Lula diz que não quer “brigar” em Seul. Obama, Merkel e Sarkozy devem estar aliviadíssimos

Ao chegar a Seul, na Coréia do Sul, para a reunião do G-20, o presidente Lula prometeu que não vai “brigar” durante a cúpula mundial.

A agenda de Lula prevê encontros com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e com a chanceler (primeira-ministra) da Alemanha, Angela Merkel.

Diante da pacífica disposição presidencial, Obama, Sarkozy e Merkel, que certamente estavam muito preocupados, devem estar aliviadíssimos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − sete =

Nenhum comentário

  • Lulla segue cumprindo o seu papel de animador de plateias entediadas, um cômico de terceira categoria, mas é o que se tem, pelo menos até 1o. de janeiro.

  • anonimo

    Settiiiii… ‘aliviadíssimoS’.

    Obrigado, caro amigo. Já corrigi. Outro leitor gentil me avisou. Como diria o ministro Franklin, a imprensa erra…

    Abraço

  • Paulo Bento Bandarra

    Eles certamente não estavam. Mas nós, depois do seu apoio aos ditadores ao redor do mundo, deveríamos estar com as suas tendências de dar vexame internacional!

  • Rere

    O que acontece que esse Lula está que é um verdadeiro galinho de briga ? Quando não tem “inimigo” de verdade ( seus críticos) ele os cria. ” tem gente” ” a zelite” ” a oposição” ” os ricos” ” os que torcem contra o ENEM” ” o TCU” ” o Serra” ” Fernando Henrique” ” a mídia” e por aí vai. Ô, carinha invocado , meu !

  • roberto stone

    Esse comentário me fez lembrar daquele filme em que Peter Sellers fazia quase todos os papéis: “O rato que ruge”. E esse ele estiver com a bomba!

  • Telma

    Ai, que meda!

  • Wilson Alves

    Senhor Ricardo Setti…
    Seu sarcasmo é bastante contundente, desta forma, o Presidente Lula terá que fazer uma tomografia e ficar 24 horas de repouso…

  • Agilmar Machado Filho

    Quem tem que tomar cuidado é o Lula. Lá na Coréia de vez em quando o pessoal sai literalmente no braço. Se Sua Santidade voltar com um olho roxo, já sabemos os motivos …

  • Agilmar Machado Filho

    Não vejo a hora do governo desse eneáctilo terminar. Já fomos brindamos com besteiras suficientes.

  • alvaro

    Todos eles sabem muito bem que Lula é um **** quando diz que os países mais desenvolvidos deveriam aprender com o Brasil como lidar com uma crise. Todos els sabem muito bem que Guido Mantega é um ***** quando diz que os EUA não têm competência para impor o dólar como moeda de troca nas transaçãoes internacionais. Mas fazer o quê? A diplomacia exige que os líderes mundias sejam educados e não mandem esses cretinos a calarem suas respectivas bocas.

  • maria monteiro

    Desculpe, mas falta um S no aliviadíssimos.

    Obrigado por me avisar, cara Maria. Já corrigi. E quem pede desculpas sou eu.
    Abraços

  • Georgia

    Nesse ritmo ele pode comeacar a treinar pra ajudar o Silvio Santos nas tardes de domingo. E o Lula vem ai, ta ra ta ta ta ta.

  • maria-maria

    O **** não entendeu ainda que seu “sucesso” é o do exotismo, da vulgaridade, de seu primitivismo inconcebível aos civilizados estadistas com quem tenta parecer-se.Patética figurA!

  • Luiz Pereira

    Ricardo, boa noite,

    Tal comentário apenas revela o primitivismo de nosso presidente.
    Lula ainda está no tempo do antagonismo Norte-Sul, decerto soprado em seus ouvidos pela trinca Celso Amorim- Marco Aurélio Top Top Garcia – Samuca Pinheiro Guimarães, gente nostálgica de seus tempos de juventude, que ainda curte Cuba Libre como o drinque da moda.
    Quando faz coisa semelhante por aqui, simulando criar uma dicotomia elite X povão, consegue razoável sucesso, já que o povão sequer tem capacidade de enxergar que ele, Lula, hoje é parte da elite que finge atacar.
    Entretanto, essa visão simplista não o ajudaria no mundo exterior, nem que ao invés de Luis Inácio fosse Luis Raimundo. Dessa forma, seria apenas uma rima de mundo, jamais uma solução.

    Att.,
    Luiz Pereira

  • Rodolfo

    Mais engraçado ainda é o “gênio” do Guido Mantega querendo acabar com o DOLAR como referência mundial de moeda!
    Vai colocar o que como referência? O bolívar? O boliviano? Ou quem sabe o peso cubano?

    A proposta do ministro Guido Mantega é sensata, caro Rodolfo. Ele propôs uma cesta de moedas como referência, na qual, obviamente, entraria o dólar, provavelmente ainda como principal moeda, mas também o euro, o ien japonês e outras.

  • sinisorsa

    A proposta do ministro Guido Mantega é sensata, caro Rodolfo.
    Háháhá! O Mantega que voltar aos tempos pré-Bretton Woods, com um “plus a mais”: no lugar do padrão-ouro, que subsequente passaou a ser lastro em US$, busca-se agora fazer uma cesta-padrão de moedas fortes. Que original! Aposto que os russos vão exigir que o rublo conste da tal cesta 😀

  • Wilson Alves

    Senhor Ricardo Setti
    Presidente bom mesmo não dá vexame, mesmo não gostando, por exemplo, de Fernando Henrique devo admitir que o tucano era absolutamente protocolar.
    Fiquei sabendo que Bill Clinton escreveu um livro autobiográfico e que mesmo sendo amigo de FHC não faça alusão a ele em nenhuma de suas páginas, embora faça menção até à ministros africanos. Nada a ver, apenas o protocolo sendo seguido…
    Muito pior seria se um diplomata tivesse que tirar os sapatos para ingressar noutro país.

  • Bruno

    O Brasil é o país da piada pronta. Náo poderiamos ter um Presidente mais representativo de nossa importancia no cenário mundial….Lula o Macunaíma, nosso herói sem caráter que na verdade é como os estrangeiros nos veem um país esquisito.

  • Não é a moeda forte que faz o país. O país é que faz a moeda forte.

    Fernando Henrique Cardoso

  • kika

    Ahahaha
    Ele é patético!
    Que vergonha alheia!

  • Corinthians

    Desculpe-me Setti, mas vou discordar de você.
    O governo deveria tratar dos problemas internos. É ilusão achar que os EUA irão mudar sua política somente para não prejudicar o Brasil, ou que a China irá atender aos pedidos do mundo por boa vontade. Os EUA principalmente estão em luta para reativar a economia e retomar os empregos.
    Não é os EUA que obrigam os países a utilizar o dólar – é a economia mundial, o próprio mercado.
    Ao invés de pensar em soluções mirabolantes e montar um “combo” de moedas, deveria discutir a redução de custos da máquina pública, o pagamento da dívida interna e a redução da carga tributária.
    Câmbio flutuante não é o únio pilar da economia. Austeridade fiscal é tão ou mais importante que o câmbio, e por este motivo FHC criou a Lei de Responsabilidade Fiscal – e aumentando os gastos públicos e os impostos de maneira insustentável no longo prazo, Lulla e o Mantega ignoraram isso.
    O Brasil devia se preocupar com o próprio rabo ao invés de se preocupar com os alheios.

  • Isabel

    Estão aliviadíssimos de se livrarem dos tapinhas nas costas, e das sugestões de partidas de fotebol como solução para os graves/sérios problemas do mundo.

  • luiz antonio - rj

    Ele é um “100nofão”. O **** **** que nos envergonha em escala planetaria.Ele se pensa e se acha.