Amigas e amigos do blog, publiquei no comecinho das Olimpíadas de Londres um post contendo todo tipo de números sobre a Vila Olímpica, o magnífico conjunto que aloja os 10.500 atletas participantes dos jogos, e assinalei que apenas um não fora possível localizar no oceano de informações fornecidas pelo Comitê Organizador: o de camisinhas distribuídas aos atletas.

Lembrei, também, que nos Jogos anteriores, disputados em Pequim, em 2008, sob o sisudo regime chinês, o total fora de 80 mil — o maior até então.

Pois bem, o número que faltava não falta mais. Segundo o Comitê Organizador, desta vez foram colocadas à disposição dos atletas 15o mil camisinhas, por meio de máquinas dispensadoras instaladas em diferentes pontos dos vários edifícios que compõem a Vila, inclusive nos banheiros masculinos e femininos existentes nas áreas de uso comum.

Image
Será que as Olimpíadas do Rio vão bater esse recorde de Londres? (Foto: businessweek.com)

Esse vasto estoque se esgotou na quinta-feira passada, dia 2, e as máquinas precisaram ser realimentadas seguidamente. Não há ainda um cálculo oficial, mas acredita-se que até o próximo domingo, 11, possam ter sido consumidas 200 mil camisinhas no total.

Isso significa que a Vila Olímpica é um liberou geral? Não é bem assim. Em diversos esportes, os treinadores não consideram o sexo prejudicial ao longo da competição, desde que não seja acompanhado de bebidas, pouco sono e outros fatores, estes sim nefastos.

Além disso, é preciso levar em conta que já há milhares de atletas na Vila que terminaram sua participação nos Jogos, mas continuam com suas delegações — e, nesse caso, é festa pra todo lado.

LEIA TAMBÉM:

Olimpíadas de Londres: alguns números espantosos sobre a Vila Olímpica — mas falta um, muito importante…

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + dezesseis =

4 Comentários

carlos alberto em 11 de agosto de 2012

Não dá para levar a sério esta notícia. São 20 camisinhas por atleta. Como sexo se faz com dois, são 40 borrachas por "atleta" (homem com homem e mulher com mulher se compensam mutuamente mantendo a média). . Nem no Campeonato Internacional de Trepada Livre essa meta é alcançada.

C.Santos em 10 de agosto de 2012

Aqui no Brasil esse recorde vai ser batido fácil fácil! hahahaha.. muitos atletas já vão vim com essa intenção diante do que é passado sobre o nosso país ao mundo!!

J.Pereira em 09 de agosto de 2012

Não será nenhuma surpresa se esse recorde for superado em 2016.Ainda mais com a propaganda,internacionalizada,do Brasil como destino de turismo sexual.Os países conservadores que redobrem a vigilância se não quiserem permitir que as 'escapadinhas'de seus atletas tornem rotina.

Marco em 09 de agosto de 2012

Dom Setti: Culpa dos vestiários, ou surpresas na hora do banho e tb para quem ficou fora o relaxamento natural de se livrar das metas e objetivos. Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI