LULOPETISMO EM BAIXA — Nova composição da Câmara mostra que partidos da coligação de Dilma perderam deputados. Os da coligação de Aécio, ganharam

(Foto: Câmara dos Deputados)

Nestas eleições, o PT perdeu 18 vagas na Câmara dos Deputados, enquanto o PSDB ganhou 11 (Foto: Câmara dos Deputados)

O desempenho do candidato tucano Aécio Neves no primeiro turno da eleição presidencial, além do abalo que provocou nas esperanças de o lulopetismo continuar no poder, causou um enorme estrago na chamada “base aliada” com a qual a presidente Dilma governa — a maçaroca de deputados de oito partidos que supostamente apoiam o Planalto em troca de cargos, nomeações e coisas do tipo.

O PT, que parecia se achar invencível com a arrogância e prepotência de seu chefe supremo, Lula, foi o partido que mais perdeu deputados — nada menos do que 18, fazendo sua bancada desabar dos atuais 88 parlamentares para 70.

E quem mais ganhou deputados? Pois foi justamente o PSDB de Aécio, cuja bancada subiu de 44 para 55 integrantes. No total, a “base aliada” perdeu 35 deputados e a coligação pró-Aécio ganhou 11.

Pertencer à “base aliada” não ajudou nas urnas

Vamos começar pelo pessoal do lulopetismo. Pertencer à coligação pró-Dilma parece ter significado uma maldição nas eleições para certos partidos, especialmente o PT e o PMDB. Vejam só como os partidos da “base aliada” da presidente apanharam nas urnas — dos 9 partidos, 6 tiveram perdas grandes e só três aumentaram suas bancadas, dois deles com acréscimo mínimo:

PT: tem 88, caiu para 70 deputados a partir de 2015.

PMDB: tem 71, caiu para 66.

PCdoB: foi de 15 para 9.

PDT: um dos dois que melhorou, indo de 18 para 19.

PP: mesmo com tendo os candidatos mais votados no Rio e no Rio Grande do Sul, desceu de 40 para 37.

PROS: partido biônico, inventado pelos irmãos Cid e Ciro Gomes, que saiu recolhendo deputados de outros partidos, mostrou pouca força nas urnas. Tinha 20 deputados arrebanhados de outras legendas, elegeu mesmo, no voto, apenas 11.

PR: o partido de Anthony Garotinho ostenta 32, irá para 34.

PSD: outro partido biônico, criado pelo ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, que deixou a oposição no DEM para apoiar a presidente Dilma. Juntou meia centena de deputados, e agora tem 45; passado pelo crivo das urnas, caiu para 38.

PRB: este cresceu de 10 para 20 deputados, mas única e exclusivamente pela espetacular votação obtida em São Paulo pelo ex-candidato a prefeito em 2012 Celso Russomano, que, com 1.524.361 votos, tornou-se o deputado mais votado da história da Câmara.

Os aliados de Aécio

No caso dos partidos que apoiaram o tucano Aécio Neves, o panorama é muito diferente. Vejam só:

PSDB: dos atuais 44 deputados, terá 55 em 2015.

PTB: pulou dos 18 de que dispõe para 26.

PTC: está sem nenhum, elegeu 2.

DEM: diminuiu de 28 para 22.

PTN: sem nenhum, emplacou 3.

SD: partido biônico inventado pelo ex-sindicalista Paulinho da Força, juntou 22 parlamentares, só elegeu 15.

PEN: conta com 1 deputado, elegeu 3.

PMN: manteve os 3 que integram sua pequena bancada.

PTdoB: caiu dos atuais 3 para 1.

Deixe uma resposta para Paulo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − cinco =

10 Comentários

  • marco

    aos poucos eles serão eliminados do brasil.

  • Paulo

    Setti, cadê o Neil “Feliz” Ferreira? Ele foi um que não desistiu do Aécio no 2.o turno por nenhum momento. Deve estar feliz a esta hora, mas rearmando a arma para votar para matar novamente daqui a 20 dias. Aguardamos com ansiedade um post dele.

    Não publiquei artigo do Neil esta semana porque ele escreveu antes da apuração, e o artigo envelheceu para nós.

  • Sandy

    Muitos que votaram no Aécio não pensaram em votar para deputado federal e senador de oposição a base governista do PT.
    Para se aprovar uma lei na Câmara, ou no Senado ( que não temos os números aqui), precisa-se de 50% +1 dos votantes para aprovar lei ordinária; 50% +1 dos membros da Câmara para votar lei complementar e 75% dos membros da Câmara para votar Emenda à CF/88 e para impedir votação, o inverso é verdadeiro.( para votação no Senado as porcentagens de senadores são semelhantes). Ritos para aprovação são diferentes, sem entrar em detalhes técnicos e se não falhe minha memória.
    POIS BEM, na Câmara dos Deputados, se há no total (100%) 513 deputados: 304 são da base governista do PT (60% aproximado) e 127 da oposição (25% aproximadamente). Há situação ainda fica difícil para a oposição na Câmara.
    Apesar de melhor do que nos últimos doze anos.
    A oposição não tinha/tem sozinha número suficiente para barrar propostas do governo e muitas vezes aprovar as suas, fica-se falando que os políticos são todos iguais. O Jornal Nacional parou de divulgar opiniões contrárias as do governo e a grande imprensa muitas vezes não divulgava a opinião contrária de deputados ou senadores da oposição.
    Depende dos nossos votos para a oposição nos representar com número suficiente no Congresso! Quem está comprada é a base governista! E o governo PT/ bolivariano ainda quer tirar nossos representantes e colocar poder de decisão em ONGS e movimentos comunistas tipo MST, outros treinados em Cuba…) que representam pequena parcela da população ( Executivo que usurpa poderes do Legislativo-característica de ditadura- e o dec. 8243 de Dilma está em vigor, e o legislativo- maioria vinculada ao governo- não fez nada para revogá-lo).
    Os números de Senadores do Governo e Oposição a se verificar.

  • Roger

    Fraude nas urnas?
    .
    Eleitores relatando que não conseguiam votar no Aécio e só aparecia n°13! Outros que a tecla n°4 não funcionava. Outros que já tinham votado no lugar deles!! E até um mesário que chegou e a urna já estava ligada e sem o lacre.
    .
    http://fraudenaseleicoesblog.tumblr.com/

  • Sandy

    Setti, muitíssimo obrigada pelos dados e texto pertinentes oferecidos no seu post. Tentei fazer e dividir uma tentativa de raciocínio por alto baseado nos dados deste momento.

    Quem agradece sou eu.
    Abração!

  • Luiz Cazetta

    Setti! O Lula é de Pernambuco portanto é muito conhecido lá pois bem o PT não elegeu Governador nem Senador e nem Deputado Federal no estado .
    O Lula viveu a maior parte de sua vida em São Paulo portanto é bem conhecido aqui pois bem o PT não elegeu governador nem Senador aqui apenas uns gatos pingados deputados federais algum motivo existe para tanto.

  • McCoy

    A PTRALHADA com os dias contados…saídas ? (Cuba, Irã, Venezuela…)

  • João

    Aviso ao eleitores: caso for votar e não aparecer a foto do candidato escolhido pelo eleitor; e, o presidente da seção não resolver o problema. Solicita ao presidente da seção para registrar o fato para o Juiz eleitoral. Nunca deve deixar de registrar, porquê, isso é indício de crime eleitoral. Obs: nunca deixe de ficar com uma cópia do registro. O registro se trata de documento público é você eleitor! que teve seu direto lesado; por isso, tem todo direito de uma cópia do registro.

  • Luiz

    Caro SETTI, PERNAMBUCO esta em festa, apesar de ter um senador fala-fino sanguessuga, NAO tera um deputgado federal PETRALHA, NENHUM FOI ELEITO.

  • Sheila Higgin

    Nova política para maiores escândalos??????Tapeia os menos afortunados com o Bolsa Família que só faz com que cada vez eles tenham mais filhos que onera o poder público e enche as ruas de desocupados. Valha-me Deus!!!! Até os 3 últimos meses do governo atual já vão ser duros de enfrentar, imagina mais 4 anos!!!!!!!!