Lulalato deixou dívidas de 128,7 bilhões, informa a ONG Contas Abertas

Amigos do blog, vocês conhecem o esplêndido, magnífico site da ONG Contas Abertas?

Se não conhecem, vão correndo para lá. É coisa altamente civilizada, de Primeiro Mundo. Como eles próprios se definem, a Contas Abertas é “uma entidade da sociedade civil, sem fins lucrativos, que reúne pessoas físicas e jurídicas, lideranças sociais, empresários, estudantes, jornalistas, bem como quaisquer interessados em conhecer e contribuir para o aprimoramento do dispêndio público, notadamente quanto à qualidade, à prioridade e à legalidade”.

Parece coisa da Suíça, não? Ainda bem que existe em nosso país, é séria e cada vez mais respeitada.

Pois bem, vocês poderão ler lá que a presidente Dilma herdou do lulalato uma dívida de nada menos que 128,7 bilhões de reais, “referentes a projetos, como obras em estradas, portos e aeroportos, iniciados ainda na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.”

Suando sangue e bufando — os ministros estão proibidos de reclamar em público –, os ministério quitaram até o dia 28 passado, segunda-feira, 28 bilhões de reais. Mas, relata a Contas Abertas, ainda estão pendurados 98,3 bilhões de reais. “Então, em clima de contenção de gastos, o Ministério do Planejamento admitiu ter enviado ordem aos ministros para que selecionem as contas pendentes passíveis de cancelamento, os chamados restos a pagar – despesas programadas para um ano que, por não serem pagas no mesmo exercício, são remanejadas para o ano seguinte.”

Para isso, a presidente baixou ontem decreto que limita os pagamentos de restos a pagar em um volume inferior às dívidas, ou seja, não haverá recursos suficientes para quitar os débitos da gestão passada. “A suspensão de restos a pagar pode ultrapassar a cifra de 33,5 bilhões (veja o decreto)”, diz o site. “Para se ter ideia do que este valor significa, basta considerar que durante todo o ano passado, os ministérios do Transporte e Integração Nacional desembolsaram, juntos, a cifra total de 34 bilhões de reais com o desenvolvimento de todos os projetos das pastas pelo país e, também, com o pagamento de pessoal e despesas correntes, como luz, vigilância e material de consumo.”

Leia aqui a íntegra desse relato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − seis =

Nenhum comentário

  • JULIANO

    Alguem tinha alguma dúvida da gastança que o LULA fez

  • Paulo Bento Bandarra

    Pois é, Setti, isto não ajudou a criar um PIB falso de 7,5? O maior da história do Brasil, quiça, do Mundo!!!!

  • Marco Gaúcho

    Chê, isso sim é a verdadeira HERANÇA MALDITA !!

  • Ivanildo Cavalcante

    Com os escândalos praticados pelo PT e seus aliados no governo passado, aumenta ainda mais a responsabilidade do PSOL perante a história. Não temos dúvidas, quando o PT desfralda a bandeira da traição, quem paga o pato mais uma vez é o trabalhador. Os trabalhadores vem sofrendo desde século dezenove com o Stalinismo e agora com o PT, PCdoB e PSB, uma espécie de genocídio ideológico.

  • misael

    A DILMA FALOU TANTO EM HERANÇA MALDITA. OLHA ELA AÍ GENTE!!

  • 100destino

    Eu gostaria que essas contas focem explicadas para o povo , esquece eles não iriam entender mesmo. hehehe

  • Henry

    Isso não é tão ruim ,pois sabemos que os credores são os que finaciam campanhas políticas , participam de licitações fraudulentas.

  • Paulo Toshiharu Watanabe

    O “duro” é que na maioria das obras, já se gastaram alguns BILHÕES DE REAIS com “notas frias”!
    Seria muita pretensão compararmos à Suiça, mas por que não à China?
    Lá, “companheiro” ou “camarada” que foram subornados por ALGUNS MILHÕES DE UAN, foram parar no PAREDÃO, à “custo zero”.
    Aqui, a cada ALGUMAS DEZENAS DE REAIS, muitos morrem por falta de assistência…

  • RINALDO

    Onde esta a imprensa livre para mostrar a herança maldita do lulla?

  • josemariodeoliveira

    O corte de 50 bilhões do orçamento já diz quase tudo. Estamos diante da herança maldita da era Lula.

  • ERASMO D'OBTUSO DE ROTERDAN

    Bela advertência esta Matéria, mas o caso (Monstruoso da Dívida a pagar, esta imediata e sem considerar às de longo prazo, veja pagando juros de quase 12%) não é de “herança”, pois para isto acontecer alguém tem de ter falecido, não é, AINDA, exatamente o caso.
    Mas há também algo esquecido ou não lembrado, talvez por não ser o caso, do empréstimo ao BNDES, com recursos tirados exatamente do Cofre, onde estão o sangue, o suor, as lágrimas, as injustiças, a sem esperança traduzida na espoliação Tributária do nosso País.
    Não há ONG quem possa dar tantas informações no sentido de alcançar todos as tolices e abusos de o Poder, agora, associados, pois se Getúlio Vargas plantou a discórdia criando o nosso Sindicalismo, o Delfim e o Sarney fizeram a União homossexual com as Oligarquias.
    É isso aí Ricardo Setti, Parabéns pelo Tema proposto nesse colóquio virtual…

  • Giovani

    E estes pilantras ainda deixaram o caos nas estradas do Brasil. Comeram literalmente o dinheiro, ou deve estar em polpudas contas na Suiça.

  • ney

    A festa foi boa e elegeu a madame, agora tem que curtir a ressaca sem reclamar. Ao povo, ignorante e passivo, sempre lhe restará as consequências do dinheiro público mau gasto, que reflete em má qualidade na saúde, na educação, falta de segurança pública e de saneamento básico.

  • nós

    ELLA ja sabia ou é igual ao mollusco que fingia nada saber

  • Elah

    Acredito no tamanho do rombo. Só discordo por que não há “herança do lulalato” alguma. Dilma fazia parte dele. E, aliás, foi a maior beneficiada da chuva de benesses. Foi esse o custo de elegê-la.

  • Mauro Pereira

    Caro Ricardo Setti, bom dia.
    São somente nos cada vez mais raros espaços realmente democráticos, como a Coluna do caro amigo, que temos a oportunidade de tomar conhecimento de notícias dessa gravidade. Infelizmente, a maior parte da imprensa está mais preocupada em divulgar o “brasil-maravilha” que o apedeuta registrou em cartório.
    Pelo que eu pude entender, me desculpe se estiver errado, a “presidenta” acaba de baixar um decreto que na prática se configura como um grande calote aos credores do governo federal.
    E os coreanos têm a coragem de pagar 200 mil reais por um discurso de 40 minutos. Sinceramente, eu não sei dos dois qual é o mais desonesto.
    Essa dívida absurda deixada pelo “estadista do milênio, torna todos os brasileiros herdeiros dessa “Herança Maldita”!

    Caro Mauro,

    Obrigado por seu comentário e sua presença sempre enriquecedora no blog. Calote não haverá, mas um espichamento de prazos com certeza sim. Prazos longuíssimos. O prefeito José Serra fez isso, de outra forma, na cidade de São Paulo com os credores. Quem não aceitava descontos brutais no que tinha a receber era remetido para precatórios pagáveis em dez, quinze anos.
    Não gosto muito desse método truculento.
    Mas o governante às vezes não tem alternativa, não é?
    Abraço

  • Marco

    Caro R. Setti: Cada vez fico mais orgulhoso de fazer parte do teu blog, me lembro q solicitava para ti, esse orçamento participativo. Mas caro amigo, estou sobre forte emoção,achei algumas falhas d fechamento nos cálculos do Orçamento, q estava postado no Contas Abertas, para dar um parecer preciso. Mas vamos Lá:
    Infra Estrutura e Econômico: 1 tri
    Previdência Social: 291 Bi
    Ideologia ( Pesca,Cultura,meio Ambiente, agrário e combate a fome): 105 Bi
    Saúde: 77 Bi
    Educação: 72 Bi
    Segurança: 62 Bi
    Justiça: 35 Bi
    Política: 7 Bi.
    Essa foi a prioridade feita no Orçamento. Quando te falo q as reservas de 300 Bi , além de caras , não serve de segurança nenhuma Orçamentária.
    Abs.

    Obrigado pelas palavras generosas, amigo Marco.
    Concordo com você que as reservas de 300 bilhões de dólares não funcionam como segurança orçamentária. Elas se destinam a criar um colchão protetor contra crises internacionais, mas, efetivamente, como já publiquei em mais de um post a respeito, custam caro: o governo paga muito para obter os reais com os quais compra os dólares e outras moedas fortes que, depois, no exterior, rendem muito menos do que o que o governo paga de juros pelos reais que obteve.
    Mas confesso a você que não consigo esclarecer todas as suas dúvidas sobre a Contas Abertas.
    Talvez você pudesse enviar um e-mail a eles por meio do campo “Contato” existente no site, não é?
    Aí você nos conta a resposta.
    Um abração

  • molina

    não joguem a conta toda sobre o fulano que saiu, ela fazia parte da farra da gastança, portanto, a conta também tem as suas digitais.

  • berlatto

    Resumindo, caro Setti. O Brasil quebrou.
    Não é isso que acontece com empresas e pessoas físicas? Abs.

  • Vera Scheidemann

    O pior é que ela nem pode alegar que
    recebeu uma herança maldita do governo
    anterior… Só essa parte é que é
    engraçada – o resto é de chorar.
    Um abraço !
    Vera

  • Dawran Numida

    E a manchete de um grande jornal diário de hoje é Brasil já tem o 7º PIB do mundo.

  • Amadeus

    .
    Setti,
    .
    É incrível o poder de convencimento, ou de empulhamento, dos lulopetistasdilmistas.
    .
    Beiçam, cancelam, a mostruosa dívida e tudo fica por isso mesmo; nenhum credor dá um pio.
    .
    E o pior é que convencem até mesmo nossos expoentes das finanças.
    Em Dezembro a houve um evento em Porto Alegre, relatado pelo atento Políbio Braga, onde a Rio Bravo (Gustavo Franco & Giambiagi) comemora o declínio da Dívida Pública.
    Dão de barato que os 60% do PIB em 2002 estarão reduzidos a 25% no final de 2018.
    .
    Certamente os descuidados tomam como verdadeiros os dados oficiais, desprezando os constantes alertas do Contas Abertas.
    Até mesmo o Políbio, Jornalista arisco, caiu na esparrela propagandística ao derramar-se em elogios ao material apresentado: “Vale a pena ler, estudar e copiar”.
    .
    Quando, afinal, encontraremos o fundo do poço?

  • Reidson

    Apesar de eu ser a favor de todas as formas de fiscalização e transparencia não vejo com bons olhos essa “ONG”.
    O Contas Abertas não é uma Organização Não Governamental (ONG) e sim uma Organização Governamental, a serviço da coligação PSDB-DEM-PPS.Aliás, foi fundado pelo deputado do PPS Augusto de Carvalho
    Durante a gestão corrupta e catastrófica do Arruda (DEM), no Distrito Federal, o Contas Abertas não se pronunciou. Augusto de Carvalho era o Secretário de Saúde do Arruda.
    Não fiscaliza o segundo maior orçamento do país, que o de São Paulo.
    Esses fatos tiram toda credibilidade dessa “ONG”. O que poderia ser uma boa iniciativa vira uma peça de ação política.

  • fernando viana

    O PT equivale à besta do Apocalipse – aparece maravilhosa, causando belas impressões e, depois, vem destruindo a todos que acreditaram nela.

  • Ednaldo Camos

    Ontem sonhei que todos os mensaleiros, petralhas, Lulla e Dilma estavam morando permanentemente na Líbia…

  • Viernes

    Ué… Cadê a turma do PT aqui pra dizer que você está com inveja e pertence à elite, Ricardo??
    Fico triste quando eles não dão as explicações tão objetivas e educadas de costume…

    Abraço!

  • pele

    nuncaantis na istoria dessi pais deve tanta mentira,kd os boca aberta dos petita pra ir a televisao e reclamar da falta de didim agora,cambada de pilantras.

  • pele

    se existe uma verdadeira ****, essa e esse tal de lula

  • Jose Luiz Albuquerque

    Essa o Lula não fez propaganda e o pessoal do PT escondeu para ganhar as eleições…uma pena!

  • onofre dosualdo

    Essa dívida do lulinha, fim de governo é apenas uma marolina.Aguarde daqui alguns virão outras. É apenas um anuncio de tsunami.

  • Lucinda

    Com relação à sua resposta ao Mauro Pereira gostaria que vc esclarecesse se o Serra fez aquilo depois de um governo dele ou de outro governante.

    O Serra adotou essas providências depois de receber a Prefeitura da prefeita Marta Suplicy (PT).

  • Hamilton Jabour

    Tenho evitado fazer comentários, para não dizer palavrões, nem para os responsáveis de falcatruas políticas.

  • LULALU

    QUERO QUE OS PETISTAS COMAM CAPIM.

  • VASCO VASCONCELOS-ANALISTA E ESCRITOR-BRASÍLIA-DF

    OPINIÃO

    A PEC nº1/2010 que defende a supressão do Exame de Ordem X Amarelão dos Senadores da CCJ.

    ———————————-

    VASCO VASCONCELOS

    Enquanto velhas raposas políticas atendendo aos “lobbys” dos donos de cursinhos, da OAB, e demais conselhos de classes, estão infestando as Comissões do Congresso Nacional, com vergonhosos e horripilantes, Projetos de Leis com o fito de exigir exame de proficiência para médicos, odontólogos, engenheiros, psicólogos, e outras profissões, nos moldes do pecaminoso, abusivo, restritivo , cruel, caça-níqueis, inconstitucional e famigerado Exame da OAB, quero saudar o nobre Senador Geovane Borges-PMDB/AC, pela feliz iniciativa de apresentar aos seus pares Proposta de Emenda à Constituição – PEC nº1/2010 que torna os diplomas de curso de instituições superiores comprovantes de qualificação profissional para todos os fins.

    Essa PEC altera a redação do art. 205 da Constituição Federal e acrescenta o parágrafo que elimina a necessidade aprovação em provas complementares, tal como o famigerado exame de ordem, para o exercício da advocacia. Foi muito feliz o Nobre Senador Geovane Borges, autor da PEC, ao afirmar em sua justificativa “Não há razões para que existam, após a obtenção dos diplomas, novos critérios de aferição de capacidade profissional. Não se pode admitir que outras instituições, por mais respeitáveis que sejam, tomem para si as funções do Estado e criem processos de exclusão do exercício profissional que atropelam todo o processo desenvolvido no âmbito profissional. Segundo ele a formação propiciada pelas instituições de ensino superior no país tem que ser suficientes para fornecer a formação adequada para estudantes, não havendo necessidade de exames complementares”.

    Como é cediço, neste país todo mundo só quer levar vantagem. Entidades se aproveitam da prostração dos entes públicos, para impor os seus caprichos, não preocupados com a melhoria do ensino, ou com a melhoria da formação dos bacharéis, e sim em estorvar do exercício da advocacia, e faturar milhões de reais e de sobra jogando ao infortúnio e ao banimento cerca milhares de bacharéis em direito, devidamente qualificados por universidades autorizadas, reconhecidas e fiscalizadas pelo Estado (MEC), aptos para o exercício da advocacia. Já pensou os prejuízos causados ao país por essa praga do Exame de Ordem, multiplicando-se 4,0 milhões de bacharéis X R$ 150.000,00 (valor estimado desembolsado por cada estudante de direito durante cinco anos de duração do curso de direito) = R$ 600 Bi..

    A OAB, que tanto prega a moralidade, legalidade e transparência dos outros órgãos, deveria vir a público em respeito aos princípios insculpidos no art. 37 CF dentre eles o da moralidade e da publicidade, informar se é verdade ou não que ela arrecada cerca de R$ 66 milhões por ano. Isso significa que só nos últimos 10 anos a OAB, já arrecadou cerca de R$ 660 milhões, só com altas de altas taxas de inscrições, e pior sem dar nada em contrapartida . Onde fica a Responsabilidade Social da OAB? Com todo esse volume tosquiado dos bolsos e dos sacrifícios dos bacharéis em direito, questiono: Quem quer abrir mão desse tesouro? Abocanha toda essa monta recursos sem prestar contas ao Tribunal de Contas da União – TCU, para suprir os 30% dos advogados inadimplentes.

    O Ex-Presidente Lula deveria ter imposto a sua popularidade e acabar com essa excrescência e não impôs. Agora o nosso país sob nova direção ou seja sob as rédeas da nossa querida Presidenta Dilma Rousseff, acredito que ela deve saber que Exame a OAB, é feito para reprovação em massa, infestado de pegadinhas,ambigüidades e quanto maior o índice de reprovação, maior o retorno financeiro. Se o Bacharel é aprovado na 1ª fase e reprovado na 2ª fase, zera tudo. Tem que fazer tudo e novo. Ufa! Haja dinheiro. Na 2ª fase quando é permitido consulta à legislação, os livros que os Bacharéis estudaram durante os cinco anos com anotações, não valem; tem que ser livros novos. Será por que? No dia da prova, os locais parecem aeroportos e rodoviárias em época de Natal e Fim de Ano, tomados de malas entupidas de livros. Em média cada bacharel gasta cerca de R$ 1.200,00 só em livros novos. As taxas de inscrições chegam a custar R$ 250,00 em Rondônia, em 2009. Para OAB tudo é permitido, e a população prostrada não reage. Aliás, ainda tem espertalhões de plantão para defender esse absurdo sem nenhum argumento jurídico plausível. Isso me lembra um sucesso da Jovem Guarda: Deixa o meu o meu bolso em paz !

    Dia 02/03/2011, um pálido Senador DEM/GO, Relator da PEC Nº01/2010 apresentou aos seus pares o seu Parecer, contrário a aprovação da referida PEC, e para surpresa de todos e com a presença no Plenário da CCJ/SENADO FEDERAL, do Presidente da Colenda OAB, os Senadores presentes, amarelaram, lembrando grande parte dos Senadores é formada por Ex-Governadores, os quais estão iguais baratas tontas, em face da iminência de perder suas polpudas pensões , questionadas pela OAB, junto ao STF, e não se sabe os motivos deles movidos pela inoperância, inércia, e desrespeito à Constituição Federal ao Estado de Direito e aos Direitos Humanos acompanharam por unanimidade o voto do Relator favorável ao caça-níqueis, abusivo, pernicioso Exame de Ordem e rejeitando, no mérito, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 01/2010 que visa a sua extinção.

    Os argumentos pífios do Relator da PEC em questão parece ter sido elaborados pelos mercenários da OAB, ou seja levou em consideração o aumento desordenado de faculdades de direito em todo o País e a falta de fiscalização do MEC. Não citou o nome de uma única Faculdade de Direito que não presta, e de maneira genérica e irresponsável rasgou a Constituição Federal , esqueceu o próprio juramento do dia da posse, e perdeu a oportunidade de chamar atenção da irresponsabilidade dos responsáveis que autorizaram e reconheceram os cursos de direito de péssima qualidade, inclusive com o aval da própria OAB.

    Nobres Senadores da República, não é necessário ser doutor em hermenêutica jurídica ou mesmo bacharel em direito (advogados), para se extrair o sentido do art. 5º-XIII da Constituição: É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas a qualificações profissionais que a lei estabelecer”. A norma é cristalina e inequívoca relativamente à livre exercício da profissão. Os defensores do pernicioso Exame de Ordem, e demais autoridades que insistem em identificar ambigüidades no referido dispositivo, deveriam buscar guarida num professor de língua portuguesa, e não na pretensa necessidade de legislação regulamentadora do dispositivo. A prevalecer tal orientação, terão os magistrados brasileiros criado um novo parâmetro de interpretação constitucional: o da conveniência do intérprete.

    Gostaria de ver o nosso Senado Federal, atuando como outrora, onde seus quadros eram composto, de Senadores velhinhos que detinham alto saber, moral e virtudes cívicas e políticas, na luta maior pelo intersse de bem servir à nação. A qualidade da representação do Senado Federal, era muito melhor antigamente, é com tristeza que deparamos hoje um Senado que figura apenas com mais um ambiente para negociatas.E é por tais omissões que os internautas não se cansam de exigir a extinção do Senado, passando suas atribuições para Câmara dos Deputados, idéia esta da qual sou contra..

    Na votação da PEC nº01/2011 na CCJ, desrespeitaram os seus juramentos de posse, a saber: “Prometo guardar a Constituição Federal e as leis do país, desempenhar fiel e lealmente o mandato de senador que o povo me conferiu e sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”.”

    Quero alertar ao Relator da PEC Nº01/2011 e seus apáticos pares, que qualidade de ensino não se alcança com o exame, extorquindo os bacharéis, mas com a melhoria das universidades. Se a Universidade não presta o correto é fechá-la jamais punir o Bacharel em Direito, que é vítima do sistema. Até porque todos os professores do Curso de Direito são inscritos nos quadros da OAB. Ocorre que fiscalizar Universidade dá trabalho e não gera lucro fácil para os mercenários da OAB. O fato da existência no país de cerca 1240 cursos de direito, e da falta de fiscalização do MEC, não dão direito à OAB e a nenhuma outra organização de afrontar a Constituição, o Estado de direito e os Direitos Humanos, muito menos usurpar atribuições do Estado (MEC). Não é porque lá fora a violência está explodindo tudo, que a OAB irá instituir a sua polícia. Segurança Pública e Educação, (…) nobres Senadores da República, são prerrogativas privativas do Estado e não de órgão de fiscalização da profissão .

    Se todas as faculdades de direito são devidamente autorizadas e reconhecidas pelo Ministério da Educação, inclusive o Curso de Direito da FGV. Se todos os professores são advogados juristas devidamente inscritos nos quadros da OAB, e ainda depois de formados os Bacharéis em Direito, ainda são obrigados a se submeterem a essa tremenda e horripilante humilhação, numa verdadeira afronta à Constituição Federal, o Estado de Direito e os Direitos Humanos notadamente art. 5º inciso XIII CF: “é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer”. Art. 205 CF. “A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Art. 43. da LDB – Lei 9.394/96 “a educação superior tem por finalidade (.); inciso 2 – formar diplomados nas diferentes áreas de conhecimento, aptos para a inserção em setores profissionais. O Presidente da República, tem competência para regulamentar as leis e sua fiel execução e assim o Provimento do Conselho Federal da OAB que regulamentou o Exame é inconstitucional. O art. 22 significa que compete ao Congresso legislar sobre matéria afeta à LDB e não ao Presidente. Presidente não legisla, a não ser através de MP, que depois será aprovada ou não pelo Congresso.

    Nobres Senadores a OAB não é universidade e sim órgão de fiscalização da profissão, a exemplo do CRM, CRA, CREA, CRO, e não têm competência para avaliar ninguém; isso é uma afronta aos art. 5º inciso XIII, art. 205 CF e art. 43. da LDB – (Lei nº 9.394/96), a educação superior tem por finalidade: (…) II – formar diplomados nas diferentes áreas de conhecimento, aptos para inserção em setores profissionais. (grifei). E o pior de tudo, os bacharéis em direito não têm a quem recorrer; a UNE está prostrada, e o MEC ao invés de ter pulso forte, se humilha vergonhosamente como um avestruz como acaba de se humilhar quem diria? O Sendo Federal, e ainda tem a petulância e desfaçatez de parabenizar a OAB por essa excrescência. Cá com os meus botões, é muita pusilanimidade e permissividade. Segundo a manchete do site: Exame de Ordem, http://www.portalexamedeordem.com.br/blog/ A OAB FEZ BARBA, CABELO E …BIGODE . E eu acrescento e a conta dessa ingerência do Senado, vai para milhares de bacharéis em direito, endividados com Fies impedidos do livre exercício da profissão.

    Mas nenhuma Tirania é eterna. A do Hosni do Egito durou trinta anos, até que o povo estomagado diante de tantos abusos e desregramentos, resolveu expurgar o Tirano do poder. Que isso sirva de exemplo para a leviatã (OAB ). E é por isso que faço uma alerta aos ministros do Egrégio Supremo Tribunal Federal- STF: Deparo com imensa preocupação entidades se aproveitarem da debilidade do Estado, para impor seus caprichos, sob o falso argumento que é para proteger a sociedade. No Acre os indígenas criaram a Polícia Indígena; nos grandes centros urbanos a milícia armada está tomando conta da segurança pública, no campo está tudo dominado pelo MST, e pasmem, até a Colenda OAB, na contramão da história, de olhos gordos no lucro fácil, se aproveita dos governos débeis, para impor o seu abusivo, famigerado Exame da OAB, afrontando a Constituição Federal e ao Estado de direito.

    Está cristalino que o exame da OAB não qualifica ninguém. Por isso o Nobre Senador Geovane Borges/PMDB/AC, merece os mais efusivos aplausos, pela coragem, alto alcance e relevância social, e pelo entendimento da gravidade do assunto. Tal exame não mede conhecimento de ninguém e é foco de grandes motivações de fraudes. Que seja realizado trabalho junto as faculdades de Direito com objetivo de melhorar os cursos é dever do MEC; se OAB está realmente preocupada com qualidade de ensino, que vá junto às faculdades promover desenvolvimento, a melhoria e fiscalizar o ensino. Ah ! Mas isso dá muito trabalho e não rende frutos financeiros. É mais fácil deixar tudo como está e faturar milhões em cada exame realizado, cujo objetivo é reprovação em massa para angariar receita financeira.

    No dizer de José Afonso Silva, “atribuir a qualquer dos poderes atribuições que a Constituição só outorga a outro, importará tendência a abolir o princípio da separação de poderes” (Curso de direito constitucional positivo, 23ª Ed. Malheiro SP, p. 67).

    Faço minhas as palavras do brasilense Wanderval Araújo: “Um belo dia, quando tudo isso for passado, a própria OAB vai se envergonhar de sua tirania ao impor esta absurda humilhação aos bacharéis em direito e à sociedade, através de um falso e hipócrita discurso de defesa da sociedade. O Egrégio STF e o Congresso Nacional de hoje passarão à história como submissos ao poder da OAB.” Não faz muito tempo o Presidente do TJDFT, Lécio Resende, afirmou em entrevista concedida ao Correio Braziliense: Exame da OAB “É uma exigência descabida. Restringe o direito de livre exercício que o título universitário habilita.”

    Como é sabido, a privação do emprego é um ataque frontal aos direitos humanos. ”Assistir os desassistidos e integrar na sociedade os excluídos.” Outrossim, em consonância com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, notadamente art. XXIII -1 – Toda pessoa tem o direito ao trabalho, à livre escolha de emprego, (…) e à proteção contra o desemprego. Afinal a função primordial dos Direitos Humanos é proteger os indivíduos das arbitrariedades, do autoritarismo, da prepotência e dos abusos de poder.

    Lembro que os atentados contra os Direitos Humanos terão repercussão nacional e internacional, por serem considerados “bien commun de l’humanité” e crime de lesa humanidade.

    Vamos todos respeitar a Declaração Universal dos Direitos Humanos, um dos documentos básicos das Nações Unidas e foi assinado em 1948. Nela estão enumerados os direitos que todos os seres humanos possuem. Está previsto Artigo XXIII -1 – Toda pessoa tem o direito ao trabalho, à livre escolha de emprego, à justas e favoráveis condições de trabalho e à proteção contra o desemprego. Os documentos que o Brasil é um dos signatários, impõem a obrigação de tomar medidas para garantir o exercício do direito ao trabalho como meio de prover a própria vida e existência. Afinal, a privação do emprego é um ataque frontal aos direitos humanos. Vamos humanizar a OAB banindo do nosso ordenamento jurídico o caça-níquel, cruel, nefasto, pecaminoso e inconstitucional famigerado Exame da OAB, em respeito à Constituição, ao Estado de Direito e aos Direitos Humanos.

    Lembro ainda aos nobres Senadores da República, que os maiores juristas deste país, como Ruy Barbosa, Pontes de Miranda, Nelson Hungria, Hely Lopes Meirelles, Vicente Rao, José Carlos Moreira Alves, Sobral Pinto, Levi Carneiro (1º Presidente da OAB), Teixeira de Freitas, Clóvis Beviláqua, Barbosa Lima Sobrinho, Tércio Lins e Silva, Evandro Lins e Silva, Délio Lins e Silva, Pinheiro Neto, Márcio Thomás Bastos, Afonso Arinos, Seabra Fagundes, Raymundo Faoro, Rubens Approbato, Maurício Correa, Evaristo de Macedo, João Paulo Cavalcanti Filho, Miguel Reale, Fernando Lima, e nenhum dos Ministros do STF, STJ, TST, TSE, etc, não precisaram se submeter a essa excrescência, do pernicioso Exame da OAB, para se tornarem famosos.

    Oxalá par que os Ministros do Egrégio Supremo Tribunal Federal – STF mirem-se na celeridade no exemplo humanitário e moralizador do Tribunal Constitucional de Portugal, que num gesto de extrema grandeza, acaba de declarar inconstitucional o Exame de Ordem de Portugal

    Destarte rogo ao Egrégio STF a maior Corte de Justiça do nosso país, guardião da Constituição por expressa delegação do poder constituinte, não pode se curvar aos interesses escusos dos mercenários da OAB, deverá cumprir com zelo, dedicação, pertinácia e denodo e com absoluta independência moral, os elevados objetivos norteadores de sua criação, tem que dar um basta nesse leviatã, (OAB) julgando urgentemente o Recurso Extraordinário (RE) 603583, que visa extirpar esse câncer (Exame da OAB), do nosso ordenamento jurídico, em respeito à Constituição Federal ao Estado de Direito e aos Direito Humanos.

    VASCO VASCONCELOS

    Analista e Escritor

    Brasília-DF

    E-mail:vasco.vasconcelos@brturbo.com.br

    vv

  • Setti, se o Brasil fosse um país sério, o Lula deveria pagar do bolso dele o estrago que fez nas contas públicas ou até mesmo deveria ir para a cadeia. Mas sei que isto é utopia. Agora, em vez de deixar de efetuar pagamentos por que o governo não começa a “cortar na própria carne” começando com mordomias absurdas?
    O próprio site “Contas Abertas” publicou no dia 02/03 a notícia de que apesar do anunciado “rigor fiscal”, o governo continua gastando muito.
    Segundo o site, o governo gastou com diárias e passagens no primeiro bimestre deste ano R$ 22 milhões a mais do que o foi gasto em 2010 no mesmo período. Isto porque no primeiro bimestre de 2010 a a quantia paga com hotéis, refeições e táxis para parlamentares, servidores civis e militares, conselheiros e colaboradores eventuais, foi de R$136 milhões e neste ano já chegou a R$ 158,7 milhões. Ou seja, a quantia gasta por dia ultrapassa a casa dos R$ 2,7 milhões.
    Convém ter em mente que no caso dos políticos, os aumentos salariais foram de mínimo 62%; além disso, eles recebem 14º e 15º salários, bem como têm acesso a inúmeras mordomias.

  • Jerry

    Setti, gostaria de que você fosse pessoalmente ler esse blog do PT (oficial) e respondesse: por que o PT faz apologia a STALIN internamente???
    O Link é esse: http://pagina13.org.br/?p=5383
    É UM ABSURDO O QUE ELES FALAM ENTRE SI, NEGANDO EM SEGUIDA AO PÚBLICO!!
    .
    Gostaria também de pedir a sua ajuda para tornar público os documentos da revista do PT, que prova de uma vez por que lá dentro são TODOS comunistas criminosos. Obrigado e parabéns à VEJA pelo trabalho.
    (PS: se não conseguir abrir o link, procure no Google por “Domenico Losurdo lança biografia de Stálin, comentários de Miguel Urbano Rodrigues”)

    Consegui abrir o link sem problemas, caro Jerry. E se trata de uma publicação de uma das várias “tendências internas” do PT, e não do partido, propriamente dito, como você constatou.
    Vou ler e analisar a possibilidade de postar.
    Obrigado e um abração

  • Roberto Souza

    Setti,

    a maioria dos ministros que aí estão, já estavam durante a farra anterior certo?
    O que eles achavam?
    Que dinheiro caia do céu?
    Que o novo Messias faria o milagre da multiplicação dos recursos?
    Que o Brasil perfeito ( aquele registrado em cartório) poderia gerar recursos ilimitados?
    Agora pode suar sangue e bufar muito e bem quietinho para não jogar culpas sobre o soberano, inigualável, incrível, espetacular, genial, extraordinário ex chefe.

  • Corinthians

    Iniciados é boa-vontade.
    A maioria pra variar não saiu do papel.
    Obras em estradas, portos e aeroportos também é uma grande piada para com o contribuinte, que vive no caos aéreo, portos superlotados e infra-estrutura rodoviária federal de péssima qualidade.
    Parabéns ao Contas Abertas que ajuda o país a ver o grande estelionato que se consagrou na última década.
    Pode ter sido fundada por um político do PPS, e acaba sendo criticada como se tivesse viés partidário ou responsabilidade em apurar casos de corrupção, mas ninguém diz que os dados colocados lá são falsos… deve ser por que não são.

  • nedinho

    Se for bem apurado fecha em 130 bilhões.
    Ora o 13 é o número do PT e por aí vai.
    Coincidência ou não, estamos todos ferrados

  • Marco

    Caro R. Setti: Pois é meu amigo, alguns comentários, tentam fazer aqui, um princípio de igualdade ou equivalência. Ou seja, o tal “Partido Poderoso ” protege a comunidade contra os ladrões públicos, mas o q mostra os números é q a semelhança é a mesma, já q por meio das contribuições e impostos regulares q a comunidade deposita, sem reciprocidade. Claro com a diferença de ser uma pirataria mais evoluída. Já q o contribuinte não consegue contrabalancear esse poder ( a submissão consiste em não precisar prestar bom serviço ). De fato esses ” protetores ” tem um bom lucro de tratar bem aqueles q se sujeitam, pois precisam nutrir a si mesmos, mas tbm nutrir sua ideologia. Já os q não concordam, tem q ser tratados de forma bem cruel, com aniquilamento completo, para temer. Então, a comunidade tem q ser considerada de fracos, q não consegue tentar ou equilibrar as potências ameaçadoras. Eles pregam ser uma organização de superioridade d aniquilar o poder adverso, o objetivo é d só d dever tentar, mas como a destruição é pouco provável, é necessário preparar longas hostilidades, q deixam a comunidade em um estado menos desejável, q não pode ameaçar o produto do seu bem estar ” protetor”.
    Entendeu…
    Abs.

    Entendi!

  • gaúcha indignada

    Caro Ricardo, e o “Brasil Maravilha” registrado no cartório pelo falecido? E a propaganda eleitoral da criatura/”omeletta”. Era tudo mentira? Conseguiram enganar 56% dos analfabetos funcionais?

  • fafa

    Me parece uma coisa corriqueira, não?
    Em SP, Serra deixou enormes dividas com publicidade.
    Enfim, precisamos de parametros para analisar o caso!

  • fafa

    É bom lembrar que no governo de FHC, muita grana foi obtida com as privatizações, dai tinha mais dinheiro para pagar as dividas, não?

  • fafa

    Lendo os comentarios percebi que um leitor reclamou justamente disso, de paramentros para comparação. Enfim, é sempre bom lembrar que tudo tem que ser analisado de forma contextual, não por dados absolutos, sem nenhuma contextualização.
    Lembrei do post sobre a censura ao google, que logo se perceberam num erro terrivel.
    Enfim, vamos lá pessoal, exercitar o pensamento crítico…lembrar que os colunistas podem errar, podem ter opiniões nem sempre coerentes…ou seja, não são dentetores da verdade.
    O debate só ficará rico com o embate de idéias, e não com a subjugação de pessoas!
    Abs

  • ALBERTO SANTO ANDRE

    SEGUNDO A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL ,NEHUM POLITICO EM CARGO DE EXECUTIVO PUBLICO PODERA NOS DOIS ULTIMOS QUADRIMESTRE [ULTIMOS OITO MESES DE MANDATO ]CONTRAIR GASTOS QUE NAO TENHA DOTACAO ORCAMENTARIA ,OU SEJA QUE NAO TENHA DINHEIRO EM CAIXA PARA QUITAR ESTAS DESPESAS ,SENDO QUE OS MESMOS PODERAO TER SEUS DIREITOS POLITICOS CASSADOS POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.;;COMO SE PODE VER A LEI EXISTE SO FALTA UM JUDICIARIO COM HOMENS COM H MAIUSCULO , PARA FAZER VALER A LEI;

  • ALBERTO SANTO ANDRE

    A FAFA ,PARECE-ME QUE VOCE FAZ PARTE COM LOUVOR, DOS SETENTA E CINCO POR CENTO DE ANALFABETOS PLENOS E FUCIONAIS ,POIS HOJE O BRASIL TEM UMA CARGA DE IMPOSTOS, QUE SEGUNDO UM COLEGA MEU PROFESSOR DE CONTABILIDADE ESTA NA FAIXA DE 42% DO PIB OU SEJA NOS TRABALHAMOS CINCO MESES PARA O GOVERNO , CASO VOCE TIVESSE UM MINIMO DE Qi SABERIA QUE HOJE O GOVERNO TEM MUITO MAIS DINHEIRO ,SO LHE FALTOU CAPACIDADE ADMINISTRATIVA,OU COMO DIZIA MINHA SOGRA ,PERNANBUCANA E ANALFABETA ,POREM MUITO MAIS INTELIGENTE QUE A GRANDE MAIORIA ;;;POUCO DINHEIRO NA MAO DE UMA PESSOA CAPAZ ACABA SENDO FORTUNA ,MUITO NAS MAOS DE INCAPAZES ACABA SENDO MISERIA,TALVEZ ESTA SEJA A EXPLICACAO MAIS LOGICA ,DO GOVERNO LULA ,EMBORA AINDA SE TENTE JUSTIFICAR A INCAPACIDADE E OS ROUBOS REINANTES NO GOVERNO PETISTA .[SANTO ANDRE QUE O DIGA]

  • fafa

    ALBERTO SANTO ANDRE- 05/03/2011 às 23:57
    Sim, concordo, temos muito imposto neste país. Concordo com os impostos, mas que seja para prestar serviços de qualidade ao cidadão…sou a favor do estado Keynesiano e não neoliberal.
    Agora, desqualificar meus interlocutores, isso não acho um bom inicio deconversa, como voce logo se apressou a fazer comigo.
    Abs

  • Antonio Skoldharougs

    Caro Ricardo Setti, nada que possa preoculpar.
    Existe sim essa divida e também, (para nos consolar), existe uma reserva avaliada em R$623.0 bilhões de Reais, uns U$380 bi de dolares nos cofres públicos, portanto a divida se torna núla, é só uma questão de prazos e vencimentos para que se pague, afinal até o FMI foi sublevado, anexado ao patrimônio nacional após o pagamento de todas as dividas que possuiamos com tal orgão, Essa ONG informa realmente, é muito útil, más deixa tudo subentendido, eximem-se de informações precisas.

    Eu na condição de comerciante, tambem tenho dividas até Junho de 2012, nenhuma vencida, más tenho que considerar como dividas, só não venceram.

    Abraços
    Shalom a todos.

    Lembro que havia uma época em que exstiam estrondosas dividas em todos os segmentos e não havia um centavo se quer, tivemos que roer todas as estatais para governo se manter até o final, pois até o FMI disse não as solicitações de mais empréstimos.

    Caro Antonio, as reservas internacionais não chegam a esses 380 bilhões de dólares que você menciona, mas, segundo o Banco Central, estão na casa dos 300 bilhões de dólares. E não têm nada, absolutamente nada, a ver com a dívida pública. São um colchão protetor contra crises cambiais internacionais. E, por falar nisso, contribuem para aumentar a dívida pública brasileira, hoje na casa de 1,47 trilhão de reais, porque o governo, para engordar as reservas, toma dinheiro emprestado junto ao público pagando (estou arredondando) 11% ou mais ao ano de juros e as reservas, em dólar, rendem pouco mais de 1% ao ano.

    As estatais não foram privatizadas para “o governo se manter até o final”. Faziam parte de um projeto de modernização e enxugamento do Estado, que visava aliviá-lo do peso de atividades que não lhe são próprias, como possuir e gerir fábricas, e simultaneamente permitir que essas empresas crescessem e se desenvolvessem, uma vez que o EStado não tinha recursos para investir o necessário em tecnologia, formação de quadros etc etc.A privatização rende, em tributos, muito mais do que as empresas estatais recolhiam, como dividendos, aos cofres do tesouro. Foi uma das melhores coisas que aconteceram na economia brasileira no século XX.

    Abraços

  • e vem mais coisas ai
    esperem
    a dilma que se vire
    ela vai botara ainda a boca notrombone quando a coisa apertar
    e o aroxo encima do povo vai ser grande para tapar o buraco dele o presidente experto

  • wellington rene maia

    e o salario minimo 545,00 parece piada de mal gosto

  • Marco

    Caro R. Setti: Sr(a). Fafa a ética do liberalismo sempre foi o testemunho técnico e a buscas de normas racionais. Não o caminho da servidão macro desenvolvimentista proposto por Lord Keynes.
    Abs.

  • jean paulo

    Se o SERRA tivesse ganhado a eleição, a mídia só iria falar em gastos da gestão passada…. Em Goiás, o governo estadual só alega isso… Dívida pública…..

  • Telma

    Olá Ricardo

    Esse coquetel Molotov foi armado para explodir no colo do Serra.
    Lembram-se que nem se cogitava a vitória da criatura?
    Aí, com a inversão da situação, a vaidade exacerbada cegou o Babalorixá de Banânia. E também porque, nos 8 anos de desgoverno, tornou-se PhD em manipulação de números. Tanto que tais informações só são divulgadas por jornalistas e organizações sérias, porém pouco conhecidas da população. Que, aliás, não querem conhecer.

  • Antonio Fernandes de Moraes

    O Lula é muito bonzinho, mas mentiroooso. . .

  • Antonio Fernandes de Moraes

    Retificando: Acho essas despesas exageradas. Não se pode deixar tantas dívidas pendentes, sabendo que vão interferir na governabilidade do futuro (a) presidente.

  • Antonio Skoldharougs

    Telma- 06/03/2011 às 21:17

    Nunca foi cogitado ou mesmo pensado em uma vitória por parte do Serra. nem o mais sonhador, nem o mais otimista dos eleitores de Serra pensara em vitória, ninguém pensou nessa hipótese de uma vitória ‘Serrense’. Por isso não houve planejamentos sordidos para prejudicá-lo quando tomasse posse de seu mandato.

  • Marco

    Caro R. Setti: Setti, tu sabe apesar de as vezes concordar em parte q sou um profundo defensor do Liberalismo, tanto pessoal como econômico. O Liberalismo tem ensinado a virtude da poupança contra as consequências da prodiligidade e do desperdício. O liberalismo é contra esbanjadores teóricos. Acredita q a política de economizar, representa individualmente os interesses nacionais,não consigo entender q no Brasil, esse modelo é tão atacado, supostamente por outras razões, já q a teoria oposta, a de gastar, está em voga. Eu não sei se isso é por temperamento Brasileiro ou por princípio. Keynes é o próprio q afirma não ser necessário através do crédito poupar, q a poupança seria uma forma de ” gastar “. O liberalismo nas suas 1 lições , afirma q todo crédito é falso, pq vc está de uma forma ou outra entregando o dinheiro a outrem. Fico muito triste quando decidem ridicularizar, a prática dessa instituição de enorme integridade e vários prêmios Nobel.
    Abs.

    Eu também, caro Marco. Eu também.
    Abraços

  • frederico oliveira

    Nunca anteznessepaizzzz, houve tanta arrogência, mentira e descaramento.
    Dá-lhe Dilma; faz parte do seu “gerenciamento” durante o desgoverno passado.
    Vire-se.

  • Caio Frascino Cassaro

    Prezado Ricardo:
    Pois é, depois tem petista e petralha que escreve ofendendo a gente. É que na verdade essa turma é tão alheia ao raciocínio ou tão venal que é inútil argumentar. Lamentavelmente, para eles, os fatos são indesmentíveis. O Apedeuta passou os últimos dois anos emitindo cheques sem fundo, tudo com o aval de dona Dilma. Agora que a conta está chegando na forma de inflação e de estouro da dívida pública vão culpar quem? FHC? Sabe quem vai pagar a conta? NÓS!!!!!!!!! Sabe como? OLHA A CPMF AÍ, GENTE!!!!!!!!!!!
    E tem mais. O governo(?) Luiz Inácio reabriu a Caixa de Pandora com o financiamento do BNDS pelo Tesouro Público. Toda essa história de corte orçamentário é para inglês ver. O Ministério da Fazenda aprovou mais um empréstimo ao BNDS da mais de cem bilhões de reais. Isso é o mesmo que emitir dinheiro, e essa grana toda vai parar nos bolsos dos amigos do rei. (Seria muito interessante se algum jornalista se dedicasse a escarafunchar o negócio da carne no Brasil. Descobriria, por exemplo, que tem muito craque nessa área, muito “Ronaldinho”, com histórias bastante interessantes. É só começar a perguntar lá para as bandas de Rio Verde de Goiás ou no estado do Tocantins, que dizem vai mudar de nome para Petelândia…). Essa turma está repetindo a história da conta-movimento do Banco do Brasil, que foi uma das causas do estouro inflacionário da década de 80. Quem brinca com fogo acaba se queimando, e o pior que eles não sairão nem chamuscados, sendo fácil de adivinhar quem acabará incinerado pela ciranda inflacionária…
    Um abraço.

  • Antonio Skoldharougs

    Marco- 07/03/2011 às 13:49

    Tem um porém, todos os governos liberais quebraram, todos faliram, todos atiraram sua população para a miséria, só os progressistas prosperaram e cresceram na decada de dois mil.

    Ah, é? E, ao longo dos tempos, os governos liberais dos Estados Unidos, do Canadá, da Austrália?…

  • Antonio Skoldharougs

    Caio Frascino Cassaro- 07/03/2011 às 17:57

    E por falar em ofensas!!!
    “Pois é, depois tem petista e petralha que escreve ofendendo a gente”.
    Os eféagássista-serristas nunca ofendem, ele só vem com pedras nas mãos, xingam, diminuem moralmente as pessoas contrárias a destruição do Brasil na decada de noventa, más não ofendem.

    BNDS!!

    Esse orgão pagou todas as compras das empresas que levaram nosso patrimônio estatal, nenhuma delas metereu a mão no bolso para pagar um centavo se quer, tudo foi pago com o dinehiro do BNDES ou eu estou enganado?

    Shalom a atodos

    A INFLAÇÂO!.
    Todos inicio de ano, todo inicio de governo a inflação aperta um pouco, lembra da inflação gerada de dezembro de Novembro de 2009 para Março de 2010? o IPC-a era de 1,2% 1,4% e de 1,99% portanto bem maior que essa do inicio de 2011 apesar de ter ocorrido uma mudaça de mandatário nesse ano.

  • A técnica utilizada foi muito simples. Lula, a máxima expressão do populismo, gastou tudo o que tinha para comprar apoio político e aprovação popular, apostando que conseguiria eleger Dilma. Dilma, agora, tem que calar a boa e aguentar o tranco, preparando o terreno para a volta do analfabeto funcional, de preferência, deixando ainda um pouco de dinheiro em caixa para os novos arroubos luláticos.

  • Antonio Skoldharougs

    Caro Raicardo Setti;

    O Canadá parou no tempo, aparecia como a sexta economia mundial por mais de 25 anos, agora aparece em 12ª, Os EUA já se sentem incomodados com uma China pujante, que já ocupa o 2º lugar, em 2013 deve assumir a liderança mundial, a Austrália não apareçe mais entre as 20 mais ricas, é um país estagnado, vive essencialmente de sua pecuária e de uma agricultura direcionada ao milho, soja e madeira para celulose. É o maior forneçedor de sementes de eucalipto para reflorestamentos industriais, e o maior produtor mundial de celulose. Toda a economia é baseada na agricultura e nos sabemos como isso é perigoso.

    Caro Ricardo Setti, o neo-liberalismo e o liberalismo como forma de administração estão falidos, os paises que adotaram esses sistemas de governo precisavam manter um roll de nações subjugadas a suas economias para se manterem ‘saudáveis’, veja o que os Esatdos Unidos fizeram a vida inteira com a América Latina, a Europa com a África e Austrália com toda a Oceania e paises-Ilhas do Pacífico, Hoje essas amarras desapareceram, pelo menos a dependencia da America do Sul com os Americanos acabou, Um exemplo dessa exploração e dessa dependencia é o fornecimento de petroleo que a Venezuela de Chaves fazem aos EUA, por força de contratos que vão até 2040, eles são obrigados a vender óleo a U$14,00 quando o barril já atingiu a casa dos U$131,00 com essa crise do mundo Árabe, mesmo sem crises o preço do barríl se mantém na casa dos U$70,00.
    Dai vem o desepero de Chaves com os americanos.

    Nós tambem agimos assim com o gás da Bolivia e a energia eletrica paraguaia de Itaipú.

    O Canadá não parou no tempo, caro Antonio. Se foi ultrapassado por outros países nas dimensões da economia, isso se deve, em boa parte, a sua população pequena em relação ao gigantesco tamanho do território. O Canadá está há muitos anos na lista dos dez países com maior índice de desenvolvimento humano do mundo, e o mesmo entre os de maior renda per capita.
    Isso é o que importa: o bem-estar dos cidadãos, que é extraordinário.

  • Marco

    Caro R. Setti: Perfeita a tua resposta ao nosso querido A. Skoldharougs, o progressismo q ele se refere é classificado como teoria neo desenvolvimentista, um elemento escencial do “Dogma dirigista “. A principal crença é q o mecanismo de preço ou funcionamento da Economia, precisam ser suplantados e não simplesmente suplementados. Uma microeconomia ortoxa com alocação de recursos existentes e mutáveis é de importancia secundária em elaboração de políticas governamentais. O q eles acham importante é a elaboração ” estratégica ” para um crescimento rápido e justo, q atribui maior importância a agregados contábeis macroeconômicos tais como,poupança, balanços de pagamentos e equilibrio relativos entre setores. A segunda crença, é q o livre comércio não é válido para países em desenvolvimento. Assim tem q haver restrições governamentais maciça e continuada, afim de redistribuir os haveres e manipular os retornos para diferentes tipos de trabalho. Esses controles são difundidos, como ter q atender as necessidades básicas dos pobres e não as carências supérfluas dos ricos. Acho q esses meios proposto são de mérito duvidoso. Com o objetivo de tentar esmagar todo sistema livre, baseando na troca desigual. Bom esse sistema propõe alienar e ignorar todos os problemas microeconômicos na concepção de políticas governamentais. E o esquecimento da Economia de bem estar, ou seja de bem estar convencional, onde, o governo q decide qual o valor do bem-estar individual, como um padre,parlamento ou ditador. O liberalismo só defende q o papel do governo, a de fornecer uma ossatura legal para fazer cumprir os direitos de propriedade, manter a lei e a ordem. Do q o irrealismo extremo.
    Abs.

  • waldir

    Meus caros, quem vai pagar a conta da copa do mundo, das olimpíadas????debitem este circo na conta do megalomaníaco, e na minha também que votei nele, a final nada como da circo ao povo é a melhor maneira de persuadir já diziam os romano.

    Estou, como muitos brasileiros, preocupadísimo quanto à organização e ao êxito dos dois evetos, caro Waldir.

  • Marco

    Caro R. Setti: Ao nosso querido A. Skoldhaurougs,acho faltou na sua Estatistica, o PIB per capita de renda, da China em relação aos outros países, tbm o Dumping chinês Cambial e a pirataria de manufatura sem protecionismo. E tbm a estatistica dos 10 grandes devedores Mundiais e seus calotes e inadimplências. Para se ter o tal atestado de boa administração dos países referidos. E aí vc vai saber a análise do custo-benefício social dos seus países tidos como referênciados e suas perspectivas de futuro sem desemprego e pobreza?
    Abs.

  • Marco

    Caro R. Setti: Recomendo ao Sr. A. Skoldhaurougs, assistir o comentário simples, no you tube do Dâniel Fraga- Dívida interna dispara no Governo Lula.
    Abs.

  • tertsouza

    O que todo petralha não admite, por safadeza ou ignorância, é que Lula, o governante mais irresponsável que o Brasil já teve, não fez nada a não ser surfar na onda da economia mundial com a prancha construída por Itamar/FHC embalando os próprios “feitos” na mais pura mistificação canalha. Para isso cospem números e argumentos toscos comparando abacaxi com maçã com ar de aguda sabedoria, como se só eles enxergassem a verdade por trás de seus próprios discursos infantis. Abaixo temos exemplos disso. Seria apenas patético se não fosse indício do baixo nível de julgamento dos fatos da nossa população.

  • wanderley

    esse é o lula que sempre foi o fiscal da honra alheia e vive atacando o FHC. pura inveja porque não tem cultura, nunca ganhou uma eleição no primeiro turno, e foi derrotado por FHC duas vezes no primeiro turno.kakakakaka