Ela é uma cantora de sucesso na Lituânia, e em um de seus discos gravou — que espanto! — a deliciosa marchinha Mamãe eu Quero, de Jararaca e Vicente Paiva, grande sucesso do Carnaval de 1937 e que nunca mais saiu da memória popular.

Confira, então, Mama, nan Geda, na voz de Ingrida Kazlauskaité:

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + onze =

5 Comentários

Ismael Pescarini em 03 de março de 2014

Não parei de rir até agora. Acho positivo e fiquei imaginando essa marchinha em ritmo de heavy metal.

Paulo em 02 de março de 2014

Já que na coluna do Augusto Nunes tem uma menção ao Tom & Jerry, você precisa ver "Mamãe eu quero" num dos episódios, quando os "amigos" do Tom aprontam com ele e vestem ele como uma espécie de Carmem Miranda do beco dos gatos. Aquela sim é imperdível.

JEBANIEL WOLFF em 02 de março de 2014

Será que os herdeiros do Jararaca e do maestro Vicente Paiva vão receber os direitos autorais por essa execução? Com a palavra o ECAD.

Audra em 09 de janeiro de 2014

Bom dia Ricardo, Mama man geda significa em lituano "mamãe eu me envergonho". Assim apenas a melodia é a nossa, a letra nada tem a ver com a original. Abração

Dulce Regina em 08 de janeiro de 2014

Que bom sair das notícias ruins, e ouvir " Mamãe eu quero " em lituano. A música é universal, gostaria de vê-las dançando. Deve ser bem divertido, pois creio que para ter o gingado brasileiro, é preciso muito requebros. Maravilha, sair de " pedrinhas ".

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI