MAIS QUATRO ANOS!

Barack Obama, atual e próximo presidente dos Estados Unidos (Foto: Getty Images)

 

Partidários do presidente comemoram a vitória em sua cidade, Chicago (Foto: Chicago Tribune)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 4 =

Nenhum comentário

  • carlos nascimento

    Ricardo,
    Vc acredita na CNN, sendo assim, Parabéns ao Presidente Obama e, que o Senhor do Universo ilumine à América.

  • Caio Bellote

    Os EUA acabam de reeleger o presidente que gerou o maior aumento de deficit de sua história,que foi responsável por obrigar médicos contrários ao aborto a assassinarem crianças e criou um sistema de saúde que nada deve em mediocridade ao nosso SUS.Um presidente que obrigou ligada instituições religiosas as a Igreja Católica a subsidiarem anticoncepcionais para suas funcionárias;o homem que fechou …a NASA,simbolo do poder de seu país e obrigou aos outrota orgulhosos astronaltas americanos a pedirem carona no onibus espacial Russo.Os EUA acabaram de reeleger o homem que fez campanha como pacifista e entrou em guerra na Libia ilegalmente,sem autorização do Congresso (coisa que Bush,chamado por alguns de tirano,não teve a cara de pau de fazer)e ainda teve coragem de ajudar na queda de um aliado importante no Egito e colocar no seu lugar os tiranos da Irmandade Islâmica,inimigos da democracia,do Ocidente e de Israel.A população americana simplesmente votou novamente num sujeito que nem fazem idéia de quem seja,cujo os documentos mais elementares como certidão de nascimento e histórico escolar são mantidos em sigilo absoluto devido ao temor de que algum podre apareça.Depois dessa eles merecem se ferrar

    É, você sabe tudo sobre Obama. Os 70 milhões de americanos que votaram nele são, todos, idiotas, não é mesmo?

    Quanto à ridícula lenda urbana sobre ele não ter nascido nos Estados Unidos, então temos que a mais equipada potência do planeta em matéria de tudo o que se relaciona à segurança nacional não detectou esse pequeno problema, deixou um “desconhecido” e “estrangeiro” não apenas ser eleito senador, mas chegar à Casa Branca.

    OK. E você tem visto muito saci-pererê e mula sem cabeça ultimamente? E homenzinhos verdes?

  • AlexRio

    E mais uma vez, além da França, Brasil e America Latina, a direita apanha de novo no voto. No voto, não leva nada. E além de bancar novamente Obama contra o sinistro Romney e seu Tea Party, nesta mesma eleição dois estados americanos legalizaram o casamento gay, o Colorado descriminalizou a maconha igual ao Uruguai e o conservador Wisconsin elegeu a primeira senadora lésbica da historia americana.

    A direita tá em coma. No Brasil, só sobrou o Malafaia, o Serra, o Agripino Maia e a Grande Imprensa.

  • AlexRio

    Caio Bellote – 07/11/2012 às 2:54 Como todo direitista reacionário do planeta, vc carrega em seu bojo intelectual a arrogância da ignorância. Desculpe, não deu dessa vez. Na verdade, creio que depois de oito anos de George W. Bush e os estragos que fez na imagem internacional e na economia de seu país, o mundo precisa de uns 80 anos de democratas (pra nós aqui, uma centro-direita) no comando dos EUA pra se recuperar.

  • Vera Scheidemann

    Well deserved !!!!
    Vera

  • ari alves

    E, gente, além de tudo eu acho o Obama um ga-to!

  • Isayas

    RATIFICAR OBAMA NA PRESIDENCIA ATESTOU QUE…
    Professaram solene e publicamente 50% do americanos ao sufragarem Obama: NÃO QUEREMOS QUE JESUS CRISTO REINE SOBRE NÓS; aliás, preferimos o ateísmo sob mútiplas manifestações, representado pelo aborto, uniões sodômicas nas mais diversas acepções, pedofilia etc; somos autônomos e dispensamos a Providencia Divina, possuimos condições de nos autodesenvolvermos às expensas de nossas potencialidades.
    Viver sob o materialismo ateu e imanente é o nosso objetivo, aliando-nos ao comunismo internacional de fundo marxista, possuidor de soluções viáveis para solucionar a humana problemática existencial.
    Viva Marx! Viva a NWO!

  • Mari Labbate

    SOLUÇÃO: Barack Obama administrará os Estados Unidos, e Romney difundirá as Verdades Universais, através da equilibrada Igreja Mormon.

  • J.B.CRUZ

    Você já observou que por causa da vida corrida,agitada e violenta dos dias atuais, a humanidade parece estar mais agressiva e impaciente ?..Em tempos bicudos e intolerantes,a reeleição de BARACK OBAMA, mantém a política de boa vizinhança ora em curso nos E.U.A…Nos discursos de ROMNEY,atitudes intepestivas a lá BUSH, eram pré-sentidas…

  • Guilherme

    Prezado Setti,

    Também fiquei satisfeito com a eleição do Obama. Tenho acompanhado um pouco como a política americana está se desenvolvendo, e confesso que me assusta a aliança entre extremistas religiosos e o partido republicano, que me parece cada vez mais forte.
    Votaria no Obama também pela sua coragem em modificar o sistema de saúde para que abranja um número maior de pessoas. Quase todos os países de ponta do mundo têm um sistema semelhante, que ampara gratuitamente as pessoas que necessitam de tratamento médico, um aspecto que considero essencial em uma sociedade avançada.
    Sorte ao Obama nos próximos quatro anos!

    Um abraço
    Guilherme

  • Luiz

    Um motivos da vitória do Obama foi, sem dúvida nenhuma, o medo da população do radical Mitt Romney.

  • JT

    No Brasil as pessoas elegem postes, já nos Estados Unidos as pessoas elegem ventiladores. Já reparam como o Obama faz discurso? Girando a cabeça de um lado para o outro, mas sem olhar para ninguém.
    Sinceramente, não tenho opinião formada sobre quem deveria ter sido eleito nos Estados Unidos, apesar de toda a cobertura da mídia. Haviam candidatos independentes, mas ninguém deu bola para isso.
    O que me espanta é que os brasileiros não saibam quem comanda a China, a nova superpotência do século 21. Talvez, na China de hoje, o personalismo na política não prevaleça sobre a ideologia deles.

    Caro Jean, só os brasileiros? Quem é que sabe direito o que se passa no Politburo do PC chinês?

  • Gilberto Campos

    Setti, muito boa a sua resposta ao Reinaldo Azevedo, digo Caio Bellote….

  • Zaratrusta

    The Rothschilds choice,… again!
    O boneco de ventríloco da Maçonaria-Wall Street-City of London-Sionista, foi novamente escolhido para implementação do projeto secular da New World Order … e parece que o Mundo continua de “anjinho” para o que virá, não tendo ainda acordado do torpor midiático que o imobiliza e mantêm em profundo estado letárgico!
    Foi David Rockfeler quem, na reunião anual “sigilosa” do Clube Bilderberg, de 6 a 9 de junho de 1991 fez o seguinte pronunciamento:

    “Estamos gratos ao Washington Post, o New York Times, Time Magazine e outras grandes publicações cujos diretores atenderam aos nossos pedidos e respeitaram as suas promessas de discrição por quase 40 anos. Teria sido impossível para nós desenvolver o nosso plano para o mundo, se tivéssemos sido submetidos às luzes da publicidade durante esses anos, …Mas o mundo agora está mais sofisticado e preparado para marchar rumo a um governo mundial. A soberania supranacional de uma elite intelectual e banqueiros mundiais é certamente preferível à autodeterminação nacional praticada nos séculos passados. ”

    E eis que temos novamente o sonso fantoche selecionado pelos mega-investidores internacionais por mais 4 anos para cumprir sua parte na missão…

    Eles não têm pressa e sabem aproveitar cada momento. O “projeto” é perseguido a quase 300 anos…

    Informem-se!

  • PAULO BOCCATO

    desastre !
    havera guerra agora.
    agora que esta mesmo sozinho, Israel atacara o Ira.
    nao se fie no esteriotipo do “judeu-intelectual-novaiorquinho-jornalista’tipo **** ***** ***** ***** ***** porque ele nao sabe nada !
    vem guerra ai pela frente…
    os EUA se arrepnederao amragamente de darem mais 4 anos para este tipinho.

    Caro Paulo, não publico comentários depreciativos a colegas.
    Por isso os asteriscos.
    Não estou me fiando em ninguém, tenho minha própria cabeça.
    Um abração

  • PAULO BOCCATO

    e o Bellote tem razao !
    goste ou nao, ele tem razao .
    e mais !
    sabes o porque Rommey perdeu ?
    porque meio EUA perdeu a referencia cultural propria em uma naçao que a cada dia se corrompe mais e mais.
    antes, nao temeriam o discurso conservador de que recessão será necessaria” deste hoje estranho P. Rep., nao !, mas agora , preguiçosos e egoistas, jogaram para a proxima geraçao o deficit de mais de 10 trilhoes de dolares…
    meio EUA se acovardou do que antes, com tempera, encarariam.
    Os EUA acabaram ?
    nao !
    mas ainda chegara lá !

  • PAULO BOCCATO

    lembre-se Setti…Obama governara mesmo um USA divido em 2 e cuja vitoria foi por uma “minoria esmagadora de votos” e tendo agora um congresso mais ainda sem maioria de governo, sendo ele mesmo um pessimo “nao-negociador”?
    por ultimo e paro por aqui, talvez finalmente o sr. Karl Rove agora possa ver o estrago que iniciou e fez la na adm. de Bush filho a frente do partido Rep. ,depois com MacCain e agora este desastre…qto. mais o partido Rep. se afasta de seu discurso real, mais perde votos, qto. mais se aproxima, menos consegue !

    Os Estados Unidos estão “divididos ao meio” há várias Presidências, caro Paulo. Quando Kennedy venceu Nixon por pequena margem, em 1960, chegou a brinca: “Bem, agora quando eu sair à rua saberei que, de cada duas pessoas que encontrar, uma não vai com a minha cara”.

    E vários presidentes governaram com minoria em uma das Casas do Congresso.

    Mas você tem razão: Obama vai precisar negociar muito em seu segundo mandato.

    Quanto aos republicanos, sua caminhada para ser controlado pelo radicalismo religioso — estava agora mesmo ouvindo comentários de analistas republicanos admitindo isso — cada vez o afasta mais do “mainstream” do eleitorado. E olhe que Romney é um moderado que conseguiu de alguma forma ir driblando a pressão dos radicais para conseguir a designação. Se essa turma tomar conta do GOP, ele vai ter dificuldades de montar uma coalizão nacional para voltar à Casa Branca.

    Abraços

  • PAULO BOCCATO

    SETTI;
    PEÇO DESCULPAS PELA CITAÇAO AO SEU COLEGA ESTERIOTIPO DO JORNALISTA QUE SÓ VE OS EUA ***** ****** ***** ***** MAS ME CANSEI DE GENTE ASSIM MAS ACIMA DE TUDO DE UM JORNALISMO ASSIM.
    EU CONHEÇO A “AMERICA PROFUNDA” COMO GOSTAM DE USAR ESTE TERMO OS QUE JOCOSAMENTE RIEM DE UMA AMERICA QUE É CRISTA, OPEROSA E CHEIA DE VALORES E QUE PAGA MUITO IMPOSTO.
    APRENDI A RESPEITAR OS “RED NECKS” MESMO EM SUAS IGNORANCIAS…OUTROS, MORMENTE OS QUE TEM UMA PENA NAS MAOS, APENAS OS RIDICULARIZAM .
    PONTO ENTAO P. VOCE QUE TEM CABEÇA PROPRIA.
    TENHO 50 ANOS E CONHEÇO A HISTORIA DUM MODO MUITO PROPRIO E É FATO NOTORIO, SEMPRE QUE OS EUA SE ENFRAQUECEM, O OCIDENTE PAGA DE ALGUM MODO !
    AGORA NAO SERA DIFERENTE.
    NO MAIS, ONTEM VENDO NA TV TANTOS “ANALIZTAZ” E “IXPICIALIZTAZ” (CÉUS !ELES BROTAM NO BRÁZIU SEM DEBATE FEITO MOSCAS NO BARBECUE)FALAREM UM MONTE DE BESTEIRAS, PEÇO A VOCE COM TODO RESPEITO SE UM DIA FOR CITAR A GUERRA DE SECESSÃO DOS EUA (1860-1866, DEPENDENDO DO HISTORIADOR)QUE APENAS NAO COMETA OS ERROS DESTES TIPOS QUE FALAM EM “GUERRA CIVIL” POIS A RIGOR ELA NAO EXISTIU !
    NAO FOI UMA GUERRA DE POVO CONTRA POVO DENTRO DE UM PAÍS MAS SIM UMA GUERRA DE INDEPENDENCIA DE ESTADOS CONTRA OUTROS ESTADOS E VOS LEMBRO QUE MUITOS FORAM OS ESTADOS QUE AO ASSINAREM A DECLARAÇAO DE INDEPENDENCIA O FIZERAM COM A RESSALVE DE RETIRADA A QUALQUER MOMENTO DA FEDERAÇAO . ESTE É UM ERRO QUE VEJO NAS BOCAS DOS “IXPICIALIZTAZ” SEM OPOSIÇAO DE DEBATE QUE SÓ CAUSA MAIS DESINFORMAÇAO COISA QUE HOJE, É O QUE OS JORNALISTAS MAIS FAZEM , COM RARÉSIMAS EXCEÇOES .
    APENAS ME CANSA UM MIDIA QUE SO SABE PAPAGAIAR LUGARES COMUNS DE QUEM TEM O ‘CEREBRINHO’ EMBOTADO !
    SABE O QUE FALTA AO JORNALISMO BRAZUKEIRO DE HOJE ALEM DE ALTA CULTURA NO LUGAR DE CHAVOES ?
    DEBATE !

    ABRAÇAO

    Caro Paulo, nos Estados Unidos, país que conheço desde 1967 — portanto, há mais de 40 anos –, os próprios americanos referem-se mais costumeiramente a “Civil War”, muito mais, do que a “Secession War”.

    As pessoas comuns, os historiadores, os jornalistas, os acadêmicos em geral.

    “Civil War” é expressão esmagadoramente utilizada nos títulos dos livros publicados sobre o conflito, também. Pode checar no site da Amazon, no Google ou onde quiser.

    E tenho amigos do Sul que ainda brincam, referindo-se à guerra, como “the Northern agression against South”…

    Abração

  • PAULO BOCCATO

    (PARA O ALEXRIO)

    ALEX, COLEGA, ESQUECEU DE MIM…OLHA A BABA ESCORRENDO, OS OLHINHOS VIRADOS, O TREMOR NAS MAOS E O TUBO ENDOESOFAGINO !
    COMO BOM DIREITISTA, TBEM TO EM COMA COLEGA…BZZZZZZ,BZZZZZ,BIP,BIP,BIP,BIPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP…PUFF !

  • carlos nascimento

    Ricardo,
    A divisão política dos Estados Unidos ao meio é preocupante,agravou-se, comprovando que suas estratégias estão equivocadas, uma nação deflagada em seus conflitos torna-se extremamente perigosa, o deficit fiscal que o nosso amigo BOCCATO – o homem das maiúsculas – aponta, é a desgraça da América, ao longo das últimas décadas e, principalmente no (des)governo de Bush filho a coisa saiu do controle, hoje é imoral, foi isso que colocou à América de joelhos perante aos seus ideais de guardiões do planeta, as guerras militares travadas com a maquininha jorrando dólar sem lastro, já fez os estragos, os americanos terão que revitalizar o conceito de produtividade, caso contrário serão engolidos pela lei de mercado.
    Outra questão difícil é quebrar os conceitos do conservadorismo americano, os religiosos, os raciais, a concentração de renda, essa barreira ainda levará décadas para ser equacionada, tente imaginar um Texano aceitando conviver com a galera do bronx, com os imigrantes latinos e asiáticos, é quase surreal.
    Oremos e, que o Senhor do Universo ilumine à AMÉRICA.

  • SergioD

    Ricardo, a vitória do Obama me satisfez pois é a prova que ainda existe vida inteligente nos EUA. Somente os cegos podem acreditar que a economia dos EUA anda de lado por conta da sua administração. e parece que eles são uma espécie em franca expansão por lá.
    Prefiro um governo americano cheio de dúvidas a um governo como o de Bush Jr, que de tantas certezas que tinha acabou provocando duas guerras que aumentaram tremendamente o endividamento público americano. Fora a desoneração fiscal agressiva que concedeu às empresas e aos americanos ricos, fato que comprometeu ainda mais o Tesouro, e a desregulamentação do mercado financeiro, que teve contribuições nos governos Reagan, Bush pai e Clinton.
    Obama vem tentanto juntar os cacos da economia ao longo desses quatro anos sofrendo uma oposição feroz, cujo única meta é fazer o seu governo fracassar.
    Ontem os EUA deram um exemplo de democracia e de federalismo. Temo que a radicalização de sua sociedade acabe descambando para um sistema autoritário e cada vez mais plutocrático. Um sistema em que a liberdade de mercado se sobreporá às liberdades individuais.
    Ao leitor Caio Bellote, aconselho uma visita ao site da NASA. Lá ele verá que em alguns anos a empresa SPACEX, além de outras, estará inaugurando vôos regulares para a estação espacial internacional.
    Verá também que a partir de 2017 começará a ser testada a espaçonave ORION que terá a missão de voltar a LUA assim como visitar asteróides próximos da Terra.
    Os ônibus espaciais, além de dispendiosos, tinham uma tecnologia já obsoleta e se encontravam perigosamente próximos ao fim de sua vida útil estrutural, o que os tornava um perigo para os astronautas.
    Abraços a todos.

  • Pedro Luiz Moreira Lima

    Setti:
    A melhor definição de eleição presidencial americana quem fez foi o fantástico Michael Moore:
    “Independente do Presidente Eleito Americano ser Democrata ou Republicano,resta a nós Povo Americano saber qual será o próximo país a ser bombardeado e saber onde nossos filhos morrerão”
    Triste e verdadeira realidade,quem manda lá é a velha indústria das armas aliada ao capital financeiro, já dizia o Gen Ike ex presidente americano.
    Como não se deve perder a esperança e para o bem do mundo – Resista Obama!
    Pedro Luiz

  • Angelo Losguardi

    Fiquei triste, tanto quanto as outras notícias ruins que recebi nos últimos tempos. A euforia de esquerdistas radicais – que odeiam a Democracia e os EUA – com a eleição do obama diz tudo (basta ver aqui mesmo na seção de comentários, notórios defensores de toda sorte de crime esquerdista se regojizando com suada vitória do Obama).
    .
    Não que eu tivesse grandes esperanças no Romney. Afinal o homem já havia ele também beijado o anel do clube de Bilderberg. Não teria expressivas diferenças pro Obama na política externa e provavelmente o marxismo cultural seguiria fazendo seu estrago habitual sem maiores resistências.
    .
    No fim das contas foi algo bastante ruim, por vários motivos. Primeiramente, porque a alternância de Poder é algo importantíssimo nas democracias. Os demais motivos se situam todos no fato do obama ser um desastre administrativo para os EUA. As bombas plantadas pela administração obama serão colhidas no futuro, tal como a crise internacional atual foi plantada na gestão Clinton. Ah, sim, e a farsa obama levará mais alguns anos para ser desmascarada, já que agora ele se protegerá no manto sagrado da presidência. Esse senhor é o lulla americano (o lulla possível lá, claro, já que os EUA estão anos-luz de solidez institucional à nossa frente).
    .
    A parte mais chocante e repulsiva tem sido a elevação do aborto à virtude, como se fosse uma coisa linda e maravilhosa. É uma gente amoral e completamente asquerosa.

  • Reynaldo-BH

    Fico surpreso com os comentários.
    Então quer dizer que a “direita” tem que se curvar a um “esquerdista” dos USA? Assim, a direita morreu!
    Quanta ideologia e pouca lógica.
    Mariano Rajoy (Espanha) é de esquerda?
    Passos Coelho (Portugal), idem?
    E o esquerdista Enda Kenny da Irlanda?
    Seria socialista a sra. Angela Merkel?
    No Japão existe esquerda?
    Na Inglaterra, David Cameron do Partido Conservador é de esquerda?
    O welfare state não é apontado como a causa primária da crise europeia, endividada e excessivamente protecionista sem que a conta feche?
    Chega a ser risível vibrar com a eleição de um protestante, negro e formado por Harvard como exemplo do fim de uma direita ou de uma esquerda vitoriosa. É “forçar muito a barra!”. Ou é so ignorância histórica mesmo.
    Seria cômico se não fosse preocupante.
    Por outro lado creditar a Obama os males econômicos destes últimos 4 anos, chega a ser no mínimo, desconhecimento.
    George W. Bush, o débil presidente mitômano, chegou a convocar Obama e John MCcain a uma reunião na Casa Branca para avisar, no popular: “ A merda está feita! Agora é com um dos senhores!” E se mandou! Ou foi mandado ao lixo da história.
    Alguém se esqueceu dos escândalos da Enron, com envolvimento direto de Bush? Das hipotecas e créditos podres? Das guerras baseadas em causas opostas às apontadas pelos órgãos de inteligência? Aos novos absurdos legais que reduziram a privacidade (valor essencial aos USA) a quase uma utopia? No uso do terror como justificativa para mais terror?
    Das dificuldades para implantação de um sistema de medical care menos elitista? Da ferrenha oposição dos Republicanos?
    Se Obama tivesse conseguido mais do que conseguiu, teria que trocar de nome: para Mandrake!
    Falhou em diversos aspectos? Claramente que sim.
    Mas quais eram as propostas de Rommey? (E falo aqui como um observador à distância). Politicamente se equilibrar entre os ditos “moderados” republicanos e os da Tea Party (que – leiam! – em muitos aspectos chegam a lembrar a Ku Klux Klan).
    Também morei nos USA. Na parte “não profunda”. Na Califórnia em Anahein. Certamente pela profusão de culturas e de nacionalidades (e estar no estado mais liberal dos USA) , só tive contato com a América do Corn Belt e como eles lá dizem, pejorativamente, dos Quakers!) em visitas esporádicas e no convívio com alguns da região.
    Repetiu-se em 2012 o cenário de 2008. A América dividida ao meio por cores republicanas ou democratas. Nada que assuste a eles.
    E que não seja democrático.
    Esta divisão de “direita e esquerda” nos USA é vista como coisa desconhecida. Embora alguns por cá, tentem esquecer a Europa (quando convém) e eleger até Cahvez e Morales como esquerdistas. Não são. São só populistas. Uma repaginada de Perón, por exemplo.
    No mais, Obama – a meu ver e respeito as visões (sérias) diversas – era a melhor opção. Rommey talvez tivesse uma oposição ainda maior (dos próprios republicanos) para tentar levar adiante suas propostas, exceto “falar grosso com a China (rsrsr)”, e “aumentar os impostos pra todos”!. Certamente não conseguiria cumprir – por oposição dos republicanos fundamentalistas do Tea Party – qualquer ação mais abrangente que fugisse de um ideário extremamente conservador e apoiado pela banca internacional, que exige uma não-regulamentação de suas (delas) atividades.
    Já vimos este filme.
    Todos pagam de novo o ingresso para a mesma sessão.

  • Angelo Losguardi

    Reynaldo-BH,
    Desculpe, o senhor diz que os esquerdistas forçam a barra (pleonasmo, um esquerdista que não força a barra ou não comete desonestidade intelectual não é mais um esquerdista), mas diz que o Tea Party se parece com a Ku-Klux-Klan? Perdão, mas esse me pareceu o caso do coxo falando do manco. Pode por favor elencar os horrores cometidos e defendidos pelo Tea Party? Estou muito interessado em ler isso!

  • PAULO BOCCATO

    OLHA REYNALDO…O PENSAMENTO CONSERVADOR NORTE AMERICANO DESDE A ERA REAGAN ESTAVA SOBREVIVENDO MALE MAL EM PEQUENOS E FECHADOS CLUSTERS E MAIS POCUOS AINDA THINK TANK’S !!
    DE FATO , SUMIU ATE MESMO DENTRO DO P. REPUBLICANO GRAÇAS A SEMI ANALFABETOS COMO O SR. KARL ROVE !!
    A DIREITA NORTE AMERICANA ESTA ORFÃ HA TEMPOS DE LIDERES QUE SAIBAM LER E ESCREVER E OLHAR POR CIMA DA CERQUINHA DA FAZENDA…CAPISCE ?
    E QUANTO AO COMENTARIO QUE CITA MICHELL MOORE…PELAMORDEUS !
    UM CARA QUE CONFESSOU MEIO BEBADO TER RECEBIDO DINHEIRO P. FAZER UM FILME DE ENCOMENDA CONTRA BUSH FILHO NAO MERECE SER CITADO AQUI .TEM GENTE MELHOR ENTRE OS ESQERDISTAS ,DITOS ,LIBERAIS DOS EUA .ESTE AÍ, FEDE…
    ABRAÇOS A TODOS .

    “Reynaldo”? Você sabe em que blog está, Paulo?

  • SergioD

    Ricardo, acho que o Paulo Boccato está se referindo ao Reynaldo-BH.
    Quanto ao se artigo, caro Reynaldo-BH, também gostaria que você explicitasse a semelhança do Tea Party com a Klu Klux Klan, pois até hoje os encarava como gente que gostaria de trazer a tona os ideais que ajudaram a formar a união no século XVII, coisa um tanto anacrônica hoje em dia. No entanto não os vejo como tão radicais que possam ser comparados com aquela famosa organização racista.
    Abraços
    PS: Seu FLU quase lá. Alguns tricolores que conheço andam tomando LEXOTAN antes das partidas.

  • João Carlos Pracilittes

    Apesar de algumas boas posturas de Romney, que é um verdadeiro milagre dentro de um Partido Reppublicano cada vez mais influenciado pelo fanatismo, confesso que torci desde o começo por Obama. Sou um grande admirador deste presidente dos Estados Unidos, apesar de algumas restrições como as feitas pelo Setti no blog, com relação a Guantánamo, por exemplo, que não sei bem porque ele não fechou.
    Mas estou realmente feliz com sua permanência por mais quatro anos na Casa Branca.
    Abraços

  • Caio Bellote

    Para o AlexRio que falou que os democratas são de centro-direita eu recomendo a leitura do livro Fascismo de Esquerda,facil de achar em qualquer capital do sudeste,que conta a história do partido democrata durante o século XX e sobre como este chegou até a exercer influencia sobre o Mussolini no inicio de seu governo.

    O Paulo Boccato certamente é a voz mais lucida e com maior conhecimento de causa nessa área de comentários.

  • Reynaldo-BH

    SergioD: haja Lexotan!
    Quantro as similaridades do Tea Party e até da Ku Klux Klan. Já foram apontadas em diversas ocasiões.
    Os integrantes do Tea Party insistem no “erro” da miscigenação ocorrida na América. Citam que valores básicos (como o criacionismo e mesmo a intensa influência dos quakers na formação social e política dos USA) foram abandonados, em nome de uma aceitação de diferenças (raciais) que destroem a verdadeira identidade americana.
    Citam que em 2000, os católicos – pela expressiva e perigosa “invasão” de italianos,escoceses e mexicanos, vale dizer os latinos) – estaria destruindo o verdadeiro ensinamento bíblico baseada no mérito de um povo escolhido (ou raça?, digo eu).
    A Ku Klux Klan não é só uma organização violenta que queima negros em postes. É também um reduto de até mesmo intelectuais, que comungam das mesmas ideias. Não só somente os “Nigers” os responsáveis pela “derrocada” o império americano. É toda e qualquer influência não WASP. Aí incluindo latinos, europeus do leste ou asiáticos. Os negros são somente uma raça inferior… Estes grupos seriam os responsáveis por uma “liberalidade imoral” que tisna o verdadeiro americano.
    O Tea Party não se resume a uma oposição ao estado majoritário, ou sem limites, como se pensa ou se defende.
    Em nome destas posições, os argumentos tangenciam o racismo e se aproximam (quando não se funem) com as “doutrinas” segregacionistas, das quais a KKK é o exemplo maior.
    Me assusta o fundamentalismo, seja este vindo de onde for. Muçulmano, ateu, católico ou angicano. Ou protestante. Creio mesmo que cada vez que o fundamentalismo entra em campo, a fé é expulsa. E a racionalidade proibida de se manifestar.
    E infelizmente o Tea Party se fortalece nestas visões distorcidas, sob qualquer ângulo que se observe. Filosófico, político, social, antropológico ou moral.Não se trata de uma agressão minha. Mas a uma constatação já histórica.
    Combater valores comuns à maioria (com oo Tea Party faz) não dá o direito de exercer uma postura de racismo. Ou de desprezo a culturas que – e eles queiram ou não – moldaram o que é hoje o american way of life.
    Era isso.
    Um abraço.
    PS: Se o Palmeiras ganhar domingo, informo que na segunda eu vou não estar aqui!!!!

  • AlexRio

    SergioD – 07/11/2012 às 13:36 Eu fiquei com preguiça de explicar isso tudo ao Bellote sobre a NASA qdo ele falou aquelas bobagens lá embaixo.

  • AlexRio

    “A euforia de esquerdistas radicais – que odeiam a Democracia e os EUA – com a eleição do obama diz tudo” Acredita mesmo que apenas “esquerdistas radicais – que odeiam a Democracia e os EUA” gostaram da vitoria de Obama? Tem noção de como teu comentário é simplório?

  • Virgínia Cristaldi

    Graças a Deus Obama venceu. Vejo nele um homem generoso e um político moderado. Sua história de vida é admirável.

  • Caio Bellote

    Sobre a NASA,não há nada mais simbólico a respeito da derrocada americana do que astronaltas do pais terem que pedir carona em onibus espaciais russos e chineses.O Obama sucateou a agência espacial americana,reduzindo 39% do seu orçamento,enquanto manteve gastos publicos superfulos como a rede de tv PBS e ainda criou o malfadado ObamaCare.
    http://www.youtube.com/watch?v=H3cWq4sHSgc

  • Caio Bellote

    Brasileiros em geral ao falar da política americana costumam se basear em jornais e redes de televisão claramente tendenciosos para o lado democrata como o New York Times e a CNN.Se basear somente nessas fontes para avaliar o governo americano é como se basear somente em leituras da Carta Capital para avaliar o governo Lula.Por isso,não raro vê-se na zona de comentários de blogs como o do Setti Obamistas mais raivosos do que muitos democratas americanos.O próprio Setti que se mostra um sujeito bastante equilibrado ao falar da situação nacional apela de forma lamentável quando alguém fala do Messias Negro de Washington e infelizmente ao tratar de política americana,muitos ao invés de discutirem fatos e dados preferem destilar preconceitos acerca da população daquele país,como um aqui na zona de comentários que chegou ao cúmulo de comparar o Tea Party com a KKK,organização que por acaso estava morta no início do século XX e ressurgiu como braço do partido democrata sulista durante o governo Woodrow Wilson.
    Para o AlexRio que falou que os democratas são de centro-direita eu recomendo a leitura do livro Fascismo de Esquerda,facil de achar em qualquer capital do sudeste,que conta a história do partido democrata durante o século XX e sobre como este chegou até a exercer influencia sobre o Mussolini no inicio de seu governo.

    O Paulo Boccato certamente é a voz mais lucida e com maior conhecimento de causa nessa área de comentários.
    Sobre a NASA,não há nada mais simbólico a respeito da derrocada americana do que astronaltas do pais terem que pedir carona em onibus espaciais russos e chineses.O Obama sucateou a agência espacial americana,reduzindo 39% do seu orçamento,enquanto manteve gastos publicos superfulos como a rede de tv PBS e ainda criou o malfadado ObamaCare.
    http://www.youtube.com/watch?v=H3cWq4sHSgc

  • Angelo Losguardi

    “Acredita mesmo que apenas “esquerdistas radicais – que odeiam a Democracia e os EUA” gostaram da vitoria de Obama? ”
    .
    De forma alguma acredito nisso. APENAS, não. Claro que há muitas pessoas bem intencionadas que votaram no obama e não veem como é ele é ruim. Já os talibans da esquerda “votaram” no obama justamente porque acham ele BEM ruim… pros EUA!

  • Angelo Losguardi

    Reynaldo-BH,
    Está falando do mesmo Tea Party que tinha ligação com os católicos Paul Ryan e Santorum? Será que eu tô confundindo alguma coisa?

  • Claudiney

    Claudiney – 09/11/2012 às 15:08
    Brasileiro reelegeu Lula por se ignorante já lá nos EUA vai ser diferente, muitos “pseudointelectuais diziam”. Pois bem, não foi! E tinha muito, mas muito americano branco apoiando Obama. Como diz a lógica: minoria não derrota maioria. O fato é que o discurso de direita é uma retórica ultrapassada. Não sou Ptista, nem democrata, mas a “mesmisse” neoliberalista precisa ser revista. Medalhões como Serra e um republicano típico com cara de presidente de filme não vingam mais. O voto em Lula Haddad e Obama, configura mais rejeição ao mesmo do que apoio ao “novo”. Eles sabem que o Barack decepcionou, mas mesmo assim preferem rejeitar a volta do que também não estava funcionando