O juiz Fausto de Sanctis, da 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, que no bojo da chamada Operação Satiagraha da Polícia Federal mandou prender em 2008 o banqueiro Daniel Dantas e depois foi processado por ele, sem sucesso, por suposta prática de desvio funcional e uma série de ilegalidades, deve ser promovido para o Tribunal Regional Federal da 3ª Região, com sede em São Paulo.

No TRF-3, De Sanctis deverá sair da vida do banqueiro com quem anda às turras há anos, sempre acusado por seus advogados de ter predisposição para condenar Dantas, porque deverá atuar na área do tribunal que se ocupa de assuntos da Previdência.

A controvertida Operação Satiagraha apurou durante 4 anos desvios de verbas públicas e crimes financeiros, e resultou, entre outras, na breve prisão de Dantas, do especulador Naji Nahas e do ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta, já falecido.

O delegado da PF Protógenes Queiroz, que conduziu a operação durante a maior parte do tempo, acabou sendo processado e condenado a 3 anos e 4 meses de prisão por abuso de poder e fraude processual pelo juiz Ali Masloum, da 7ª Vara Criminal Federal de São Paulo. A pena, da qual o delegado ainda pode recorrer, foi transformada em prestação de serviços. O delegado se elegeu deputado federal pelo PC do B no dia 3 de outubro.

É um dos quarenta e três Desembargadores Federais que compõe o Tribunal Pleno do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3). Foi pioneiro na venda antecipada de bens, na realização de delações premiadas, na destinação de recursos a entidades filantrópicas recebidos em delações como forma de indenização à sociedade e mostra de arrependimento, na doação de obras de arte para entidades culturais e destinação a praça

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × quatro =

Nenhum comentário

jefferson em 20 de novembro de 2010

Coloque aqui no seu blog todo o processo contra o Protogenes e levante a ficha do "juiz" Masloun. Depois me diga se vc continua dando respaldo ao "juiz". Não acho que o "juiz" Masloun condenou o Protogenes de brincadeirinha acho que ele teve motivos politicos e financeiros para fazer isso. Não dou nem deixo de dar respaldo nenhum a ninguém, Jefferson. Só dei a informação sobre a condenação. Leia você o processo contra o delegado e veja se continua considerando-o um herói.

Glaucia Olivera em 20 de novembro de 2010

Ricardo, Seria legal voce mostrar pra gente as "provas do processo". Pelo que eu vi contra o Protogenes ele permitiu que cinegrafistas da Globo filmassem o suborno do Daniel Dantas. Contra o Daniel Dantas aparece o flagra do suborno em rede nacional e um saco de 1 milhao de reais apreendido com o emissario de Dantas, mais 2 outros pacotes pequenos que já haviam sido dados de propina. Quem cometeu crimes ai? E o juiz Ali Mazloum nao tinha sido investigado pelo delegado na Operacao Anaconda?

jefferson em 19 de novembro de 2010

Quais as arbitrariedades que Protogenes cometeu? A pessoa que investigou essas arbitrariedades é idonea? Parte da midia que acompanhava as operações da PF é coautora na impropriedades cometidas pelo delegado? Porque tanta gente na midia não gosta do Protogenes? Tudo que foi levantado na operação satiagrara é picuinha? Olha, Jefferson, pelo jeito você acha que o juiz Ali Mazloum o condenou de brincadeirinha a 3 anos e 4 meses de cadeia. É tudo o que tenho a dizer.

joselito em 19 de novembro de 2010

"...Há críticas severíssimas ao juiz em questão, Caro Esron, por parte de advogados e mesmo alguns colegas. Paro por aqui…" Parar pra quê? Após 5 min no gúgol: Juiz De Sanctis desiste de promoção e fica na Satiagraha; Dantas depõe nesta 4ª Folha Online - 2 anos atrás (18 de novembro de 2008 às 22:07 hs.): http://www.infojus.com.br/noticias/juiz-de-sanctis-desiste-de-promocao-e-fica-na-satiagraha-dantas-depoe-nesta-4a/ Delegados da PF apóiam juiz Fausto de Sanctis: http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI3010558-EI6578,00.html Juízes federais prestam apoio ao juiz Fausto de Sanctis: http://www.jusbrasil.com.br/noticias/59889/juizes-federais-prestam-apoio-ao-juiz-fausto-de-sanctis Juízes do Trabalho divulgam nota em apoio a De Sanctis: http://www.conjur.com.br/2008-jul-13/juizes_trabalho_divulgam_nota_apoio_sanctis Ajufe divulga nota em apoio ao juiz Fausto De Sanctis: http://www.conjur.com.br/2008-nov-07/ajufe_divulga_nota_apoio_juiz_fausto_sanctis Conamp divulga nota em apoio a De Sanctis e De Grandis: http://www.conjur.com.br/2008-jul-12/conamp_divulga_nota_apoio_sanctis_grandis

jefferson em 19 de novembro de 2010

Ali Mazloun não é juiz é um ****. Protogenes é um excelente delegado que exerceu sua função na policia federal com afinco e por isso está sendo punido por outro bandido Daniel Dantas. Fausto de Sanctis deveria ser indicado para o STF por sua devoção ao bem publico. Procure conhecer o processo e as provas colhidas para ver se sua opinião sobre o delegado Protógenes se mantém.

Aline em 19 de novembro de 2010

Ricardo. Se eu fosse voce eu riscaria a fonte dessa noticia do meu caderninho. Ta na cara que o Daniel Dantas há tempos tenta escolher o juiz que o julga, e planta notas por todo lado, principalmente no sitio Consultor Acho que te enganaram.

Mauricio em 19 de novembro de 2010

Ricardo: Mexe com banqueiros e afins não é uma missão fácil (nem salutar): o poder do dinheiro procura corromper, distorcer e até eliminar quem se dispõe a aplicar o que está escrito no ordenamento jurídico. Lembra-se do que ocorreu com os juízes italianos Giovanni Falcone e Paolo Borsellino? Enfrentaram heroicamente a Máfia e foram assassinados. Mexer com o poder é perigoso, mas necessário. Creio que Fausto de Sanctis, mesmo com os erros que eventualmente tenha cometido, prestou serviço ao Brasil, aceitando bater de frente com um banqueiro. Ele agiu acertadamente ou erroneamente no desenrolar dos fatos? Sinceramente, não sei. Mas demonstrou hombridade e caráter (adjetivos tão em falta ultimamente, não?) Abraços.

Luis Carlos em 19 de novembro de 2010

Complementando o comentário anterior. A quem será que interessa soltar essa notícia desde junho de 2010?

Luis Carlos em 19 de novembro de 2010

Essa notícia é velha ... Em Junho: http://www.conjur.com.br/2010-jun-25/juiz-fausto-sanctis-promovido-desembargador Em Agosto: http://www.conjur.com.br/2008-ago-21/fausto_sanctis_promovido_desembargador Tudo bem. Mas aqui é nova. Muitos leitores não leram o excelente site Consultor Jurídico. Gosto de divulgar informações relevantes, nem sempre precisam ser inéditas.

Rosa Maria Pacini em 19 de novembro de 2010

Setti, por favor, corrija-me se eu estiver equivocada, mas o delegado Protógenes só foi eleito por causa da expressiva votação do Tiririca, não é? Ou seja, não há "nenhum santo" nessa história! Sim, foi eleito pelos votos do Tiririca e, como delegado da PF, cometeu arbitrariedades suficientes para fazê-lo descer do pedestal artificial de heroi em que o colocaram para tranferi-lo (metaforicamente) para a cadeia. Ele não ficará preso, mas cumprirá pena de prestação de serviços. Pode apelar em recurso. Se perder, perderá o cargo na PF, terá pena a cumprir, mesmo que leve, nas circunstâncias, e ficará com essa mancha criminal para sempre em seu currículo. Mas o primeiro recurso aind nem foi julgado.

Corinthians em 19 de novembro de 2010

É... me parece que foi um jeito de resolver o problema Sanctis/Dantas. Ele é promovido, ganha mais status, e em contrapartida não atinge Dantas. Todos saem ganhando... menos as instituições, menos o Brasil...

Esron Vieira em 19 de novembro de 2010

Até onde fiquei sabendo o Juiz teve extrema personalidade em aplicar a lei, mesmo sendo a um banqueiro influente em várias esferas do poder. Único ponto que me deixou cético é o tempo livre que sobra a ele e seus colegas, a ponto de escrever e publicar diversos livros. Nada contra em escrever livros. Apenas observei que um juiz focado em seu trabalho (pilhas de processos acumulados) ainda ter cabeça e tempo pra escrever diversos livros é notável. Assistí sua entrevista no Jô Soares, gostei muito das idéias por ele defendidas. Principalmente quando ele se posicionou contra o foro privilegiado, mesmo tendo direito à tal. Concordo com a promoção dele, deve ter feito por merecer. Precisamos de juizes que julguem uma celebridade politica ou financeira com o mesmo rigor da lei aplicado à um cidadão comum. Há críticas severíssimas ao juiz em questão, Caro Esron, por parte de advogados e mesmo alguns colegas. Paro por aqui...

gaúcha indignada em 19 de novembro de 2010

Eu não DESISTO. AINDA ACREDITO NAS INSTITUIÇÕES. APESAR DESTA NOTÍCIA!!!!!

Mario Sergio em 19 de novembro de 2010

Inventarei calúnias, acusarei com tudo todos que não gosto e não serei promovido. Deve ser karma, minha casta não é tão pública assim,

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI