“É um equívoco gigantesco esse o [de ver] golpismo da mídia. O clima tem de ser de distensionamento. Estamos [o PT e aliados] ganhando a eleição”.

Num momento em que setores importantes da esquerda anunciam aos quatro cantos um “golpismo” da mídia, tese adotada, com outro rótulo, pelo próprio presidente da República, a frase é de Lindberg Farias, ex-prefeito de Nova Iguaçu (RJ), candidato ao Senado pelo PT no Rio, em conciliadora entrevista concedida à edição de hoje da Folha de S. Paulo.

Lembram do Lindberg?

Vamos refrescar a memória de quem não se lembra.

Ele foi em boa parte responsável por botar na rua os estudantes “cara-pintadas” que chacoalharam o país durante as manifestações em prol do impeachment do então presidente Fernando Collor, em 1992. Era então presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE).

RADICAL DE CARTEIRINHA – Radical raivoso, espumante, de carteirinha Lindberg Farias acabou se elegendo deputado pelo PC do B nas eleições seguintes, em 1994. O PC do B, porém, era pouco, e ele migrou para o grupúsculo trotskista intitulado PSTU, quando participou de badernas de protesto contra privatizações durante o governo do presidente Fernando Henrique Cardoso (1995-2003), chegando a enfrentar a polícia.

Apesar de bem votado, não conseguiu se reeleger deputado federal por falta de votos na legenda do PSTU em 1998 nem chegar à Câmara Municipal do Rio em 2000. Filiou-se então ao PT, situando-se nas correntes mais à esquerda do partido.

“EQUÍVOCO GIGANTESCO” – Bom orador e muito bem apessoado, domesticou sua oratória esquentada, passou a dedicar-se a temas como a educação e venceu as eleições para a prefeitura de Nova Iguaçu em 2004, no segundo turno, se reelegendo facilmente, no primeiro turno, em 2008.

Renunciou em abril, como manda a lei, para disputar o Senado.

Agora, junta-se às vozes da razão a ponto de considerar um equívoco “gigantesco” esse suposto “golpismo” da mídia.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 15 =

Nenhum comentário

veja.abril.com.br em 31 de março de 2011

Lindberg farias quem diria junta se as vozes da razao.. Huh, really? :)

AQUINO CORREIA JAPIASSÚ FERRO em 17 de janeiro de 2011

O PROBLEMA DO SER HUMANO É O PODER, DEPOIS O DINHEIRO. O QUE FALTA NA ÉGIDE MORAL E RACIONAL DE TODOS OS SERES ANDANTES É EQUILÍBRIO. ARISTÓTELES FALAVA DISSO A QUASE 400 ANOS ANTES DE CRISTO, BEM COMO CONFÚCIO, NA CHINA. QUERO VER SE ELE VAI QUERER UM FORA DILMA, ACHO DIFICÍL, MUITO. VENHAMOS E CONVENHAMOS TEMOS SIM UMA ÓTIMA PRESIDENTA, TEMOS SIM PESSOAS QUE SABÍAM O QUE ESTAVAM FAZENDO, TEMOS SIM, PESSOAS QUE SABEM O QUE FAZEM, HOJE EM DIA. VAMOS ESPERAR PARA VER.

Benedito I. Furlaneto em 28 de setembro de 2010

Como é difícil aguentar certos comentários cheios de imaginação. Agora apareceu até analistas de balanços da abril; que burrice, é gente que não consegue fazer o caixa de seus proventos. Chega a dizer babaquices da saúde financeira de uma das maiores, melhores e independentes editoras do mundo, com gente de inegável capacidade em seu quadro jornalístico. A verdade sempre prevalecerá.

Edson em 28 de setembro de 2010

Lindberg te o o DNA do PT, portanto coisa boa não pode ser, se diz uma coisa é porque pensa outra, não confiem nesse cara ele é outra mancha na política brasileira

Ricardo em 28 de setembro de 2010

Lindeberg Faria - "lobo em pele de cordeiro" segue à risca a Teoria de Gramsci...precisa dizer mais?

Formiga Atônita em 27 de setembro de 2010

"vozes da razão" ??? É pura encenação... garanto! Vejam, leiam e ouçam os pronunciamentos dos cupins de quatro dias para cá.

maria de lourdes t.santana em 27 de setembro de 2010

Esses estudantes são uns oportunistas que se aproveitam da ignorancia do povo para defender seus proprios interesses. Prova maior é o L.Farias fez a maior fanfarra contra a corrupção do Collor, no entanto quando teve a primeira oportunidade fez a mesma coisa, acho que ele estudou o mesmo livro.ISSO É UMA VERGONHA!!

Ana Maria Lopes em 27 de setembro de 2010

ESTIVE COM LINDBERG NA PREFEITURA DE NOVA IGUAÇU ,QUANDO HOUVE O QUEBRA-QUEBRA DE TREM,FOI EM MEADOS DE NOVEMBRO DO ANO PASSADO. ME LEMBRO DO SERGIO CABRAL,AFIRMANDO DE FORMA VELADA QUE O PT, QUE OS "ARRUACEIROS" FIZERAM AQUILO E QUE TINHA MOTIVAÇÃO POLÍTICA NESSES ATOS. QUEM NÃO SE LEMBRA QUE SERGIO CABRAL APOIOU OUTRO CANDIDATO A PREFEITURA DE NOVA IGUAÇÚ? É PARECE QUE LINDBERG ESQUECEU DISSO,QUANDO VEJO A FOTO DELE,AO LADO DO GOVERNADOR E DE PICCIANI,PENSO....ELE É CONIVENTE COM ELES OU APENAS ESTÁ USANDO A POPULARIDADE DO GOVERNADOR? AMBOS OS MOTIVOS SÃO REPROVÁVEIS.COM CERTEZA NÃO ESTÁ COM ELES POR AMOR AO BRASIL !!!!!

Vanessa em 27 de setembro de 2010

Jorge Picciani e Lindberg serão os nossos senadores. Eles são os mais capacitados para nos representar em Brasília. Eles tem o apoio dos melhores líderes políticos. Lula, Cidinha Campos, Wagner Montes, Dornelles, Sergio Cabral, Benedita... dentre outros. Veja esse vídeo de Lindberg e Picciani juntos. http://www.youtube.com/watch?v=Feg8-_ITXBo

Orlando em 27 de setembro de 2010

O jornalista se esqueceu de comentar aquilo que também deve ser do interesse dos leitores/eleitores: a péssima administração do petista na prefeitura de Nova Iguaçu. Quem assiste diariamente, com o eu,ao RJTV sabe muito bem que ele não foi um administrador que mereça ser lembrado pelo povo.

Cereal Killer em 27 de setembro de 2010

E por acaso os bens de Lindberg já foram desbloqueados? A FINATEC, aaaquela que prestava serviços para as prefeituras do PT somente no papel e dividia o arrecadado com os prefeitos, depois do escândalo saiu de cena, mas o Lindberg vai ser Senador pelo Rio.

João Gomes de Andrade em 26 de setembro de 2010

Gostaria de saber posição do Lindenberg sobre o apoio de Collor a Dilma,inclusive pedindo votos para ele em seu palanque ao governo de Alagoas Caro João, Eu também. Abraços do Ricardo Setti

Francisco em 26 de setembro de 2010

Sou iguaçuano e posso falar de cadeira. Quem elegeu está desgraça em Nova Iguaçu foi o Cesar Maia. Bem feito, dia 03 de outubro a cobra vai picar ele.

Riva Mendes em 25 de setembro de 2010

Não resisto em comentar. Ahh Lindberg Farias... Quem te vê quem te crê. Foi presidente da UNE quando eu entrei na faculdade (onde tentavam nos doutrinar para o marxismo). Um colega meu, que estudava filosofia, muito esperto, me contou em detalhes a estratégia dos líderes mais inteligentes dos DA's e DCE's (que não estavam no ôba ôba) para vencerem eleições universitárias, e me relatou como foi um inesquecível encontro nacional de estudantes, onde seria decidido o emprego da nada desprezível verba para as carteirinhas de estudantes. E como ele resolveu cair fora dessa. É isso aí. Desculpem se esse comentário (malicioso) não tem nada a ver com a matéria... Entendo se for bloqueado. Bloquear por que, Riva? Este é um espaço democrático. Um abraço do Ricardo Setti

Jorge Mensah em 25 de setembro de 2010

Desde quando o PCdoB é radical???? A UNE está nas mãos desses esquerdistas de meia tijela, que acham que Karl Marx e Grouxo Marx são a mesma pessoa, a pelo menos 20 anos. Aboliram as eleições diretas e se perpetuam no poder com o dinheiro das carteiras de estudantes em todo o país. Conservadorismo é bóia!!! Caro Jorge, Radicalmente a favor dos próprios interesses, não é mesmo? Eleição direta? Jamais. Você tem toda razão quanto ao esquema para esses "estudantes" se perpetuarem no poder. Abraço, volte sempre. Ricardo Setti

rosalinda em 25 de setembro de 2010

Interessante notar que se referem ao político em questão, quanto ao passado, quando ainda estava ligado à extrema esquerda com adjetivos como "baderneiro" "raivoso", agora que o moço sai em defesa da mídia chamada "golpista" torna-se portador da "voz da razão" ou seja quanto mais "direita-volver" mais "arrazoado" se torna? Muito típioco da Veja kkkk

diocleciano em 25 de setembro de 2010

As eleições para o planalto não deveria preocupar mais o PT. Afinal a bala de prata do tucanato passou longe. Todas as atenções deveriam neste momento ser voltadas para SP. Só resta São Paulo. O resto é moleza.

Rodrigo Prado em 25 de setembro de 2010

Faz anos que não leio e também não posto nenhum comentário em blog relacionado a revista Veja. Porém, vejo, pela sua postura de impedir palavrões e ofensas a quem quer que seja, demonstra carater e educação que outros blogueiros já dispensaram há tempos. Sou leitor assíduo de Carta Capital e sinto falta de outras fontes para analisar as informações apresentadas, não que eu duvide das informações prestadas pela revista, porém quanto mais pontos de vista, melhor para conhecer algum fato. Caro Rodrigo, Obrigado pelas boas referências a mim. Você tem toda razão: quanto maior a diversidade de fontes de informação, melhor para quem se informa. Espero que você inclua meu blog entre as suas, concordando ou não com minhas opiniões -- nos casos em que opino, o que nem sempre vai acontecer. Um abraço do Ricardo Setti

Vítor em 25 de setembro de 2010

é um equivoco afirmar sobre um golpismo da mídia, porém, é um equivoco maior afirmar sobre uma possível ameaça do PT à liberdade de imprensa.

anônima-RJ em 25 de setembro de 2010

Tenho minhas dúvidas se L. Farias junta-se às vozes da razão já que o argumento que cita é de que o PT está ganhando as eleições. Certo é que depois do berreiro destemperado de Lula contra a mídia, houve uma reação de alguns setores da sociedade que elaboraram o Manifesto em Defesa da Democracia que até agora está com 35259 assinaturas em 2 dias. A repercussão da fala de José Dirceu dizendo que há excesso de liberdade também foi péssima. Por coincidência ou não, após visita de Márcio Thomaz Bastos ao Planalto todos do PT e aliados baixaram o tom e a manifestação contra os jornais em SP esvaziou-se não tendo a presença prevista do PT e da UNE (penso que por ordens de quem os financia).

Humberto Alencar em 25 de setembro de 2010

Volto a fazer um comentário na veja depois de anos ,como também volto a ler alguma coisa aqui,pois estava difícil tal leitura antigamente.Quanto ao lindberg,maravilha! mostra que o cara amadureceu e vai ser um grande senador.Parabéns ao povo do Rio de Janeiro por essa chance a renovação no senado.

Joabe Souza em 25 de setembro de 2010

É a primeira vez que posto aqui, então gostaria de cumprimentá-lo pela busca do equilíbrio, tão raro, em espaços como este, qualquer que seja a inclinação ideológica. Acrescentaria que tão equivocados quantos aqueles que veem golpismo na mídia - acreditando que a homogeneidade existente nos meios de comunicação tem como objetivo a deslegitimação do pleito que se aproxima - são os que enxergam no comportamento do presidente e do partido dos trabalhadores um ataque à liberdade de expressão. O clima de tensionamento me parece decorrência da idéia de eleição plebiscitária que Lula propôs (e a oposição aceitou), e pode ser um bom teste de resistência às instituições no Brasil. Acredito que estas estão maduras o suficiente para passar por ele. Caro Joabe, Obrigado por seus cumprimentos e por seu equilibrado, sensato e interessante comentário. Volte sempre -- ao blog e aos comentários. Um abraço do Ricardo Setti

Marco em 25 de setembro de 2010

Caro R. Setti: Ainda acho q esse rapaz continua revelando seu estilo "Bam-Bam-Bam " da política Nacional ! Abs.

Lmendes Mendes em 25 de setembro de 2010

Engraçado não disse palavrão, sou leitora da Veja, a defendi. Só respondi às declaraçõs do Baltazar, que aliás tem o direito de escrever todas as barbaridades que lhe aprouver. É porisso que elles estão ganhando todas.

Indignada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! em 25 de setembro de 2010

Quando ao "LINDINHO", é assim que ele era chamado quando se elegeu prefeito de NOVA IGUAÇU, aliás, esse lindinho, é da Paraíba, veio para o Rio, para badernar. Mudou-se para a Baixada Fluminense, elegeu-se, e agora quer ser senador da República. Não acredito que vá defender os cariocas no senado. Aliás, em matéria de políticos, nós, do Rio, estamos perdidos!

Indignada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! em 25 de setembro de 2010

Não acho que se deve dar espaço aqui para petralhas, sabe porquê, em revistinhas, tipo CARTA CAPITAL e outras, que são claramente, petralhas, quem não lê na cartilha deles, são excluídos dos comentários. Eles só aceitam opiniões à favor; têm dificuldades, como o presidente deles, em aceitarem críticas. Não acho que a Veja seja partidária, não. A "VEJA" é a única revista que tem coragem de denunciar as irregularidades da União. Não tem rabo preso com ninguém, mesmo perdendo patrocínio do governo federal. À época de FHC, ela procedia da mesma forma. BALTAZAR e outros petralhas, vão procurar sua turma: Collors, Sarneys, Barbalhos, Chaves, Morales, aquele do IRAN, que nem consigo guardar o nome, e, nem faço questão, etc. Cara Indignada, Desculpe-me, mas vou contrariá-la. Aqui terão lugar, sim, comentários de todas as tendências políticas, mesmo os mais ferrenhamente críticos ao que eu escrever, porque será um espaço absolutamente democrático. Só não publico, como já disse -- ou então publico com cortes, que especifico -- comentários contendo ameaças, ofensas pessoais ou palavrões. Quem gosta da democracia precisa praticá-la, não é mesmo? Um abraço, volte sempre. Ricardo Setti

fpenin em 25 de setembro de 2010

Setti, Você é um jornalista competente e educado. No seu caso, eu mandaria esse Baltazar (se é que esse é o seu nome) bem pra longe. E ainda vem com desculpas esfarrapadas, próprias do modo petista de ser. Vai fazer cafuné em onça faminta, Baltazar ! Obrigado por seus elogios, caro amigo. Estou procurando tornar este um espaço realmente democrático, só não admitindo palavrões, ofensas pessoais ou ameaças. E tem leitor esquentado, isso é normal. Estamos acostumados. O Baltazar acabou voltando ao blog e acho que estamos nos entendendo. Uma abração pra você, volte sempre. Ricardo Setti

fpenin em 25 de setembro de 2010

As denúncias de Veja, e de outrs fontes da imprensa, apenas mostram as coisas que "acontecem". Os próprios facínoras têm vindo a público confessar seus delíquios,inclusive por meio de Veja. A imprensa é ávida por fatos; aos companheiros caberia não produzir material de trabalho para quem vive de dissecar os mal-feitos e maracutais que têm sido regra no Executivo. Eu acho que Veja é a maior revista nacional, quaisquer que sejam os parâmetros considerados. Como um gari competente, ela tem de fazer o quê ? Recolher o lixo moral e, por sua própria natureza de escorpião da mídia, DIVULGAR. Eu leio os principais jornais e revistas, e não consegui ver nada que desabone Veja. Agora, é só dar uma olhadinha em outra publicações, e tirar as conclusões.

Siará Grande em 25 de setembro de 2010

Só pra reforçar meu comentário anterior, que a defesa da liberdade de imprensa do Dr. Lindberg é puramente eleitoreira, o Presidente Lulla da Sillva agora também virou um defensor da democracia. Achou que estava perdendo votos e voltou atrás.

Baltazar Godoy em 25 de setembro de 2010

Prezado Ricardo Setti, Embora Vc tenha declarado que meu comentário anterior foi permeado por "baixaria" eu gostaria de declarar que tenho o maior respeito por Vc como jornalista, sendo Vc o único que ainda leio aqui no site da Veja. Deixei de adquirir a Veja nas bancas porque a Veja ao se distanciar da isenção caracteristica ao bom jornalismo preferiu assumir "ares" partidários os mesmos "ares" que destruiram a credibilidade das organizações Globo no passado Collorido e vemos agora com tristeza essa outrora grande Revista se apequenando ao abdicar da isenção como imperativo de seus "articulistas" dos quais Vc se apresenta como única excessão. Gostaria ainda de destacar o seu destemor de grande profissional e fiel ao jornalismo de Boa Qualidade e publicar meu comentário adverso à esse decadente Revista Veja,decadência essa que lamento na qualidade de Leitor já que aos poucos e não é de hoje que a grande imprensa brasileira vem dacaindo de qualidade e hoje as excessões passaram a ser a regra... Um grande abraço...seja bem vindo nesse retorno e enquanto Vc aí estiver restará alguma esperança de Redenção dessa outrora grande Revista... Meu nome é realmente BALTAZAR. Muito prazer. Caro Baltazar, Sendo em termos, todo comentário será publicado aqui, seja ele justo ou injusto para com VEJA, seja contra ou a favor de qualquer instituição, partido político, grupo ou ideologia. Este é um pequeno espaço, pequeno, mas democrático. Obrigado pelo respeito. Volte sempre, fique na minha marcação. Presto muita atenção em críticas, pode acreditar. Um abraço do Ricardo Setti

Luís Cunha em 24 de setembro de 2010

As palavras dos colunistas da revista Veja dirigidas ao PT e todo seu entorno sempre são ásperas e envolvidas em ironias, e não me parecem declarações imparciais tal qual os defensores da publicação declaram. Mesmo os que são oposicionistas incondicionais devem admitir correta a declaração do Presidente Lula ao Canal Terra, na qual sugere que os veículos de comunicação têm partido e candidato, e deveriam assumir essa condição em público ao invés de insistir na imagem de imparcialidade. Eu leio essa coluna, outras colunas e blogs de jornalistas cujo teor é até mais áspero e próximo ao ódio citado pelo Presidente, e não vou deixar de ler (como já li em uma resposta a um comentário) para ler apenas declarações favoráveis à atual administração e sua candidata. Considero importante ouvir e discutir opiniões, ainda que algumas sejam claramente parciais.

Ed Carlos Ferreira da Costa em 24 de setembro de 2010

Conforme ele mesmo diz, não é hora de tencionar porque estão ganhando a eleição, caso a situação fosse outra......... Esse papo de dizer que a Abril esta falida como um petista disse (alías muita gente diz isso) é conversa, mas que a empresa como os grupos de mídia em geral não estão bem a muito tempo isso é notório. Até por isso é louvável a independência da empresa frente a um governo que tem acesso a tanta verba para publicidade. Caro Ed, Não tenho procuração para falar pela Abril, cuido apenas deste modesto canto que é o blog. Mas tenho acesso a algumas informações e posso lhe assegurar que a empresa está longe, longíssimo de "falida". Provavelmente atravessa o melhor momento de sua história. Acaba de adquirir o controle de todo o grupo Anglo de educação, por exemplo. Tem sócios/investidores poderosos da África do Sul. Está associada à Telefônica, gigante espanhol, na TVA. Não disponho de dados no momento, mas a publicidade oficial representa parcela insignificante dos rendimentos da Editora. Que, aliás, tem metade de seu faturamento representado pelos seus "eleitores" -- os leitores, por meio da compra de revistas em bancas e das assinaturas. Os outros 50% vêm da publicidade. Nos Estados Unidos, as editoras de revistas faturam 80% com publicidade, e apenas 20% com os leitores. Um abraço, volte sempre. Ricardo Setti

Baltazar Godoy em 24 de setembro de 2010

VEJA sem nenhuma...Grana: Se apequenou, perdeu a isenção e movida pelo desespero em PERDER a grana dos Tucanos ATIRA pra tudo qto é lado porque antevê que com o aniquilamento da Tucanalha vai ficar sem a grana que vinha fácil e assim vai estar saudosa dos tempos em que já foi uma grande REVISTA... Como você calunia fácil, não Baltazar? -- se é que este é seu nome. Barbaridade. E ainda falam dos políticos! Que prova você tem dessas bobagens e desses absurdos que escreve? Para receber esse tipo de comentário, prefiro que você deixe de ler o blog, Baltazar. Trato civilizadamente todos os leitores, inclusive os críticos, mas você passou da conta, sem ter a menor base para fazer as acusações que faz. Dispenso sua leitura. Vá ler o blog da Dilma, o blog de jornalistas afinados com o estado de coisas moral que temos no país, tá bom? Ricardo Setti

augusta em 24 de setembro de 2010

Lendo a entrevista, a impressão que me deixou foi que ele está é com receio que o PMDB predomine.

Siará Grande em 24 de setembro de 2010

Não acho que o Dr. Lindberg tenha se convertido à razão, elle apenas acha contraproducente do ponto de vista eleitoral a agressão dos petista contra a imprensa, ou a mídia, como elles chamam. Depois, tenho dúvidas sérias se a PhD Dillma Russeffe tem esta vantagem tão grande como afirmam. Se assim fosse, nós teríamos de volta o Lullinha paz-e-amor da eleição passada. Pois uma vitória tão certa não bate com o ódio descabelado que o Presidente Lulla demonstra todo dia nos palanques.

P. Haran em 24 de setembro de 2010

Sou jornalista há 23 anos, Setti, e conheço sua carreira. Depois desta resposta continuo te admirando. Pena que seus vizinhos não ajam como você: eles publicam inúmeras baixarias, desde que dirigidas ao presidente Lula, é claro. Caro Haran, Legal que você conhece minha carreira. Obrigado pela admiração. Mas me permita a pergunta: você não estará confundindo crítica pesada com baixaria? Um abração, volte sempre. Ricardo Setti

P. Haran em 24 de setembro de 2010

Caro Setti, Seus colegas Augusto Nunes e Reinaldo Azevedo não publicam comentários que divirjam deles, até mesmo os educados. Seriam eles censores tal qual dizem ser o presidente Lula? Em tempo: você vai censurar também? Caro Haran, Se você tem lido meu blog, ou se ler apenas os comentários de HOJE, verá que não censuro ninguém, exceto quando os comentários contenham palavrões ou ofensas pessoais. Nesses casos, publico os comentários com asteriscos no lugar das palavras inadequadas numa imprensa civilizada. Trabalho ao lado do Augusto, e sei que ele não censura nada. Ele não publica, tal como faço, comentários grosseiros, repletos de palavrões, ofensas pessoais ou ameaças. Não posso responder pelo Reinaldo, que não opera na redação de VEJA.com -- e a quem, veja você, não conheço pessoalmente --, mas creio que ele segue o mesmo rumo. Mande a opinião que quiser, Haran, e ela será publicada aqui, dentro desses parâmetros mínimos que mencionei. Um abraço, volte sempre. Ricardo Setti

Frederico Hochreiter/BH em 24 de setembro de 2010

Tenho acompanhado diariamente seu blog e uma das coisas que chama a atenção é sua discrição e elegância no trato dos temas e nas eventuais respostas a comentaristas. Assim, fico em dúvida se qquando diz "Agora junta-se às vozes da razão" está sendo gentil ou apenas maneja um florete. Não acredito em hipótese alguma que gente como esse sr. lindberg junte-se a algo que não atenda seus próprios interesses. Caro Frederico, Obrigado por sua visita e seu comentário. Você pode até ter razão, perfeitamente. Mas é positiva a declaração de Lindberg sobre ser "um equívoco gigantesco" enxergar, como tantos fazem, um "golpismo" na mídia -- aliás, como se a mídia fosse um todo compacto e uníssono, o que está longíssimo de ser. Volte sempre e um abraço do Ricardo Setti

Marcelo F em 24 de setembro de 2010

Setti, os tempos realmente mudaram. Demais da conta. O Lindinho rendeu-se à razão? Não creio. Ele se formou na escola ditatorial do PCdoB e da UNE das eleições forjadas. Algum assessor teve ter mandado manter um discurso mais pluralista e liberal. Mas na hora das votações importantes, pode acreditar que o senador Lindinho estará onde sempre esteve: na rabeira da história. Sds., de Marcelo. Caro Marcelo, Não duvido disso. Mas achei muito positiva sua afirmação sobre ser "um equívoco gigantesco" a atitude de enxergar "golpismo" da mídia. Um abraço, volte sempre aqui. Ricardo Setti

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI