Image
Henrique Pizzolato, ex-diretor de marketing do Banco do Brasil, condenado por três crimes pelo Supremo e desaparecido: quem será o próximo a fugir? (Foto: Rodrigo Paiva / AE)

Um já foi, ou pode ter ido: Henrique Pizzolato, ex-vice-presidente de marketing do Banco do Brasil — nada menos do que isso –, condenado pelo Supremo Tribunal Federal pelos crimes de corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro no processo do mensalão, sumiu.

Desde julho ninguém sabe dele. A Polícia Federal registrou que Pizzolato deixou o Brasil em julho, pouco antes do início do julgamento do mensalão, a 2 de agosto, mas seus computadores não contêm registro de sua volta ao Brasil.

Além disso, como informou o Lauro Jardim no Radar On-line, a juíza Simone Schreiber, titular da 5ª Vara Criminal da Justiça Federal no Rio, que julga um processo no qual Pizzolato responde por crime contra o sistema financeiro, precisou mandar citá-lo por edital, uma vez que o oficial de Justiça encarregado do caso não conseguiu encontrá-lo.

Pizzolato pode efetivamente ter-se evaporado, já que, somadas, as penas mínimas por seus três crimes o obrigarão a ir para a cadeia em regime fechado. Cadeia dura, mesmo, pela primeira vez na história “deztepaiz”, por tais crimes, com um figurão tão graúdo.

A péssima notícia é que o chefe do Ministério Público Federal, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, diante do aparente sumiço do réu condenado, disse apenas o seguinte:

— O assunto deve ser visto com cautela, porque seria a pior das frustrações a condenação pela mais alta corte do país e não ter a eficácia devida em razão de uma fuga.

Será que não ocorreu ao procurador pedir ao Supremo a apreensão do passaporte do homem? Ou — e isso vale para os que estão sendo condenados em geral — ficar de olho nos pilantras?

Se Pizzolato tiver sumido no mundo, como parece o caso, pergunto a vocês: quem será o próximo a fazer isso para fugir da cadeia?

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − quatro =

Nenhum comentário

Wilson Saraiva em 15 de novembro de 2013

Este merece " PENA DE MORTE ", pq ele nunca pensou nos povo que passa por tuda falta de necessidade.

joao.uirapuru em 15 de julho de 2013

• joao.uirapuru O seu comentário está aguardando moderação. Pode-se derrubar império; república; partido político; rei; rainha; presidente; Deputado; Chefe da Casa Civil como o Zé Dirceu; Mas não se derruba uma familia honrada como a FAMILIA PIZZOLATO; Não se derruba uma Mãe de Familia esposa de um Homem inocente como a Arquiteta ANDREA HAAS, MULHER DO PIZZOLATO; O Joaquim Barbosa não tem farinha no saco prá derrubar a Arquiteta ANDREA HAAS, MULHER DO HENRIQUE PIZZOLATO. ELA está provando que seu MARIDO é inocente. De hoje em diante eu faço parte da FAMILIA PIZZOLATO. Vamos colher 1.000.000 de assinaturas em Petição Popular para o para o Joaquim Barbosa mostrar o Inquérito 2.474, que esconde provas da inocência de PIZZOLATO, Zé Dirceu e Outros Mais.

Miguel em 03 de outubro de 2012

esse sim...ja deve ta curtindo um vidao em algum canto do planeta...nem deve ta sabendo mais de ''mensalao''...alias, os que foram julgados e condenados tambem vao se safar, como de costume , ou entao ficarem dentro de uma gaiola de ouro como o juiz lalau.....quero ver é quem vai pro xiindrø de verdade !!!!

Claudio Duarte em 03 de outubro de 2012

Pizzolato deve estar em S. Bernardo, preparando churrasco para o sapo barbudo e treinando para fazer churrasco na cadeia para seus cúmplices.

Óptimo, o Primo em 03 de outubro de 2012

Pizzolato - mundo estranho - não deve ter fugido para a França, pois correria o risco de encontrar a família dos exilados políticos do governo petralha, isto é, os parentes do falecido prefeito Celso Daniel...

Fernando (mega anti-corruPTo) em 03 de outubro de 2012

O grande negócio é fugir para a Itália ou para a Ilha dos Castros. A Itália não deve extraditar ninguém para o Brasil depois do caso Batisti.

Luiz César em 02 de outubro de 2012

O Boy. E vai de passaporte vermelho...

Ismael Pescarini em 02 de outubro de 2012

Ele não fugiu, está apenas "não contabilizado".

Frederico Zimmermann Aranha em 02 de outubro de 2012

Mas tem como se esconder neste mesmo planeta onde nem uma Princesa botar os peitos pra fora em paz? Chama os paparazzi que eles acham o cara, uai!

ORF em 02 de outubro de 2012

Ridardo, esta mais do que claro que ele esta "visitando" o Departamento de Imigracao da Italia, para receber a cidadania a que tem direito, pelo que se tem a deduzir pelo sobrenome do figurao.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI