MENSALÃO: Os brasileiros de bem e a imprensa livre estão com a alma lavada. O Supremo, com maioria de ministros designados por governos petistas, acaba com a farsa e mostra que, SIM, houve compra de votos para apoiar Lula

Metáfora: um arco-íris envolve o edifício do Supremo Tribunal, em Brasília, na foto feliz de Carlos Humberto (Foto: STF)

Amigas e amigos do blog, acabou a festa.

Acabou a palhaçada.

Acabou a farsa.

O Supremo Tribunal Federal ontem viveu um dia histórico quando, pelo voto de ministros ou por apartes e comentários a votos de colegas, e ainda sem que todos os ministros hajam terminado seus votos, deixou claro, por maioria de 6 dos 11 ministros, que, SIM, existiu o mensalão, que o mensalão foi alimentado por dinheiro público e, principalmente, que se tratava de um ESQUEMA DE COMPRA DE VOTOS NA CÂMARA DOS DEPUTADOS.

Na sessão de ontem, coube ao ministro Luiz Fux, um dos dois integrantes do Supremo indicados pela presidente Dilma, reiterar pelo menos dez vezes, com todas as letras, que foi disso que se tratou.

As pessoas de bem “deztepaiz” estão de alma lavada por verem ser revelado à plena luz do dia — e, felizmente, se esboroar de vez — um esquema corrupto e totalitário cujo intento sinistro era fazer o Executivo, por meios escusos, ilegais e sórdidos, ser dono do Legislativo, acabando com o equilíbrio entre os poderes e instituindo uma espécie de “bolivarianismo” enviezado no Brasil.

A imprensa livre, objeto de insultos, ofensas, injúrias, mentiras — como a de ser supostamente “golpista” — e todo tipo de lama arremessada por adeptos do lulo-petismo, até por setores minoritários da própria mídia, aí incluídos os que publicam opinião em troca de soldo, está de alma lavada — por ter, desde o começo, baseada em fatos concretíssimos, apontado que o mensalão era exatamente isso que o Supremo acaba de deixar claro que era.

Colunistas livres e sem amarras com o poder ou com quem quer que seja, como tenho o orgulho de me considerar, estão de alma lavada, depois de serem criticados, insultados, enxovalhados e xingados por fanáticos ou malandros, inconformados com o primado da lei e com a reafirmação da independência e da correção de instituições como o Ministério Público e a mais importante corte de Justiça.

Ministro Luiz Fux: em pelo menos dez passagens de suas intervenções de ontem, a inequívoca constatação de que o mensalão foi um esquema de compra de apoio parlamentar (Foto: José Cruz / Agência Brasil)

A decisão, cujo pleno desfecho ainda está por ocorrer, espalhará seus efeitos benéficos, reavivando a crença, até agora enormemente fragilizada, dos brasileiros nos mecanismos criados pela Constituição.

Aquele que seria o grande beneficiário da bandalheira toda — o “deus” de Marta Suplicy e do lulalato –, aquele que prometera destruir a “farsa” do mensalão, e que enfiou a viola no saco, agora esbraveja, reclamando que a suposta “compra de votos” durante o governo FHC não foi investigada.

Cala, descaradamente, sobre a condenação frontal e inequívoca que seu pessoal — os companheiros de sempre, e os companheiros que passaram a sê-lo mediante gorda e suja mesada — recebe da mais alta corte de Justiça.

Ignora, descaradamente, a Constituição, ao reclamar do procurador-geral da República durante a maior parte do governo do presidente Fernando Henrique Cardoso, Geraldo Brindeiro, chamando-o de “procurador-geral da República no tempo deles” e classificando-o de “engavetador” — com isso ofendendo gravemente a todo o Ministério Público, por considerar, implicitamente, que o governo FHC “mandava” no MP, instituição independente.

É a gritaria do desespero, é a gritaria dos sem-razão, é a gritaria de quem pediu desculpas ao país sem nunca explicar os motivos, é a gritaria espalhafatosa de quem se disse “traído” sem jamais identificar os traidores.

Lula esbravejando em ato em favor de Fernando Haddad em São Paulo: é a gritaria do desespero (Foto: J. F. Diorio / AE)

Lula esbravejando em ato em favor de Fernando Haddad em São Paulo: é a gritaria do desespero (Foto: J. F. Diorio / AE)

O comportamento de Lula indica o que já está ocorrendo, e já está sendo captado pelos governos estrangeiros e pela imprensa internacional: seu inexorável e inevitável declínio.

MAS ATENÇÃO: há ainda muito a fazer, tanto no julgamento do mensalão quanto na recuperação moral da vida pública do país.

Não acho que o Brasil já tenha sido “passado a limpo”, nem nada parecido.

Mas celebro o fim de uma farsa — a farsa segundo a qual o mensalão era uma farsa.

Já está definitivamente inscrito na História: houve um esquema para COMPRAR, com DINHEIRO PÚBLICO, apoio para o governo Lula dominar completamente o Congresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

166 Comentários

  • adair giacomo baccin

    Olha que surpresa agradável este ministro Luiz Fux. São os votos mais claros e consistentes. Pois é e agora José ??? ( O josé aqui é aquele que se acha “deus”).

  • Paulo Fernandes

    Quem se sentiu prejudicado com a aprovação de Leis,reforma da previdencia. etc. naquelas votações compradas, acho que pode pedir anulação na justiça. E o povo deve fazer isso mesmo.

  • NELSON PASCOTTO

    E o BOQUIRROTO lulla se orgulha disso!

  • Jarvik

    Aqui na Terra Brasilis só ficamos sabendo de dois pretensos deuses: Lula e MTBastos “god”.

  • Mairalur

    Estamos de alma lavada, e quem a lavou foi ele, o “negão” mais querido do Brasil neste momento.

    Não o ofendo, chamando-o assim, pois eu mesma, por causa de minha ascendência portuguesa do norte, sou “morocha” e tinha esse apelido, no feminino – dado por minha mãe – quando eu era criança.

    Nosso ministro abençoado (pelo menos até agora) não deve dar ouvidos àquele que se compraz em irritá-lo, nem ao outro que, com absoluta falta de decoro, vive a repreendê-lo frente às câmeras da TV Justiça.

    Quisera eu poder enviar ao ministro Joaquim um calmantezinho, para que ele suporte as pressões e as provocações.

    Gostaria muito também de conhecer algum meio de livrá-lo da tortura das dores lombares.

  • Joseph Pulitzer

    As distorções malévolas da pseudo releitura da Constituição Federal estão caindo como jaca madura do alto da árvore.
    A enganação parece esclarecida para uma parte da população brasileira.
    Há uma espécie de rescaldo desse fogareu que andou queimando as nossas instituições republicanas. Há ainda um bom trabalho de explicação simples do que está acontecendo nas seções plenárias do STF. Do significado da estruturação do Estado nos moldes da Assembléia Constituite de 1988. Da tentativa de desmontar essa estrutura em favor de um grupo de celerados que se deslumbraram com um projeto de poder que superava em importância qualquer projeto sensato de governo.

    Há muito trabalho ainda.

    Sem dúvida, Pulitzer — e viva o prêmio com o seu pseudônimo!

    O que quis dizer, e talvez até mexa no post para explicitá-lo mais ainda, é que acabou a farsa de dizer que o mensalão era uma farsa.

    Abração

  • Tuco

    .

    Prefiro imaginar que a farsa não acabou,
    e sim que está se iniciando o desmonte
    da criminosa farsa.
    O Brasil avançou muito, mas só dará aval
    à justa Honestidade quando colocar o vil
    lularápio a responder por todos os crimes
    que cometeu.


    .

    Talvez eu não tenha me explicado direito, Tuco: acabou a farsa segundo a qual o mensalão era uma farsa. Esta acabou!

    Abraço

  • FLAVIO EDUARDO DE BARROS VIEIRA

    Prezado Sr. Ricardo,
    Parabéns pelo texto. Lavou-me a alma e ganhei o fim de semana. Falta alguém neste banco dos réus e, sim, nós podemos julgar “deus”.
    Que sejam julgados também os envolvidos no ESQUEMA DOS TUCANOS!!!!.
    Flavio, de Belo Horizonte

    Obrigado, caro Flavio. E também penso como você sobre qualquer esquema que envolva crime. Escrevi recentemente um longo post sobre o mensalão do Azeredo, cujo julgamento está em andamento, conforme mostrei no texto.

    Que ele seja julgado, sim, e os que cometeram crimes, sejam quem forem, acabem na cadeia.

    Abração

  • Paulo Urupês

    Ricardo, concordo com quase tudo que escreveu, contudo, ouso fazer uma ressalva. O Geraldo Brindeiro era mesmo o engavetador geral da república. Mas tem seus similares petistas no STF: os absolvedores gerais da república, nem preciso dizer quem são. Abs.

    Era engavetador, mas porque queria. Ele tinha independência constitucional para fazer sua obrigação. O presidente não “mandava” nele. O Ministério Público é autônomo, não é subordinado ao Executivo.

    Abraço

  • Pedro Luiz Moreira Lima

    Amigo Setti:
    Que houve safadeza houve – mas no meu caso não estou gritando e nem histérico.
    Vejo um processo muito mais político e político dirigido com alvo certo e o alvo é Lula,é o PT e a toda estrutura do governo.
    Acreditaria num processo de JUSTIÇA se toda a imprensa pedisse com o mesmo vigor outros mensalões e devidamente acobertados.
    O escândalo do Banco do Paraná,das Privatizações – muitos perguntam porque o governo Lula não abriu um inquérito,um processo contra as Privatarias?e sejamos honestos, havia condições políticas pára tal acontecer?Não!!! e até hoje a imprensa defende o modelo com unhas e dentes e digo mesmo Unhas e Dentes – qualquer dúvida,qualquer indagação e mesmo qualquer comentário é tido como um atentado a democracia,um atentado ao “livre mercado.”
    A necessária e prioritária expansão da banda larga pela Telebrás é tido como um atentado a livre iniciativa e ao mercado – não existem argumentos basta dizer restringe o livre mercado e a democracia – pior CENSURAM O DEBATE.
    O mesmo quando se fala nas Leis dos Meios de Comunicações – É DITADURA! e acabou nem debater a lei debatem – É DITADURA e ACABOU – DITADURA É IMPEDIR O DEBATE,DITADURA É NEM DIVULGAR O PROJETO – por favor Setti – as letras maiúsculas não são gritos e sim negritar.
    A Listas de Furnas falsa ou verdadeira – a Polícia Federal deu o laudo de Verdadeira – dinheiro de Furnas,dinheiro do Estado para servir ao mensalão do PSDB.A imprensa não coloca em dúvida “É FALSA” Kaput,Acabou o papo – e o laudo da Polícia Federal,dando como verdadeira?- Não!Não! e Não! é falsa e acabou, é assim? a simples indagação é respondida “petralhas”,”comunas” e fecha o diálogo.
    Uma ditadura pode ser exercida hipocritamente, basta esconder fatos,meias verdades e “democraticamente” a defesa da Livre (DELES)MERCADO e DEMOCRACIA(DELES)estão garantidos.
    No entanto a Verdade não pode ser tão OCULTADA existe a net e nela se debate e discute – infelizmente querem implantar a Leis dos Meios de Comunicações nela – por intermédio do Sen Azeredo do PSDB,o mesmo do mensalão do PSDB, uma Lei não dos Meios de Comunicações mais uma Lei de Restrição de Opinião – CALE-SE!
    Bem Setti – opinião é opinião,discordar ou concordar faz parte da DEMOCRACIA, não faz parte da DEMOCRACIA é a grossura,ataques vis,violência contra uma OPINIÃO e esta está sendo dada sem xingamentos – uma visão de cidadania, uma visão crítica tão crítica quanto a sua, do ReynaldoBh,Corinthians,Ismael,do Luiz Pereira e tantos debatedores onde o oposto não é INIMIGO e sim uma fonte a mais de debate.
    Grande abraço e a todos que citei – os quais respeito.Discordâncias para mim alimentam e revigoram a democracia e suas opiniões são tão importantes quanto as minhas.
    Aos verdadeiros histéricos onde o debate se resume na violência,aprendam o bom debate lendo as pessoas que citei e caso tenha esquecido outros – desculpa a minha memória.
    Pedro Luiz

    Amigo Pedro, realmente não entendo você.

    Quer dizer que você, como cidadão, arbitra que o julgamento não é válido e pronto?

    O que será necessário para que você se convença dos crimes já sendo condenados pelo Supremo Tribunal, com esmagadora maioria de ministros, por sinal, indicados por Lula ou Dilma?

    Você afinal acredita ou não nas instituições — Ministério Público, Supremo Tribunal Federal — criadas pela Constituição democrática (com todos os seus defeitos, a nossa Lei Magna) de 1988?

    Estou começando a achar que essa sua permanente imparcialidade não é tão imparcial assim, amigo Pedro.

    Abraço

  • ricardo

    Mensalão mineiro caiu no esquecimento

    Não caiu, não. Eu mesmo escrevi dias atrás um enorme post a respeito. Talvez você não tenha lido por ser leitor recente do blog.

    O mensalão mineiro, porém, embora contenha acusações de crime, é fichinha perto desse esquema que pretendia, através de dinheiro roubado, a dominação do Estado brasileiro por um grupo partidário.

  • DAMM

    Agora vou lá ler o que o conversaafiada, advivo e alguns outros canais de lavagem cerebral a favor do PT vão gralhar, inconformados e raivosos, sobre esse CRIME, agora julgado e provado.

    E sim, é de lavar a alma mesmo.

  • Ana Maria Soares

    É para lavar a alma mesmo. Espero ansiosamente para assistir a condenação do “quase-deus” José Dirceu. A condenação é muito pouco, queremos mesmo é que o nosso desejo seja devolvido para os cofres públicos para ajudar a “presidenta” tente cumprir metade de suas promessas de campanha.

  • Geraldo Elton Dias

    Moro na cidade de Carapicuíba, uma cidade dormitório, reduto da chamada classe C.

    O prefeito atual é do PT e candidato a reeleição.

    Tenho notado nos últimos dias que as imagens de Lula e Dilma sumiram de sua campanha e alguns carros diminuem o volume do som quando entra a mensagem do ex-presidente Lula.

    Não posso afirmar categoricamente mas parece que uma parte do próprio PT começa a sentir vergonha de seu “Deus” e sentir que ele é pesado de carregar nestas eleições.

    O poder de Lula vem da mística criada para ele pela imprensa dita progressista e intelectuais de miolo mole.

    A população sempre viu nele a imagem de um vagabundo, que nunca trabalhou e que por meios malandros chegou ao topo.

    O filme hagiográfico O Filho do Brasil não emplacou exatamente porque desejou criar um herói onde o povo enxerga um macunaíma.

    Torço para que o processo de decadência do mito Lula se acelere.

    O Brasil irá prosperar muito quando este ser das trevas for somente uma triste lembrança de um passado medíocre.

  • Aguinaldo Mendes da Silva

    Acho que agora o caminho está livre para a condenação de José Dirceu e José Genoíno. Não há como voltar atrás. Viva a imprensa livre !

  • PTófobo

    E agora o Lula já está dizendo que está “orgulhoso” porque o julgamento do mensalão se deve ao governo dele.
    É claro, sem os corruptos de seu governo não haveria julgamento.

  • Geraldo Elton Dias

    Os petistas e apadrinhados vão tentar usar o Mensalão do Azeredo e o Mensalão do Arruda para alegar perseguição política ao PT. Existem diferenças gritantes entre estes mensalões, o Mensalão do Azeredo não pode ser chamado de Mensalão do PSDB, pois a alta cúpula do partido não patrocinou aquele crime. Azeredo deve ser julgado e merece cadeia, mas seu crime visava seu projeto de poder pessoal. No caso do Mensalão do Arruda o DEM nunca aprovou tal crime, prova é que expulsou o governador tão logo veio a tona o que era um projeto de corrupção muito mais pessoal que partidário. No caso do Mensalão do PT, a cúpula partidária projetou um sistema de compra de um poder da República. Por trás do esquema estava um projeto de golpe branco. Tivesse prosperado hoje teríamos um país ao modelo da Venezuela, com Legislativo, sistema Partidário e Justiça totalmente submetidos ao controle de um partido político. A compra do legislativo certamente se prestaria a aprovação de leis como a reeleição eterna do presidente, censura a imprensa, esvaziamento do judiciário, e outras iniciativas autoritários acertadas no Foro de São Paulo pelas esquerdas da América Latina. Os primeiros projetos aprovados pela camarilha comprada eram somente o ensaio do que viria a seguir. Se Roberto Jeferson não tivesse denunciado o mensalão por interesse próprio talvez tivéssemos hoje que estar pegando em armas para defender até as nossas propriedades. Portanto, não há como comparar Mensalão do PT com os mensalões do Arruda e do Azeredo. Estranho é que imprensa encha a boca para falar em Mensalão do PSBB e Mensalão do DEM.

    Prezado Geraldo, concordo tanto com seu comentário que gostaria de publicá-lo como Post do Leitor.

    Você autoriza? Em tal caso, como quer ser qualificado (profissão etc)? Menciono a cidade em que você mora?

    Um grande abraço

  • Emir

    De alma lavada ficarei quando vir Zé Dirceu, Delúbio, Genuíno e o resto da cambada, algemados e, pelo menos, um dia, encarcerados. Acho que isso, infelizmente, não acontecerá, mas…seria ótimo.

    Mas você não acha um importante passo acabar com a farsa de dizer que o mensalão era, ele próprio, uma farsa, que não existiu e, sobretudo, não era um esquema de compra de votos?

    Lula foi desmascarado! Isso, para mim, já lava a alma…

    Abraço

  • Anti petista

    se esses individuos passarem um só dia na cadeia eu fico contente e isso é bom. mas a cagada que eles fizeram e ,o pior, ainda estão fazendo no pais levara decadas para ser limpa; isso é ruim.

  • Nausícaa

    Ao contrário do que aponta seu comentário, a condenação do núcleo político sem as provas objetivas deverá provocar medo em todos nós brasileiros porque, aí sim, viveremos sob um tribunal de exceção. Pois as provas deveriam ser apresentadas no elo faltante dessa cadeia de comando criminosa à época dos fatos: o chefe da publicidade oficial, o petista distribuidor dos cargos que trabalhava no gabinete presidencial e o próprio presidente com seus mais de dez milhões de atos de ofício.
    No mais, a exemplo do torcedor do River Plate, digo eu: Vai, senhor com sua alma lavada, vai pra Europa, vai!

    Ou seja, você tem razão e sabe tudo.

    Já os ministros do Supremo, um bando de ignorantes e militantes políticos, não sabem nada e julgam de orelhada. O processo ficou de 2006 até agora lá para que fizessem tudo na correria, e em cima do joelho, não é mesmo?

    Então tá.

    Quanto a eu ir para a Europa ou para onde for, não é problema seu.

  • Rodrigo

    Está show de bola cada programa que vocês estão fazendo no site de veja (vou replicar para o Reinaldo e para o Augusto e espero que você tenha mais participações).

    Desde a infância eu tenho muita dificuldade em dormir e aproveito para passar o dia/noite a limpo clicando em todos os textos seus, do Augusto e do Reinaldo; sendo que finalizo com o vídeo dos comentários de vocês sobre o mensalão.

    Isso acaba lá pelas três da matina. É mole? banda larga, android e agora vocês estão acabando de vez com minha capacidade de dormir, hehe.

    Mas não tem problema, às vezes minha esposa até acorda com minhas risadas com as expressões que leio e quase me acabo.

    Olha, é simplesmente bom demais. O Vila com o sotaque de tiozão de interior é sensacional.

    Acho muito importante que professores, principalmente os concursados, mais ainda os que têm a seara no universo das humanidades ofertarem seus entendimentos sobre um mundo mais justo e portanto distante daquele oferecido pela imensa maioria dos professores universitários dessa área, a de humanidades.

    Como moro perto do Villa (sou de Ribeirão Preto) ainda vou tentar conhecê-lo.

    Tenho duas alunas que estão participando de processos seletivos na Abril e, caso elas passem, eu é que vou tietar e mandar uma carta pessoal a vocês.

    Gostaria de sugerir que fizessem, ao fim do mensalão, um programa semanal, com a condução do Augusto, claro, sobre temas pertinentes.

    Acho que seria muito bacana termos vocês aí fazendo um verdadeiro canal sobre política do jeito que deve ser, sem frescura, com opinião isenta e mente sadia. Grande abraço.

    No programa de ontem o Augusto avisou que você vai viajar novamente, então boa viagem.

    Puxa, Rodrigo, seu comentário é tão gentil e generoso que nem sei como começar a responder.

    Então, começo dizendo: muito obrigado!

    Lamento se, de alguma forma, nós aqui acabamos atrapalhando seu sono. Como sou um notívago inapelável, também atravesso madrugadas lendo, trabalhando, vendo filmes etc, mas felizmente ainda consigo dormir.

    Sua sugestão de um programa após o mensalão consta dos planos do site de VEJA. Aguarde mais um pouco.

    Faço votos para que suas alunas se dêem bem no processo seletivo da Abril, que é rigoroso e impessoal.

    Um grande abraço

  • Lito Francia

    Mi enhorabuena al STF. Esos Sres. reinvindican con su actuación el imperio de la Ley, la moral, la honestidad y el valor del pueblo brasilero. Son un ejemplo para América, enferma de populismo hipócrita y fraudulento. Viva Brasil!!

  • Lito Francia

    Mi enhorabuena también para VEJA y sus valerosos y combatientes jornalistas. Pena que el Uruguay, la Prensa parece anestesiada y no menciona una pala sobre el julgamento y las sentencias. No olviden que los que mandan acá, son admiradores de Lula.

  • Justiceira

    A farsa acabou, a imprensa livre (pouca, mas resistente) cumpriu seu papel, apesar de uma parte dela ainda tentar defender o indefensável…o que importa é que o “mito” Lula desabou, hoje só não sabe quem não quer (ou faz parte do esquema) o que o PT pretendia com a compra de votos..e era muito mais do que apoio ao Lula, era simplesmente dominar o país em nome do “partido”.
    Com tudo isso, digamos que minha alma está ensaboada, por enquanto. Lavada mesmo era vai ficar quando essa quadrilha toda e seus chefes estiverem em cadeia de segurança máxima!

  • CLAUDIUS

    A Imprensa livre e os homens que fazem da honestidade e horadez uma obrigação venceram os trapaceiros e suas patifarias. É a Democracia mostrando a sua plenitude. Parabens Setti e a todos os vizinhos do Blog.

  • Aposentado

    Caro Ricardo Setti:
    Sou aposentado, após contribuir para isto por longos anos, pelos valores mais altos exigidos pelos órgãos de Previdência. O que recebo hoje, é apenas 35% do que inicialmente recebia.
    PERGUNTO: ANTE A CONSTATAÇÃO DE QUE PELA COMPRA DE VOTOS, AS DECISÕES DO CONGRESSO FORAM ORIGINAS EM ATOS CRIMINOSOS, INVALIDAR-SE-IA A MUDANÇA DA LEGISLAÇÃO QUE ATINGE OS APOSENTADOS?
    O mal do INSS é decorrente dos desmandos e da inclusão “ex-ofício” de pessoas que nunca recolheram nada, como é o caso do FUNRURAL.
    Aguardo eventual resposta, aqui ou por meu e-mail

    Prezado Alvarez,

    Essa questão não consta do processo do mensalão que está no Supremo.

    O Supremo não pode decidir sobre o que não faz parte da ação que está sendo julgada, e essa questão não foi incluída no processo pelo Ministério Público, até porque se refere a fatos de 2005 e anteriores.

    Para que houvesse tal anulação, presumo que seria necessária uma longa sucessão de procedimentos. Precisaria haver antes de mais nada um inquérito da Polícia Federal para apurar se, na votação de legislação que afeta os aposentados, houve votos de políticos envolvidos no esquema.

    Se houver, o inquérito, concluído, seria enviado ao Ministério Público, que estudaria o caso, veria se é possível anular uma votação do Congresso em tais condições e, chegando a essa conclusão do ponto de vista jurídico, ofereceria então denúncia ao Supremo Tribunal Federal.

  • Democracia Vacina Anti-Petralha

    ENFIM O BRASIL PODE RESPIRAR MELHOR ,MAS AINDA TEMOS UM LONGO CAMINHO PARA RETIRAR DAS HOSTES POLÍTICAS A PERVERSA DEFESA DO POPULISMO INSANO,OPORTUNISMO INSANO ,ENFIM AOS QUE DESEJAM ARDUAMENTE APENAS PODER E NADA A OFERECER PARA A VERDADEIRA FOMA DE SAIR DA POBREZA COM A OFERTA EM GRANDE ESCALA DE UMA EDUCAÇÃO APRIMORADA E FORTE ,UNICO MEIO DE MUDAR RUMOS DE UMA NAÇÃO E MESMO COM A GRANDEZA DO BRASIL ,NUNCA VIMOS UMA CAMPANHA A FAVOR DA EDUCAÇÃO E APENAS RETÓRICAS FALSAS DE PROMESSAS MIRABOLANTES DAS VIGARICES PETISTAS POR MEIO DE SEU DONO E LÍDER O MAIOR VIGARISTA LULA DA SILVA ,NÃO HÁ COMO INVESTIR EM PRÉDIOS FANTASMAS E ALUNOS COTISTAS APENAS PARA FIGURAR NAS ESTATÍSTICAS QUE HOUVE MUDANÇAS ,MAS NADA MUDOU E AONDE OS INVESTIMENTOS DEVEM CHEGAR AO NÍVEL SECUNDÁRIO A BASE DE TUDO ,NUNCA CHEGA E NÃO EXISTE ,ACHO QUE DEVIAMOS EXIGIR UMA LEI DE RESPONSABILIDADE EDUCACIONAL E PRENDER OS POLÍTICOS QUE UTILIZAM DA FRAQUEZA DA POPULAÇÃO APENAS COM PROMESSA VAZIAS QUE EM NADA MUDARAM E O EXEMPLO MAIOR FOI ESSE TAL DE HADDAD E SEU DONO LULA,QUE DEIXAM CLARO A TOTAL INCOMPETÊNCIA E AINDA QUER SER PREFEITO DE SP ,MAS VAMOS LUTAR PARA QUE ISSO NÃO OCORRA E FALTA BEM POUCO PARA DELETAR ESSAS PARASITAS DA POLÍTICA NACIONAL E EM BREVE TEREMOS OS CHEFES DA CÚPULA PETRALHA NO CENTRO DO JULGAMENTO E SERIA MUITO ESTRANHO SE NÃO FOREM CONDENADOS COMO EXEMPLO ,PORQUE O MARCOS VALÉRIO E SÓCIOS E BANCO RURAL E BMG E POLÍTICOS ASSOCIADOS NÃO EXISTIRIA ,SEM APOIO DE DENTRO DO PALÁCIO DO PLANALTO ,PORQUE COMO SE LIBERARIA TANTOS RECURSOS PÚBLICOS SEM QUE AS ORDENS VIESSE DE CIMA PARA BAIXO ,PORTANTO FALTA O LÍDER PRINCIPAL QUE NÃO ESTÁ AINDA NESSE JULGAMENTO DIRETAMENTE ,MAS EM BREVE TEREMOS OUTRO JULGAMENTO ESPECIAL PARA O LULA E O JULGAMENTO DO POVO JÁ ESTÁ EM CURSO E A ILHA DA FANTASIA CRIADA E DESENVOLVIDA PELO LULA ,BEIRA A FALÊNCIA .

  • Dacem

    Graças a Deus !!!! Lugar de bandido é na cadeia e em regime fechado. Lula Lá. Mas só vamos acabar com a corrupção quando todos os cargos políticos forem trocados por cargos técnicos. Ou seja, até o candidato a presidente da república deveria fazer concurso para ocupar tal posto.

  • Pauferro

    Matéria soberba! Sou um desses brasileiros de ALMA E CORPO LAVADOS! Aguardemos as investigações e condenações futuras, principalmente do LULA, o falso mito!

  • Lorival

    Obrigado por esse texto primoroso. É uma análise clara, justa e verdadeira, levada a cabo por um jornalista independente, cujo compromisso é apenas com os fatos. Como dissestes muito ainda precisa ser feito para melhorar esse país, mas já é um bom começo. Obrigado.

  • elizabeth correa

    Prezado Setti,
    AO ler seu texto faço das suas palavras as minhas e com sabor de desabafo, pois lembro-me bem dos comentários deselegantes, mal educados e outros enviados a você e outros jornalistas aqui na VEJA.
    Em sua enquete marquei pela baixa expectativa quanto ao Supremo neste caso, mas acompanhando algumas sessões e, sempre, a rodada do debate comandado por Augusto Nunes na VEJA.COM, onde é sempre um prazer vê-lo, senti esperança e acima de tudo me senti valorizada, representada como cidadã, situação que nos últimos dez anos vivi como se fosse órfã.È um passo importantíssimo de um caminho que estamos iniciando e hoje rigorosamente eu também acordei muito melhor que ontem.
    abraços

  • Leones

    Ricardo, agora só falta desmascarar o Foro de São
    Paulo para termos sossego.

  • Bernardete Moraes

    Boa tarde!
    A farsa de que o mensalão não existiu acabou,assim como acabou a farsa do PT ÉTICO,que não rouba nem deixa roubar. Aproveito para perguntar por onde an
    dou nesse tempo todo o ex-Procurador da República Luis Francisco de Souza,aquele que encontrava um bandido por dia no governo do Presidente Fernando Henrique?

  • selminha

    Parsbén Setti.Texto perfeito. O ar no país está começando a ficar mais respirável. Esperemos que a “poluição lulopetista” acabe de vez. Abraços cordiais.

  • selminha

    Quis dizer Parabéns. Foi a emoção de ler seu texto.

    Muito obrigado!
    Abração, Selminha.

  • Ribeiro

    E Daniel Dantas, será que temos a honra de ver este julgamento também! Sem os interesses do senhor Ministro Gilmar Mendes na presidencia do Supremo Tribunal Federal.
    Será que o atual “novo STF” cortaria a propria carne se necessário?

  • Reynaldo-BH

    Não estamos comemorando a prisão de alguns. Comemoramos o desmascaramento de muitos.
    Não estamos alegres por ver nossa tese – que era evidente – como vencedora. Antes, comemoramos a prevalência do Estado de Direito.
    Passaremos a confiar mais nos limites constitucionais. Democráticos. O mesmo STF que não remeteu Cesare Battisti à Itália (como era meu desejo) se manifesta de modo igualmente independente neste triste caso de corrupção deslavada.
    Aprendi a respeitar ambas as decisões. Mesmo discordando de uma delas.
    Ninguém pode ficar eufórico com a constatação – plena, sem subterfúgios ou chicanas – de que um projeto de poder queria reduzir o Legislativo a um apêndice do Executivo.
    E que esperava, pelas indicações, que o Poder Judiciário seria o próximo poder a ser subjugado.
    Os fatos ocorridos nos enchem de vergonha. A todos.
    Ficamos eufóricos sim com a constatação de que a democracia que construímos (TODOS NÓS, e não como Lula afirma ser conquista a partir de 1980! A partir do PT) resistiu às ameaças.
    O que aconteceria como o Brasil se o mensalão fosse considerado uma “prática normal” que “todos fazem” e que “eles não sabiam”?
    Nossa esperança nasce do fim do medo, mesmo que temporário.
    Já vivemos o que se pretendia. Legislativo comprado (os arenistas eram a face antiga da nova base aliada) e Judiciário intimidado. Vale a pena recordar: houve época (tristes tempos) que a Justiça Militar era mais importante que o STF. E os desejos dos ditadores de plantão ditavam as condenações de quem se lhe atravessa-se o caminho.
    Comemoramos o freio que a cidadania soube impor ao delírio de poder sem limites. De um só poder: o poder corrompido e corruptor.
    O julgamento não acabou. O que acabou foi a farsa. Alguém se lembra de quem usou o termo para definir este processo? Os ministros – os independentes que honram a toga – disseram em alto e bom som: um esquema criminoso de compra de apoio político e votos. Em quem acreditar? Nos juízes que tratam do tema há seis anos ou no chefe do partido que urdiu a trama? Que pulava de “traição”, para “desculpas” e terminou com a “farsa”.
    Não era (e é) só corrupção. Era a corrupção elevada à benfeitoria, pois que diziam roubar em nome do partido! Como se assim fosse um crime menor. Os fins justificando os meios.
    O PT perdeu – por preguiça ou por descaso – o que chegou a ter, um dia, como mais valioso. A esperança que incutiu em uma nação. A proposta de mudanças. A visão diversa que alternando – democraticamente – com governos anteriores, poderia mostrar a diferença.
    Preferiu o caminho do aparelhamento do estado, como cães famintos em busca de ossos. Escolheu a compra de consciências (se houvessem…) ao embate democrático e convencimento. Caiu na dita herança maldita, que passados 10 (DEZ!) anos ainda é usada como argumento de ocultação da própria inoperância. Desprezou o caminho da vigilância permanente (com o direito de quem era oposição) para a mentira repetida à exaustão, em um diapasão quase doentio.
    Abandonou quem nele acreditava. De modo sincero. Restou uma foto na parede. Substituída pelos mandados de prisão que serão emitidos.
    A histeria (e eximo amigos queridos que se batem pela democracia deste estado de agir) era (e ainda é) raivosa. Os argumentos, ofensivos. Discordar era trair o Brasil. Apontar incongruências visto como ofensa ao líder que “nunca antes neste paíz” mereceria as mesmas.
    O elogio à ignorância (alertado por nós) colocado como elitismo e não aceitação do “operário, pobre e nordestino” que se tornou presidente do Brasil.
    Os acordos espúrios e o renascimento de zumbis putrefatos (Sarney, Renan, Collor, Severino, a agora MALUF, etc. etc.) defendidos como “governabilidade”.
    O roubo escancarado e despudorado quando apontados, como matéria de uma pretensa “imprensa golpista”. Que vive de venda em bancas e publicidade. Jamais de patrocínios oficiais.
    Jornalistas que não tem bandidos de estimação, apontados como vendidos e sem caráter. Comentaristas de blogs (eu me cito!) ameaçados, como se ameaça houvesse por parte de ratos.
    E, ao menos por cá, preferimos insistir que o Poder Judiciário faria a diferença. Uma Alta Corte com a esmagadora maioria indicada por “eles”, como absurdamente discursou o senador Jorge Viana. Mesmo assim, continuávamos (restava outra alternativa?) a designar os fatos pelo nome: quadrilheiros, mensaleiros, roubo, compra de votos, corrupção e intimidação. Restava acreditar que a democracia de TODOS NÓS seria forte o suficiente para suportar estas tentativas de bolivarização.
    Suportou.
    Falta um longo caminho pela frente. Aos que defendem o julgamento célere dos mensaleiros de Minas Gerais, contem conosco. Também queremos.
    O crime de alguém não minoriza a gravidade do crime de outrem.
    Um homicídio copiado não exime de culpa o novo homicida.
    Que seja julgado! E logo! Repetindo: quem tem um mínimo de coerência não pode ter bandidos de estimação!
    A mesma justiça que garante a lisura das eleições; garante a posse dos eleitos; garante o amplo direito de defesa; garante o devido processo legal, AFIRMA DEFINITIVAMENTE que o PT (o Governo Lula) COMPROU com NOSSO DINHEIRO o apoio que poderia ter conseguido por convencimento político, no campo das ideias.
    Como disse, preferiu o caminho mais fácil. Aliou-se a vendilhões. Deu braços à escória da política brasileira. Transformou bandidos (Sarney, Collor, Renan) em próceres da República e fiadores da governabilidade, seja isto o que for.
    Nivelou-se aos mesmos. Quem corrompe é tão abjeto quanto o corrompido.
    Em se tratando de Congresso Nacional, é crime de honra.
    Na ditadura os mesmos que hoje são apoiadores do lulopetismo, hipotecavam apoio aos militares, por medo. Hoje metem medo nos poderosos do Planalto. E cobram – e são pagos – pela subserviência.
    A farsa acabou. Respeitando o Estado de Direito e a independência dos poderes. Que garante nossa cidadania.
    E resta ao PT fazer uma autocrítica mínima. Que não seja o discurso de Lula – após duas semanas de sepulcral silêncio – defendendo os “instrumentos de combate à corrupção” inaugurados no Governo do mesmo.
    Como Lula não lê e despreza a história, talvez seja caso de alertá-lo que os líderes da base de apoio do seu governo (e mais os petistas com assento em instâncias decisórias) estão sendo condenados por uma lei de .. 1940! O Código Penal Brasileiro.
    E que se valesse o desejo manifesto de Lula, a “farsa” não seria julgada. Ou seria adiada, mesmo que para tanto, a chantagem a um ministro do STF tenha sido utilizada.
    A farsa da “farsa” acabou.
    O que irá continuar são as agressões a todos nós por parte de sectários, agora revoltados também com o STF.
    Estamos – como sempre – em boa companhia.

  • matosão

    É isso aí, estamos no caminho certo, mas falta muito a fazer!

  • Reynaldo-BH

    A oposição pode ser “suja”, a elite “preconceituosa”, a imprensa “reacionária” e a Justiça “instrumento de golpistas”, como diz o presidente do PT, Rui Falcão.
    Mas quem flerta com a possibilidade de ver correligionários na cadeia é o PT. (Dora Kramer)

  • LUIS F. CREDENDIO

    é a veja (oia) desesperada, isso sim….

    Ah, estamos mesmo. Eu, por exemplo, nem durmo de noite, de tanta preocupação, hahahahaha.

    Acho que os mensaleiros estão bem mais preocupados. A soma das penas dá cadeia em regime fechado.

    Não me faça rir.

  • Sherlock

    O são Jorge de bordel vai ficando a cada dia mais desmoralizado – e mais irrelevante.

  • Elizabeth the best queen in town

    E é principalmente uma gritaria inócua, uma vez que o senhor Lula teve oito anos na presidencia e se quizesse poderia ter mandado investigar a quem quizesse. Fica nos parecendo que não o fez para ter as asas soltas no esquemão que já pensava em organizar. Graças a Deus a máscara do farsante caiu. Resta ao farsante ir para casa e nos deixar em paz.

  • ademar filho

    Prezado jornalista Ricardo Setti: sou fã de seu blog. Gostaria de anexar um comentário que fiz ontem ao final do debate ao vivo que vocês fizeram, na coluna do seu vizinho e amigo Augusto Nunes. Também estou com a alma semi lavada.

    “ademar filho

    27/09/2012 às 20:42

    Parabéns à equipe da Veja pelo debate ao vivo e por todo posicionamento sobre o mensalão. Em um determinado momento do debate, vocês estavam sendo assistidos por 1863 espectadores. Em breve, voces terão mais audiência do que o 9 dedos nos palanques de Salvador e Recife. São sinais de um novo tempo.”

    Muitíssimo obrigado por sua gentileza, prezado Ademar.

    Fico feliz em ter leitores de seu quilate no blog.

    Um grande abraço e… continue nos visitando!

  • Reynaldo-BH

    http://www.youtube.com/watch?v=PgdwuJvCM2A
    SEM COMENTÁRIOS!

  • Caio Frascino Cassaro

    Prezado Setti:
    Sempre disse a você que enquanto estivéssemos batalhando juntos, nesta e em outras trincheiras, essa gente não passaria. A resistência democrática começa a surtir efeito. Eu não tenho a menor dúvida de que o esforço de todos nós contra a “zeitgeist” que tomou de assalto nosso país nos últimos 10 anos não seria em vão. Esses fascistas que vem ao espaço com um chororô de quem está vendo a viola em caco é mais uma demonstração do sucesso de nossa luta. Essa gente é amoral, à imagem e semelhança de luizinácio, seu paradigma e norte ético. A questão moral para um petralha lhe é desconhecida, não levando, desta forma, em consideração os princípios de honestidade e pudor que devem reger a vida em sociedade. Como o que lhes interessa é o poder, e o poder “de per si”, sem nenhum outro objetivo que não seja a conquista e a manuteção do poder, o que importa é a conveniência. É uma gente que, como dizia Burke, ama a humanidade mas detesta seu semelhante.
    Mais uma vez luisinácio vem a público dar uma demonstração de seu caráter enviesado, de sua infinita cara-de-pau, de seu despudor e de sua fé na estupidez alheia. Depois do pedido público de desculpas, do choro do homem traído por seus pares, passando pela “farsa” e pelo “golpe” das elites, terminou em quê?
    Nessa declaração patética de que não há do que se envergonhar. Ora, não pode se envergonhar aquele que não sente ou não sabe o que é vergonha. Esse cidadão é a quintessencia daquilo que a política brasileira produziu de pior ao longo de sua existência. Ignorante, amoral, covarde, oportunista, despudorado, seu governo ficará marcado de forma indelével para sempre como o mais corrupto da história do Brasil. A foto dele com Paulo Maluf é a demonstração mais eloquente daquilo que ambos representam na vida públicas “destepaizzzzzzzzz”. Um, procurado pela Interpol, não pode deixar o país pois seria imediatamente preso caso o fizesse. O outro, chefe de uma quadrilha que sistematizou a corrupção, institucionalizando a roubalheira, que passou a ser feita às claras e sem o menor prurido, com dólares nas cuecas, com lulinha recebendo dinheiro público na sua empresa, com mensalões, com aloprados, com inaugurações de pedras fundamentais de obras que nunca ficam prontas e cujos orçamentos estouram sistematicamente, levando a uma recusa recorde em suas contas por parte do TCU, enfim, o exercício do poder da pior forma possível e imaginável para qualquer agremiação política.
    É por isso, meu caro, que me congratulo com você. Seu blog, juntamente com os blogs do Reinaldo Azevedo, do Augusto Nunes e de alguns outros que se recusaram a vender suas penas e suas consciências aos poderosos de plantão, sofrendo todo tipo de constrangimentos e ameaças daqueles que tem o fascismo na alma e que posam de democratas por lhes ser conveniente (sempre a conveniência…) foi um farol a indicar o caminho nessa travessia tão perigosa.
    Parabéns a você e a todos nós. Vencemos essa batalha, mas não vamos esmorecer. Nossos adversários são traiçoeiros e demandam vigilância constante e permanente. Não vamos abaixar a guarda, pois a luta continua.
    Um abraço

  • Reynaldo-BH

    A coragem não tem cor! A decência não tem raça! A dignidade não precisa de cotas! E a JUSTIÇA não tem medo!
    Não precisamos de heróis. Precisamos de homens honrados:sejam NEGROS (Joaquim), judeus (FUX), ou quem honre o transcendência da própria existência.
    SÃO EXEMPLOS!
    http://www.youtube.com/watch?v=PgdwuJvCM2A

  • Rodrigo Miranda

    A constatação que me deixa mais feliz : Nosso Brasil nunca, nunca mesmo, será uma Venezuela, viva o Brasil!!!

  • Jane Araujo

    O melhor desse julgamento é ver que indicados Dilma, ao contrário dos apadrinhados pelo molusco, Leviandowski e aquela aberração do Toffoli, se posicionaram de forma serena e definitiva sobre a existência do mensalão e a responsabilidade dos envolvidos no grande crime contra a Democracia. Devagar chegaremos lá, para acelerar o processo somente quando os próximos presidentes tomarem a ferro e fogo a necessidade de investir massivamente na Educação. Povo consciente é povo com escola de qualidade desde a creche, insisto!

  • PTralha

    Imprensa livre?
    Vc´s tão de sacanagem….

  • Pedro Luiz Moreira Lima

    Amigo Setti:
    “Amigo Pedro, realmente não entendo você.
    Quer dizer que você, como cidadão, arbitra que o julgamento não é válido e pronto?
    O que será necessário para que você se convença dos crimes já sendo condenados pelo Supremo Tribunal, com esmagadora maioria de ministros, por sinal, indicados por Lula ou Dilma?
    Você afinal acredita ou não nas instituições — Ministério Público, Supremo Tribunal Federal — criadas pela Constituição democrática (com todos os seus defeitos, a nossa Lei Magna) de 1988?
    Estou começando a achar que essa sua permanente imparcialidade não é tão imparcial assim, amigo Pedro.
    Abraço”
    Não existe imparcialidade na vida – somos Flamengo,Botafogo,Galô,Cruzeiro,Flu.De outro lado gostamos de mulheres magras,gordas,cheias,homens fortes,magros,gordos.De outro modo votamos no PT,PSDB,DEM…De outro modo achamos Battisti inocente ,EU INOCENTE.De outro modo Lula é culpado e não é culpado.De outro modo FHC é um vendilhão da pátria ou o melhor presidente do mundo…
    Não sou golpista e acredito e defendo as Instituições,isto não quer dizer que não posso tecer críticas,se for assim deixo de ser cidadão como deixamos de ser durante 21/22 anos de Ditadura Civil Militar.
    Não sou imparcial e ninguém aqui é,temos divergências normais,visões políticas divergentes e é a normalidade – NINGUÉM É IMPARCIAL!
    Considero o julgamento do STF um julgamento político,considero a imprensa em sua maioria parcial – qual o problema?nada vejo.
    Devemos sim respeitar e defender as Instituições do nosso país e isso fazemos você,eu,ReynaldoBH,Corinthians,Ismael,Helio,Alberto Porém Jr,SergioD e outros aqui.
    Não sou imparcial e nem pretendo ser – agora minha imparcialidade jamais irá contra as Instituições e minha visão de democrata diz – Ninguém está acima de críticas! e nisto sou PARCIAL RADICAL – SEM CRÍTICAS MORRE A DEMOCRACIA.
    Grande abraço
    Pedro Luiz

    Perfeito, caro Pedro. Mas por que raios o Supremo, constituído majoritariamente por gente séria, com trajetórias limpas e honradas, e ainda mais indicados por governos petistas, iria se comportar se afastando das leis — justamente o Supremo?

    Qual é sua explicação para isso? A “pressão da opinião pública”? O Supremo sofre pressões da opinião pública desde 1889…

    Abração

  • Sidney Braga "Tcheves"

    Gostaria de fazer uma observação técnica ao seu texto.

    Apesar de alguns ministros terem citado a compra de apoio parlamentar, este assunto ainda não foi definido pelo STF. Os parlamentares condenados por corrupção passiva foram condenados segundo a jurisprudência de receber dinheiro indevido, independente do objetivo da grana. Isto está explícito nos votos. A finalidade do dinheiro ainda não foi definida pela maioria. É grande a chance que isso venha a se confirmar na próxima semana, mas ainda não está confirmado.

    Mesmo que confirmado pela maioria do STF, o meu apreço pela lógica me impede de engolir essa versão da compra parlamentar. A forma de busca de apoio parlamentar deste e de todos os governos sempre foi a distribuição de cargos, o famoso toma-lá-dá-cá.

    Mesmo ministros que refutaram a versão do caixa 2, não explicitaram argumentos que provassem a tese do Ministério Público. O único a argumentar pela compra de votos foi o Joaquim, mesmo assim usando argumentos questionáveis como o depoimento pinçado da Presidente Dilma. Fux e Gilmar acreditaram na versão, mas não argumentaram para provar.

    Novamente chamo meu apreço pela lógica para demonstrar minha curiosidade sobre como os ministros vão explicar como os deputados do PT que sacaram dinheiro foram comprados para votar a favor do próprio PT. Há duas opções: 1- Ignorar essa aberração lógica e manter a tese de compra de votos a qualquer custo. 2 – Criar 2 versões paralelas: uma para os deputados do PTB, PL e PP e outra versão para os deputados do PT. Ambas as versões enfraquecem a credibilidade da tese de compra de votos, mesmo que confirmada pela maioria no Supremo. A decisão dos Ministros será suprema, mas a lógica a impede de ter credibilidade.

    De fato, os ministros não se manifestaram em voto, por maioria, sobre a compra de apoio, mas não deixaram dúvidas sobre ser essa a opinião majoritária da Corte.

  • Geraldo Elton Dias

    Setti, ficaria honrado com a publicação em seu painel do leitor. Sou jornalista, embora não atue profissionalmente, pois sou pequeno empresário. Pode publicar minha residência, sem problemas.

    Obrigado, caro Geraldo. O problema é que não sei em qual cidade você vive… Não tenho como saber, apenas pelo email e pelo IP.

    Um abração e aguardo essa informação adicional.

  • Ruth

    Esses canalhas precisam de uma lição do povo brasileiro.

  • Gilson Azevedo

    Estamos,estou tambem.Viva o STF.

  • Alberto Porém Júnior

    Comentário de um brilhante analista, Diogo Costa:

    Da série: “NÃO, NÃO ESTAMOS NUM JULGAMENTO DE EXCEÇÃO”…

    Enquanto o STF infirma jurisprudência de que para a consumação do crime de corrupção passiva independe do ato de ofício posterior ao recebimento de valor ilícito, ou mesmo de nexo causal entre o recebimento de valor e o posterior ato de ofício, bastando apenas que o agente perceba esse mesmo valor para caracterizar o crime, assistimos ao Prevaricador Geral da República solicitar o arquivamento do inquérito contra o deputado federal Stepan Nercessian PPS-RJ!!!

    Stepan recebeu R$ 200.000,00 do mafioso Carlos Cachoeira para comprar um apartamento. Ora, de acordo com a nova jurisprudência do STF, basta que o agente receba o valor para ser condenado por corrupção passiva! Mas não, no caso do parlamentar do PPS, o MPF entendeu “diferente” do que está sendo julgado na AP 470…

  • Marli

    Também acho, Ricardo, que falta muito para passar este piz a limpo. Um Presidente que cometë * mal feitos* não deveria receber aposentadoria de ex presidente e teria que perder as mordomias. Para que o maioral um dia não vá sem sua companheira para a cadeia, era bom verificar os cartções corporativos.

    Você tem razão, cara Marli. Mas, só para esclarecer, você sabia que ex-presidentes da República não têm pensão nem aposentadoria?

    Um abração

  • Luis Miranda

    Ricardo,

    As suas colocações foram muito bem feitas mais só não acho que dê para celebrar o fim da farsa do mensalão, pois mesmo que essa farsa fica desmascarada, existem muitas outras farsas como a CPI do cachoeira e o escanda-lo da Delta, que fazem os valores do mensalão parecerem um pingo de poker, que ainda não a permite a nós, cidadões, democratas e pagante de impostos (e são muitos), celebrar. mais sim um primeiro passo e um muito importante que se está dando para isso.

  • Marli

    O Lula, no começo até botou todo mundo no bolso. Mas ele também foi enganado pelos seuas baba ovos.
    Ele acreditou que ficaria para sempre sentado no trono. Hoje, se contenta em sentar num banquinho ao lado deste, para continuar dando seus pitacos e atrapalhando o trabalho dela.Seu proposito é de nunca largar o osso, não fosse os que honrram a toga que usam. Lula faltou as aulas de moral e cívica.

  • NICOLA FILHO

    A máscara caiu. A piada de salão são eles. Imitando você, Ricardo, rir dessa piada não tem preço. Preço, quem tem são eles.

  • Lito Francia

    Hey,Setti: manda un mensagen para la Prensa Uruguaya. Para ellos el mensalao no existió y no dicen una palabra sobre el Juicio. Debe ser para no molestar a los socios de los petralhas que nos gobiernan.

    Bueno, la verdad, tarde o temprano, tendrá que estar en los diários y en la tele. Despues que protagonistas importantes de la vida pública de Brasil estuvieren en la carcel, la prensa de Uruguay seguro que no podrá ignorar el hecho.

    Un cordial abrazo

  • Nelíciio dos Sanos Barros

    RECONHECIMENTO: O Meu mto Singelo Reconhecimento a Veja como um tdo: pela Disposição, Capacidade e Coragem na Abordagem de tdos o Temas q afetam esse Nosso Brasil Varonil. A Vc SETTI, mais Específicamente, pela atenção q dá aos Comentarios Postados, nem sempre favoráveis as suas opiniões, o q ñ o impede de Galhardamente expor as suas Manifestações, com certeza, aqueles q comentam ficam satisfeitos em contar com sua qualificada atenção. Parabéns a Revista Veja, A Vc e aos Seus Companheiros.

    Obrigado, caro Nelício.

    Um abração pra você e volte sempre a nos visitar.

  • Virginia Oliveira

    Devemos tudo isso a IMPRENSA, LIVRE E INDEPENDENTE, que não se deixou corromper, aos muito dignos jornalistas que, mesmo sofrendo insultos, calúnias, todo tipo de injurias continuou firme no propósito de deixar o rei nu. Por isso que eu amo vcs e essa maravilhosa revista VEJA. O País tem muito que agradecer vcs. Muito obrigada. Continuem vigilantes, porque, caro colunista, vc tem razão, não acabou.

  • teresa

    O DESESPERO DESTE LULA É VISÍVEL, NÃO ADIANTA GRITAR,
    CADEIA NELES.O MINISTRO FUK É UM ORGULHO PARA O NOSSO PAIS. É ELEGANTE,BONITO E CORRETO.

  • Corinthians

    Estou cada vez mais esperançoso.
    Mas ainda estou com a respiração presa. Não foram julgados os mandantes e mentores da operação, nem as penas foram calculadas.
    Ainda tem bastante água pra rolar.

  • Plínio

    Caro Ricardo Setti,
    Depois da sessão de ontem, estou mais tranquilo. Tão tranquilo que já não me preocupo nem mesmo com a eventual ausência de Aires Brito no final do julgamento. Digo isso porque, para mim, a condenação de Roberto Jefferson é uma indicação clara do que acontecerá com José Dirceu. Em minha opinião, não faria sentido algum se o Supremo, após confirmar a existência do Mensalão, e, o que é mais curioso, condenar seu delator, não vier a punir, também, aquele que consta na própria delação como o “chefe da quadrilha”.

  • RecaSampa

    Ok, comprovado pela maioria dos juízes a compra de votos, como ficara as reformas da previdência e tributaria? Não estariam NULAS por vicio? E os prejudicados, continuarão sendo lesados por estes corruptos safados? E por que ainda não se pediu o bloqueio de todos JÁ condenados? Que eles respondam com seus bens pelo prejuízos causados, ou não Ricardo?

    Para anular leis, imagino que haveria que ser percorrido um longo caminho. Primeiro, um inquérito da Polícia Federal para aferir que leis foram aprovadas com o voto de quem, e quem, entre os votantes, foi condenado como mensaleiro. Esse inquérito precisaria ser remetido para o Ministério Público, que examinaria a possibilidade jurídica de tomar alguma iniciativa.

    Talvez, não estou certo, teria que ser feito um levantamento para constatar se os votos de mensaleiros foram ou não decisivos para a aprovação de cada lei.

    Mas digo com franqueza que não me lembro de qualquer precedente desse tipo durante todos os períodos democráticos que o país viveu desde a proclamação da República, em 1889. Não estou seguro de que haja uma forma de, via Ministério Público e Judiciário, declarar nula qualquer lei, sob a Constituição.

    Não se pediu o bloqueio de bens, entre outras razões, porque o julgamento ainda não terminou.

  • antonio

    quando nos veremos livres dos lulas,sarneys,malufs e renan calheiros que infestam nosso pais?

  • Márcio

    Ótimo texto, como sempre, Setti. Só um minúsculo errinho de digitação. Na parte “Na sessão de ontem, […], que flOi disso que se tratou.”. Escapuliu uma letra O em “flOi”. Grande abraço.

    Obrigado pelo aviso, caro Márcio.

  • Márcio

    Eita nóis, escapuliu foi a letra L! Tá danado.

  • Roberto Souza

    Caro Setti,
    mais um texto que nos lava a alma, obrigado!

    Sou quem agradece, caro Roberto.

    Um abração!

  • db

    Nausícaa, vc eh um gênio, rapaz. Matou a charada: marcos valerio queria ser presidente, daí falou com uns camaradas do rural e do BB, daí escolheu alguns deputados pra comprar, daí usou o governo como garantia induzindo ao erro esse pessoal graudo do PT que – ele já sabia – assinava sem ler. Cara, sua conjectura eh a melhor:” não existe esse tal de núcleo político. “. Larga o que cê tá fazendo e vai estudar pra virar juiz. Vc tem potencial.

    Fala aí, valentão de pseudônimo falso e email falso.

    Não matei charada nenhuma: quem está botando o pessoal de quem você gosta na cadeia é o Supremo.

  • Nico

    O lullllllalau começou sua carreira nefasta e suja , sendo preso na época da “DITABRANDA” e poderá terminar seus dias tambem na cadeia pelo conjunto de sua obra podre e delinquente com recursos públicos e atos amorais.Espero que aconteça o mais breve possivel para que esse País seja realmente passdo a limpo sem esse ‘cara’ que é o protótipo do excremento politico do mais baixo nivel.

  • RONALDE

    O lulopetismo comprou o Congresso que é um dos Três Poderes da República e tentou, via cobrança pela indicação e pressão sobre os Ministros, colocar o outro poder, o STF, debaixo de suas asas. Lula e o PT têm a firme convicção que o Estado brasileiro lhes pertence.

  • Caio Frascino Cassaro

    Prezado Setti:
    Encaminhei um comentário às 17:49hs que está aparecendo como “aguardando moderação”. Como não sei se o comentário “travou” por algum motivo técnico, encaminho novamente.

    Caríssimo Caio,

    O comentário estava mesmo “aguardando moderação” porque eu estava em trânsito — e literalmente preso no trânsito de SP — entre minha casa e o Edifício Abril.

    Gosto de eu mesmo fazer essa tarefa, sempre que possível — em 90% das vezes, pelo menos, é assim.

    Já foi liberado.

    Abração

  • Geraldo Elton Dias

    Meu Caro Setti, num post anterior coloco informação sobre a cidade onde moro, em Carapicuiba, na Grande São Paulo. Uma cidade dormitório, reduto da classe C e símbolo da eficiência das administrações petistas.

    Como em toda cidade com petistas à frente sempre há algum problema relacionado a lixo.

    A dica para qualquer cidade petista é “siga o lixo”.

  • Hélcia Freire

    Caro Ricardo Setti,
    Tem sido um prazer inenarrável ouvir os debates depois das sessões de julgamento que eu assisto – ouço, rs – enquanto trabalho! Me perdoe, andei plagiando alguns dos comentários de vocês.
    Prazer também tem sido ver a verdade públicamente escancarada.
    Grande abraço e parabéns pelo trabalho e coragem!

    Obrigado, prezada Hélcia, pela generosidade e a gentileza.
    Abração

  • simone soares

    OS BRASILEIROS PRECISAM SABER A VERDADE.

    OS NOBRES AUDITORES FISCAIS DA PREVIDENCIA SOCIAL E A PROCURADORIA DA PREVIDENCIA SOCIAL, PRECISA ESCLARECER PARA NÓS BRASILEIROS SE OS BOATOS QUE CORREM EM SÃO BERNARDO DE QUE HOUVE FRAUDE NA APOSENTADORIA DO LULA E QUE NÃO HOUVE ACIDENTE DE TRABALHO E SIM AUTO LESÃO.

    ISTO PRECISA SER ESCLARECIDO PARA O BEM DOS BRASILEIROS QUE PAGARAM E TRABALHARAM POR 35 OU MAIS ANOS.

    PORQUE SE O BOATO FOR CONFIRMADO ESTÁ CARACTERIZADO O ARTIGO 171 DO CODIGO PENAL.

    SENÃO SE ACABA COM ESTE BOATO DE VEZ.

    ELEMENTOS PARA ISTO EXISTEM AS MEMÓRIAS DA PREVIDÊNCIA AINDA EXISTEM, OS LAUDOS MÉDICOS, A COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE PELA EMPRESA ETC.

    PRECISAMOS COLOCAR O BRASIL A LIMPO

  • Renato

    Lula agora fala da eventual corrupção no governo FHC, como se uma suposta roubalheira justificasse a outra comprovada roubalheira.

    Seus discursos perderam o sentido – se é que algum dia tiveram – e colocaram a mostra o verdeiro cara de pau e mau caráter que ficou a frente da presidência durante 8 anos.

    Lula nunca me enganou.

    Estou também de alma lavada e espero que a imprensa comprada – que nós sabemos bem quem são – doravante fique a favor da verdade e não do dinheiro sujo que recebem.

  • Pedro Luiz Moreira Lima

    Amigo Setti:
    Não tenho explicação – o STF vota como quiser é a maior corte do Brasil – agora criticar o julgamento é meu direito de cidadão – só espero que não tenha que explicar meu direito de critica ou tenho?
    Grande abraço
    Pedro Luiz

    Caríssimo Pedro, é claro que você tem todo o direito de criticar quem ou o que quiser, direito que respeito escrupulosamente neste blog.

    O que lhe pedi, ou sugeri, não era explicar seu direito de crítica, mas explicar porque, afinal, você desqualifica tanto o julgamento do mensalão pelo Supremo. Mas, evidentemente, você faz isso se quiser.

    Um grande abraço — e outro para seu grande Pai, herói brasileiro de verdade.

  • Roman

    O que não pode ocorrer é a liberdade de expressão e de imprensa violar a privacidade do ser humano. Filosofia, Psicologia, Direito e demais campos de estudos devem se unir para encontrar um ponto convergente na questão da inviolabilidade do direito à vida privada, intimidade, honra e imagem das pessoas com a liberdade de expressão e de imprensa. Assim como muitos políticos distorcem o verdadeiro sentido da imunidade parlamentar, distintos “jornalistas” violam o inciso X, do art. 5º da CF/88. Esses tipos de jornalistas não aceitam ser confrontados, consideram-se imunes, intocáveis e inalcançáveis a quaisquer leis. E quando subjugado pela lei logo grita contra a censura/repreesão. Ajem como os ditadores que tanto eles criticam. Bom dia.

  • Viana

    Atribui a Abraham Lincoln a célebre frase: “Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar a todos por todo o tempo.” O Lula me parece ser o começo,o meio e fim dessa frase. Esse Lula que os puxa sacos insistem em querer transforma-lo numa divindade, na verdade sempre foi e continua sendo um farsante e mentiroso nas diferentes fases da sua trajetória como líder sindical e politico. Felizmente, parece que a sociedade brasileira começa a acordar e se conscientizar dessa tenebrosa fase em que vive o pais. Os ataques ferozes e constantes do Lulopetismo aos alicerces que sustenta a nossa democracia, prova que essa gente deseja mesmo é um regime de exceção onde só aqueles que concordam com os seus métodos são aceitos, caso contrario, a brutalidade será exercida para calar os contrários.Tomara que isso jamis venha a acontecer pois a democracia ainda é a melhor forma de governo existente.

  • Adilio Belmonte

    A política que Lula faz durou até o século XX.

  • André Renato Wenglarek

    Só estarei completamente com a alma lavada,quando,e se,condenarem Zé Dirceu,Delúbio e Gesuíno.

    Pois é, André, até entendo sua postura. Eu também ficarei muito contente se isso acontecer, confesso.

    Mas a lavada na alma a que me referi foi o desmascaramento, pelo Supremo — um Supremo composto em grande maioria por ministros indicados por governos petistas –, da farsa espantosa de que o mensalão ou simplesmente “não existiu” ou, se existiu, era “apenas” um esquema de caixa 2 para campanhas eleitorais, e não, como ficou comprovado, um esquema sinistro de compra de apoio parlamentar para que o lulalato tivesse o Congresso inteiramente no bolso. Num golpe de Estado branco, como escreveu um leitor.

    Abração

  • Pedro Luiz Moreira Lima

    Grande Setti:
    Uma das muitas razões e encerro o debate bom e generoso por hoje.
    Barbosa vs Eros Grau
    Enviado por IV Avatar do Ri…, seg, 17/09/2012 – 21:32
    Tribunal do povo

    Joaquim Barbosa briga com Eros Grau por causa de HC
    Por Márcio Chaer, no Conjur

    A luta do bem contra o mal do delegado Protógenes Queiroz chegou ao Supremo Tribunal Federal. Preocupado com a opinião pública, o ministro Joaquim Barbosa censurou seu colega Eros Grau por ter libertado Humberto Braz, braço direito do banqueiro Daniel Dantas. “Como é que você solta um cidadão que apareceu no Jornal Nacional oferecendo suborno?”, perguntou Joaquim.

    Eros respondeu que não havia julgado a ação penal, mas se havia fundamento para manter prisão preventiva. Joaquim retrucou dizendo que “a decisão foi contra o povo brasileiro”. Em outro round, depois que Joaquim Barbosa — mais conhecido em Brasília como JB — deu Habeas Corpus para garantir a Daniel Dantas o direito de não se auto-incriminar em uma Comissão Parlamentar de Inquérito, Eros, em tom de gozação, comentou que esse HC repercutira mais que o dele. JB enfureceu-se.

    A partir daí, o exercício de pancadaria verbal foi longe. Joaquim só não agrediu Eros porque foi contido. Ele chamou o colega de velho caquético, colocou sua competência em questão, disse que ele escreve mal “e tem a cara-de-pau de querer entrar na Academia Brasileira de Letras”. Eros retrucou lembrando decisões constrangedoras de JB que a Corte teve de corrigir e que ele nem encontrava mais clima entre os colegas. O clima azedou a ponto de se resgatar o desconfortável boletim de ocorrência feito pela então mulher de JB, tempos atrás: “Para quem batia na mulher, não seria nada estranho que batesse em um velho também”, afirmou-se.

    Depois da encrenca, Joaquim Barbosa não voltou ao tribunal. O primeiro assalto teve lugar no Tribunal Superior Eleitoral, onde ele divide a bancada com Eros Grau. Foi na terça-feira (12/8). O segundo round foi na hora do intervalo para o lanche, no STF. Os dois começaram a discutir à distância, em voz baixa. Em pouco tempo, estavam aos berros — o que permitiu que os advogados no Salão Branco acompanhassem o embate. JB foi embora e não participou do resto da sessão. Tampouco voltou no dia seguinte. A justificativa foi a de que o ministro estaria com a pressão alta.

    Populismo judicial

    O pano de fundo do conflito, contudo, é o mesmo que embalou a discussão das “fichas sujas”, dos grampos, das algemas e dos HCs de Gilmar Mendes a Daniel Dantas.

    De um lado, com grande sucesso de público, está a tese de que é necessário adotar atalhos para combater a corrupção. Nessa linha de raciocínio, haveria direito de defesa e impunidade em excesso. Exigências, como motivo sólido para prisão provisória, para grampear ou quebrar sigilos, por exemplo, seriam meros pretextos para manter bandidos ricos longe das grades. É a doutrina do palmômetro.

    Do outro lado do ringue, está o movimento consistente do STF no sentido de expandir as garantias individuais e os direitos fundamentais das pessoas. Não faz sucesso algum. Decisões nesse campo são entendidas como formalidades burocráticas e revoltantes.

    Assim que o ministro Gilmar Mendes concedeu Habeas Corpus a Daniel Dantas, Joaquim Barbosa não omitiu sua opinião: “Como cidadão, o sentimento que eu tenho é muito parecido com o da grande maioria dos cidadãos brasileiros”, afirmou ele à Agência Brasil. Mas ressalvou que, como ministro, pode agir diferente.

    O herói do povo brasileiro

    Nem sempre. O tribunal já teve de interferir em matéria que estava em suas mãos para garantir o direito de um cidadão que aguardava por quatro anos uma decisão dele, em pedido de Habeas Corpus. Em outra ocasião, quando o empresário Edemar Cid Ferreira fora preso ilegalmente pelo juiz Fausto De Sanctis, JB tentou manter o indeferimento do pedido — depois atendido pelo tribunal. O ministro não se conteve e investiu contra seus colegas, dizendo que “isso depõe contra o tribunal” que, segundo ele, estava decidindo “de acordo com a qualidade das partes”. Imediatamente e enfático, o decano Celso de Mello rebateu a crítica com exemplos da semana que o desmentiam, no que foi seguido também por Cezar Peluso no mesmo sentido.

    O idealismo de JB lembra o espírito macunaímico, comenta, a propósito do assunto, um observador bem posicionado no STF, ao celebrar os 80 anos da obra de Mário de Andrade. Macunaíma, consagrado como “o herói do povo brasileiro”, ao fim de sua epopéia, transforma-se em uma constelação.

    Reincidência

    Não foi a primeira vez que Joaquim Barbosa discutiu com um colega. No julgamento de uma lei mineira, considerada inconstitucional pelo Supremo, o ministro começou uma discussão exaltada com o colega Gilmar Mendes. O pleno declarara inconstitucional a lei de aposentadoria mineira que existia há quase 20 anos. Como muitos beneficiados haviam morrido ou já estavam aposentados, Gilmar propôs a modulação dos efeitos da inconstitucionalidade. JB não entendeu e partiu para o confronto.

    Ele reclamou que não foi consultado sobre a questão de ordem e afirmou que não concordava com a proposta feita por Gilmar Mendes. “Ministro Gilmar, me perdoe a palavra, mas isso é jeitinho. Nós temos que acabar com isso”, disse Joaquim Barbosa. Gilmar Mendes retrucou: “Eu não vou responder a vossa excelência. Vossa excelência não pode pensar que pode dar lição de moral aqui”. O ministro Marco Aurélio concordou com o relator. A discussão foi interrompida com um pedido de vista do ministro Ricardo Lewandowski.

    Em dois outros episódios, acusou o ministro Marco Aurélio de fraude na distribuição de processos e imputou tráfico de influência ao ministro aposentado Maurício Corrêa.

    No conflito com Marco Aurélio, o caso envolvia um pedido de habeas corpus distribuído no início da noite de uma sexta-feira. Barbosa era o relator e Sepúlveda Pertence o decano. Os dois gabinetes informaram que seus titulares haviam viajado. Ao receber o recurso, Marco Aurélio pediu à Secretaria do Supremo que certificasse a ausência dos colegas a quem caberia a distribuição, por preferência. Os funcionários dos respectivos gabinetes atestaram, por escrito, que os ministros não estavam em Brasília. Na semana seguinte, Joaquim atacou o colega afirmando que estava na Capital. Marco Aurélio representou contra Joaquim à Presidência da Corte. Mas Nelson Jobim, então na direção da Casa, decidiu colocar panos quentes no caso, declarando apenas que não houvera irregularidade na distribuição.

    Em relação a Maurício Corrêa, que hoje atua como advogado em Brasília, Joaquim Barbosa estranhou que ele o procurara antes para falar do processo e, no dia do julgamento, um outro advogado comparecera para a sustentação oral. Ao microfone, Barbosa fez a acusação de tráfico de influência do ex-colega. Informado da imputação, Corrêa foi ao plenário. Nas mãos, tinha a cópia da procuração — também presente nos autos — confirmando que ele atuava no processo. Corrêa interpelou Joaquim Barbosa judicialmente, a quem só restou retratar-se.

    O ministro Joaquim Barbosa foi procurado 24 horas antes desta notícia ir ao ar, por email. Não se manifestou. O ministro Eros Grau não quis dar declarações. A narrativa se baseia no relato de testemunhas.

  • JACIRA

    Não sei explicar o porque, mas tenho a impressão de Lula está decadente. Não sei se é por causa do Mensalão, por se sentir TRAÍDO pelo STF, se é porque a máscara está caindo… Já imaginaram quando ela cair de verdade? o CARA não vai resistir, podem crer. E boa noite!

    Boa noite, Jacira. A decadência de Lula foi o que detectei, com outras palavras, no final deste post que você está comentando.

    Um abração.

  • luiz fernando freire junior

    Só vou ficar feliz e sossegado quando o mensalão do PSDB for julgado,a privataria for resolvida,assim poderemos passar o Brasil a limpo.

  • anastacio paulo da silva

    O STF AGUARDA COM MUITO CARINHO O TRIO ZDG ze,delubio e genuino com certesa o ministro do BRASIL tem um otimo presente para eles para acabar de vez com o gaz do presidente desonrra Partido Traidor chora marco aurelio rir JOAQUIM BARBOSA

  • Luiz Alberto

    Caro 7i,
    Espero ansiosamente a publicação de livro (pode ser até um artigo na Carta Capital) da autoria de Lulla desmascarando a “farsa do mensalão”, ou pelo menos mostrando como andam as investigações contraditórias ao que se tem visto no Supremo.

  • NENNO G.

    O lula e o pt, ja governam o Brasil a 10 anos.
    Venceram 3 eleições usando como tema de campanha as
    privatizações da era FHC. Porem em todo este tempo,
    numca tentaram rever ou investigar qualquer privati-
    zação. Ora , o povo que não é tão burro como o lula
    imaginava, passou a desconfiar que por traz do pa-
    lavrório petista, tinham eram desejos inconfessáve-
    is, como a perpetuação no poder.
    Bem, com um bando de ignorantes mal-intencionados,
    a coisa so poderia dar no que deu.
    O lula e o pt estão em queda livre. Restará apenas
    uma triste lembrança.

  • Sidney

    Sensacional, muito bacana, mas a minha alma ainda não está lavada, e como fica os “MENSALINHOS” nos Governos Estaduais e Municipais.

  • Julio

    Realmente a Revista VEJA e claro todos que a integram estão de parabéns, mas a luta continua, pois falta a condenação do maior beneficiário do mensalão, sem falar que a socieddade quer de volta o dinheiro público desviado, pois faltam recursos públicos para escolas e hospitais.

  • zm

    Com a palavra, o Sr. Ignorácio.

  • Marcela Gianni

    SETTI parabéns, adorei. Adorei tambem o post do BH das 17:16 vou espalhar no facebook ele expressou exatamente aquilo que penso e que também muitos.brasileiros pensam mais nao sabem por no papel

  • Renato

    Falta investigar o Lula e levá-lo para a barra dos tribunais. O país só vai viver novamente a plenitude democrática no dia que esse sujeito que não tem o mínimo respeito pelas instituições sair de cena.

  • Marcela Gianni

    Em tempo, eu e todas as minhas amigas, conhecidas e conhecidos ficamos completamente admiradas pela clareza, elegância, coerência, sabedoria jurídica do Ministro FUX. Um perfeito dialogo para quem assiste ao julgamento porém nao tem conhecimento profundo em leis.

  • ernival jota

    Seu comentário ofensivo, canalha e mentiroso foi deletado. Você não tem a menor noção do assunto que tentou “comentar”. Suma daqui.

  • Aldo Talizin

    O problema é que desde o início desta bagunça, toda a imprensa sabia destas irregularidades, então por que não denunciaram no começo, será que foi por censura federal ou por ?medo

  • Pedro Luiz Moreira Lima

    Luiz Fernando:
    Você esta sendo SUVERSIVO! Privataria?SUBVERSÃO,indo contra o Santo e Sagrado Livre Mercado.
    Mensalão do PSDB?SUBVERSÃO E CALUNIADOR – NUNCA EXISTIU E CASO TIVESSE EXISTIDO FOI PARA O BEM DO PAÍS.
    Agora sonhar que possa acontecer – é o belo idealismo de todo SUBVERSIVO.
    Meu abraço também de idealista.
    Pedro Luiz

  • velho rojas

    Ilustre Setti. Como não existe corrupção passiva sem que haja corruptor, a fritura continua. Ao cumprimentar o STF, com aquelas exceções, não podemos esquecer o presidente e o relator da CPI dos Correios, também exceções, só que honrosas.

  • Izabella

    Alma lavada mesmo, bem lavada, só depois de o Lula ser investigado e devidamente responsabilizado pela imundície que protagonizou.

  • carlos nascimento

    Ricardo,
    Tenho por hábito a leitura atenta de frases e pensamentos das grandes personalidade de nossa História, observe algumas :
    1) “Quem nunca altera a sua opinião é como a água parada e começa a criar répteis no espírito”
    2) “Assim como uma gota de veneno compromete um balde inteiro, também a mentira, por menor que seja, estraga toda nossa vida”
    3)”Pode-se enganar a muitos por algum tempo; Pode-se mesmo enganar alguns por muito tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo”
    4) “Quem a si próprio elogia, não merece crédito”
    5) “A águia voa sozinha, os corvos voam em bando, o tolo tem necessidade de companhia, e o sábio necessidade de solidão”
    E, finalmente a minha preferida:
    “o tempo é o Senhor das soluções”

    Desejo boas reflexões, vamos aproveitar o final de semana, pois o próximo promete fortes emoções, principalmente a capa da próxima VEJA…. talvez seja a capa que o País estava aguardando há longo tempo.
    Carlos Nascimento

  • jose catunda

    Não há o que comentar.Tudo está e esteve sempre claro,para os brasileiros honestos.

  • João

    Eu só acredito na eficácia do STF, no MENSALÃO, se o pai dos corruptos,ex-presidente Lula, sentar no bando de réu e for julgado na forma da lei…

  • João

    Nossa, é uma vergonha, 5 ministros votaram em favor de Lula, essa é a suprema corte do nosso País. Agora, e se não fosse a suprema corte… advinha o quê aconteceria.!!!!!

    Caro João, não houve cinco ministros votando a favor de Lula, não. A votação referente aos figurões políticos de maior destaque ainda não ocorreu. A votação final sobre os diferentes crimes ainda não terminou.

    O que ressaltei é que 6 dos 11 ministros, até agora, já votaram ou se pronunciaram deixando claro que existiu a compra de votos.

    Não houve 5 votos “a favor de Lula”.

    No final do julgamento é que veremos o “placar” de votações propriamente ditas.

    Aguardemos.

    Abração

  • Corinthians

    Setti,
    Acho que vale a pena lembrar que a compra de votos da reeleição de FHC foi usada politicamente na CPI do mensalão, sendo que a bancada alugada conseguiu incluir o suporto fato em pauta para ser investigado.
    E não encontraram nada.
    Fico pensando, se tivessem investigado e encontraod alguma coisa, iriam guardar para si ? Ou iriam usar com todas suas forças ?
    Só resta mesmo a bravata de um líder que conseguiu diminuir a democracia no Brasil.
    E ainda acho que ele deveria ter sido indiciado sim, como foram Azeredo e Arruda em seus respectivos estados. Por que no governo federal o líder fica de fora ?
    Mesmo assim eu peço a condenação daqueles que cometeram crimes – independentemente da condenação de outros.

  • José Ferreira da Silva Irmão

    Ricardo Setti, parabens pelo seu grandioso trabalho e que DEUS te ilumine semnpre e sua luz ilumine outros jornalistas para que doa a quem doer tenham com principio ir em busca da verdade, mais uma vez parabens e tudo de bom.

    Muito obrigado, caro José.

    Um abração!

  • Tânatos Anúbis Totenkopf

    CHUPA QUE É DE UVA, LULLA!!! O NÚCLEO POLÍTICO DO MENSALÃO, como diria o bom e saudoso MUSSUM, , “TÃO FUDIDIS!!!”

  • AlexRio

    Setti, os brasileiros de bem e a imprensa livre (de q?) estão de alma lavada vendo que os ladrões do dinheiro publico do mensalão estão todos sendo condenados e devem passar um bom tempo na cadeia.

    Os brasileiros de bem também esperam que após o julgamento do mensalão, comecem as investigações, processos, julgamentos e condenações de outros corruptos da politica brasileira, desta vez os envolvidos com “A Privataria Tucana”.

    Todo brasileiro de bem também quer ver isso. Quer ver a corrupção na politica denunciada, julgada e condenada venha de onde vier.

    Vc tbém é um brasileiro de bem?

    Eu me julgo assim. E você, pelo visto, é leitor recente do blog, pois tenho clamado aqui pelo julgamento do outro mensalão também.

    Apesar de sua pergunta me ser altamente ofensiva, vou partir do pressuposto que você está agindo de boa-fé.

    Então, leia, por exemplo, esse post:

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/mensalao-tucano-este-post-e-dedicado-especialmente-aos-leitores-que-vivem-cobrando-que-eu-aborde-o-assunto/

  • dpiresmont

    Temos muito que aplaudir e AGRADECER a esses homens LIVRES, corajosos, dignos do STF e da imprensa que são a voz do povo que quer continuar sendo, LIVRE.

  • Diegz

    Um texto definitivo. E emocionante.
    Já era hora do engodo virar patético.
    E vai chegando a hora da cadeia. Só falta o chefe…
    E já é hora de perguntar: Presidenta, a Sra. também não sabia?

  • luluzinha

    Parabéns – Vc retratou muito bem o nosso sentimento.Este picareta que vale por 300 está perdidinho das silva com seu imente ocaso.

  • Tarcísio Brandão de Vilhena

    O Brasileiro de bem, lúcido, só se sentirá com a alma totalmente lavada, quando estiveremos livres desta bandidagem que o PT abriga. E se fosse possível um expurgo do STJ que nos livrasse do Lewandowski, sim do Lewandoswiski, porque o outro é o outro e nada mais. Aí sim, estariamos com a alma “lavada e enxaguada”.

  • João

    Parabéns aos “Ministros” do STF, faço a pergunta quantos cumprirão as penas pois o que vislumbro é uma revoada dos “Asseclas” para o exílio pois pagar pena aqui no Brazil com o dinheiro que foi “Surripiado” dos Brasileiros em cadeias nossas nem que seja em Hotel de 10 estrelas, o povo ainda vai ver muita coisa errada acontecer neste Brazil por décadas.

  • nicanor amaro da silva neto

    Mais um Ricardo para ler prazerosamente.Ricardo Noblat, Ricardo Kotscho e agora Ricardo Setti. Que venham outros ricardos para iluminar um pouco a cabeça dessa meninada que sai das faculdades sabendo menos do que quando entraram.

  • ROSANA SCHER

    Eu, como brasileira que sou, me sinto orgulhosa dessa nova fase do Brasil. Acho, sinceramete Setti que agora vamos, vamos recuperar nossa moral e nossa ética e que esse ex-presidente yenha o que merece: O desprezo de TODOS OS BRASILEIROS HONESTOS DESSE PAÍS.

  • Osmar Camilo da Costa

    Caro Ricardo Setti, seu trabalho tem sido exemplar como jornalista e como brasileiro, não se intimidou, foi em frente com sua consciência limpa. Para falar a verdade, tive muita dúvida e desconfiança que o STF não faria o julgamento de acôrdo com os autos, achava que fariam como sempre, vista grosa e deixariam os acusados livres. Com as merecidas condenações, sinto um grande alívio, afinal ver as instituições do Pais funcionando de acôrdo com a Constituição era tudo que queria. Ningém quer ver sangue, apenas justiça. Creo que a partir de agora Lula e seus mensaleiros passarão a respeitar a justiça.

  • Schurispy

    Parabéns Setti, como jornalista, você faz parte daqueles que entrincheiraram em prol da democracia neste país.
    Com respeito a essa eleição, trago uma suspeita. Viajando pelo interior do país, ouve-se e várias rádios , no horário eleitoral, a voz do ex-presidente apoiando diversas candidaturas de prefeitos e vereadores. Ele deve ter gravado muito mais de 1.000 apoios por esse Brasil afora, tarefa quase impossível para uma pessoa com as cordas vocálicas sadias. De quem serão essas vozes?

  • denise rocha

    A opiniao pública sempre soube onde estava a verdade apesar das zombarias dos petralhas.

  • Antonio Maria de Oliveira

    Na realidade foi preciso que o PT chegasse ao governo para que as denúncias de corrupção fossem apuradas, chegando enfim a julgamento. A imprensa nunca teve a mesma atitude diante das denúncias de compra de votos para a emenda da reeleição, nem sobre fatos até hoje não esclarecidos sobre a farra das privatizações.
    O STF só pode julgar o mensalão porque as denúncias foram apuradas, o procurador geral pode ter a independência de cumprir o seu papel, ao contrário do que acontecia nos governos anteriores, sob as bençãos desta destemida imprensa.
    Faça-me o favor!!!

  • Valdemar Habitzreuter

    É um texto dos mais deliciosos e lúcidos que tive oportunidade de ler, caro Setti, a respeito da farsa do mensalão.

  • toninho malvadeza

    Verdade Setti,nós pessoas de bem estamos vibrando com o começo do FIM da era PT.

  • Luiz Veloso

    Antonio Maria de Oliveira, preste atenção à realidade! O Lula e o PT, que ainda está no governo, não estão gostando nada do andamento desse processo no STF! Aliás, fizeram de tudo para adiar ou melar o processo…

  • alexandre

    o pt é igual evangélicos sempre sera perseguido.

  • Jonas

    Nunca acreditei no PT, muito menos no Lula e seus cupinchas malandros e dissimulados. Fico anestesiado, a ficha definitivamente não cai, pois fica engasgada, principalmente quando vejo personalidades consagradas que eram o ainda são de esquerda, como é o caso do fundador do PT, o eminente Hélio bicudo ex-petista, bem como o Sociólogo Chico de Oliveira, o escritor Ubaldo, o Poeta Ferreira Gullar, entre outros; condenarem veementementa as práticas marginais, típicas da bandidagem, praticadas pelo partido merecidamente chamado de PTralha. Lamento que a massa da população não possua conhecimento, ética e sensibilidade política suficiente para distinguir a farsa da pesudo política social-democrata engendrada por Ali Babá e os 40??? ladrões…

  • alexandre

    QUE pena os brasileiros tem memoria curta esquecerao q o brasil quase foi vendido por FHC.o maior enteressado no mensalão.

    Hahahahahahahahahahahaha… Conte outra, hahahahahahahahah… “Enteressado”? “Esqucerão”? Hahahahahahahaha…

  • ronaldo alvim braga

    resposta ao capacho(ANTONIO MARIA DE OLIVEIRA)peça um emprego para o(LULA E VA CATAR A ******** DELE COM UM SAQUINHOB ONDE ELE FOR ***** ,******)

  • JOSE PAULO

    O Serjão Motta (“in memoriam”), comprou votos para o Governo FHC (muito vivo, leve e solto), que compraram votos de parlamentares para aprovar o ‘pedágio’ pago pelos aposentados. Lembram-se, ‘aposentado é vagabundo’, como dizia o sociólogo de pocilga.

  • victor moraes

    o pt quando expulsou paulo de tarso venceslau (denunciara o compadre do lula, roberto teixeira, lobista das empresas “cumpanheiras, que vivem em torno do pt em licitações fraudulentas – sobrepreços e desvios)abandonou a ética; no episódio do assassinato de celso daniel (gilbeto carvalho, o “mala preta do pt”), deixou a vergonha de lado; com o governo lula e o mensalão, perdeu o medo de delinquir(são os “bandoleiros de estrada”, na sentença de ontem de Celso de Melo, no stf).
    a corrupção política no brasil, desde o tempo do governo de tomé de souza (o provedor-mor da fazenda foi preso)é intermitente – inclusive no governo dos tucamos (mensalinho de minas, etc,); mas, no lulopetismo houve a liberação geral. denunciado o mensalão pelo roberto jeferson, lula, primeiro envergonhado, disse que o pt deveria pedir perdção aos brasileiros, depois disse que “não sabia de nada” e foi traido; em seguida veio com a fábula “caixa dois”(instruido pelo consigliere márcio thomás bastos), ; recentemente,no desespero, saiu com o mantra: o “mensalão é uma farsa”. prometeu livrar os “cumpanhero” (apesar dos esforços dos ministros “cumpanhero” toffolli e lewandowisk), não consegue cumprir o combinado e agora está apavorado com o marcos valério (vide silencio ensurdecedor). A HISTÓRIA NÃO PERDOA OS FARSANTES.

  • Barrett

    Caro Barrett, encaminhe suas críticas a VEJA para quem de direito, o diretor de Redação: veja@abril.com.br

    Quer criticar a mim? Quer baixar o porrete no blog? Então escreva para cá. Sobre a revista, escreva para seu diretor. Combinado?

  • Graça Vidal

    AOS BLOGEIROS QUE DEIXARAM AQUI SUAS OPINIÕES ,QUE MESMO DEPOIS DE TODAS AS EVIDENCIAS, DOCUMENTOS E COMPROVAÇÃO DO STF DE QUE HOUVE SIM, ROUBO, COMPRA DE VOTOS E QUE O CHEFÃO COM CERTEZA É O LULALALAU, AINDA CONTINUAM DEFENDENDO O MAIOR CORRUPTO E CORRUPTOR QUE ESTE PAÍS JA TEVE, SÓ TENHO A LAMENTAR, E ACREDITO QUE VIVEMOS NUM PAÍS ONDE A CORRUPÇÃO JA VEM NAS ENTRANHAS DOS FILHOS DE PAIS QUE ACHAM QUE ROUBAR, MENTIR, ENGANAR, SE APROVEITAR DOS MAIS NECESSITADOS E SEM ESTUDO E NORMAL COMO FEZ O LARAPIO MOR.

  • Osvaldo Aires Bade - Comentários Bem Roubados na "Socialização"

    O PETISMO CONTINUA A MESMO – JUSTIÇA ELEITORAL APREENDE R$ 4 MILHÕES:
    .
    http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2012/10/justica-eleitoral-apreende-r-4-milhoes.html
    .
    BRASIL FORA DO CRIME!!!
    ASSINE
    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=mensalao
    .
    Abraço a Todos
    Osvaldo Aires

  • JOSÉ CARLOS DE CARVALHO

    Na qualidade de um dos advogados de ISAIAS DA COSTA RODRIGUES que permaneceu preso desde janeiro de 1990 e obteve do Magistrado Federal o direito a LIVRAMENTO CONDICIONAL posso dizer que estes acusados do MENSALÃO são muito mais criminosos do que ISAIAS, pois, surripiaram a pátria que se diz amada e, bem provavelmente não ficarão presos por força de seus poderes políticos – devagarzinho as coisas estão mudando.

  • Barrett

    Seu comentário ofensivo, boçal e mentiroso foi deletado e assim serão os demais do mesmo naipe.

  • Barrett

    A verdade dói.

  • Fernando

    Ok. Agora falta as outras dezenas de milhares de CPI’s para serem minimamente finalizadas.
    Soh depois o brasileiro de bem pode lavar a alma.
    Falando nisso… nao ouvi mais falar da CPI do Cachoeira que usou verba publica para enriquecer sua fachada. A quantas anda este processo mesmo?

  • angela

    Caro Ricardo, compartilho sua alegria. Seus textos também lavam a nossa alma 🙂

  • Barrett

    Omite aqui, publica lá. Está de parabéns.

    Não omito nada que me pareça relevante. Não me atribua a má-fé que só está presente em você quando analisa o blog.

  • Arildo Paulo Viana

    Vejo por um lado com tristeza este julgamento de canalhas que tiveram toda a credibilidade desta nação, mas por outro ângulo vejo com alegria, pois é necessário que siva de exemplo para as gerações presentes e futuras, de que o crime não compensa e que dia ou mais dia o preço será pago, através da punição e julgamento justo. É verdade que nunca acreditei nas falácias de Lula e de seus seguidores, porém se não houvesse uma imprensa livre, mesmo ameçada por governante sem escrúpulo, esta nação não teria a precisa informação destes roedores e corroendores de bens públicos.

  • Barrett

    Por isso o senhor não omitiu o comentário simples repleto de faltas de ortografia de outro leitor, com o qual fez questão até de tirar sarro.
    Isso era relevante de publica e de se fazer.
    Seu padrão de “relevância” é altamente duvidoso.

  • Carlos Roberto Haller

    Aos seguidores desta gangue chamada PT, O FIM!
    O PT e seu comando foram desmascarados pelo STF e agora ficam aí procurando brechas para tentarem se livrar de suas condenações.
    O que nos interessava, o STF já declarou: “houve sim compra de votos” para apoio ao governo de LULA, ou do PT, como queiram.
    Agora, vamos aguardar o desenrolar final dos acontecimentos e que este País seja passado a limpo definitivamente.

  • Janice Lopes

    Parabéns, caro jornalista Ricardo Setti, pela busca frenética da verdade e pelas denúncias dessa pouca vergonha que foi o mensalão!
    ele, que não é alferes como o nosso Joaquim José da Silva Xavier, por alcunha Tiradentes, mas que afere a verdade dos bastidores da política.Hoje podemos nos alegrar com a postura ética e com todo o labor do ministro do STF Joaquim Barbosa.Palmas para esse homem público que honrou o cargo que exerce trabalhando em prol da verdade que, finalmente está vindo à tona e sendo punida!
    Lula…lá!!!! Bem longe de cargos públicos junto com seus asseclas. Vergonha nacional o brasileiro se deixar ser enganado com tamanha facilidade! Dá-lhe Faustão e programas que alienam o cidadão, dá-lhe falta de educação, dá-lhe alienação que o poder incumbe-se de gerar para manipular cabeças não ou mal informadas, dá-lhe “Ai, se eu te pego”. O Brasil precisa reconstruir-se ou construir-se de maneira digna, com educação de qualidade para que tenhamos cidadãos politizados e que saibam do tamanho da respopnsabilidade que é eleger homens para cargos públicos.
    Chega! Basta! Merecemos viver outro estado de ser. Somos aviltados diariamente por impostos extorsivos, que não geram bens para a população porque, naturalmente, são desviados para esse bando de corruptos!
    Estou cansada de trabalhar, pagar tudo que me é exigido e não ver a contra partida disso e cansada estou de sonhar com um país melhor e mais justo! Quero ver acontecer! Portanto, você aí que não se interessa por usar seu tempo pra conhecer os candidatos no próximo dia 05/10, exima-se do voto. Justifique, anule, mas não atrapalhe o processo de quem se preocupa com quem eleger! É via voto que mudaremos nosso país, via pessoas como nosso querido ministro Joaquim Barbosa, que não tem medo de enfrentar o poder PTístico que foi e é uma ditadura subliminar, e DENUNCIA! Este sim, um homem trabalhador. Salve ele!

  • Tiago Nazareth

    Alguem aqui ja viu o video do Sergio Cabral xingando um menino de uma comunidade carente? Onde este senhor chamado Lula tb estava presente? Eu me senti vendo uma parte do filme Tropa de Elite, pq é exatamente aquele linguajar que eles usam qndo nao estao sendo filmados… E o pior , claro, não é isso e sim o tratamento que o menino recebeu, e dpois o q o lula disse sobre ‘prejuizo politico’ . Depois de ter assistido este video, assisti a etrevista do falecido Enéas de 1994 e senti uma profunda tristeza. Infelizmente nessa epoca eu nao tinha idade pra discernir nda e hj eu vejo que nakela entrevista o Eneas profetizou o que aconteceria nos proximos anos.

  • Caio Lima

    O MENSALÃO NUNCA EXISTIU!O DR. LULA, ALÉM DE SER UM HOMEM CULTO, TAMBÉM É HONESTÍSSIMO! ELE NUNCA FOI O CHEFÃO DE NENHUMA QUADRILHA! TODOS OS POBRES COITADOS QUE ESTÃO SENDO JULGADOS E INJUSTAMENTE CONDENADOS, SÃO COMPLETAMENTE INOCENTES!… E DIGO ISTO COM TODA CERTEZA, UMA VEZ QUE, QUEM ME GARANTIU TODAS ESTAS VERDADES FORAM O PAPAI NOEL E TAMBÉM OS GNOMOS QUE VIVEM AQUI NO JARDINZINHO DA MINHA CASA!!!…

  • Caio Lima

    Olá, TIAGO NAZARETH. Sim; eu vi o vídeo. Os dois comparsas, Lulalau e Sérgio Cabral xingando um garotinho e usando expressões e gírias próprias de bandidos, uma vez que não sabiam estarem sendo filmados. O safardana do capo de tutti í capi, Lulalau da Silva, estava realmente preocupado, mas era com o “prejuízo político”… Pobre país, o nosso!!

  • da Saa

    Ao Ilustríssimo Senhor Ministro do Superior Tribunal Federal,carioca do Andaraí,Luiz Fux.As legiões de patriotas espalhadas pelos quatro cantos do território nacional,te saúdam.

  • Corinthians

    Tiago Nazareth – 04/10/2012 às 18:58

    Esse vídeo aqui ?
    http://www.youtube.com/watch?v=KOKS_apCwzA

  • Claudio Dotti

    É com satisfação que leio uma matéria como essa. O supremo, a despeito de alguns de seus membros tentarem fazer o contrário, realizou um trabalho excelente, mostrou a todos os brasileiros que o País tem jeito sim, que podemos e devemos acreditar em nossas instituições. Espero sinceramente que a nossa imprensa, que também teve papel importante neste episódio, possa mostrar para o mundo, a farsa do lulopetismo

  • Julio

    Será que ex: presidente Inácio Lula da Silva,está inocente nessa jogada.Creio que não,pois o dinheiro seria para a campanha do mesmo, muito estranho isso.Mas vamos esperar,os abutres que estão indo para cadeia não vão aguentar a pressão,e vai aparecer mais coisa, isso é a ponta do iceberg.Belo trabalho do sr: Joaquim Barbosa,mostrou que ainda da para fazer justiça nesse país.um abraço para todos os brasileiros que torce para uma nação melhor.

  • josé antonio de souza

    A limpeza total só ocorrerá após o indiciamento de lula pelo ministério público e condená-lo. Assim estaremos expurgando essa praga que assola o nosso país para sempre.

  • Fabio Tenca

    Pois é…
    E ainda segue candente o caso Celso Daniel.
    Será que todas aquelas mortes foram apenas infelizes coincidências? Duvido! O banditismo petista “é de morte”.
    Ah! Tem também aquele outro infeliz de Campinas não é? Um tal de Toninho do PT. Pobre diabo, também lascou-se. Minha querida mãe sempre me disse que “quem com porcos anda, farelo come”. Nesse caso, leva é bala!
    Mas
    Claro, Luíz Inácio não sabe de nada.

  • José Martins

    A alma dos brasileiros de bem está apenas parcialmente lavada. Enquanto lula não for julgado e continuar vociferando e o povo acreditando e votando em quem ele manda ainda estaremos estarrecidos.

  • fpenin

    Por que Lula teria de saber?

  • fpenin

    Só no Brasil: um sujeito trabalha com o seu chefe, participa de todas as ações administrativas, é homem de confiança e, depois, vai julgá-lo. Se esta estória fosse apenas “contada”, ninguém acreditaria em sua verossimilhança.Mas,…

  • fpenin

    Fazer o correto é apenasmente OBRIGAÇÃO. O ato de candidatar-se a qualquer cargo eletivo é voluntário,ninguém é obrigado a concorrer.Uma vez instalado no poder, o sujeito recebe salários e mordomias pagos pos nós, contribuintes. Estabelecer metas e cumprí-las é o mínimo que um governante tem a fazer, “faz parte”. O assalto aos cofres públicos e as agressões ao direito dos cidadãos não merecem contemporização. Cadeia para todos os mensaleiros, sejam de PT, DEM ou PSDB;cadeia para os assassinos de Celso Daniel e Toninho do PT;cadeia para todos que estuprarem a lei. Depois de frequentar lupanares de toda espécie, querer posar de moça-donzela a esta altura é agressão pesada aos neurônios dos cidadãos – bem entendido, para quem os têm.Certo, Eduardo?

  • jane

    Parabens por seu artigo, faco minhas suas alavras, com certeza ha de respingar no chefao, para decepcao dos eleitores ‘dele’ que com a cara lavada de sempre andando pelo Pais na maior cara de pau, tendo os ultimos extertores…. responda quem pode: como ainda faz palestras por ai? Ainda tenho esperanca de ver o nosso Pais do faz de contas, melhore e com seus esclarecedores artigos a p….comece a enxergar.!

  • jane

    Beleza de artigo, Acabou a farsa, ja nao era sem tempo…….preocupa me a falta de punicao, sera que vao sair ilesos?

  • GPAULO

    O passado de Lula como sindicalista, teve duas pessimas referencias. A primeira do Sindicato dos Metalurgicos, que sob intervenção do Ministerio do Trabalho, descobriu que a distribuidora de bebidas não obstante sua emissões Notas Fiscais de guaranas e refrigerantes em grande quantidade, não resistiu ao Interventor quando declarou que esta foi a forma exigida Lula e seus apaninguados disfarçarem o consumo de cachaças e cervejas. A segunda foi quando resolveu tornar-se empresario criando uma empresa metalurgica que por falta de tudo fechou as portas. A Vilares mandava paga-lo como seu empregado em casa, para blindagem da segurança de sua atividade. Com a dinheirama do mensalão criou a imagem de grande “presidente”. Criticava FHC por suas viagens, assim que assumiu a Presidencia, comprou o Aerolula, quadruplicando o numero de horas de voo do então criticado FHC. E agora sua imagem se deteriora nacionalmente e internacionalmente quando afirma que o mensalão não existiu, contrariando a verdade dos fatos e os Ministros da mais alta corte de justiça do País. É lamentavel!

  • Eunice

    Sou como a maioria do brasileiros que haja justiça.Mais me questiono: o PSDB é pai do Mensalão, por que a grande parte dos meios de comunicações não cobram o julgamento do mensalão MG? Enquanto não tivermos uma Reforma política infelismente sempre serão praticados. Quem tem teto de vidro é questionável jogar pedra no teto vizinho.

    Que pena que você não lê o blog com mais assiduidade, Eunice:

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/mensalao-tucano-este-post-e-dedicado-especialmente-aos-leitores-que-vivem-cobrando-que-eu-aborde-o-assunto/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/post-do-leitor-o-chamado-mensalao-tucano-encerra-sim-acusacao-de-crime-mas-o-mensalao-propriamente-dito-e-muito-mais-grave-pois-constituiu-um-atentado-a-republica-e-a-democracia/

    Abraços

  • Eunice

    Sempre estarei com LULA

    Olha lá, porque pode ser abraço de afogado…

  • CARLOS ALBERTO R. DE FIGUEIREDO

    ZÉ DIRCEU, O SÓCIO OCULTO DA UTC ENGENHARIA S.A.

    O QUE FAZIA JOSÉ SÉRGIO GABRIELLI DE AZEVEDO, EM VISITA A JOSÉ DIRCEU, NO HOTEL NAUM, EM BRASÍLIA?

    Resposta: GABRIELLI, após reunião com a presidenta DILMA, e ela ter comunicado que iniciaria as mudanças na PETROBRAS pelo comando da presidência. Foi visitar o Zé Dirceu, para pedir-lhe as plenas garantias da sua parte do acordo, sobre os grandes contratos, quando ele deixasse a presidencia da PETROBRAS.

    Para isso, José Eduardo Dutra, estaria voltando a Companhia, assumindo uma nova diretoria, que seria criada para interagir com a presidente GRAÇA FOSTER. Isso fazia parte do acordo entre Lula e Dilma, e não chamaria a atenção.
    Portanto, os grandes contratos deveriam ser feitos a partir de agora em consórcios com as empresas âncoras do Sistema Petrobras. Tendo como líder a UTC Engenharia S.A. da qual o sócio oculto é José Dirceu. E quem acerta com as demais empresas o esquema, é o meu sócio RICARDO RIBEIRO PESSÔA.
    O RICARDO, sabe as margens, sabe como colocar os preços e fazer a distribuição dentro do Sistema, sem levantar suspeitas, esquentando toda a parte que é do PT. Daí ser ele o Câmpeão de contratos na PETROBRAS.

    Carlos Alberto R. de Figueiredo
    Petróleo Brasileiro S.A. – PETROBRAS

  • Antonio Ribeiro Guimarães

    O que ouve no Brasil, foi a inversão dos valores
    institucionais políticos,desrespeitando o judiciário,
    que parece não entender das mudanças administrativas,
    trazidas para o judiciário, via constitucional,o ju-
    rista é um operador jurídico e o juiz é um operador
    do direito: O advogado aplica a lei, em seus recla-
    mos, sem reparos e, o juiz, em seus julgamentos tem o dever de reparar a lei, tirando-lhe do seu bojo
    o lixo administrativo, prejudicional. E quanto lixo
    administrativo têm as leis que criaram e manteve o
    mensalão.

  • Milorad Boskovic

    Caros amigos,

    Gostaria de colaborar com o site postando a seguinte marchinha de carnaval:

    http://www.youtube.com/watch?v=CK4k0-8OkY4

    É possível?

    Obrigado

    Aí está, Milorad. Abração!

  • kim

    Segundo seu amigo Paulo Moreira leite nao houve Mensalao,ate escreveu um livro gostaria q vc comentasse.

    Não vou comentar, não. Nem vou ler, pra dizer a verdade, porque já li os textos que ele escreveu ao longo do julgamento.
    Engraçado, nos mais de 15 anos em que trabalhou em VEJA, o Paulo tinha outra postura.
    Um abraço

  • Bee Gee

    Acho difícil que o jornalista tenha razão, porque a redação do New York Times é notoriamente independente. Será que o editor-chefe e os grandes jornalistas que fazem parte da cúpula entrariam em “jogadas” que a empresa quer fazer para ter algum tipo de publicação no Brasil? Não sei, não.

  • Alessandro carvalho

    Caro ricardo, por acreditar e confiar na sua imparcialidade e objetividade, gostaria que fizesse 1 postagem comentando esse estudo de 1 jornalista da usp:

    http://www5.usp.br/26824/imprensa-abordou-mensalao-de-forma-denunciativa-revela-pesquisa-da-eca/