Amigos, o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão – que antes de assumir o cargo era conhecedor do assunto na qualidade de cidadão que liga e desliga interruptores – garantiu hoje que não há nem haverá qualquer problema de impacto ambiental com a construção da controvertida hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará.

Tampouco, assegurou, qualquer comunidade indígena da região será prejudicada.

Em audiência pública no Senado, porém, o procurador da República Bruno Soares Valente disse algo completamente diferente. “A posição do Ministério Público Federal é bem clara: a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte está sendo conduzida de forma errada, com a prática de uma série de ilegalidades”, disse.

As ilegalidades incluiriam desde a falta de consulta às comunidades até a forma como se deu o licenciamento prévio.

Durante a audiência, representantes indígenas e especialistas criticaram a obra.

Leia mais na Agência Senado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário

alex de oliveira dos santos em 08 de maio de 2011

quero lhe parabenizar pelo exelente trabalho, e lhe agradecer pela divulgação das revindicações dos policiais e bombeiros de todo Brasil, pois seu apoio tem sido importantissimo, muito obrigado pela sua coragem, juntos somos fortes...

rossini thales couto junior em 07 de maio de 2011

Caro Setti: Esta é primeira vez que contato o seu blog. E no meu comentário, gostaria de reclamar da desfaçatez com que os nossos administradores tratam as comunidades que serão fatalmente prejudicadas pela construção da referida usina. Um grande abraço Rossini Obrigado por sua visita, caro Rossini. Espero que seja a primeira de muitas! Abraços

Amadeus em 06 de maio de 2011

. Setti, . Quantos índios serão deslocados pela obra? . Quantos hectares de terras indígenas serão alagados? . Pelo que sei é nenhum e nenhum. . Mas vai que o MP saiba de alguma coisa que não sei. . á

Francisco de Sá em 06 de maio de 2011

No título está escrito Ministério Pública. Abraços. Obrigado pela atenção, caro Francisco! Um grande abraço

Marco em 06 de maio de 2011

Amigo Setti: Esse MPF para mim é a grande areia movediça , artificial ou inventado no Brasil. Apenas proibindo certos atos, sem comprrender seu funcionamento ou comportamento, de uma vasta gama de possibilidades. O MPF leva tudo o q poderia ser viável ao abandono ou ao fracasso. Abs.

Tito em 06 de maio de 2011

É fácil. Basta o governo recorrer ao STF que ele torna legal a ilegalidade.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI