Ao chegar a Seul, na Coréia do Sul, para a reunião do G-20, o presidente Lula prometeu que não vai “brigar” durante a cúpula mundial.

A agenda de Lula prevê encontros com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e com a chanceler (primeira-ministra) da Alemanha, Angela Merkel.

Diante da pacífica disposição presidencial, Obama, Sarkozy e Merkel, que certamente estavam muito preocupados, devem estar aliviadíssimos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − doze =

Nenhum comentário

luiz antonio - rj em 13 de novembro de 2010

Ele é um "100nofão". O **** **** que nos envergonha em escala planetaria.Ele se pensa e se acha.

Isabel em 12 de novembro de 2010

Estão aliviadíssimos de se livrarem dos tapinhas nas costas, e das sugestões de partidas de fotebol como solução para os graves/sérios problemas do mundo.

Corinthians em 12 de novembro de 2010

Desculpe-me Setti, mas vou discordar de você. O governo deveria tratar dos problemas internos. É ilusão achar que os EUA irão mudar sua política somente para não prejudicar o Brasil, ou que a China irá atender aos pedidos do mundo por boa vontade. Os EUA principalmente estão em luta para reativar a economia e retomar os empregos. Não é os EUA que obrigam os países a utilizar o dólar - é a economia mundial, o próprio mercado. Ao invés de pensar em soluções mirabolantes e montar um "combo" de moedas, deveria discutir a redução de custos da máquina pública, o pagamento da dívida interna e a redução da carga tributária. Câmbio flutuante não é o únio pilar da economia. Austeridade fiscal é tão ou mais importante que o câmbio, e por este motivo FHC criou a Lei de Responsabilidade Fiscal - e aumentando os gastos públicos e os impostos de maneira insustentável no longo prazo, Lulla e o Mantega ignoraram isso. O Brasil devia se preocupar com o próprio rabo ao invés de se preocupar com os alheios.

kika em 12 de novembro de 2010

Ahahaha Ele é patético! Que vergonha alheia!

Lilian Sun em 12 de novembro de 2010

Não é a moeda forte que faz o país. O país é que faz a moeda forte. Fernando Henrique Cardoso

Bruno em 12 de novembro de 2010

O Brasil é o país da piada pronta. Náo poderiamos ter um Presidente mais representativo de nossa importancia no cenário mundial....Lula o Macunaíma, nosso herói sem caráter que na verdade é como os estrangeiros nos veem um país esquisito.

Wilson Alves em 12 de novembro de 2010

Senhor Ricardo Setti Presidente bom mesmo não dá vexame, mesmo não gostando, por exemplo, de Fernando Henrique devo admitir que o tucano era absolutamente protocolar. Fiquei sabendo que Bill Clinton escreveu um livro autobiográfico e que mesmo sendo amigo de FHC não faça alusão a ele em nenhuma de suas páginas, embora faça menção até à ministros africanos. Nada a ver, apenas o protocolo sendo seguido... Muito pior seria se um diplomata tivesse que tirar os sapatos para ingressar noutro país.

sinisorsa em 12 de novembro de 2010

A proposta do ministro Guido Mantega é sensata, caro Rodolfo. Háháhá! O Mantega que voltar aos tempos pré-Bretton Woods, com um "plus a mais": no lugar do padrão-ouro, que subsequente passaou a ser lastro em US$, busca-se agora fazer uma cesta-padrão de moedas fortes. Que original! Aposto que os russos vão exigir que o rublo conste da tal cesta :D

Rodolfo em 12 de novembro de 2010

Mais engraçado ainda é o "gênio" do Guido Mantega querendo acabar com o DOLAR como referência mundial de moeda! Vai colocar o que como referência? O bolívar? O boliviano? Ou quem sabe o peso cubano? A proposta do ministro Guido Mantega é sensata, caro Rodolfo. Ele propôs uma cesta de moedas como referência, na qual, obviamente, entraria o dólar, provavelmente ainda como principal moeda, mas também o euro, o ien japonês e outras.

Luiz Pereira em 11 de novembro de 2010

Ricardo, boa noite, Tal comentário apenas revela o primitivismo de nosso presidente. Lula ainda está no tempo do antagonismo Norte-Sul, decerto soprado em seus ouvidos pela trinca Celso Amorim- Marco Aurélio Top Top Garcia - Samuca Pinheiro Guimarães, gente nostálgica de seus tempos de juventude, que ainda curte Cuba Libre como o drinque da moda. Quando faz coisa semelhante por aqui, simulando criar uma dicotomia elite X povão, consegue razoável sucesso, já que o povão sequer tem capacidade de enxergar que ele, Lula, hoje é parte da elite que finge atacar. Entretanto, essa visão simplista não o ajudaria no mundo exterior, nem que ao invés de Luis Inácio fosse Luis Raimundo. Dessa forma, seria apenas uma rima de mundo, jamais uma solução. Att., Luiz Pereira

maria-maria em 11 de novembro de 2010

O **** não entendeu ainda que seu "sucesso" é o do exotismo, da vulgaridade, de seu primitivismo inconcebível aos civilizados estadistas com quem tenta parecer-se.Patética figurA!

Georgia em 11 de novembro de 2010

Nesse ritmo ele pode comeacar a treinar pra ajudar o Silvio Santos nas tardes de domingo. E o Lula vem ai, ta ra ta ta ta ta.

maria monteiro em 11 de novembro de 2010

Desculpe, mas falta um S no aliviadíssimos. Obrigado por me avisar, cara Maria. Já corrigi. E quem pede desculpas sou eu. Abraços

alvaro em 11 de novembro de 2010

Todos eles sabem muito bem que Lula é um **** quando diz que os países mais desenvolvidos deveriam aprender com o Brasil como lidar com uma crise. Todos els sabem muito bem que Guido Mantega é um ***** quando diz que os EUA não têm competência para impor o dólar como moeda de troca nas transaçãoes internacionais. Mas fazer o quê? A diplomacia exige que os líderes mundias sejam educados e não mandem esses cretinos a calarem suas respectivas bocas.

Agilmar Machado Filho em 11 de novembro de 2010

Não vejo a hora do governo desse eneáctilo terminar. Já fomos brindamos com besteiras suficientes.

Agilmar Machado Filho em 11 de novembro de 2010

Quem tem que tomar cuidado é o Lula. Lá na Coréia de vez em quando o pessoal sai literalmente no braço. Se Sua Santidade voltar com um olho roxo, já sabemos os motivos ...

Wilson Alves em 11 de novembro de 2010

Senhor Ricardo Setti... Seu sarcasmo é bastante contundente, desta forma, o Presidente Lula terá que fazer uma tomografia e ficar 24 horas de repouso...

Telma em 11 de novembro de 2010

Ai, que meda!

roberto stone em 11 de novembro de 2010

Esse comentário me fez lembrar daquele filme em que Peter Sellers fazia quase todos os papéis: "O rato que ruge". E esse ele estiver com a bomba!

Rere em 11 de novembro de 2010

O que acontece que esse Lula está que é um verdadeiro galinho de briga ? Quando não tem "inimigo" de verdade ( seus críticos) ele os cria. " tem gente" " a zelite" " a oposição" " os ricos" " os que torcem contra o ENEM" " o TCU" " o Serra" " Fernando Henrique" " a mídia" e por aí vai. Ô, carinha invocado , meu !

Paulo Bento Bandarra em 11 de novembro de 2010

Eles certamente não estavam. Mas nós, depois do seu apoio aos ditadores ao redor do mundo, deveríamos estar com as suas tendências de dar vexame internacional!

anonimo em 11 de novembro de 2010

Settiiiii... 'aliviadíssimoS'. Obrigado, caro amigo. Já corrigi. Outro leitor gentil me avisou. Como diria o ministro Franklin, a imprensa erra... Abraço

Paulo Faustino em 11 de novembro de 2010

Lulla segue cumprindo o seu papel de animador de plateias entediadas, um cômico de terceira categoria, mas é o que se tem, pelo menos até 1o. de janeiro.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI