que gente. Legal. Mas, para quem não sabe, é mais barato ter um celular dos EUA e ligar para seu vizinho com Roaming internacional do que usar o seu celular Brazuca, com uma das, se a não a mais, cara tarifa do mundo... Então imagino que simplesmente privatizar e fatiar a Infraero resultaria em algo semelhante. Mas não sou do ramo, apenas distilo impressões. gostaria de uma opinião de alguém que de fato entenda do assunto. Mas temos também que falar mal da empresas aéreas - elas merecem!! Mesmo comendo "golduíche" a tarifa é ridícula, a demora é impressionante, isso quando não vendem três passagens para a mesma poltrona. Como é admissível uma coisa destas? Pra mim, é surreal. ANAC é qualquer coisa fantasiosa duma imaginação devaneamente, exceto uma agência reguladora. E neste caso, o que fazer? Comentaristas, tomem seus postos...

Francisco Quiumento em 24 de novembro de 2010

Este senhor é uma piada, apenas isso. Quer colocar submarinos para defender jazidas e plataformas, comprar caças inviáveis que nem o país fabricante utiliza massivamente e não consegue nem ampliar pistas de aeroportos. Soberba é um pecado que cega quem o possui.

luzia macedo em 24 de novembro de 2010

Surpresa pra ninguém. Afinal um governo que defende e aplaude um fiasco, fracasso, descaso e outros adjetivos afins, como o ENEM, que foi noticiado incansavelmente pelos meios de comunicação e é do conhecimento de grande parte da população, por que não iriam defender os serviços aeroportuários do Brasil que somente uma infima parcela da população conhece e usa. Vergonha, que é bom e aceitavel, nenhum deles tem. Qual é a supresa? (torno a repetir)

maria monteiro em 24 de novembro de 2010

O trabalho da Infraero dever ser, para o ministro Jobim, um sucesso tão grande quanto o Enem de seu coleguinha Haddad. Os que discordam -- de passageiros a aeroportuários, de estudantes, a especialista em educaçao, só o fazem porque são da turma do contra.

Paulo em 24 de novembro de 2010

Ricardo, boa tarde.... Como todos podem ver, esse governo destrambelhado não fez praticamente nada nesses oito anos de governo nessa área (no meu modo de ver, em todas as áreas), será que em tres anos e meio conseguiremos????... Tenho sérias dúvidas... Caro Paulo, tenho sérias dúvidas.

Camada von Ozonio em 24 de novembro de 2010

OS PASSAGEIROS SÃO OS CULPADOS!!!!!AUMENTARAM MUITO NESSES ÚLTIMOS ANOS, QUE FALTA DE PLANEJAMENTO FAMILIAR É ESSE?

gaúcha indignada em 24 de novembro de 2010

Acredito que o Jobim adquiriu a doença da Luis Inácio, e está vivendo na ilha da fantasia, ou quem sabe, também gosta de uns copos de 51, nunca antesnahistóriadestepaiz os ocupantes do governo federal foram tão incomPeTentes, EM TODAS AS ÁREAS!

Alex em 24 de novembro de 2010

Qual o espanto Ricardo? Jobim é o ministro da defesa e como tal tem a obrigação de defender o governo corrupto e incompetente do falastrão de quatro dedos.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI