Image
A XXI Cúpula Iberoamericana, em Assunção: com 11 dos 21 chefes de Estado ausentes, a mais esvaziada em 20 anos (Foto: Segib)

Amigos, a edição número XXI da Conferência Iberoamericana realizada no fim de semana em Assunção, Paraguai, não poderia ser um fracasso mais rotundo – tanto é que dela mal se ouviu falar na imprensa, não é mesmo?

Desde que tais reuniões anuais começaram, em 1991, em Guadalajara, no México, nunca tantos chefes de Estado haviam faltado – nada menos do que 11 dos 21 convidados, inclusive os de países importantes como o Brasil, representado pelo vice-presidente Michel Temer, a Argentina e a Colômbia.

Aprovaram-se no encontro um vago plano de ação e 13 comunicados sobre uma multiplicidade de assuntos que, como sempre, ficarão relegados aos arquivos. A ausência de tantos dirigentes levou várias delegações a cogitarem de propor a transformação das cúpulas de anuais, como agora, em bienais.

Nada se aprovou a respeito, mas a organização se mostra cada dia mais inútil.

Pusilanimidade para condenar o terror da ETA

O toque lamentável do encontro foi a pusilanimidade da comunidade iberoamericana para celebrar, como queria a delegação da Espanha – país que, com 7 milhões de euros anuais (17 milhões de reais) banca 60% dos custos de gestão do organismo, cuja secretaria-geral tem sede em Madri –, o abandono definitivo das ações do grupo terrorista basco ETA, recentemente anunciado.

A Espanha precisou retirar a proposta diante do que logo constatou seria a resistência dos países integrantes do chamado “eixo bolivariano”, capitaneado pela Venezuela, ao conceito de terrorismo.

Image
Piñera com o anfitrião, Fernando Lugo, presidente do Paraguai

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, terminou sendo o único chefe de Estado que teve a dignidade de, alto e bom som, abordar o assunto.

E o fez em seu discurso principal, e não num mero aparte, felicitando o rei Juan Carlos, o primeiro-ministro José Luís Rodríguez Zapatero e o povo espanhol pela vitória do Estado de Direito sobre o terrorismo.

O presidente do Chile recordou que “o terrorismo e a violêencia organizada” são “inimigos formidáveis” da paz e da democracia.

O representante do Brasil, Michel Temer, não disse uma palavra sobre o assunto.

.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 16 =

Nenhum comentário

Ricardo ( Highlander) em 25 de maio de 2012

`` O Castigo dos omissos é Ser governado pelos Medíocres.´´- Mayakovsky.

Ricardo ( Highlander) em 24 de maio de 2012

Kaixo..!! Se Me fosse possível dar este Abraço , à que tu tanto te referes setti ,Tenha a certeza que , além dos Bravos Gudari , ele sería tão Grande e do justo Tamanho da minha Amada Pátria de meus Antepassados Euskal Herria , além da Galícia Celta , Northern Ireland/Ulster , Escócia ( onde em breve haverá um Plebiscito Nacionalista para correr com o Invasor britânico de lá.. tu deves saber.) e de Todos os Rincões da Terra que Lutam pela Liberdade: Catalunya , Tibet , Povo Palestino , Uyghur , Sikh etc. ``Não há Razão Mais Nobre para Lutar que a Liberdade.´´ - Michael Collins. GORA EUSKAL HERRIA ASKATUTA..!!

Ricardo ( Highlander) em 24 de maio de 2012

EUSKO GUDARIAK GORA EUSKADI ASKATEKO GERTURIK DAUKAGU BEREA ALDESZ EMATEKO..!! EUSKO GUDARIAK GARA EUSKADI ASKATEKO GERTURIK DAUKAGU BEREA ALDESZ EMATEKO..!! GORA EUSKAL HERRIA ASKATUTA..!!

Ricardo ( Highlander) em 21 de maio de 2012

Kaixo..!! e Eu Me Refiro aos Guerreiros da Liberdade..!!!! Gora Euskal Herria Askatuta..!! Agur..!! Vá abraçar seu terroristas assassinos, visite-os nos cárceres. Corajosíssimos guerreiros da liberdade, que matavam pelas costas, com tiros na nuca, pessoas inocentes.

patricia m. em 02 de novembro de 2011

Sorry, mas posso perguntar por que voce escreve "a" ETA? Eu digo "o" ETA. Todos os movimentos terroristas do mundo sao tratados no masculino: o Hamas, o Hezbollah, o IRA... Com excecao da Al Qaeda. Acredito que sao tratados no masculino porque esta implicito "o grupo terrorista", mas obviamente poderia ser "a organizacao terrorista". Entao de novo a pergunta, por que voce usa "a" ETA ao inves de "o" ETA? Normalmente porque me refiro à "organização terrorista ETA".

patricia m. em 02 de novembro de 2011

*leia-se terrorisTas...

patricia m. em 02 de novembro de 2011

Eh claro que o Brasil nao disse nada, voce esperava outra coisa? Posso te dar alguns motivos para que nao falemos nada mesmo: . 1. para começo de conversa o Brasil nem possui uma lei anti-terrorismo; 2. nos amamos terroristas, basta ver o caso Battisti; 3. nos amamos o bolivarianismo, logo como poderiamos ir contra eles? As Farc's sao uns amores, nos ate temos o Padre Oliverio Medina no Brasil - mais um terrorista que nos amamos. Bom, com tantos motivos assim, e voce ainda queria que o Brasil batesse palmas para a Espanha? Nos gostamos de terrorismas, homem! Nos ate temos uma ex-terrorista como presidente!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI