Image
Chen Guangbiao com uma montanha de yuans, a moeda chinesa: quer ser o maior em tudo, inclusive em fazer caridade (Foto telegraph.co.uk)

O site de trivialidades norte-americano BuzzFeed qualificou, com razão, seu cartão de visitas como “o mais ridículo do mundo”. Mas o milionário chinês Chen Guangbiao não está nem aí para críticos, como os que igualmente acharam ridículo ele tentar comprar uma das mais sólidas e importantes instituições dos Estados Unidos, o jornal The New York Times.

A família Ochs-Sulzberger, proprietária do jornal desde 1896, nem o recebeu para conversar.

Tal como está no cartão de visitas, Chen se considera — e se autodenomina — nada menos do que “o homem mais influente da China” — mais, portanto, do que o todo-poderoso presidente Xi Jinping, que assumiu no ano passado e deverá permanecer no poder até 2023.

Entre os “mais da China” em que ele se autoclassifica, sendo um deles “o líder moral” do país, está o de “mais proeminente filantropo” — um tipo de benemérito meio esquisito que, entre outras coisas, distribui dinheiro em cédulas aos passantes pobres nas ruas.

“Mereço completamente o título”, ele disse há algum tempo ao jornal britânico The Daily Telegraph. “Venho fazendo o bem desde que era criança”. Segundo suas estimativas, ele já ajudou, ao longo da vida — acreditem –, 700 mil pessoas, inclusive resgatando, pessoalmente, vítimas de catástrofes, como terremotos.

Image
O cartão: os auto-elogios mal cabem no espaço

Chen veio de uma família pobre, começou revendendo pequenas motocicletas usadas e hoje possui uma fortuna estimada em 1 bilhão de dólares graças a uma megaempresa de reciclagem de material de demolição que ele transforma em insumo para novas construções.

O empresário, cuja idade está entre os 40 e os 50 anos, gosta tanto de aparecer que até um filme promocional sobre ele mesmo já encomendou, narrado em inglês.

Em seu grande escritório em Xangai, reservou uma sala inteira para os nada menos que 1.700 prêmios recebidos por ações beneméritas, e mantém, em uma parede de sua sala principal, oito fotos emolduradas: em sete, ele aparece com um por um dos sete integrantes do Comitê Permanente do Politburo do Partido Comunista — os homens que realmente mandam no país, sob a batuta do presidente Xi.

Na oitava, ele está ao lado de Bill Gates.

Excêntrico, megalomaníaco ou o que seja, o fato é que Chen fez publicamente uma promessa praticamente inédita entre empresários ricos: quando ele morrer, toda a sua fortuna irá para entidades beneficentes na China, que ainda engatinha neste terreno. “Meus dois filhos terão que ser felizes com sua riqueza espiritual”, sentencia ele sobre a prole.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − três =

7 Comentários

Solismar em 18 de janeiro de 2014

Parece que ele é feliz assim, hoje! Mas, o mundo gira e as coisas mudam. Vejam o PT de antes e o de agora!

Luiz em 17 de janeiro de 2014

Megalomaníaco como Luiz Inácio...

OrlandoB em 16 de janeiro de 2014

O cara pegou o cartão de um ex-presidente brasileiro.Precisamos denunciar!!!

Leonardo Saade em 14 de janeiro de 2014

A humildade desse senhor parece com a de um certo ex-presidente brasileiro que fez carreira no ABC paulista.

Abreu em 14 de janeiro de 2014

. Rico-coitado! . Há indivíduos, como esse bilionário, que, carentes de tudo, precisam desesperadamente de reconhecimento (mesmo que à força) de suas pretensas qualidades para sentirem-se bem. . Se o tolo não tiver crescido às custas de um BNDES chinês nem tiver se favorecido da corrupção, nem estiver cabalando votos para ser "prizidêintchi como nunca antish" (hehe!), deixem-no se autoafagar à vontade... afinal, que mal isto faz? .

maurício em 13 de janeiro de 2014

Ei, esse cartão não é do Lula?

Dulce Regina em 13 de janeiro de 2014

Ele deve ter o seu valor, por conseguir ser rico. (???). Sobra-lhe dinheiro, falta-lhe HUMILDADE. - " Não saiba a sua mão esquerda, o que faz a sua mão direita ". E ainda tem o desfrute de dizer, que os filhos terão que ser felizes com sua riqueza espiritual. Acho que estou delirando de tanto calor...

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI