Música no Blog: Jorge Ben Jor com “W/Brasil”

Jorge Ben Jor – que se tornou conhecido nos anos 60 com hits como “Mas que Nada”, “Por Causa de Você Menina”, “País Tropical” e “Que Pena” – é um dos artistas mais importante da música popular brasileira da segunda metade do século XX. Contemporâneo de Gilberto Gil, Caetano Veloso, Milton Nascimento e Chico Buarque, o cantor e compositor supera seus companheiros de geração na conjunção de dois quesitos: popularidade e influência. Seus mais de cinquenta anos de carreira registram altos e baixos, mas ele nunca deixou de vender discos e lotar shows.

Filho de um estivador com uma imigrante etíope, Jorge Duílio Ben Zabella Lima de Menezes nasceu na favela do Rio Comprido, no Rio de Janeiro, em 1942. Ganhou seu primeiro pandeiro aos 13 anos, aprendeu a cantar num coral de igreja e construiu um estilo graças à sua maneira peculiar de tocar violão. Ele não dedilha as cordas, como se aprende nos conservatórios. Seu violão não faz solos musicais, mas marca a base da melodia e o ritmo, como uma batucada de cordas. Ben Jor tempera o funk dos discípulos de James Brown com pitadas de samba e extrai daí uma alquimia única.

Suas composições, invariavelmente amalucadas, trazem rimas estranhas e improváveis. Em 1990, compôs “W/Brasil” – uma humorada crônica sobre o país daquela época – inspirado pela pura sonoridade da palavra (“dabliú Brasil”). Versos como “Jacarezinho, avião” são uma óbvia referência ao tráfico de drogas do Rio de Janeiro. É difícil não pensar em Fernando Collor quando ele diz “Fernando, o belo, não sabe se vai participar do próximo campeonato de surfe ferroviário”. Ou não constatar uma escrachada referência a Pedro Álvares Cabral, o que descobriu o Brasil, e ao ex-ministro Bernardo Cabral, o que descobriu a ex-ministra Zélia Cardoso de Mello, quando ele canta que “Dizem que Cabral 1 descobriu a filial. Dizem que Cabral 2 tentou e se deu mal”.

Confira:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 1 =

4 Comentários

  • Markito-Pi

    Um comentário. O tema W/ BRASIL. originalmente só tinha 4 compassos e foi composta por encomenda de Washington Oliveto para ser usada no atendimento telefônico da agencia do mesmo nome. Meses depois, Jorge esticou a musica virar um standard,

  • W/Brasil era o nome da agência dos sócios Washington Olivetto, Javier Llussá Ciuret e Gabriel Zellmeister. Uma agência originalmente suiça, a GGK, passou a chamar-se W/Brasil quando os sócios brasileiros se tornaram majoritários. Hoje chama-se W/McCann, pois o Olivetto transferiu-se para a McCann Erickson fundindo as duas agências.
    Isto posto, o que interessa mesmo é ressaltar a grande qualidade de Jorge Ben Jor, respeitadíssimo pelos músicos em geral.

  • Carlos Alberto Boff

    Graaaaande Babulina

    E com Backing Vocal dos GoldenBoys !

    Big Show

    E o mais legal depois do fim da apresentação aparece o resto do show como é praxe do YouTube

    Novamente obrigado Setti.

  • Marco

    Caro R. Setti: Gostei do embalo emancipador,mas, muito mais, infinito muito mais…
    Abração.